03
março

Ex-presidiário é executado na zona rural de Caruaru

Na manhã desta terça-feira (03), o município de Caruaru registrou o segundo homicídio do mês de março. O fato aconteceu na BR-104, entre um motel e a entrada do Sítio Taquara de São Pedro, na zona rural de Caruaru. A vítima, identificada como Tércio Girley Cândido da Silva (29), residia na Rua Bahia, no bairro Cruz Alta, em Santa Cruz.

Segundo informações, o homem já teve passagens pela polícia por tentativa de homicídio em Santa Cruz, no dia 1º dezembro de 2019 e já havia sido preso outras duas vezes.

Ele estava em uma Pop 100 CC, vermelha e com placa de Santa Cruz, no momento do crime.  Segundo perito do IC, a vítima foi atingida por cinco disparos de arma de fogo, três na cabeça e dois nos braços, pela distância do corpo e a moto, acredita-se que ele foi assassinado após parar a motocicleta no acostamento. O corpo foi encaminhado para o IML.

25
fevereiro

Acusados pela morte Gildo Vigilante são presos

 

 

 

Dois homens acusados de terem assassinado o popular Gildo Manoel da Silva, conhecido por Gildo Vigilante, foram detidos na noite desta segunda-feira (24) em Santa Cruz do Capibaribe. O crime ocorreu na tarde do último domingo (23) no Bairro Santo Agostinho.

 

De acordo com a apuração da Polícia Militar, o crime teria sido praticado por um homem de 20 anos, junto com o comparsa de 22 anos.

 

As prisões ocorreram em decorrência de informações repassaras a polícia. Policiais do Gati se dirigiram até a casa de um deles e efetuaram a prisão. Lá foram informados que a arma, possivelmente usada no crime, um revólver calibre 38, estava na casa do segundo acusado. Aos chagarem ao local os policiais perceberam que o acusado tentou se desfazer da arma jogando ela encima de uma laje, no momento em que foi detido.

Os dois foram levados para a delegacia de Santa Cruz do Capibaribe onde estão sendo investigados.

06
novembro

Homem é detido após confessar assassinato e ocultar cadáver do irmão na zona rural de Brejo  

Segundo a Polícia Civil, a vítima teria matado o próprio pai em 2012

,

José Carlos assumiu a autoria do crime e levou o efetivo ao local que havia enterrado o corpo.

Na tarde desta quarta-feira (06) a Polícia Militar recebeu denúncias anônimas sobre o acontecimento de um crime de morte no Sítio Biturizinho, zona rural de Brejo da Madre de Deus, onde o fato teria ocorrido há cerca de 15 dias.

A denúncia indicava também os possíveis autores do homicídio, que seriam José Carlos Alves Ferreira (32 anos) e José Joseilson Ferreira (28 anos), respectivamente irmão e sobrinho da vítima. De imediato, os policiais de Brejo e do distrito de Fazenda Nova iniciaram buscas na tentativa de localizar os suspeitos do crime.

O empenho do efetivo deu resultado e os suspeitos foram detidos e conduzidos à delegacia de polícia do Brejo para prestar esclarecimentos. Durante os depoimentos, José Carlos assumiu a autoria do crime e levou o efetivo até o local, onde havia enterrado o corpo da vítima.

Heleno Alves era ex-presidiário e acusado de assassinar o seu pai em 2012.

O corpo de Heleno Alves Ferreira, conhecido por “Chacrinha” (37 anos) foi encontrado em uma área de vegetação no Sítio Biturizinho. Segundo a Polícia Civil, a vítima era ex-presidiária e acusada de assassinar o seu pai, Aniceto Ferreira Filho, em outubro de 2012 no Sítio Cavalo Russo, zona rural de Brejo.

Diante dos fatos, José Carlos ficou à disposição do delegado de plantão e responderá criminalmente por homicídio e ocultação do cadáver, enquanto que José Joseilson foi liberado, porém será investigado por ter possivelmente ajudado na ocultação do cadáver.

Notícias Anteriores


 




error: Copiando nosso texto?