21
fevereiro

Na Alepe, deputado Willian Brígido solicita melhorias da PE-160

Implantação de uma Delegacia da Mulher em Santa Cruz do Capibaribe, também foi solicitada

.

O deputado estadual, Willian Brígido (PRB) fez uma solicitação ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) e a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos de Pernambuco, Fernandha Batista, um apelo no sentido de viabilizar os serviços de reparos e melhorias ao longo da PE-160, principalmente no trecho do município de Santa Cruz do Capibaribe.

“Pedimos aos órgãos competentes que dirijam um olhar criterioso e responsável para as nossas estradas, preservando as vidas daqueles que por elas trafegam” – disse.

Ele ressaltou que em vários momentos, a via se torna perigosa também devido à animais soltos.

“Em Pernambuco, além ser obrigado a trafegar por estradas que não apresentam condições mínimas de segurança, notadamente as que fazem parte da malha dos pequenos municípios, os motoristas ainda precisam conviver com o risco imposto pelos animais que atravessam as vias”  – completou.

Willian Brígido ainda encaminhou outro pedido, solicitando que seja implantada uma Delegacia da Mulher, na cidade de Santa Cruz do Capibaribe.

“É um importante instrumento de combate à violência contra a mulher e como a forma de repúdio à maneira como elas eram são tratadas nas delegacias comuns, que em sua quase totalidade são administradas por homens que, não raro, apresentavam grande dificuldade de reconhecer como crime a violência doméstica, preferindo entender agressões ocorridas no lar como “meros desentendimentos familiares”. A criação desta delegacia, visa criar um ambiente mais acolhedor para a vítima, de forma que ela fosse tratada com mais atenção, mais respeito” – completou.

21
fevereiro

Governo garante R$ 82 milhões para a Adutora do Agreste

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), afirmou nessa quarta-feira (20) que conseguiu garantias do governo federal para o repasse de R$ 82 milhões para as obras da Adutora do Agreste. A confirmação veio após audiência com ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto.

“Já estamos levando água da Adutora do Agreste até Belo Jardim e esperamos, até o final de março, que toda a primeira etapa (até São Caetano) seja concluída e tenhamos a condição de abastecer 22 municípios do Agreste pernambucano”, disse Paulo Câmara, após reafirmar que a liberação estaria sendo feita no mesmo dia “Uma notícia importante”, comentou.

A liberação dos R$ 82 milhões, que se refere Câmara, se soma aos R$ 68 milhões aportados no segundo semestre do ano passado, totalizando R$ 150 milhões investidos na Adutora do Agreste.

20
fevereiro

Polícia Civil revela a identidade do acusado de ter praticado homicídio em construção de Santa Cruz

Acusado André Santos de Arruda.

Na tarde desta quarta-feira (20) a Polícia Civil divulgou a identidade e informações do acusado de ter assassinado na manhã da terça-feira (19) o paraibano Tiago Castro, que foi morto a tiros em uma construção na Rua Humberto Castelo Branco, em Santa Cruz do Capibaribe (relembre o fato clicando AQUI).

Segundo a Polícia Civil, após o ato, o efetivo recebeu informações de que o crime poderia ter sido ocasionado por conta de uma discussão no trânsito, porém após duas horas do crime, os policiais da delegacia de homicídio realizaram ouvidas de alguns depoimentos, e concluíram que a vítima foi morta por motivo passional, já que segundo as informações, a vítima estava há cerca de 4 meses mantendo relacionamento com a ex-companheira do acusado, André Santos de Arruda (41 anos).

Ainda de acordo com a polícia, o acusado André já havia ameaçado a vítima momentos antes, o que depois resultou no homicídio, onde Tiago foi atingido com pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Durante o levantamento cadavérico, foi constatado que na testa havia uma lesão provocada por um objeto perfuro-cortante. A polícia acredita que após André ter atirado, ele ainda pegou o revólver e deu algumas pancadas na testa da vítima.

Policiais realizaram buscas na região no intuito de encontrar o acusado, porém sem êxitos. Durante as abordagens em uma das residências, foram encontrados um casaco sujo de sangue, uma arma de fogo calibre 38 e seis munições deflagradas, além de um veículo Fiat que foi usado no momento do crime.

André se encontra foragido e a Polícia Civil concluirá o inquérito para que possa decretar o mandando de prisão do acusado.

20
fevereiro

Câmara realiza sessão extraordinária e aprova 28 requerimentos

Aconteceu na manhã da terça-feira (19), à primeira Sessão Extraordinária de 2019, na sala de reuniões Josefa Eleoina Mendes. Estiveram em pauta quatro Projetos de Lei e 28 requerimentos, que são cobranças dos vereadores às mais diversas áreas do serviço público no atendimento à população.

Projeto de Lei n° 198/2018 aprovado nesta manhã com o parecer das comissões, é de autoria do vereador Carlinhos da Cohab (PTB), na matéria reconhece de Utilidade Pública Municipal de Natureza Filantrópica a Associação dos Moradores e Agricultores do Distrito de Poço Fundo.

O Vereador Carlinhos da Cohab agradeceu a todos os vereadores pela aprovação do Projeto em nome do Presidente da Associação do Moradores, Ivanildo de Poço Fundo. “O Projeto vai ajudar muito aquela associação em especial àquela localidade, por estar dentro de uma utilidade pública, reconhecido pela Câmara de Vereadores, eles tem feito um grande trabalho em prol do distrito, para os agricultores e a população em geral”, afirmou Carlinhos.

