29
abril

Moda Center investirá mais de R$ 600 mil em requalificação dos estacionamentos laterais

Intervenções darão mais fluidez ao trânsito.

Na quarta-feira (28), teve início a requalificação dos estacionamentos laterais do Moda Center Santa Cruz. O trabalho consiste na mudança de todo o ordenamento das vagas, de forma que possa solucionar alguns dos problemas já conhecidos pelos comerciantes e clientes, como o abuso cometido por motoristas que estacionam em fila dupla, por exemplo. Com a conclusão das intervenções, o fluxo de veículos nas vias internas do centro de compras será amplamente beneficiado.

Atualmente, o tipo de estacionamento existente no Moda Center é do modelo perpendicular, com vagas dispostas a 90°, tendo como referência a pista de rodagem de veículos. Com as mudanças, as vagas passarão a ser dispostas em diagonal, com ângulo de 45°, modalidade conhecida popularmente como “espinha de peixe”.

Em laranja, como deve ficar a disposição das vagas para os carros de passeio.

“Hoje, temos três vias de fluxo de veículos em cada lado dos estacionamentos e estamos partindo para colocar quatro vias. As atuais têm uma largura que dá para passar dois carros e, com a nova modalidade, essa largura será reduzida para 3,80m, o que vai permitir que passe apenas um veículo. Isso fará com que o trânsito possa se autorregular, já que o motorista que ficar na frente não poderá ficar parado por muito tempo, porque o carro que vem atrás vai forçá-lo a se locomover. A ideia dos engenheiros é evitar que ocorram estacionamentos em fila dupla”, pontuou George Pinto, gerente geral do Moda Center. 

Ainda de acordo com George, as mudanças farão com que parte dos canteiros centrais precisem ser realocados. Com isso, algumas árvores da espécie não nativa fícus-benjamim, terão que ser removidas. Como compensação, novos canteiros serão construídos e o mesmo quantitativo de árvores será replantado, dessa vez com espécies nativas. A requalificação está prevista para ser concluída no segundo semestre deste ano.

“Esse projeto é algo pensado por uma equipe competente de profissionais e vai beneficiar ainda mais clientes e condôminos que fazem uso desse estacionamento a cada semana. Serão mais de R$ 600 mil investidos com recursos próprios do parque, dinheiro dos condôminos e locatários que está sendo revertido em melhorias de nosso gigante. Com isso, além de criarmos mais vagas, estamos dando mais um passo para solucionar nossos problemas de mobilidade. Assim que as feiras voltarem aos seus dias mais movimentados, estaremos com nossa estrutura ainda mais preparada para receber a todos”, adiantou o síndico José Gomes Filho.

/

Conteúdo da Assessoria.

07
abril

Taxa de condomínio do Moda Center referente ao mês de março terá abatimento de quase 7%

Já estão disponíveis os valores da taxa de condomínio no Moda Center Santa Cruz, com vencimento no próximo dia 15 de abril. Devido à não-realização das duas últimas feiras do mês de março, por determinação do Decreto Estadual n° 50.433, foi aplicado ao valor do condomínio o ‘Abatimento Provisório Covid-19’ de quase 7%, de forma proporcional a todos os patrimônios, além do habitual desconto de pontualidade.

A administração ressalta que, nesse período de quarentena em Pernambuco, houve apenas redução de despesas de consumo, como energia, água e material de limpeza, durante quatro dias (22-23 e 28-29 de março). Diferentemente do que ocorreu em 2020, este ano também não houve nenhum benefício emergencial do Governo Federal que possibilitasse às empresas uma redução de custos trabalhistas.

Está mantido o desconto de pontualidade para os pagamentos realizados até 15/04/2021. Não haverá prorrogação da data de vencimento.

Boletos

Para baixar o boleto, acesse AQUI

Informe o Código de Patrimônio e o CPF, escolha a opção BOLETOS e depois clique em Imprimir.

O condômino também pode solicitar que o boleto seja enviado por e-mail ou WhatsApp.

