26
abril

Espetáculo ‘Malassombros da Botija’ segue em cartaz esta semana em Santa Cruz do Capibaribe

Segue em cartaz nesta semana em Santa Cruz do Capibaribe, o espetáculo teatral ‘Malassombros da Botija’, sendo apresentado nos dias 27, 28, 29 e 30 de abril (terça à sexta) às 18h no Teatro Municipal.

A peça mostra as peripécias de Adauto, que junto com sua esposa grávida, a Rosinha, vão morar em uma nova casa no meio do mato. O lugar é ótimo, porém, nele vive um fantasma aprisionado que pede ajuda a Adauto.

Os momentos na casa se tornam muito agitados e inesquecíveis, porque além das assombrações, familiares indesejáveis também aparecem de surpresa.  O enredo mistura humor, terror e drama, retratando elementos do folclore nordestino.

A montagem é da Cia Só de Deboche, mesma companhia responsável por diversos espetáculos na cidade, dentre eles “Hermanoteu na Terra de Godah’ e ‘O Santo e a Porca’. O texto é de Silvano Ádison, que também dirige o espetáculo junto com Jeyssi Santos.

A entrada custa R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) para quem levar um quilo de alimento (que será doado). O ingresso está à venda antecipadamente no site Sympla, e também será vendido na bilheteria do teatro na hora, porém com quantidade reduzida por conta das restrições de público.

Os espectadores deverão obrigatoriamente usar máscara, ter sua temperatura aferida na entrada, passar álcool em gel e respeitar o distanciamento de acordo com as marcações que estarão nos assentos.

08
abril

Capibaribe in Rock realiza edição virtual nesse próximo fim de semana

Fotos: Elivaldo Araújo.

O festival Capibaribe in Rock é realizado anualmente desde 1998 em Santa Cruz do Capibaribe, portanto, é o evento alternativo de maior longevidade no interior do Estado e um dos mais importantes na região Agreste e é coordenado pelo produtor cultural e músico, Roberto Oliveira, mais conhecido no meio artístico por Betto Skin.

Em 22 edições consecutivas (a última foi em 2019) o festival foi palco para apresentação de grandes artistas da cena pernambucana, tendo também efetiva relevância para o surgimento de novos artistas locais e da região. Mas, devido as importantes medidas de restrições a edição número 23 que aconteceria em novembro de 2020 foi adiada.

Reconhecidamente, o evento foi contemplado pela Lei Aldir Blanc, via município, e felizmente a 23ª edição será exibida de forma virtual neste fim de semana nos dias 10 (sábado) e 11 (domingo), na página oficial do evento no Facebook, e, além dos shows também exibirá uma exposição virtual de artistas plásticos locais.

Os shows foram gravados durante os dias 27 e 28 de fevereiro no Teatro Municipal, ou seja, antes das medidas de restrição mais rígidas tomadas pelo Governo de Pernambuco, e contou com um esquema com foco nos cuidados com a higiene, uso de máscaras e todas as medidas necessárias e sob orientação da Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo a organização, nessa edição, o intuito foi de ajudar os artistas locais, como também foram priorizadas a contratação de empresas de sonorização e iluminação também do município, gerando receita para essas empresas e garantindo que as mesmas mantenham seus funcionários em atividade.

A partir deste conceito, a grade da programação foi toda composta por artistas santa-cruzenses que passeiam com muita qualidade e competência por diversos estilos: Música Instrumental, Folk, Trash Metal, Indie Rock, Blues, Punk e Pop Rock.

Programação:

.

Sábado, 10/04, 21hs

Phylipe Nunes

Fábio Xavier

Le Freak

Olegário Lucena

.

