28
julho

Exclusivo – Verba de representação do presidente da Câmara de Vereadores de Caruaru é derrubada na Justiça

 

Uma ação popular culminou com a suspensão dos pagamentos de verba de representação feitos ao presidente da Câmara de Vereadores de Caruaru, Bruno Lambreta (PSDB). A decisão foi proferida pela unanimidade dos juízes integrantes da segunda turma, na Câmara Regional de Justiça, em Caruaru, na tarde desta quarta-feira (27).

Os magistrados seguiram o entendimento do relator, desembargador Evio Marques da Silva, de que a verba de representação possuiu “inquestionável natureza remuneratória, fugindo da real função das verbas indenizatórias – destinadas, a bem da verdade, ao reembolso / compensação de determinadas despesas extraordinárias que o cargo exige”, diz um trecho da decisão.

Atualmente a verba de representação paga mensalmente ao presidente da Câmara é de R$ 9.000,00, que corresponde a 60% do salário de um vereador, que é de R$ 15.000,00.

A decisão é resultado de uma ação popular defendida pelo advogado André Tadeu que ficou conhecido em Pernambuco por ter conseguido reduzir salários de prefeitos, vereadores e secretários em vários municípios. O processo em questão transitava nos tribunais desde 2017, numa tentativa de anular os efeitos da lei caruaruense 5.629/2016, que fixou os salários dos vereadores. Após quatro anos de tramitação e diversos recursos, o Tribunal de Justiça decidiu acatar parcialmente o pedido, suspendendo os efeitos do parágrafo único, do artigo 1º, da Lei em questão. Com o efeito, a Câmara Municipal não poderá pagar a verba de representação.

27
julho

MPPE instaura inquérito para investigar Edson Vieira por contrato de compra de máscaras a empresa de parente

A denúncia foi apresentada por Ernesto Maia, em 2020

 

 

O Ministério Público de Pernambuco anunciou, nesta semana, a instauração de inquérito para apurar a compra de 7 mil máscaras personalizadas feitas pela prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe para uso dos servidores, durante a gestão de Edson Vieira (PSDB). A denúncia foi apresentada pelo, na época, vereador Ernesto Maia (PCdoB).

O questionamento apontado por Ernesto Maia foi que a compra das máscaras foi feita sem licitação diretamente a empresa Ind. e Com. de Confecções Xavier LTDA, de propriedade de Arnaldo Xavier, que é cunhado de Edson Vieira.

O que disse Arnaldo Xavier

Na época dos fatos o empresário Arnaldo Xavier publicou, em redes sociais, notas de vendas de máscaras do mesmo tipo, sendo feitas a várias empresas da região, com preço maior do que as que foram fornecidas a Prefeitura de Santa Cruz.

O que diz a defesa de Edson Vieira

Em nota, a defesa de Edson Vieira disse que “a modalidade de dispensa de licitação usada pelo município teve amparo na lei de licitações e contratos e especialmente na Lei Federal nº 13.979/2020, que dispõe sobre as medidas de emergência da saúde pública”.

A defesa explicou também que a escolha da empresa Rota do Mar para a compra das máscaras ocorreu por critérios técnicos e preços compatíveis com o mercado, frisando que os fatos foram comprovados nos autos do inquérito aberto pelo MPPE.

Quanto ao parentesco de Edson Vieira com o empresário Arnaldo Xavier, objeto principal da denúncia, a defesa afirma que “conseguiu mostrar que a legislação em vigor não prevê esse tipo de proibição, tendo inclusive juntado decisões dos nossos tribunais superiores corroborando esse entendimento”, sustenta.

21
julho

“Vou brigar para que o nosso grupo tenha candidato”, afirma Capilé defendendo que Grupo Verde tenha candidato da cidade para deputado estadual

 

 

O Grupo Verde deverá ter candidato próprio disputando a eleição estadual no próximo ano, pelo menos é o que defende o presidente da Câmara de Vereadores em Santa Cruz do Capibaribe, Capilé da Palestina (PSD). A afirmação foi feita durante o quadro Olho no Olho, veiculado ontem (20), no Programa Independente.

“Vou brigar para que nosso grupo tenha candidato (…). esse nome precisa ser decidido. O grupo precisa decidir se vai mesmo para o embate ou se vai apoiar alguém de fora. Eu já disse que o meu pensamento, a minha vontade, eu defendo a ideia da gente ter um candidato”, afirmou Capilé.

 

Possibilidade de candidatura de Alan César ou do próprio Capilé

 

Na mesma entrevista Capilé da Palestina reafirmou que seu nome está à disposição para uma candidatura a deputado estadual, mas disse também que o nome do empresário Alan César tem sido citado internamente.

“Se for Alan César, a gente vai com Alan César. Se for Capilé, aí eu preciso, também, que o grupo diga: a gente vai com Capilé também. Agora é aquela questão, entendendo que um grupo ele não pode se omitir em disputar eleição alguma”, defendeu.

