A loja Shopping da Lingerie foi inaugurada na manhã desta sexta-feira (6) em Santa Cruz do Capibaribe.

Segundo a empresa, o interesse é expandir a marca para todo território pernambucano e contribuir para a economia do município e região. O Shopping da Lingerie tem peças com ótimas qualidades, vende produtos da marca Cuecas Tech e comercializa produtos da Magda Moda Íntima, além de oferecer itens de outras marcas.

O Shopping convida a população santa-cruzense, bem como a população das cidades vizinhas e visitantes que estiverem no município em dias de feira do Moda Center, para conhecer o espaço e adquirir os produtos. A loja fica na Avenida Bela Vista, nº 1046/1050, no bairro Bela Vista.

Também foi disponibilizado o telefone (81) 9 9744-8874 e o e-mail cuecastech@gmail.com para vendas e como forma de sanar eventuais dúvidas.

OS PARTIDOS E A REALIDADE SEM COLIGAÇÕES

 

A evidência empírica das eleições proporcionais de 2020 no Brasil, sem as coligações, realçou três fenômenos na comparação com o pleito de 2016: (1) diminuiu o número de partidos em disputa; (2) diminuiu o número de partidos com representação nas Câmaras Municipais e (3) diminuiu o número de vereadores eleitos por siglas pequenas.

Com respeito ao item (1), considerando uma amostra de cidades de diferentes tamanhos dos 26 estados da federação, constata-se que houve redução média global de 44% no número de partidos disputando as eleições entre 2016 e 2020, algo como de 22 para 14 partidos.

Chame-se à atenção que nos grupos de cidades de menor porte (40 mil habitantes, 15 mil habitantes, e as menores dos estados) 16 siglas, em média, disputaram as eleições de 2016, mas esse número caiu para sete em 2020, uma queda de cerca de 56%.

Com base na Tabela publicada abaixo, é concebível inferir que há uma relação direta entre o número de partidos disputando as eleições e o tamanho das cidades: quanto maior o tamanho, maior a quantidade de partidos em concorrência e vice-versa.

Por outro lado, na comparação entre 2016 e 2020, nota-se que à medida que o tamanho das cidades vai decrescendo, vai aumentando o percentual de partidos que deixou de concorrer às eleições.

É oportuno mencionar ainda que no grupo de menores cidades de cada estado e naquele cuja população gravita no entorno de 15 mil habitantes as coligações eram destacadamente predominantes em 2016.

Tanto assim é que nos 26 estados somente coligações disputaram as eleições em 15 cidades de cada grupo mencionado. Não houve nenhum partido isolado, em vôo solo.  Isso só aconteceu em 11 cidades de cada grupo, quando uma ou duas siglas, no máximo, destoando do resto, todas coligadas, se aventuraram em competir isoladamente.

Os dados retirados da Tabela projetam, assim, a perspectiva de que uma menor quantidade de siglas, aquelas mais sólidas e competitivas, é que subsistirão no emaranhado quadro partidário do país.

Evidenciou-se também, ao fim do primeiro turno das eleições recém-findas, expressiva redução do número de partidos com representação nos legislativos locais dos municípios brasileiros, como estatuído no item (2).

De fato, os dados mostram [Portal G1, 25/11/20] que as Câmaras com até seis partidos, que em 2016 respondiam por 50% dos municípios, agora são 82% do total. Em contrapartida, caiu a quantidade de municípios com mais de seis legendas nos Legislativos locais, de 50% em 2016 para 18% em 2020.

Chamou à atenção, principalmente, o fato de que entre as duas eleições o total de cidades que tinha até três partidos com vereadores nas Câmaras sextuplicou, subindo de 262 para 1.565. Isso quer dizer que 28% das atuais 5.568 Câmaras de Vereadores do Brasil têm, no máximo, três siglas com representação.

Essa queda na quantidade de partidos com vereadores eleitos sinaliza para redução da fragmentação partidária brasileira, considerada uma das maiores do mundo, ensejando melhor exercício da governabilidade por parte do executivo, maior racionalização dos trabalhos no Parlamento e conseqüente melhoria da qualidade legislativa.

Por último, em relação ao item (3), o número de vereadores eleitos pelos 10 menores partidos (chamados de partidos nanicos) reduziu-se de 1.378 para 623 entre 2016 e 2020 [Poder360], uma queda de 55%, expondo as dificuldades dessas agremiações de pequeno porte de elegerem representantes nos legislativos quando são obrigadas a concorrerem isoladamente.