Domingo, 11/04, 16hs

Calibre 765

Le Chapas

Paulinho Guitarra

Beth Morfina

Hellnegade

;

Exposições:

Edvan Antônio – Artes Plásticas

Gilberto Geraldo – Pirogravura

;

Exibição: facebook/capibaribeinrock

26
dezembro

Paixão de Cristo de Nova Jerusalém poderá ser novamente adiada, afirma secretário de Pernambuco

Ainda é incerta a realização do espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, em Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco, em 2021. Mesmo marcado para ocorrer no período, de 27 de março a 3 de abril, o evento poderá, mais uma vez não ocorrer, por conta da pandemia da Covid-19.

Em entrevista ao programa Além da Notícia, da Rádio Jornal de Caruaru, o Secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes, destacou que a Paixão de Cristo está marcada para acontecer justamente num período que estará sendo realizada a vacinação.

“Ela está justamente num período onde eu acho que estará acontecendo a vacinação. Claro que quando a gente vacinar as pessoas que tenham comorbidades, faixa de idade maior ou que trabalham na área de Saúde, na área de Educação, que lidam com muita gente, vamos diminuir muito a mortalidade da pandemia, e a gente não tem como dizer, hoje, se haverá a possibilidade de acontecer”, relatou o secretário.

Em contrapartida, para o secretário Rodrigo Novaes, o São João deverá ser a volta do calendário cultural de Pernambuco. “Eu quero crer que em fevereiro a gente inicie a vacinação, então, vamos ter dois, três meses de vacinação para que a gente, em junho, estejamos livres, numa outra condição voltando com essas festividades”, destacou Rodrigo Novaes.

.

Com informações do NE10 Interior.

04
dezembro

Prefeitura de Santa Cruz divulga lista final de beneficiários da Lei Aldir Blanc

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, através da Gestão de Cultura e Eventos divulgou na tarde desta quinta-feira (03), a lista final dos contemplados do Prêmio Fogoió dos 8 Baixos, Lei Aldir Blanc. O edital com o nome de todos os contemplados se encontra no Diário Oficial do município.

A Lei Aldir Blanc de nº 14.017/2020, foi criada com o intuito de promover ações para garantir uma renda emergencial a trabalhadores da Cultura e manutenção dos espaços culturais brasileiros durante o período de pandemia do novo Coronavírus (Covid‐19).

Os inscritos neste auxilio emergencial, devem acessar o link abaixo para confirmar se seu projeto foi aprovado a receber este benefício. Na capital da Moda, o incentivo federal aos produtores culturais ficou na casa de 760 mil reais. Confira a lista clicando AQUI.

“Pedimos aos habilitados neste edital que tragam seus documentos o mais rápido possível, pois temos vários trâmites burocráticos a cumprir. Avisamos também que o prazo para prestar contas com o Fundo Nacional de Cultura é de 120 dias, iniciando da data de recebimento do auxílio”, destacou Alberto Grilo, gestor de Cultura e Eventos.  

Após conferir se seu projeto estar aptos a receber este recurso federal, os envolvidos devem entregar suas documentações até a próxima sexta-feira (11), na prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, localizada na Avenida Padre Zuzinha, 244/248, centro, das 09 às 12 horas para finalizar o processo. Os pagamentos serão realizados gradativamente até 31 de dezembro de 2020. Ao todo, 91 propostas foram aprovadas.

Documentos necessários:

Copias de RG, CPF ou CNPJ, comprovante de residência e extrato ou cartão da conta bancária do beneficiário.

09
novembro

Cadastro para o ‘Auxílio Emergencial da Cultura’ segue até a próxima segunda-feira (16), em Santa Cruz

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe informou que as inscrições para cadastro dos profissionais da área cultural e os responsáveis pela manutenção de espaços destinados ao segmento que desejam receber o ‘auxílio emergencial da cultura’ previsto na Lei Aldir Blanc, terminam no próximo dia 16 de novembro.

O edital foi publicado no Diário Oficial no site Prefeitura Municipal na última quinta-feira (05), para a destinação de R$ 760.240,48, de recursos oriundos do Decreto Federal n° 10.464/2020 que dispõe sobre as ações emergenciais destinadas ao setor cultural. para mais informações clique AQUI.