Requerido á mesa, foi destaque e levantou algumas discussões um dos requerimentos aprovados de autoria do Vereador Nailson Ramos de nº 380/2018, que solicita ao Poder Executivo enviar esforços para que venha a ser reinstalado placas regulamentadoras de “Proibido colocar lixo”, na Rua Severino Ferreira de Abreu no Bairro Dona Lica I.

Após apresentação e apreciação dos Projetos de Lei que estiveram em pauta, foram votados, analisados e aprovados 28 requerimentos. O presidente da Casa, Augusto Maia (PODEMOS) marcou a segunda reunião extraordinária para dia (26) de fevereiro próxima terça-feira, na sala de reuniões.

As reuniões extraordinárias acontecerem rotineiramente na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, mas não integram o calendário regular de Sessões Plenárias, podendo ser agendadas sempre que necessárias.

.

Informações da assessoria.

20
fevereiro

Na formação de ‘grupo alternativo’, Luciano Bezerra fala de relação política com Allan Carneiro e Edson Vieira

Na organização e construção de um grupo político ‘viável’ para disputar a eleição em Santa Cruz do Capibaribe, próximo ano, o ex-vereador e ex-secretário do governo municipal, Luciano Bezerra (NOVO), foi entrevistado na terça-feira (19) no Programa Rádio Debate da Rádio Polo.

Entre outras coisas, ele falou sobre as reuniões com o empresário Allan Carneiro, ex-síndico do Moda Center, tido nos bastidores como pré-candidato a prefeito 2020.

Ele também foi questionado sobre relação política com o prefeito Edson Vieira (PSDB) de quem foi aliado durante anos.

Próximos – Luciano afirmou que existe uma ‘relação estreita’ com o empresário Allan Carneiro. As reuniões com pauta política estão sendo constantes, segundo ele. O ex-vereador afirmou, inclusive, que após as conversas com o amigo, mudou o pensamento em relação à pré-candidatura a prefeito. O ex-vereador se colocou nessa posição, no fim de 2018.

Distantes – Ao falar sobre sua relação com o prefeito Edson Vieira, Luciano não nega que tiveram um grande entrosamento e um elo de amizade forte, que foi desfeito nos últimos anos. Visto como ‘braço direito’ no início da gestão do tucano, Luciano foi Secretário de Planejamento e atuou na Câmara de Vereadores, em defesa do prefeito.

O ex-vereador garante também que realizou críticas internas sobre o andamento da gestão, não sendo ouvido várias vezes. Com o acúmulo do desgaste, diz que chegou um momento em que ‘não dava mais’.

Entre as críticas, aponta que falou, por diversas vezes, sobre os gastos com pessoal por parte da prefeitura, que ultrapassa os limites estabelecidos na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e teria cobrado para que o Portal a Transparecia fosse atualizado.

Luciano disse que não atribui o resultado negativo da sua eleição, em 2016, ao prefeito Edson Vieira.

A entrevista na integra você acompanha AQUI. 

20
fevereiro

Discussão em WhatsApp, envolvendo vice-prefeito de Brejo, é marcada por provocações e ameaças

O considerado mal uso do aplicativo WhatsApp em áudios vazados ou enviados em grupos abertos, por diversos políticos, tem causado polêmica em diferentes esferas da política nacional. O vice-prefeito de Brejo da Madre de Deus, Josevaldo Lopes, entrou na lista.

Em áudios que circulam em diferentes grupos, o vice-prefeito discute com um homem identificado apenas por ‘Júnior’ que supostamente aluga carros para a prefeitura de Brejo.

De acordo com o outro rapaz, o ‘rancor’ do vice seria em virtude da falta de apoio na última eleição. Em um dos áudios, ele garante que os carros estão servindo para população de forma adequada. Josevaldo (que em alguns momentos é chamado de ‘Michel Temer’) afirma que o homem seria ‘acostumado a sugar a prefeitura’.

A discussão recheada de provocações fica quente e conta com ameaças e afirmativas dos dois lados que ‘não tem medo’ do outro. Confira alguns trechos:

 

Ainda em Brejo

Recentemente, um áudio vazado do ex-prefeito Roberto Asfora também causou polêmica. Em determinado trecho, ele chegou a chamar o ex-deputado  federal, Bruno Araújo (PSDB), de ‘bandido’.

Chefe maior

Nos últimos meses também circulou um áudio de um servidor público de Toritama, em que solicita a presença de funcionários na inauguração do mercado e açougue público. Ele afirma que vai ‘anotar’ o nome dos presentes, como teria mandado o ‘chefe maior’.

Um verdadeiro carnaval

O prefeito de Camaragibe, Demostenes Meira, está sendo investigado pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE), após convocação de servidores para se fazerem presentes em festa pré-carnavalesca, onde sua noiva foi a atração. Ele também afirma que vai filmar para saber exatamente quem esteve presente.

Nacional

Áudios de conversas entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-ministro Gustavo Bebianno, divulgados em rede nacional, tem prolongado a crise no governo Federal.

20
fevereiro

Pernambucano Fernando Bezerra Coelho é o novo líder de Bolsonaro no Senado

 

Após várias conversas com integrantes do governo federal, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) foi escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) para ocupar o posto de líder do governo no Senado, nessa terça-feira (19).

Entre outras atribuições, o líder tem a função de articular com as bancadas aliadas a votação de projetos de interesse do Palácio do Planalto, além de orientar os partidos integrantes do governo.

O pernambucano foi eleito senador em 2014, no palanque de Paulo Câmara (PSB). Em 2018 foi contrário ao governador, apoiando Armando Monteiro Neto (PTB).