 

20
julho

Agricultura: Atuação de Zome do Pará é um dos acertos do Governo Fábio

 

 

 

Uma das características demonstradas pelo Governo Fábio Aragão neste primeiro ano tem sido a condução de pastas importantes por pessoas com pouca experiência em gestão pública. Tal prática instaurou insegurança, principalmente nos primeiros meses. No entanto, vale destacar a bom êxito em algumas áreas, com destaque para a diretoria de agricultura que tem a frente o popular Zome do Pará.

Nos últimos dias o Blog ouviu pessoas ligadas a iniciativas organizadas da zona rural, bem como os próprios agricultores e o reconhecimento foi quase que generalizado quanto ao bom desempenho de Zome.

De estilo simples, Zome costuma pegar no trabalho cedo. É comum encontra-lo nas estradas vicinais, acompanhado os trabalhos de recuperação. De acordo com dados levantados pelo Blog, mais de 80% das estradas foram restauradas.

Destacam-se também a recuperação da barragem do Sítio Quixabeira, ações de vacinação contra a brucelose, distribuição de mais de 1,5 quilos de sementes, perfuração de poços artesianos, entre outras ações que tem resultado e boa aprovação.

14
julho

Edson admite possibilidade de candidatura a estadual em 2022; Alessandra poderá ser candidata a prefeita de Santa Cruz em 2024

 

 

O futuro político dos Vieiras foi uma das principais abordagens durante a entrevista do ex-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), no quadro Olho no Olho, veiculado no Programa Independente, na última terça-feira (13).

Edson admitiu a possibilidade tentar um retorno a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), em 2022. Anteriormente, o ex-prefeito articulava a candidatura a deputado federal, mas reconhece que saiu enfraquecido das urnas em 2020, especialmente por não ter feito o sucessor em Santa Cruz do Capibaribe. Ele agora fala que só entraria em uma disputa federal se fosse por uma necessidade de fortalecimento da sigla partidária, e reforçou o seu compromisso em renovar o apoio ao deputado federal Fernando Filho (Democratas).

Quanto a Alessandra Vieira (PSDB) disputar a Prefeitura de Santa Cruz em 2024, Edson adiantou: “É uma possibilidade. Hoje as pessoas comentam muito da dinâmica, do nome de Alessandra. Mas não tem nada definido”.

O ex-prefeito frisou que a definição quanto a candidatura e os apoios para a eleição de 2022 se dará até o final deste ano.

12
julho

A cara da nova mídia

 

 

 

 

Igor Araújo (20 anos), Alena Bezerra (21 anos) e Jota Lima (27 anos). Jovens, eles acumulam números estrondosos de audiência e alcance digital

 

 

 

O perfil da nova audiência no Agreste de Pernambuco tem mudado consideravelmente e a comunicação já não é mais a mesma. Assim como ocorre em todo o mundo, as constantes transformações impõem que o sucesso dos profissionais de mídia decorra de uma soma entre talento, boa comunicação, imagem e engajamento digital.

Em Santa Cruz do Capibaribe três jovens estão em absoluta ascensão profissional. Apesar da pouca idade, eles acumulam números incríveis.

 

Igor Araújo, 20 anos

 

Igor Araújo é um dos apresentadores do Programa Independente, produzido pelo portal Santa Cruz Online e veiculado ao vivo pelas Rádios Vale e Farol FM.

Dono de uma voz de impacto e de boa característica para vídeo, neste ano de 2021, Igor emplacou uma reportagem que ultrapassou 10 milhões de visualizações nas páginas do Santa Cruz Online. Uma das maiores convergências de audiência dentre as plataformas de notícias do estado.

 

 

Alena Bezerra, 21 anos

 

Alena Bezerra vem despontando como uma das maiores revelações da mídia pernambucana. A comunicação envolvente de Alena, ajuda a potencializar a programação musical da Rádio Vale FM todas as tardes com o programa Moda Mix, produzido pelo Santa Cruz Online.

No último mês de junho, Alena apresentou as principais lives juninas de Caruaru com grandes artistas, superando uma audiência de mais de 100 mil acessos simultâneos e mais de 2 milhões de visualizações acumuladas.

 

 

 

Jota Lima, 27 anos

 

Mesmo com a pouca idade, Jota Lima já detém ampla experiência na comunicação popular, tendo sido um dos primeiros santacruzences a ingressar na TV aberta, com passagens pelo Programa Sem Meias Palavras, da TV Jornal, entre 2018 e 2019. Atualmente ele é apresentador titular do Programa Rota da Notícia, do Santa Cruz Online, acumulando 12 mil visualizações diárias, somando-se a audiência da transmissão ao vivo pela Rádio Vale FM.

Nos últimos meses Jota passou a apresentar os sorteios do Santa Cruz Cap, ao lado do comunicador caruaruense Wellington Lacerda, com transmissão ao vivo pela TV Jornal Caruaru, para 104 cidades.