Canais de atendimento:

Telefones: (81) 3759-1007 | 3759-1015

E-mails:

financeiro@modacentersantacruz.com.br
sac@modacentersantacruz.com.br
cobranca@modacentersantacruz.com.br

Prestação de contas:

Nessa mesma página, o condômino também tem acesso às últimas Prestações de Contas do condomínio, bastando clicar no item PRESTAÇÃO DE CONTAS e em seguida escolher o mês desejado para visualizar ou imprimir.

/

Conteúdo da Assessoria.

31
março

Moda Center Santa Cruz reabre nesta segunda-feira (5) em horário especial

A partir da próxima segunda-feira (5/4), o Moda Center Santa Cruz e o Calçadão Miguel Arraes retomam a realização de suas feiras às segundas-feiras, seguindo o novo horário especial determinado pelo decreto n° 50.485, do Governo de Pernambuco, e pelo Decreto Municipal 022/2021. De acordo com os documentos, eles poderão funcionar das 5h às 15h. Nos demais dias, vários pontos comerciais que funcionam ao longo da semana estão autorizados a abrir, porém seguindo o horário do comércio em geral, das 8h às 18h.

Para José Gomes Filho, síndico do Moda Center Santa Cruz, a medida terá impacto positivo para a economia da região e só foi possível graças à união de esforços da prefeitura de Santa Cruz com o Moda Center, ASCAP e CDL Santa Cruz, junto com as prefeituras de Caruaru e Toritama. “Nossa união fez diferença em benefício de todos os envolvidos na cadeia produtiva do setor de confecções do nosso estado. Estaremos das 5h às 15h recebendo os nossos clientes”, ressaltou.

Para a reabertura, o centro atacadista continua seguindo os protocolos sanitários determinados pelas autoridades para a sua atividade, exigindo o uso obrigatório da máscara, número reduzido de entradas, barreiras para aferição de temperatura, higienização das mãos com álcool 70%, além de orientação para manutenção do distanciamento social em suas instalações.

“Pedimos a todos os frequentadores – clientes, colaboradores, comerciantes, condôminos, vendedores, organizadores de viagens, entregadores – que continuem se comportando como agentes de proteção contra a Covid-19. Precisamos ser rígidos nos cuidados consigo mesmo e com os outros. Se cada um não fizer a sua parte, as medidas precisarão voltar a ser drásticas, podendo levar a um novo período de fechamento. Nenhum de nós quer isso”, frisou.

/

Conteúdo da Assessoria.

26
março

Pernambucanos pagarão mais caro no preço do combustível a partir de abril

A partir do próximo dia 1º de abril, os pernambucanos vão pagar um pouco mais no preço do diesel, da gasolina e do etanol hidratado. O governo de Pernambuco aumentou o preço do valor de referência sobre o qual é calculado o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Por causa deste aumento no preço de referência, os pernambucanos vão pagar a mais R$ 0,15 no preço do litro da gasolina c; R$ R$ 0,16 no litro do etanol hidratado e R$ 0,06 no litro do diesel S10.

A alíquota que o governo de Pernambuco cobra sobre os combustíveis continua a mesma. “No entanto, como o setor de combustível é muito pulverizado e também há muita sonegação, a legislação permite que todos os Estados cobrem os impostos da Petrobras sobre um valor de referência, chamado de Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF)”, explica o diretor-geral de Política Tributária da Secretaria estadual da Fazenda (Sefaz), Abílio Almeida Neto.

Ainda de acordo com Abílio, a Sefaz-PE vai baixar o preço do valor de referência, caso constate que o preço médio da venda dos combustíveis ficou menor nos postos. Geralmente, a pesquisa é entregue até o dia 05 de cada mês e os novos valores de referência poderiam entrar em vigor em meados do mesmo mês. O setor de combustíveis é o que gera a maior arrecadação de ICMS, a principal receita do governo do Estado. Para recolher esse tributo com mais facilidade, os Estados inventaram um mecanismo chamado substituição tributária

Recentemente, os preços dos combustíveis têm se elevado significativamente por causa da alteração da política de preços da Petrobrás que em 2018 passou a se alinhar pela cotação do petróleo no mercado internacional, o qual tem se elevado, e ainda ficou mais alto com a valorização do dólar diante da moeda brasileira.