Fernando Bezerra chegou a ocupar o posto de líder do governo Michel Temer (MDB) e foi ministro de Dilma (PT). Ele é alvo de três inquéritos na Operação Lava Jato.

Santa Cruz do Capibaribe

Campanha eleitoral de 2014, FBC era aliado de Paulo Câmara.

Em 2014, Fernando Bezerra Coelho obteve 18.771 votos, em Santa Cruz do Capibaribe. Ele foi um dos políticos mais bem votados na cidade, naquele pleito. No primeiro turno, só não conseguiu mais votos que Paulo Câmara e Armando Monteiro, que disputavam o governo do estado.

19
fevereiro

Mais funcionários – Criação de novos cargos gera polêmica na Câmara de Santa Cruz

Jéssyca Cavalcanti critica medida e Augusto Maia rebate e diz que vereadora tem assessores pagos pela prefeitura 

Está sendo discutido na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, a criação de nove (09) novos cargos na Casa. A medida tem gerado polêmica e, na tarde dessa terça-feira (19), a líder de governo, Jéssyca Cavalcanti (PTC) se mostrou totalmente contrária.

Para a vereadora, o projeto é desnecessário. Os salários de cada novo contratado varia de R$ 1.272,00 e R$ 1.416,00.

“O projeto de Lei (PL 021/2019) estabelece a criação de dois cargos de Assessor Especial de Comunicação de Bancada Parlamentar, mais três cargos de Assessor Especial de Comunicação da Mesa Diretora, mais um cargo de Assessor Especial da Administração e mais três cargos de Assessor Especial da Administração”, diz o texto do projeto.

“Não houve discussão nenhuma”, disse Jéssyca Cavalcanti, acrescentando depois que o presidente Augusto Maia estava com pressa para aprovação do projeto. “Mostra como é a forma Maia de administrar”.

Atualmente, a Câmara de Santa Cruz do Capibaribe conta com 25 servidores, além dos 17 vereadores e 34 assessores parlamentares (dois de cada vereador). Para ela isso serviria para burlar e aumentar um assessor para cada membro da Mesa Diretora.

“Não vejo necessidade alguma. Cada vereador tem dois assessores. Acredito que esteja de bom tamanho com os funcionários que tem a Casa, para que funcione a contento”, diz Jéssyca e lembra ainda que haverá, nos próximos dias, licitação para contratação de assessoria de comunicação, com valor de R$ 19 mil mensais.

O vereador Zé Minhoca (PSDB) pediu vistas no projeto, que deve ser votado nas próximas reuniões.

Resposta


 

 

Em resposta, o presidente da Câmara, Augusto Maia, disse que a Casa gasta bem menos que outras Câmaras da região e teria verba suficiente para ampliar os quadros de funcionário, visando o melhor trabalho legislativo.

Segundo Augusto, o limite para esse tipo de gasto é de 70%. Hoje, a Câmara gasta com pessoal (vereadores e assessores) aproximadamente 52%.

Para o gestor, o ex-presidente Zé Minhoca (PSDB), não investiu o suficiente na Câmara. Por lei, quando o dinheiro não é gasto no legislativo, volta para o executivo. “Para cobrir rombo da prefeitura”, critica Augusto.

Povo

Ao ser questionado se essa verba ‘sobrando’ não poderia ser usado em parcerias com a prefeitura e criação de projetos populares, a exemplo o CIDATEC, que oferta curso de informática, de forma gratuita, Augusto respondeu que isso também será feito.

Mudança

Augusto acredita que o posicionamento contrário da vereadora se deve ainda à divisão de cargos para comissões na Casa, algo muito criticado por vereadores governistas. Ele disse que já tinha falado sobre o projeto com Jéssyca e ela teria aprovado e, inclusive, feito uma indicação.

Bancados pela prefeitura?

Por fim, Augusto sugeriu que a vereadora, antes das críticas, diminua logo no número de seus assessores, segundo ele, pagos através da prefeitura. Augusto afirmou que a parlamentar tem quatro assessores (os demais vereadores contam com dois). A vereadora alega que paga com seus próprios recursos aos dois funcionários a mais.

18
fevereiro

Partido NOVO poderá ficar inviabilizado em Santa Cruz do Capibaribe


 

 

Militantes políticos que pretendem implantar um diretório municipal do Partido NOVO visando disputar a eleição de 2020 em Santa Cruz do Capibaribe ficaram frustrados nos últimos dias. Uma informação de um militante estadual aponta que a sigla só terá diretórios em municípios com mais de 300 mil habitantes.

Entre os políticos que estão articulando o projeto está o ex-vereador Luciano Bezerra, que acabou saindo da Rede Sustentabilidade na eleição em que foi candidato a vice-governador de Júlio Lóssio, em 2016.

O ex-síndico do Moda Center, Allan Carneiro, um dos “prefeituráveis” para 2020, é simpatizante do projeto.

Integrantes do grupo confirmaram que, além da quantidade de habitantes prevista para o diretório municipal, outras “clausulas de barreira” também contribuem para emperrar o projeto com a sigla em Santa Cruz.

Outros partidos estão sendo vislumbrados pelo grupo, mas a preferência pelo Partido NOVO continuará, na esperança que os dirigentes nacionais flexibilizem as normas.

18
fevereiro

Exclusivo – Tribunal rejeita contas de 2016 do Governo Odon de Toritama

Relatório aponta diversas irregularidades

EXCLUSIVO

O ex-prefeito da cidade de Toritama, Odon Ferreira (PSB), está novamente com contas da sua gestão rejeitadas. Desta vez a prestação de contas é relacionada ao ano de 2016. A decisão foi da Primeira Turma do Tribunal de Contas e teve como relatora a conselheira Teresa Duere, que apontou diversas irregularidades, inclusive tendo por base relatórios de auditorias.