As propostas devem ser encaminhadas, preferencialmente através do e-mail leialdirblanc.sccapibaribe@gmail.com ou entregues presencialmente na Prefeitura. No ato da entrega, é obrigatório o uso de máscara e apenas uma por pessoa, por vez, poderá entregar o projeto.

Terão direito ao programa, espaços culturais e artísticos com inscrição em cadastros estaduais, municipais ou distrital, organizações culturais comunitárias, cooperativas e instituições culturais com atividades interrompidas, como teatros independentes, escolas de música, dança, capoeira, circos, centros culturais, museus comunitários, espaços de comunidades indígenas ou quilombolas, festas populares e livrarias.

De acordo com o Ministério da Cultura, a Lei Aldir Blanc nasceu por meio de mobilização social do segmento artístico e cultural brasileiro, sendo sancionada em caráter emergencial, destinando R$ 3 bilhões ao setor cultural em todo o território nacional com o objetivo de amenizar os impactos da pandemia de Covid-19.

Confira abaixo os documentos para o cadastro e informações:

01 – EDITAL

02 – FICHA DE INSCRIÇÃO

03 – TERMO DE RESPONSABILIDADE

21
agosto

Taquaritinga do Norte realiza cinema drive-in em meio à pandemia

A cidade de Taquaritinga do Norte, no Agreste de Pernambuco, vai inaugurar na sexta-feira (21), o primeiro “Cine Drive-in fazenda”. A iniciativa vem através dos proprietários do Hotel Fazenda Taquaritinga, em parceria com a Prefeitura e comerciantes locais, como forma de aquecer a economia.

O drive-in será montado no estacionamento do Hotel Fazenda, localizada as margens da PE-130. O formato é uma alternativa para realizar sessões de cinema em meio à pandemia, já que permite o distanciamento social, indicado como prevenção ao novo coronavírus.

Os ingressos custarão R$ 50 antecipadamente através do site Sympla e pontos no local. A área, que tem capacidade para até 90 carros, abrirá os portões às 19h. O local também terá restaurante e venda de lanches e bebidas.

Confira a programação pra o fim de semana de abertura:
Dia 21/8 – Bacurau
Dia 22/8 – Clube de Compras Dallas
Dia 23/8 – Parasita

Para quem for participar do evento é necessário seguir algumas recomendações:

– O áudio do evento será transmitido por uma frequência de rádio, por isso é necessário que o carro tenha o aparelho;
– Todas as saídas, inclusive de emergência, serão divulgadas no telão, antes e depois de cada exibição;
– É proibido buzinar;
– Manter os faróis desligados e os vidros fechados;
– É obrigatório o uso de máscaras.

Fonte: G1

11
julho

Prefeitura do Brejo promove reunião para tratar do processo de inscrições para o auxílio financeiro do setor cultural

O município do Brejo da Madre de Deus será beneficiado com R$ 379.699,59 (trezentos e setenta e nove mil, seiscentos e noventa e nove reais e cinquenta e nove centavos) através da Lei Aldir Blanc, sancionada no último mês pelo Governo Federal. O Prefeito Hilário Paulo determinou que fosse agilizado o processo de inscrições no município.

Com isso, aconteceu nesta sexta-feira (10), uma reunião na Prefeitura do Brejo da Madre de Deus, com representantes das secretarias municipais de cultura, turismo e desenvolvimento econômico; educação; controladoria municipal; assistência social, cidadania e mulher, com o obejtivo de discutir sobre a chamada pública para a inscrição e localização das pessoas físicas e entidades culturais do município, aptas a receber o auxílio.

Na reunião, foi planejada a forma de como será feita as inscrições e em breve a divulgação de todo o processo através das redes oficiais da Prefeitura do Brejo da Madre de Deus. Poderão receber o auxílio, trabalhadores que comprovem atuação no setor cultural nos últimos dois anos. Além disso, o trabalhador deve ter tido rendimentos de até R$ 28.559,70 no ano de 2018.