Em nota, a Sefaz-PE informou que “o valor do preço final ao consumidor, que é a base de cálculo do ICMS, não tem qualquer relação com a vontade dos Estados. A Petrobrás arbitra o seu preço de comercialização e o varejo fixa o preço final de venda. As pesquisas dos preços de varejo pelos Estados, para comporem a base de cálculo do ICMS, refletem exatamente aquilo que o mercado varejista praticar. O qual, por sua vez, se pauta pelos preços de comercialização da Petrobrás, segundo sua nova política”.

/

Fonte: NE10.

22
março

“Vai ser caça a prefeito, a vereadores (…). Nós vamos pegar todos vocês de cipó”, disse comerciante paulista em vídeo que causou repúdio da sociedade santa-cruzense

 

A SOCIEDADE SE UNIU PARA REPUDIAR AMEAÇAS

 

 

 

Representante da sociedade civil organizada e o do poder público se uniram em Santa Cruz do Capibaribe para repudiar as ameaças de um comerciante paulista expostas em um vídeo que circulou no último final de semana nas redes sociais.

No vídeo um comerciante do ramo de turismo, acompanhado de Jackson Vilar da Silva, que é comerciante do ramo de móveis, conclamam a população de Santa Cruz, Toritama e Caruaru a se rebelarem violentamente contra o prefeito Fábio Aragão (PP), vereadores e contra o governador Paulo Câmara (PSB), em manifesto contra o fechamento temporário do comércio previsto no decreto de restrições de enfrentamento a covid-19.

 

 

 

“Vai ser caça a prefeito, a vereadores (…). Nós vamos pegar todos vocês de cipó”, disse Jackson durante o vídeo onde promete vir a Santa Cruz do Capibaribe.

Instituições e políticos das três tendências políticas da cidade usaram suas redes sociais para repudiar com veemência as ameaças expostas pelos comerciantes de São Paulo.

 

 

 

Jackson, que é natural de Catolé do Rocha, na Paraíba, tem se tornado conhecido em São Paulo por promover manifestos na frente da residência do governador João Dória (PSDB). O Comerciante já responde a processos por calúnia, injúria e difamação. Ele registrou candidatura a deputado federal pelo PROS, em 2018, mas não obteve votos.

 

 

 

18
março

Santa Cruz Prev ingressa com ação judicial para receber mais de R$ 2 milhões em débitos do município

Valor é referente a ausência de repasses patronal da folha salarial de dezembro de 2020

O Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Santa Cruz do Capibaribe ingressou com uma ação judicial, no início deste mês de março, para tentar receber da prefeitura municipal o valor de R$ 2.297.300,81. O débito é referente ao repasse patronal das folhas de pagamento de dezembro e de parte do decimo terceiro salário pagos aos servidores ainda na gestão do ex-prefeito Edson Vieira (PSDB).

Na tentativa de resolver o impasse, o prefeito Fábio Aragão (PP) enviou à Câmara de Vereadores o pedido de parcelamento da dívida. O projeto ainda tramita na Comissão de Finanças e Orçamento.

De acordo com o vereador governista Augusto Maia (PSB), os valores ainda não foram pagos porque “pela Legislação, nenhum gestor pode deixar débitos para gestão subsequente, se não houver deixado os recursos”. O parlamentar cita ainda que outros débitos, inclusive salários atrasados foram deixados pelo governo anterior.

Já a vereadora de oposição Jéssyca Cavalcanti (PSDB) aponta que a previsão legal é que os repasses previdenciários sejam pagos até o 10º dia do mês posterior, o que justificaria o não pagamento pelo governo Edson.

O Blog questionou o gestor do Santa Cruz Prev, Israel Carvalho, sobre a situação dos repasses referente aos meses do atual governo, ele confirmou que as transferências estão em dia.

26
fevereiro

Síndico do Moda Center recebe autoridades políticas de quatro cidades da Paraíba

Reunião teve como pauta o interesse dessas cidades em incentivar a criação de empregos através da cadeia produtiva de confecções.

O síndico do Moda Center Santa Cruz, José Gomes Filho (Menininho), recebeu, na última terça-feira (23), autoridades políticas dos municípios paraibanos de Camalaú, Ouro Velho, Prata e Amparo, comitiva liderada pelo deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB/PB).