Entre os principais pontos está a baixa arrecadação do município, fator que pode ter sido ocasionado pelo suposto esquema de descontos ilegais no IPTU, apontado recentemente pelo Ministério Público local em ação judicial que acarretou no bloqueio de bens do ex-prefeito.

A conselheira Teresa Duere aponta ainda que em 2016 o então prefeito Odon contraiu e pagou obrigações (despesas) que poderiam ter sido evitadas, em um momento em que o município não possuía capacidade de realizar, o que teria causado déficit nas contas da prefeitura.

 

Ausência de repasses previdenciários ultrapassou R$ 7 milhões

Um dos motivos que causou a rejeição das contas do ex-prefeito Odon Ferreira foi a ausência de repasses previdenciários em 2016. De acordo com o relatório da conselheira, deixaram de ser repassados quase R$ 2 milhões em valores que foram descontados dos servidores e mais de R$ 5 milhões referentes às contribuições patronais.

Extrapolamento de despesas com contratação de pessoal

Ao condenar as prestações de contas do ex-prefeito Odon, o Tribunal apontou o excesso nas despesas com pagamento de pessoal. Em 2016 foram gastos cerca de 67% da receita do município com a folha de pagamento. De acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal, o limite para esse tipo de gasto seria de 54%.

Foi apontado ainda que “1.186 contratações temporárias por excepcional interesse público, realizadas pela Prefeitura Municipal de Toritama nos 1º e 2º quadrimestres do exercício de 2016,” foram julgadas ilegais pela Corte.

O voto da relatora Teresa Duere foi seguido pelos conselheiros Alda Magalhães e Valdeci Pascal.  O ex-prefeito Odon ainda pode recorrer ao Pleno do Tribunal.

Câmara de Vereadores

Recentemente os vereadores de Toritama contrariaram uma recomendação do Tribunal de Contas que julgou irregular as contas de 2015 da gestão Odon. Foram nove votos a favor da aprovação das contas e três contrários.

Caso a decisão da Primeira Câmara do Tribunal seja mantida pelo pleno, as prestações de contas de 2016 deverão seguir para a Câmara de Vereadores de Toritama com pedido de rejeição. Os holofotes estarão novamente sobre os nobres parlamentares.

14
fevereiro

Ernesto Maia fala de atraso para reinício de aulas e parcelamento do terço de férias de professores

Petista também criticou construção de posto de gasolina ao lado de escola  

O líder da oposição na Câmara de Santa Cruz do Capibaribe, Ernesto Maia (PT), direcionou grande parte do seu discurso a ataques ao secretário de educação, Joselito Pedro e a líder de governo na Casa, Jéssyca Cavalcanti.

Em tom de crítica, o petista reclamou considerando um atraso o reinício do ano letivo em Santa Cruz, previsto para o dia 18 de fevereiro. Além disso, falou sobre o terço de férias dos professores, ainda não pago e que será dividido em duas vezes.

“A líder (Jéssyca) é uma professora. Usou a tribuna pra defender o prefeito e, em momento algum, falou que os professores de Santa Cruz do Capibaribe, já terminando suas férias prolongadas, não receberam o terço de férias que será dividindo em duas vezes”, disse Ernesto, acrescentando que durante todo o governo de José Augusto Maia, os professores recebiam o terço de férias de forma integral e sempre em janeiro.

Ernesto relacionou o empreendimento do secretário com sua função no cargo público. Joselito é proprietário de uma escola particular em Santa Cruz.

“Se fala que é o melhor secretário. A escola do secretário começou as aulas no primeiro dia de fevereiro. Se eu fosse o melhor secretário de educação, eu queria para os meninos da minha cidade, o mesmo tratamento da escola que eu sou proprietário”, disse.

Baseado no Código de Postura do município, Ernesto também criticou a construção de um posto de gasolina ao lado da nova escola no loteamento Polispacas. O Código proíbe que postos sejam construídos a mesmo e 100 metros de escolas.

“Se hoje as pessoas choram o que aconteceu no Ninho do Urubu do Flamengo, foi por que as pessoas descumpriram o que a lei manda. Um alojamento que não tinha licença. Aqui a prefeitura dá licença pra fazer posto ao lado de uma escola e ainda conta vantagem” disse ele lembrado tragédia recente, no Rio de Janeiro.

O petista fez requerimento verbal para saber quem foi que liberou a construção do posto no local.

14
fevereiro

Aliados de Edson Vieira cobram repasses estaduais e oposição rebate que prefeitura não presta contas

Líder de governo aponta quase R$ 3 milhões em atraso estadual para saúde

Se por um lado aliados do prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), cobram pelos repasses do governo Paulo Câmara (PSB), que estão em atraso, oposicionistas ao tucano rebatem que a administração municipal preste contas de recursos recebidos.

Mais um embate aconteceu na tarde desta quinta-feira (14), na tribuna da Câmara de Vereadores, durante a segunda sessão do período.

Quem trouxe o assunto para discussão, inicialmente, foi a líder do governo Jéssyca Cavalcanti (PTC), pontuando valores e datas dos atrasos. Segundo ela, os detalhes foram dados pelo Conselho Municipal de Saúde.

Fotos: Janielson Santos.

De acordo com as informações apresentados, R$ 316 mil dizem respeito apenas a atenção básica de saúde. Valores que não são enviados desde 2014, segundo a parlamentar.