Esses números, vistos em conjunto, mostram que o fim das coligações proporcionais pode estar ensejando um salutar processo de reconfiguração do arcabouço partidário brasileiro ao longo do tempo, com menos disputantes, maior compactação quantitativa de siglas (hoje são 33) e conseqüente diminuição de sua fragmentação.

As causas que estão gerando este novo contexto partidário não são estranhas ao meio político.  Com efeito, alguns desses partidos são meros expectadores do processo eleitoral. Não têm densidade de votos e muito menos representação parlamentar, exceto um caso esporádico ali, outro acolá (atestado disso é que em 2020 quatro partidos lançaram candidatos, mas não elegeram sequer um vereador nos 5.568 municípios brasileiros). Sobrevivem à custa do fundo partidário e de emprestar apoio a agremiações mais fortes.

Como não há mais o exercício de poder dos grandes partidos em atrair siglas para o seu entorno, mediante concessão de vantagens em troca de cauda eleitoral, situação corriqueira na época das coligações, essas siglas ficam sem estímulos externos para concorrer.

Ademais, sem absolutamente nenhuma chance de ascenderem ao Legislativo por seus próprios méritos eleitorais, tais siglas preferem não incorrer nos custos da disputa: os administrativo-financeiros, os contábil-fiscais e, pelos resultados inexpressivos nas urnas, os político-eleitorais.

O fato é que o longo período do instituto das coligações proporcionais gerou uma perniciosa acomodação no sistema político-partidário-eleitoral do país, criando uma cômoda zona de conforto para a maior parte das agremiações, um verdadeiro jogo de ganha-ganha em que a estruturação, a qualificação e a solidez dos partidos não eram motivo de preocupação.

Daí a histórica resistência no Congresso em acabar com o mecanismo das alianças, apesar de haver um quase consenso de que a fórmula era a grande distorção no sistema eleitoral de lista aberta em uso no Brasil.

Enfim, mantido, como é de se esperar, o regramento da reforma eleitoral de 2017 – o fim das coligações proporcionais e a cláusula de desempenho partidário -, a solução para as agremiações com pouca ossatura de votos é enveredar pelo único caminho que lhes restam: o da fusão com outras siglas, através da qual podem ganhar envergadura para a disputa eleitoral e justificar a razão política de suas existências.

/

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade de seu idealizador.

Os nossos alunos do 3° Ano do  Ensino Médio 2020 estão de parabéns pelos resultados alcançados! A eles nossos votos de muitas realizações nas carreiras escolhidas e que os próximos anos de estudo sejam recompensados com os melhores resultados acadêmicos.

A realização do sonho de cada um é a comprovação dos anos dedicados à preparação para o êxito. Foi merecido! A nossa equipe toda gratidão pelo empenho, dedicação e comprometimento em sempre buscar fazer o melhor para atender aos nossos alunos.

Uma escola afetiva em todos os momentos!

#souidpi #escoladequalidade #melhoresresultados

Confira as fotos:

Conteúdo da Assessoria.

Irmã de Edson Vieira denunciou um suposto atentado no dia 31 de outubro de 2020

 

Na madrugada do dia 31 de outubro do ano passado, no município de Santa Maria do Cambucá, no Agreste, a candidata a então vereadora pelo Aline Vieira (irmã do ex-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira), e o então candidato a prefeito Mário Filho denunciaram uma tentativa de homicídio após um suposto atentado a tiros que teria danificado o carro de Aline.

Na ocasião, houve o registro de um boletim de ocorrência, dando conta de que dois disparos teriam atingido o para-brisa do veículo.

Após perícia realizada pela Polícia Civil, foi concluído que os tiros que atingiram o veículo de Aline teriam sido efetuados de dentro do veículo, um modelo Etios, contradizendo a versão dada por ela em denúncia, de que os disparos tinham objetivo de ceifar a vida da então candidata a vereadora.

Diante do resultado da perícia, o Ministério Público de Pernambuco ofereceu denúncia contra Aline Vieira, Mário Filho e ainda os seguranças da residência, Jairo Nascimento da Silva e Diego Leandro de Lima Cavalcanti.

Aline foi acusada por falsa comunicação de crime, Mário e Jairo foram acusados por porte ilegal de arma de fogo e Diego Leandro, por falso testemunho. Os seguranças confirmaram a versão do atentado, desmentida pela perícia.