A visita, que contou também com a participação do vereador santa-cruzense e diretor da Ascap, José Climério (‘Zeba’ – PDT), teve como objetivo levantar a discussão junto ao Moda Center de uma iniciativa por parte destes municípios com foco na geração de emprego e renda.

A proposta dos gestores municipais é viabilizar a criação de empregos nessas cidades, em áreas ligadas diretamente à atividade confeccionista em Santa Cruz. Eles demonstraram estar dispostos em promover a capacitação da mão de obra, especialmente de costureiros e costureiras, e oferecer incentivos para que empresas da capital da moda possam montar células de produção ou até mesmo fábricas nessas cidades.

A iniciativa ganha mais força devido à carência desses profissionais nas pequenas, médias e grandes empresas santa-cruzenses que, aliada à escassez de matéria-prima em vários segmentos, tem impactado no potencial produtivo, desde a retomada das atividades em agosto de 2020.

“Nenhum dos que estão aqui tem interesse de competir com Santa Cruz. Sabemos que a cidade tem um potencial produtivo muito grande e queremos ser um desses vagões que também podem contribuir com esse mercado e, ao mesmo tempo, gerar empregos nessas cidades que represento em meu estado”, pontuou Tovar.

Durante as discussões, Menininho aconselhou que os representantes municipais busquem parcerias com entidades de qualificação profissional, a exemplo do próprio Senai, que conta com cursos e capacitação voltados à realidade econômica de cada região.

“Aqui em Santa Cruz, graças a Deus, quando há qualquer melhora nas vendas, fica mais difícil ter mão de obra por conta do aumento de pedidos que acontece. Vimos isso acontecer nas feiras de alta temporada e é aí que essa proposta apresentada por essas cidades poderá ter viabilidade. Sabemos que não é algo que pode ser conquistado por eles do dia para a noite e foi isso que aconselhei para que eles busquem essas entidades. Esse primeiro passo já foi dado, que é o de levantar essa discussão e eu os parabenizo por isso”, disse o síndico.

Após a reunião, a comitiva realizou visitas a algumas fábricas em Santa Cruz, para conhecer um pouco mais do modelo de produção das confecções locais.

;

Conteúdo da Assessoria.

23
fevereiro

Governo de Pernambuco proíbe atividades econômicas entre 20h e 5h em 63 cidades

Santa Cruz, Brejo, Taquaritinga, Jataúba e Toritama, estão entre os municípios

;

Foto: Pedro Menezes.

Na tarde desta terça-feira (23), o Governo de Pernambuco determinou que, a partir da próxima sexta-feira (26), até o dia 10 de março, todas as atividades econômicas e sociais estarão proibidas, entre 20h e 5h.

Nos próximos dois finais de semana, as atividades estarão proibidas com um tempo maior, entre 17h e 5h, quando apenas serviços essenciais poderão continuar funcionando. A medida vale para os 63 municípios das II, IV e IX Gerências Regionais de Saúde, com sedes em Limoeiro, Caruaru e Ouricuri, respectivamente.

Segundo o Governo, o objetivo é conter o avanço da Covid-19 no Estado. A cidade de Caruaru, uma das sedes de Geres que foram colocadas dentro das restrições, registrou, em um dos principais hospitais da cidade em atendimento para a Covid-19, 100% de ocupação em leitos de UTI nesta semana.

O Governo também prorrogou a proibição de eventos em todo o estado por mais 15 dias, e suspendeu o retorno das aulas presenciais nas escolas publicas municipais até 12 de março.

Confira a lista dos municípios que estão dentro das restrições:

II Geres – Limoeiro, no Agreste

Municípios (20): Bom Jardim, Buenos Aires, Carpina, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, João Alfredo, Lagoa de Itaenga, Lagoa do Carro, Limoeiro, Machados, Nazaré da Mata, Orobó, Passira, Paudalho, Salgadinho, Surubim, Tracunhaém, Vertente do Lério, Vicência.

IV Geres – Caruaru, no Agreste

Municípios (32): Agrestina, Alagoinha, Altinho, Barra de Guabiraba, Belo Jardim, Bezerros, Bonito, Brejo da Madre de Deus, Cachoeirinha, Camocim de São Felix, Caruaru, Cupira, Frei Miguelinho, Gravatá, Ibirajuba, Jataúba, Jurema, Panelas, Pesqueira, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, São Bento do Uma, São Caetano, São Joaquim do Monte, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Toritama, Vertentes.