Para medicamentos de farmácia, são outros R$ 741 mil e para o SAMU estão em atraso R$ 1 milhão e 870 mil.

A vereadora entende que isso tem prejudicado o município. Ela disse que o prefeito tem se esforçado, sem a contribuição estadual, para manter os serviços na UPA e Postos de Saúde.

E as contas?

Ao rebater, Júnior Gomes (PSB) afirmou que a prefeitura de Santa Cruz descumpre Lei que obriga o município a prestar conta do uso das verbas. Segundo ele, desde o último quadrimestre de 2017, a pasta da saúde não apresenta dados.

Júnior explicou que a cada quadrimestre o gestor deve elaborar um relatório detalhado referente ao quadrimestre anterior, contendo informações do montante e fontes dos recursos. Ele afirmou que Dr. Nanau (secretário de saúde) não fez isso durante todo o ano de 2018.

O vereador também lembrou que o ex-secretário, Breno Feitosa, entregou ofício no começo de 2018, dizendo que em 28 de fevereiro do mesmo ano, a secretaria prestaria contas, algo que não ocorreu.

14
fevereiro

Oposição critica em ‘massa’ paralisação na coleta de lixo em Santa Cruz 

Vereadores de oposição ao prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), não pouparam críticas ao usar a tribuna da Casa Dr. José Vieira de Araújo, na tarde desta quinta-feira (14), quando o assunto foi a coleta de lixo no município.

No início da semana, funcionários da empresa ‘Vialim Engenharia’ protestaram e cruzaram os braços, após novo atraso salarial. Eles cobraram o mês de janeiro, além de gratificações e horas extras.

“É recorrente. Isso mostra a falta de planejamento”, disse o presidente Augusto Maia (Podemos).

Durante o seu discurso, o vereador Júnior Gomes (PSB) também afirmou que o ‘lixo está  tomando conta das ruas da cidade’ e que seria algo básico.

Além de pontuar o problema, o vereador Deomedes Brito (PT) foi além, e lembrou outra questão: o pagamento para o trabalho terceirizado, não entra nas contas como ‘gasto de despesa com pessoal’, que atualmente está em 60%, acima do que pede a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Além deles, outros parlamenteares fizeram questão de frisar a problemática.

Respostas

Em nota enviada ao Blog, ainda na terça (12), a empresa Vialim afirmou que a prefeitura de Santa Cruz está em débito, com o acordo firmado entre eles.

Na noite da quarta-feira (13), o secretário de Habitação e Serviços Públicos, Flávio Dunda, garantiu que o trabalho retornou e que a secretaria também está ajudando com os seus servidores, para restabelecer à normalidade na coleta.

Em nenhuma das notas foi relatado de quanto seria o débito, nem se os servidores foram pagos.

14
fevereiro

Quatro projetos são aprovados e quase quarenta apresentados na Câmara de Santa Cruz

Vereadores em Santa Cruz do Capibaribe discutiram e aprovaram quatro Projetos de Lei (PL), na tarde desta quinta-feira (14), durante a Segunda Sessão Plenária deste período. Todos os projetos devem agora ser direcionados para sanção do prefeito, Edson Vieira (PSDB).

Além das aprovações, os parlamentares também apresentaram outros 38 projetos. De acordo com o trâmite legal da Casa, todas os planos devem passar por análises de comissões, antes e subir ao plenário para votação.

Um dos projetos aprovados é de autoria do vereador Carlinhos da Cohab e determina que 5% das moradias populares, construídas pela prefeitura, seja disponibilizado às mulheres vítimas de violência conjugal.

Apenas Joab Gomes votou contrário. Em discussões durante outras reuniões, ele já havia alegado que o Governo Federal já teria critérios definidos sobre a questão de residências populares.

Outro projeto aprovado determina a cassação de alvará de funcionamento de estabelecimentos que forem flagrados ‘comercializando, adquirindo, transportando estocando ou revendendo’ produtos oriundos de furto ou roubo. O PL é de autoria de Augusto Maia, presidente da Casa.

 

O projeto que autoriza a prefeitura a criar um ‘restaurante popular’, de autoria da líder de governo, Jessyca Cavalcanti, também foi aprovado sem dificuldades. O equipamento deverá ser administrado pelo poder público e ofertar alimentação a preço de custo.

O quarto projeto aprovado em definitivo institui o ‘Dia do Motocross’, no município. A data é uma homenagem a Bruno Rafael (Bruninho) e será celebrado no dia do nascimento do piloto, em 9 de março. Bruninho faleceu precocemente aos 17 anos, em 8 de janeiro de 2006.

Além a apresentação e discussão de projetos, os vereadores fizeram uso da tribuna. Na reunião de hoje, apenas o vereador Nailson Ramos não esteve presente.

13
fevereiro

Alessandra Vieira faz o seu primeiro discurso na Assembleia Legislativa

Em seu primeiro discurso no plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), na tarde desta quarta-feira (13), a deputada Alessandra Vieira (PSDB), agradeceu a expressiva votação de mais de 45 mil votos, reafirmando seu compromisso com sua região, o Agreste do Estado.

“Hoje exerço meu primeiro mandato, mas há muito tempo a política já me acompanha. Agora, como deputada estadual, continuarei atuando em defesa das causas sociais. Tenho experiência e vou lutar, dentro e fora da Assembleia, ouvindo a população e representando seus interesses”, destacou.