Do valor geral, 20% serão destinados para a manutenção de espaços artísticos e micro e pequenas empresas culturais que tiveram as suas atividades interrompidas por conta das medidas de isolamento social. As empresas precisam comprovar cadastro municipal, estadual, distrital ou de pontos de cultura.

A ajuda prevista pela Lei Aldir Blanc varia de R$ 3 mil a R$ 10 mil para espaços culturais. Para trabalhadores informais no setor cultural, a lei prevê uma complementação mensal de renda de R$ 600,00 em três parcelas.

08
julho

Prefeitura de Santa Cruz começa cadastro no ‘Auxílio Emergencial da Cultura’ para profissionais e espaços ligados ao setor

Imagem: divulgação / Grupo Vozes da Seca

A Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe através da Gerência de Cultura, deu início nesta segunda-feira (06) o cadastro de trabalhadores e espaços culturais no ‘Auxílio Emergencial da Cultura’, criado pelo Governo Federal através da Lei 1.075/2020, denominada de ‘Lei Aldir Blanc’.

A Lei prevê repasse a estados e municípios que irão aplicá-lo em renda emergencial para profissionais de arte e cultura e também para gestão de espaços culturais.

O programa consiste no benefício de R$ 600,00 (Seiscentos reais), aos profissionais que atuam no setor e, de R$ 3 a 10 mil reais para espaços, territórios ou movimentos culturais que tenham perdido renda devido à pandemia do Novo Coronavírus (Covid-19).

Denominado de Lei Aldir Blanc, a ferramenta foi criada como alternativa para garantir que durante três meses profissionais da cultura que estão impedidos de trabalhar possam ter uma renda para sua alimentação e espaços culturais possam sustentar seus custos com a estrutura.

Imagem: divulgação / Orquestra Sanfônica dos Oito Baixos

Terão direito ao programa espaços culturais e artísticos com inscrição em cadastros estaduais, municipais ou distrital, organizações culturais comunitárias, cooperativas e instituições culturais com atividades interrompidas, como teatros independentes, escolas de música, dança, capoeira, circos, centros culturais, museus comunitários, espaços de comunidades indígenas ou quilombolas, festas populares e livrarias.

Vale frisar que no caso de pessoas jurídicas, após a pandemia, deverão retribuir a ajuda financeira governamental por meio de atividades gratuitas em seus espaços para estudantes da rede pública ou para o público em geral em espaços livres.

“Essa lei vem em um momento primordial já que o setor de eventos que depende da aglomeração de pessoas foi o primeiro a parar e possivelmente será o último a voltar, vamos trabalhar para que 100% da verba recebida pela prefeitura seja destinada aos artistas de nossa cidade e para que não tenhamos que devolver nenhum recurso para o governo federal”, disse Alberto Grilo, gestor de Cultura e Eventos de Santa Cruz do Capibaribe.

Imagem: Divulgação / Quadrilha da Sulanca

Quem pode receber?

Os trabalhadores com atuação no setor cultural nos últimos dois anos, que não tenham vínculo formal de emprego e não tenham recebido o auxílio emergencial federal ou outros benefícios previdenciários ou assistenciais, seguro-desemprego ou valores de programas de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família. Além disso, não pode ter recebido, em 2018, rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.

Para se inscrever, os profissionais e espaços culturais devem preencher formulário de inscrição no link abaixo ou se dirigir até a prefeitura, das 9h às 12h, de segunda a sexta-feira.

Lei Aldir Blanc – O nome da lei é uma homenagem ao compositor Aldir Blanc, vítima da Covid-19, falecido em maio aos 73 anos de idade no Rio de Janeiro. Referência na Música Popular Brasileira, Blanc teve algumas de suas composições imortalizadas na voz de Elis Regina como “O Bêbado e a Equilibrista”.

O formulário para cadastro pode ser acessado clicando AQUI.