IX Geres – Ouricuri, no Sertão

Municípios (11): Araripina, Bodocó, Exu, Granito, Ipubi, Moreilândia, Ouricuri, Parnamirim, Santa Cruz, Santa Filomena, Trindade.

 

19
fevereiro

Preços da gasolina e do óleo diesel sofrem mais um aumento em 2021

Imagem: Marcelo D. Sants/Framephoto/Estadão Conteúdo

 

Mal se completaram dois meses de 2021, e a Petrobras já anunciou alta nos preços do litro da gasolina e do óleo diesel. Segundo a empresa, em nota divulgada na última quinta-feira (18), esse é o quarto aumento na gasolina, que passará a custar R$ 2,48 por litro nas refinarias, e o terceiro aumento no óleo diesel, que custará R$ 2,58 por litro.

A alta repentina de dezembro de 2020 para fevereiro de 2021 atinge o bolso de milhares de brasileiros. Em dezembro do ano passado, o litro da gasolina nas refinarias custava em média R$ 1,84 contabilizando um aumento de R$ 0,64 centavos. Já o litro do diesel nas refinarias era de R$ 2,02 sofrendo, dessa forma, um aumento de R$ 0,56 centavos.

Segundo os últimos dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio dos combustíveis nos postos entre 07 de fevereiro de 2021 e 13 de fevereiro de 2021 em Pernambuco, era de R$ 4,948 da gasolina comum e R$ 3,613 do óleo diesel. 

Como o preço dos combustíveis é calculado?

O preço dos combustíveis não é calculado apenas pelo valor das refinarias. No caso da gasolina, o valor da refinaria corresponde a(um terço) do valor total que é passado para o consumidor. Nesse caso é calculado também os impostos como ICMS, CIDE PIS/Pasep e Cofins que somam 44% do valor, além de 15% do custo do etanol anidro, e 12% para distribuição e revenda, restando 29% para as refinarias. 

Já no caso do diesel, as refinarias correspondem a metade do valor final, mais especificamente a 47%. Além disso, também há os impostos como ICMS, CIDE, Pis/Pasep e Cofins correspondendo a 23%, custo do biodiesel 14% e 16% para distribuição e revenda.

Mercado Internacional

De acordo com a Global Petrol Prices o preço da gasolina ao redor do mundo é de 1.08 dólares, e do diesel 0.98 dólares. Segundo a empresa, a diferença de preços pelo mundo é devido à variedade de taxas e subsídios. Todos os países têm acesso ao mesmo preço do petróleo do mercado internacional, mas depois cada um deles decide impor impostos diferentes. Como resultado, o preço do varejo dos combustíveis é diferente de país para país.

Nas tabelas apresentadas pela Global Petrol Prices, o Brasil ocupa a 57ª posição no valor mais baixo da gasolina e a 43ª posição no valor do preço do diesel. O preço é comparado com mais de 150 países ao redor do mundo.

 

Fontes: Petrobras, ANP, Globo.com e Global Petrol Prices

19
fevereiro

Primeira parcela do 13° para aposentados deve ser pago entre abril e março

 

A primeira parcela do 13° salário para aposentados deve ser pago entre os meses de março e abril de 2021.

O Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos reforçou o pedido de antecipação ao Ministério da Economia. Mais de 30 milhões de beneficiários com vínculos à Previdência Social devem receber o adiantamento, que será realizado em duas parcelas.

Os dados da Previdência Social mostram que 67,5% dos beneficiários do INSS recebem um salário mínimo, no valor de R$ 1.100,00 que passou por reajuste de 5.26% no início do ano.

12
fevereiro

Governo Federal estuda nova rodada do auxílio emergencial por quatro meses

O Governo Federal analisa uma nova rodada do auxílio emergencial com quatro parcelas, a partir do mês de março.

O valor ainda não foi definido, mas o Ministério da Economia defende um valor decrescente, que tenha início com R$ 250 e diminua para RS 200.

Se aprovado, o novo auxílio emergencial deve ser pago à metade do números de beneficiários, ou seja, atender a metade dos 64 milhões de pessoas beneficiadas.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?