Durante o discurso, a deputada ressaltou que como Secretária de Desenvolvimento Social de Santa Cruz do Capibaribe, implantou e participou de diversos projetos e ações que mudaram a vida das pessoas.

“Entre essas iniciativas estão, por exemplo, Prefeitura nos Bairros, com ações em diversas localidades, o Mãe Amiga, que atendia gestantes em situação de vulnerabilidade, a implantação de um centro de reabilitação que atende hoje crianças com microcefalia, paralisia cerebral e prematuros e a criação do Sistema de Informação da Mulher, o SIM, um sistema informatizado em que são registrados casos de violência contra a mulher”, complementou.

Ao falar sobre seus compromissos na Alepe, a parlamentar frisou que será “uma voz em defesa da mulher, de melhores condições de saúde e de educação para quem mais precisa, como as crianças com microcefalia e suas famílias, de pacientes que hoje estão nas portas e no chão dos hospitais, e de quem precisa de qualificação para ter seu próprio negócio, ou arrumar um emprego.”

Estiveram presentes na sessão, o esposo da deputada, o prefeito de Santa Cruz, Edson Vieira (PSDB), a quem a parlamentar agradeceu pelo apoio “em todos os momentos”, bem como sua irmã, Áurea Xavier, e representantes de algumas cidades. “Agora, aqui na Alepe é trabalho, presença e coração”, reforçou a parlamentar citando o slogan da sua campanha.

Comissões – A deputada assumiu a titularidade nas Comissões de Defesa dos Direitos da Mulher, de Saúde e Assistência Social e de Negócios Municipais. A parlamentar também participa como suplente das Comissões de Constituição, Legislação e Justiça; Desenvolvimento Econômico e Turismo; e Redação Final.

Confira parte do discurso:

 

13
fevereiro

Zé Minhoca critica colegas, cita Augusto Maia e se diz ‘preocupado com os rumos da Câmara’

Presidente do diretório municipal do PSDB em Santa Cruz do Capibaribe, e ex-presidente da Câmara, Zé Minhoca, demonstrou sua insatisfação com comportamentos no Poder Legislativo local, em texto enviado à imprensa, nesta quarta-feira (13).

Com o título ‘Aonde iremos chegar?’, o vereador se diz preocupado com os rumos que a Casa está tomando.

Em um dos trechos, critica o presidente, Augusto Maia, de forma mais direta, ao se referir à briga recente entre dois ex-assessores parlamentares.

“As injustificáveis e arbitrárias decisões iniciais, tomadas pelo jovem e imaturo novo Presidente, culminaram com os lamentáveis e detestáveis acontecimentos”.

Para Zé Minhoca, o vereador Augusto Maia precisa ‘rever algumas posições’ e faz mais críticas a outros vereadores, sem citar nomes.

“Ocorre que alguns edis, teimosamente, com um olhar no retrovisor do passado, estimulam comportamentos pouco condizentes com os dias atuais. Exemplo disso, foi à última Reunião Ordinária, onde pouco se falou das soluções para os grandes e graves problemas com que passam o país, o estado e o município”.

Confira texto completo:

Aonde iremos chegar?

Diz o bom senso comum, que em quaisquer instituições e/ou repartições Públicas, onde haja uma nova administração, dá-se ao novo Gestor, um “crédito de cem dias,” para, depois disso, sem açodamento, fazer-se uma primeira avaliação na condução da instituição ou repartição que se está dirigindo.

Neste contexto, foco meu olhar e a minha preocupação nos rumos que a nossa, até então, valorosa e respeitada Câmara de Vereadores, tende a seguir.

As injustificáveis e arbitrárias decisões iniciais, tomadas pelo jovem e imaturo novo Presidente, culminaram com os lamentáveis e detestáveis acontecimentos de anteontem, onde dois Assessores Parlamentares (eficientes, é bom que se diga), foram “às vias de fato,” na expressão maior da verdade, pois, segundo registros policiais, houve, sim, “uma tentativa de homicídio,” nas proximidades da Casa, dita de Leis! 

É absolutamente verdadeiro, que essa contenda teve seu início no interior da Câmara e o seu desfecho, nas proximidades. A motivação, como não poderia deixar de ser, foi o reflexo da pura “pulítica” rasteira, exercida e advogada por alguns edis, com assento aqui na Casa.  “Pulítica” traduzida nas falas e nos atos destes mesmos ditos parlamentares, que teimam em não acompanhar a evolução dos tempos e dos costumes.

Cabe ao novo Presidente, na benevolência dos “cem dias,” rever algumas posições e não se deixar contaminar pelo tom belicoso, estendido a alguns Assessores, com que vários Vereadores, estão carregados. É no Plenário e na Câmara, como um todo, que se apresentam e se discutem os problemas do Município. E, é no debate das ideias e das (boas) discussões, que esses problemas são resolvidos.

Ocorre que alguns edis, teimosamente, com um olhar no retrovisor do passado, estimulam comportamentos pouco condizentes com os dias atuais. Exemplo disso foi à última Reunião Ordinária, onde pouco se falou das soluções para os grandes e graves problemas com que passam o país, o estado e o município.

Por isso, e com os lamentáveis e injustificáveis fatos acontecidos anteontem, é que o povo, a quem devemos total e absoluta satisfação, informado e alertado pela imprensa, que no dizer de Rui Barbosa, “são os olhos e os ouvidos de uma Nação,” está a se perguntar: Aonde irão chegar os nossos vereadores?