03
julho

Sociedade Esportiva Ypiranga Futebol Clube celebra 82 anos de história

Fotos: Arquivo do blog.

Fundada em 3 de julho de 1938, a Sociedade Esportiva Ypiranga Futebol Clube de Santa Cruz do Capibaribe, completa nesta sexta-feira (03), 82 anos de história. O nome do clube surgiu em homenagem ao “Grito do Ypiranga” (o famoso momento da Independência do Brasil em relação a Portugal), as cores azul e branca em homenagem ao céu.

A história do clube teve início na antiga Rua do Alto, atual Avenida João Balbino no Centro, na época, os conhecidos Negrinhos do Alto começaram a organizar jogos como um simples lazer, porém eram impedidos de brincar no momento em que o gado do Coronel Luiz Alves seguia para o campinho.

Padre Zuzinha dando um pontapé inicia em uma partida festiva no Limeirão em 1972.

O Coronel Luiz Alves resolveu então doar um espaço para a prática esportiva. Após o passar dos tempos, o espaço se tornou o atual Estádio Otávio Limeira Alves, nome dado em homenagem ao filho do Coronel Luiz Alves, que também fazia parte da equipe a época.

Muitos acontecimentos deram fama ao Ypiranga, como os jogos amistosos que divulgavam a equipe em outras cidades e estados. A Máquina de Costura se profissionalizou em 1993, porém conseguiu vários títulos na época do amadorismo.

Os primeiros títulos profissionais da Máquina foram a 1ª Edição da Copa Pernambuco e da Copa dos Clubes Profissionais do Interior, título este que lhe credenciou para disputar a Série A1 do Estadual.

A primeira grande participação na elite do Pernambucano foi a 5ª colocação em 1995, nesta época a Máquina contava com atletas de renomes nacionais e outras revelações locais, entre eles a equipe contava com a experiência do meia-atacante Jacozinho e a revelação foi o atacante Gaúcho, que marcou 14 gols no torneio.

No ano de 2004, o Ypiranga conseguiu o título da Segunda Divisão do Estadual após 21 jogos, que liderou a competição de ponta a ponta e só foi derrotado apenas duas vezes. O time conseguiu o acesso com duas rodadas de antecedência. O destaque do time foi o atacante Bibi, artilheiro do torneio com 18 gols.

Em 2006, a Máquina conseguiu sua melhor colocação na 1ª divisão. A decisão do 1º turno contra a equipe dos Estudantes de Timbaúba, acabou chamando a atenção da mídia nacional em torno do município. Apesar da bela campanha, o empate sem gols deixou o título com o Santa Cruz do Recife. O Ypiranga terminou o Campeonato na 3ª colocação.

2013, foi o último bom ano da equipe no Estadual.

Outra importante conquista heróica foi à classificação inédita às semifinais no Campeonato Pernambucano em 2013, após conseguir resultados históricos contra o Sport Recife e Náutico. No cenário nacional, o Ypiranga participou de duas edições do Campeonato Brasileiro da Série C. (1995 e 2006), além de disputar o Brasileirão da Série D em 2012 e 2013.

Em 2015, a equipe não conseguiu realizar bons resultados e foi rebaixada para a Séria A2, porém passou dois anos sem disputar o torneio devido a crise financeira. Em 2018, a equipe voltar a disputar um torneio oficial, porém não conseguiu o acesso para a elite.

O clube:

O clube Ypiranga ao longo da história promoveu diversos eventos, entre eles os mais conhecidos foram “O Baile Azul e Branco” que era uma prévia do Carnaval e contava com orquestras de frevos locais e do Recife. Outro evento era as conhecidas “Manhãs de Sol”, que acontecem na parte social, onde se encontram um bar-restaurante e piscinas.

Varias atrações de renomes nacionais, estaduais e locais já passaram pelo palco principal do clube. Outros eventos também foram promovidos no local a exemplos de desfiles de modas, jogos escolares, exposições, confraternizações, bingo, entre outros.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?