“Constata-se, portanto, que houve, uma simulação de tentativa de homicídio por motivos eleitoreiros. através da utilização da Administração Pública”, diz trecho da denúncia oferecida pelo MPPE.

 

Fonte: Blog da Polo (blogdapolo.com.br)

Foi apresentado na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, o Projeto de Lei (PL) Nº 109/2021 do vereador José Climério Neto “Zeba” (PDT), que dispõe sobre a obrigatoriedade do poder executivo municipal realizar uma análise por uma equipe profissional de saneamento básico nas ruas antes delas serem asfaltadas.

“É comum vermos obras realizadas às vésperas das eleições em ruas que não possuem a mínima condição de receber o asfaltamento, vindo a ter problemas futuros  que prejudicam a população. É importante que o poder executivo procure a maior transparência com os recursos públicos e a perfeita aplicabilidade em relação aos serviços necessários para o bem-estar social” – completou.

De acordo com o PL, a análise deverá ser efetuada e apresentada relatório conclusivo ao Poder Executivo Municipal antes da efetiva realização da obra, sob pena de responsabilização do chefe do poder executivo, caso não seja apresentado relatório e o Município venha a ter que repetir o serviço ou concertar os problemas causados posteriormente.

O Projeto de Lei retornará na pauta das próximas reuniões para ser discutido e votado pelos vereadores.

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, através da Secretaria de Saúde, informou a partir desta sexta-feira (07), a rede de saúde do município contará com um Médico Oncologista, responsável pelo tratamento de diversos tipos de tumores. O atendimento será realizado no AME Especialidades todas às sextas-feiras, a partir das 8h.

O Prefeito Fábio Aragão comentou sobre a chegada desse profissional, que ficará a serviço da população santa-cruzense.

“Sabemos que muitas pessoas necessitam de atendimento com um oncologista, especialmente santa-cruzenses que utilizam o TFD para realizar tratamento em outras cidades. Dessa forma, facilitaremos o alcance da população ao tratamento adequado com um atendimento de qualidade. Ficamos muito felizes com mais essa conquista para os santa-cruzenses”, disse.

Os interessados pelo atendimento devem procurar a Central de Marcação, na sede da Secretaria de Saúde, para agendar a consulta. É necessário apresentar documento de identidade, CPF, Cartão do SUS, comprovante de residência e encaminhamento médico para realizar a marcação.

O atleta santa-cruzense de MMA, Murilio Chacal, estava com uma luta prevista para ocorrer no próximo dia 15 de maio, no Recife, porém o atleta acabou sofrendo uma fratura em um dos dedos de uma mão, durante um treinamento. Devido a lesão, Murilio que enfretaria o lutador Felipe Bunes de Natal (RN) na disputa da categoria “peso mosca”, foi cancelada.

Um fato que chama a atenção é que esta mesma disputa estava marcada para o mês passado, e também foi cancelada pois o seu oponente, Felipe bunes, alegou que teria se machucado. Chacal se submeterá a uma cirurgia nos próximos dias, e a organização do evento deverá reagendar a luta para uma nova data.

Foto: Assessoria de comunicação do Moda Center Santa Cruz

 

Na última terça-feira (4), o Museu da Sulanca foi destaque de um projeto que está sendo executado pela Secretaria Municipal de Educação, em Santa Cruz do Capibaribe. A iniciativa, que consiste na produção de videoaulas, tem como objetivo preparar alunos do 5º ao 9º anos da rede municipal de ensino para a Olimpíada de Língua Portuguesa, concurso de produção de textos que tem a participação de escolas públicas de todo o país.

Para esta edição da olimpíada, o tema escolhido para pautar as produções textuais é “O lugar onde vivo”. De acordo com a coordenadora de língua portuguesa no município, professora Ericka Geyse, o assunto ganhou um sentido ainda maior com as mudanças no ensino impostas pela pandemia.

 

“Estamos vivenciando um momento diferenciado: que é trabalhar as oficinas da Olimpíada de forma remota. A falta do ensino presencial tem sido preenchida através das aulas remotas e há um canal no YouTube exclusivo para a exibição das videoaulas gravadas que são ministradas por professores da rede municipal de ensino, contribuindo no processo de aprendizagem dos alunos. Além disso, a Secretaria de Educação e o Ministério Público de Pernambuco têm se empenhado para amenizar o problema da Evasão Escolar com intervenções e acompanhamentos. Com a produção desses conteúdos digitais para a Olimpíada de Língua Portuguesa, poderemos preparar nossos alunos para a olimpíada e também proporcioná-los o conhecimento sobre o lugar/meio em que estão inseridos, contribuindo com novos saberes e um maior aprendizado”, disse.