José Bezerra da Costa (Vereador e Presidente Municipal do PSDB)

13
fevereiro

Projeto de Eduardo da Fonte prevê que mulheres possam usar spray de pimenta e arma de choque

Deputado federal por Pernambuco, Eduardo da Fonte (PP) apresentou na Câmara Federal, projeto de lei que prevê que mulheres possam adquirir spray de pimenta e armas de eletrochoque. De acordo com o projeto, o porte dos equipamentos é destinado somente a maiores de 18 anos, para “proteção pessoal”.

Ainda de acordo com o projeto, os estabelecimentos responsáveis pela comercialização dos equipamentos, deverão manter, pelo prazo mínimo de 60 meses, banco de dados com o registro cadastral das pessoas que comprarem. Os dados devem ser encaminhados à Polícia Civil.

Em 2018, o deputado foi reeleito com 113 640 votos.  Em Santa Cruz do Capibaribe teve o apoio do ex-vice-prefeito Dimas Dantas (PP).

Foto: Arquivo. 

12
fevereiro

“Vamos apresentar uma chapa viável e competitiva para o próximo ano”, garante Allan Carneiro

 

Ex-síndico do Moda Center, o empresário Allan Carneiro, confirmou na tarde dessa terça-feira (12), que conversa e se organiza com amigos empresários e alguns políticos da cidade de Santa Cruz do Capibaribe, para apresentar um projeto ‘viável’ para as eleições municipais de 2020.

Nos bastidores políticos, Allan é tido como pré-candidato a prefeito. Ele ainda não confirma, mas também não descarta a possibilidade. O próximo mês de junho será decisivo para uma resposta nesse sentido, segundo declarou.

“Estou juntando um grupo de pessoas para discutir a cidade. Um grupo alternativo fora das alas tradicionais e, em nenhum momento foi discutido nome”, falou e acrescentou em outro momento “A ideia é apresentar um projeto competitivo, independentemente dos nomes […] Projeto de trabalho a médio e longo prazo. Como queremos estar em 2030, 2040”.

Durante entrevista concedida ao Programa Rádio Debate da Rádio Polo, Allan avaliou com críticas os governos municipal e estadual.

Satisfeito – Após oito anos no comando da administração do Moda Center, o empresário diz que está satisfeito com aquilo que produziu. Ele chegou a ser eleito diretor em chapa do atual presidente José Gomes Filho (Menininho), mas deixou a posição pouco tempo depois. Allan nega que provocações políticas, tanto do prefeito Edson Vieira (PSB), quanto do vereador Ernesto Maia (PT), tenham contribuído para deixar o posto.

Tabela – O empresário disse que sentiu, em alguns momentos, que críticas direcionadas ao Moda Center, seria para lhe atingir. Além de se dizer ‘satisfeito’, buscou outros projetos e não queria atrapalhar a nova gestão.

Foco – Allan assegura que não ‘se aproveitou do cargo de síndico que ocupou no Moda Center. De acordo com ele, surgiram vários convites para participar, até mesmo, do ultimo pleito eleitoral em 2018.

Delicado – Com acentuadas críticas à administração do prefeito Edson Vieira, entende que ‘o município passa por momento extremamente delicado’. Segundo ele, é ‘notório que a cidade tá sofrida’ e que ‘está carente em praticamente todas as áreas’.

Falta mais – Mesmo apontando pontos positivos, como a criação do Expresso Cidadão da Moda, Allan entende que o governo do estado ‘ainda deve muito à cidade e ao Polo de Confecções’.

Aliados – O entrevistado citou nomes de colegas empresários que também estariam engajados nesse projeto político alternativo, em 2020. Além disso, citou vereadores Helinho Aragão e Capilé, além do ex-vereador Luciano Bezerra.

Falta inovar – Ao falar do ex-vereador e candidato a prefeito em 2016, Fernando Aragão, o entrevistado respondeu que ele ‘precisa mostrar viabilidade e novas idéias’.

A entrevista completa, você acompanha a seguir:

 

12
fevereiro

Deputado estadual Diogo Moraes toma posse na Assembleia Legislativa de Pernambuco

Fotos: Jefferson Lulu.

Nesta terça-feira (12), o deputado estadual Diogo Moraes (PSB), reeleito para o terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco, tomou posse durante sessão plenária. Na ocasião, o parlamentar foi recebido por membros da nova mesa diretora, entre eles, o presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PP), e o primeiro-secretário, deputado Clodoaldo Magalhães (PSB). Ainda na manhã da terça-feira, Diogo esteve em Palácio para se reunir com o governador Paulo Câmara, onde foi confirmado para a liderança do PSB na Alepe.

Ao tomar posse, Diogo Moraes proferiu algumas palavras. Inicialmente, agradeceu a Deus por estar novamente em Pernambuco, após alguns dias cuidando de problemas de saúde em São Paulo. Diogo aproveitou também aos mais de 50 mil eleitores que o fizeram retornar à Casa Legislativa para exercer mais um mandato de deputado estadual.

“Quero agradecer aos meus pais, a minha esposa, a toda minha família, aos meus amigos e assessores por me darem apoio nessa hora difícil. Agradeço às deputadas e aos deputados, a todos os servidores e a todos os presentes nesta solenidade”, declarou Moraes.

Em sua fala, Diogo Moraes agradeceu ainda o apoio e a compreensão da nova Mesa Diretora, em especial, ao presidente, Deputado Eriberto Medeiros.

“Pelo incentivo que tem me dado para a recuperação da minha saúde”, destacou. “Nesta oportunidade, desejo a todos os membros da nova mesa diretora e a todos os parlamentares que recentemente tomaram posse que tenham profícuo mandato à altura dos anseios do povo pernambucano”, complementou o deputado.

Na ocasião, o presidente da Alepe, Eriberto Medeiros, deu as boas-vindas a Diogo e declarou que sua presença engrandece e muito a Casa Legislativa. Em aparte ao pronunciamento do deputado, o líder do governo, deputado Isaltino Nascimento, afirmou, em nome das bancadas do governo e de oposição, é unânime a felicidade pelo retorno do deputado Diogo Moraes.

Primeiro-secretário da Alepe por dois biênios consecutivos, Diogo Moraes respondeu às demandas administrativas e financeiras da Casa.  Diogo declarou ainda que está disposto para trabalhar pelo Agreste pernambucano, pela região do Polo de Confecções do Agreste.

“Região que precisa se fazer ouvida e representada nesta Casa por ser importante para a economia do Estado”, pontuou. O deputado citou também a importância de municípios sertanejos e da cidade do Recife para este novo mandato. “Os desafios são muitos, mas com absoluta fé em Deus e muito trabalho conseguiremos desempenhar o papel confiado a mim pelos mais de 50 mil pernambucanos”, finalizou.

Segundo a assessoria, o parlamentar retornará nos próximos dias à São Paulo para finalizar seu tratamento. Ainda de acordo com a assessoria, a expectativa é que a partir de março, Diogo Moraes tenha alta em definitivo para prosseguir com sua atividade parlamentar.

12
fevereiro

Ex-assessor de vereador envolvido em confusão deve se apresentar nessa quarta

Envolvido em briga que resultou no ferimento de outro ex-assessor parlamentar em Santa Cruz do Capibaribe, Gilsemar Pedro, que trabalhou na Câmara de Santa Cruz do Capibaribe, com o vereador Ronaldo Pacas, deve se apresentar nesta quarta-feira (13), na delegacia.

Durante a briga, ele desferiu um golpe com um objeto cortante em Fablício Araújo, que trabalhou na Casa de Lei com Jessyca Cavalcanti.

Gilsemar afirma que agiu em legítima defesa e disse lamentar o ocorrido. O presidente da Câmara, Augusto Maia, disse acompanhar o caso e já fez a exoneração dos dois.

“Sobre o lamentável ocorrido de ontem, tanto as testemunhas oculares quanto as imagens, irão mostrar que fui obrigado a agir em legítima defesa. Estaremos dando nossos esclarecimentos ao delegado responsável pelo caso. Também lamento pelo Fablício que saiu ferido”, disse Gilsemar.

Fablício levou 23 pontos no rosto, após o corte. O caso está sendo investigado.

11
fevereiro

Diogo Moraes tomará posse nesta terça-feira

Liberação médica é provisória e tratamento deverá ser retomado em seguida

 

 

 

 

 

O deputado estadual Diogo Moraes (PSB), que permanece internado em um hospital na Capital Paulista, recebeu liberação médica para ir ao Recife onde tomará posse na Assembleia Legislativa para o novo mandato. A informação foi confirmada ao Blog do Ney Lima pelo ex-deputado Oséas Moraes, pai de Diogo. O ato está previsto para esta terça-feira (12).

Após a posse o deputado deverá retornar a São Paulo para continuar o tratamento médico.

“Diogo está muito melhor, toma posse volta para terminar o tratamento! Quando voltar em definitivo vai ser com muita força para tocar seus compromissos como deputado em defesa dos nossos conterrâneos!”, comentou Oséas Moraes

Diogo Moraes está internado desde o dia 25 de janeiro e se recupera de problemas ocasionados por um quadro de depressão, que se agravou no início deste ano. Em São Paulo, Diogo é acompanhado por irmãos, pai, mãe e esposa.

11
fevereiro

Envolvidos em briga são exonerados da Câmara de Santa Cruz

O presidente da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, Augusto Maia, enviou nota à imprensa na tarde desta segunda-feira (11), após confusão entre dois assessores. O fato aconteceu nas proximidades da Câmara deixou um ferido.

A briga envolveu Fablício Araújo e Gilsemar Pedro, assessores dos vereadores Jéssyca Cavalcanti e Ronaldo Pacas, respectivamente.

Fablício foi ferio no rosto com um objeto cortante. Ele foi levado para UPA local. A confusão teve início há alguns meses com provocações diversas em grupo de WhatsApp, entre eles.

Confira a nota na integra:

Tendo em vista os últimos acontecimentos envolvendo dois assessores parlamentares que compõe o quadro de funcionários da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, inclusive chegando à agressões físicas, fato que tem sido repercutido por toda a imprensa, viemos através deste comunicado prestar esclarecimentos.

A Câmara de Vereadores comunica que as medidas administrativas estão sendo tomadas, iniciando pela exoneração imediata dos dois funcionários envolvidos, tendo em vista que de pronto é nítido que ambos tiveram a mesma intenção de fugir das atribuições do âmbito profissional. Ressaltamos ainda, que a Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe estará atenta ao desfecho do caso judicialmente.

Vale salientar que o fato ocorreu fora da Câmara de Vereadores e os assessores parlamentares não tem horário fixo de expediente, já que ficam à disposição de forma exclusiva para cada vereador.

Toda via, a Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, por meio da presidência, repudia qualquer ato de violência por qualquer que seja a motivação. Em um momento tão difícil que passa a nossa política, o diálogo e o respeito às opiniões contrárias devem se sobrepor às agressões físicas ou incitações à guerra. A busca por um ambiente saudável, onde a discussão democrática deve prevalecer é um dos nossos objetivos.

Atenciosamente, Augusto Maia (Presidente da Câmara)

Notícias Anteriores