No museu, foram gravadas duas partes do trabalho: a apresentação do local, seu acervo e curiosidades pelo historiador e recepcionista Gabriel Souza, e a história e evolução da sulanca, pelo graduado em biblioteconomia, Adelmo Teotônio. O vídeo será veiculado na próxima segunda-feira (10) no canal “Educação Conectada” no YouTube, que traz videoaulas de várias disciplinas.

Assista os conteúdos clicando AQUI

.

Conteúdo assessoria de comunicação do Moda Center Santa Cruz

Foto: Reprodução / Youtube

 

O Governo de Pernambuco anunciou na tarde da quinta-feira (6), que as medidas de restrições de combate à covid-19 serão estendidas por mais 15 dias, ou seja, seguem até o dia 24 de maio. A prorrogação foi anunciada em coletiva de imprensa com a presença do Secretário de Saúde do Estado, André Longo, e da Secretária Executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça.

A justificativa do Governo de Pernambuco em estender as medidas de restrições se deu por conta do alto índice de óbitos causados pelo vírus e pela lotação dos leitos de UTI.

No Estado, continuam autorizados as atividades comerciais das 10h às 20h, durante os dias da semana, e das 9h às 17h ou das 10h às 18h, nos finais de semana e feriados.

Celebrações religiosas:

As celebrações religiosas estão liberadas para funcionarem entre às 5h e 20h durante a semana e até às 18h nos finais de semana.

Dia das mães:

Pernambuco estendeu o tempo de funcionamento dos estabelecimentos. A decisão foi tomada como forma de diluir o fluxo e evitar aglomerações no comércio durante as compras para os dias das mães. Na sexta-feira e no sábado, as atividades comerciais podem funcionar das 8h às 20h e no domingo das 8h às 18h

Foto: Jota Lima

 

A equipe do 24° Batalhão de Polícia Militar (BPM), junto com a Guarda Civil Municipal de Brejo da Madre de Deus, detém um homem por tráfico de drogas, na noite da última quinta-feira (6).

De acordo com a Polícia Militar, o efeito da guarda estava realizando rondas, quando recebeu uma denúncia de uma comercialização de drogas na roseira, no distrito de São Domingos, zona rural do município.

Ao chegarem no local, encontraram o homem na calçada e ao ser feito uma revista e busca pessoal, foi encontrado mais de quatrocentos reais. O suspeito nega passar informações de onde estaria a possível droga, então, a Polícia Militar foi acionada, visto que o local é perigoso, segundo o agente da guarda.

Foi encontrado com o suspeito 32 pedras de crack. O homem foi encaminhado para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil em Santa Cruz do Capibaribe, onde foi autuado e apresentado em audiência de custódia.

A Nata da Poesia vai aos ouvidos do mundo.

A tão histórica quanto atualíssima poesia nordestina tem data marcada para ganhar uma nova marca e um novo palco. A data é 13 de maio, a marca é a Nata da Poesia e o palco são as universais plataformas digitais, como Spotify, Deezer e Youtube. A idealização é do selo Nata Music Digital, que tem a coordenação do poeta cantador Flávio Leandro e do produtor Ivan Silva.

A apresentação ao público será através de live no Instagram da Nata Music Digital, às 19h do dia 13 de maio, “Dia de liberdade e de conquistas”. No elenco, nomes como Dedé Monteiro, Zé Adalberto, Isabelly Moreira, Antonio Marinho, Thyelle Dias, Monique D’Angelo, Verônica Sobral e Marquinhos da Serrinha, só pra resumir e deixar uma ponta de curiosidade no ar.

“A ideia é organizar o nosso rico mundo poético e colocá-lo à disposição do mundo inteiro. É uma necessidade das pessoas, dos artistas e das artes e a tecnologia acessível tá aí como uma grande aliada”, explica Flávio Leandro. “Nossa poesia vai ser um canal para o diálogo entre outras linguagens e outras línguas. É uma fusão cultural ilimitada”.

Na live de estreia serão sorteados brindes, como os trabalhados chapéus de couro de Flávio Leandro, um quadro de couro do Mestre Espedito Seleiro e cestas com obras dos poetas e poetisas integrantes da Nata da Poesia. Para ficar por dentro de tudo é só acompanhar o perfil da Nata Music Digital nas redes sociais.

22 pessoas condenadas a prestar serviços comunitários como pena por cometer pequenos delitos, têm contribuindo para que a cidade de Santa Cruz do Capibaribe se torne mais verde com trabalhos de arborização.

De acordo com a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), em dois anos seis mil árvores foram plantadas pelos cumpridores de penas alternativas nas ruas e em calçadas de instituições, em um processo lento que se inicia com o cultivo de pequenas mudas de sibipiruna, ipê, felicio, urucum, pau ferro, paineiras e aroeira.

Segundo a SJDH, quando estão mais crescidas e prontas para o plantio no local definitivo, todos os cumpridores de pena envolvidos no trabalho de arborização são acompanhados pela Central de Apoio às Medidas e Penas Alternativas (Ceapa), órgão vinculado à pasta da Justiça e Direitos Humanos, responsável por encaminhar cada pessoa ao cumprimento da pena que lhe foi designada.

Segundo Raquel Brandão, da Gerência de Penas Alternativas e Integração Social (Gepais), é essencial integrar o cumpridor de pena à instituição beneficiada com o serviço. “É com o envolvimento de toda a sociedade que a ressocialização desse indivíduo pode ser possível”, disse ela.

Os apenados de Santa Cruz do Capibaribe também podem ser direcionados a outras instituições para a prestação de serviços comunitários, como ao batalhão de polícia, escolas e comércio.

Foto: Reprodução

 

Nesta quinta-feira, a 17º Delegacia Seccional de Santa Cruz do Capibaribe apresentou Bruno Bezerra de Oliveira como delegado da 107º Circunscrição de Brejo da Madre de Deus, que acumula a 107° Circunscrição, no município de Jataúba.

O delegado esteve na presidência da Associação dos Delegados de Pernambuco (ADEPPE) entre o biênio de 2019 a 2021 e está na Polícia Civil desde o ano de 2008.

Brejo da Madre de Deus está sem delegado titular desde a morte de Anderson Liberato, no dia 17 de abril, em Jataúba.

Imagem do arquivo

 

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, firmou um “Acordo de Cooperação Técnica” com a diretoria regional do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O objetivo da parceria é a ampliação dos atendimentos à população no município.

Para tal, dois funcionários serão disponibilizados pela prefeitura para o treinamento e acesso ao sistema do INSS, logo após a capacitação, os funcionários poderão atender os cidadãos sobre questões como aposentadoria e outros benefícios fornecidos pelo Instituto.

Uma visita ao prédio do INSS no município foi realizada com o intuito de buscar uma alternativa viável para ativação do prédio, seja com os atendimentos do Instituto Nacional do Seguro Social, ou até mesmo com a incorporação do imóvel para o patrimônio municipal.

O Programa Independente desta quarta-feira (05) abordou o homicídio de José Cosme da Silva, conhecido como “Dedé”, (45 anos), que foi morto por diversos disparos de arma de fogo, no Sítio Açude Velho, zona rural do município. Sobre o tema, a edição contou com as participações do repórter Jota Lima e de Júnior da ROCAM.

A baixa no comercio em relação a bares e restaurante também foi pauta durante o programa. Por fim, os participantes comentaram sobre os depoimentos já ocorrido na CPI da Covid-19, que investiga se houve omissões do governo federal no enfrentamento à pandemia.

Confira abaixo o programa na íntegra:

Foto: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe

Nesta quarta-feira (5), o Projeto de Lei do Executivo 10/2021 que trata da concessão do Matadouro Público de Santa Cruz do Capibaribe, teve sua legalidade aprovada por unanimidade pela Comissão de Legislação e Justiça da Câmara de Vereadores. O projeto autoriza que uma empresa privada execute as reformas e adequações da estrutura e administre o Matadouro Público por um período de 10 anos, com a fiscalização e o controle de taxas de abates realizados pela Prefeitura Municipal.

Os membros da comissão, Gilson Julião (presidente), Augusto Maia (secretário) e Emanuel Ramos (relator) aprovaram a matéria que recebeu parecer de legalidade pela assessoria jurídica das duas bancadas.

Além dos membros da comissão, participaram da reunião o secretário de Planejamento e Gestão de Pessoas, Carlos Alberto e o secretário de Desenvolvimento Econômico e Agricultura, Marcelo Cumaru. O projeto de lei agora seguirá para apreciação do Plenário da Casa Dr. José Vieira de Araújo.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?