 

O impacto comprovado e os números incontestáveis, especialmente com o alcance da mídia digital farão com que os nomes de Igor, Alena e Jota reverberem fortemente nos próximos anos em todo o estado de Pernambuco.

12
julho

Ministério Público apura se Câmara de Vereadores atuou com manobra para favorecer condição eleitoral de Toinho do Pará em 2020

 

 

 

O Ministério Público eleitoral está apurando se os vereadores que compunham a Câmara de Santa Cruz do Capibaribe em 2020, agiram com manobra para favorecer a condição eleitoral do ex-prefeito Toinho do Pará.

 

Toinho estava com as suas prestações de contas, exercício 2010, rejeitadas desde 2015 pela Câmara, o que o tornou inelegível. Ocorre que a resolução 025/2020 anulou a resolução de 2015, favorecendo a elegibilidade do ex-prefeito, o que despertou a suspeita do MPPE.

 

A apuração está sendo feita pelo promotor de justiça Ariano Aguiar, que concedeu prazo de 20 dias para que a Câmara, através do presidente Capilé da Palestina, envie explicações, bem como vereadores de diversos partidos, que também foram notificados.

 

O Blog do Ney Lima verificou que no site da Câmara a resolução 025/2020 não aparece disponível.

 

 

 

Resolução 025/2020 não aparece no site da Câmara

 

 

 

Nos últimos dias, o Blog entrou em contato com o vereador Augusto Maia (PSB) que presidia a Câmara em 2020. Augusto disse que a votação ocorreu mediante uma mudança de entendimento do Tribunal de Contas do Estado, que anteriormente havia recomendado a rejeição das contas do ex-prefeito, mas após recursos passou a recomendar aprovação. Ele acrescentou ter lembranças que a votação ocorreu mediante um requerimento do próprio Toinho do Pará.

 

Questionado se a votação ocorreu com base no envio dos autos do Tribunal de Contas, Augusto Maia disse não lembrar, e afirmou que estará apurando junto com sua assessoria para se posicionar melhor nos próximos dias. Ele não soube explicar por que a resolução 025/2020 não aparece disponível no site da Câmara.

 

O atual presidente da Câmara, Capilé (PSD), disse ao Blog que acusou o recebimento da solicitação de informações do Ministério Público, mas que ainda não analisou o teor, estando dentro do prazo.

 

O ex-vereador Ernesto Maia (PCdoB) também foi ouvido pelo Blog e afirmou ter lembrança que a votação ocorreu com base em mudança de entendimento do Tribunal de Contas do Estado.

O Blog tentou, mas não conseguiu contato com o ex-prefeito Toinho do Pará, nesta segunda-feira (12). Mesmo com a mudança de posicionamento da Câmara, ele optou por não lançar candidatura em 2020.

 

29
junho

Hilário Paulo fala sobre dificuldades enfrentadas após contrair covid, derrota na última eleição e seu futuro político

O ex-prefeito da cidade de Brejo da Madre de Deus, Hilário Paulo, foi o entrevistado desta terça-feira (29) do quadro “Olho no Olho”, durante o Programa Independente. Ele falou sobre as dificuldades enfrentadas quando estava lutando pela vida após contrair a Covid-19.

“Hoje tenho duas datas de aniversário, que é o meu nascimento e o meu renascimento dia 1º de julho, que foi a data que tive alta e que Deus me restaurou da Covid-1. (…) O coronavirus me trouxe uma experiência espiritual na minha vida e trouxe o conhecimento da quantidade de amigos que eu tinha” – falou.

Hilário Paulo ainda deu detalhes em relação ao momento em que foi entubado, e citou a sua reação quando acabou sendo extubado. “Eu vi a morte no dia 20 de junho” – disse o ex-gestor. Ele revelou o que sentiu no momento em que recebeu de sua esposa, a informação da posse do vice Josivaldo.

“Quando ela me disse, naquele dia conseguir andar mais ou menos três metros, e não andava mais do que isso, mas depois ela me disse, Deus me deu uma força que eu passei quase a noite toda andando dentro da enfermaria. Recebi alta e assumir o meu compromisso a frente da Prefeitura” – completou.

Hilário Paulo revelou em que momento percebeu que não seria vitorioso na última eleição municipal, quando foi derrotado pelo atual prefeito Roberto Asfora.

“Nos últimos cinco dias eu já comecei a entender que a gente iria perder as eleições” – frisou.

Durante o programa, ele falou sobre o seu mandato a frente do município de Brejo, além da análise dos primeiros meses do governo Asfora.

Confira abaixo a entrevista completa:

28
junho

Valor destinado pela prefeitura aos artistas do São João através de auxílio, gera debate em Comissão da Câmara de Vereadores

Foram aprovados manhã desta segunda-feira (28) durante reunião remota de Legislação e Justiça da Câmara de vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, os pareceres pela legalidade, referente ao projeto de lei do executivo, que institui o “Auxilio Emergencial São João”, que será destinado um benefício financeiro aos grupos artísticos que atuam no São João do município.

Em um vídeo publicado em sua rede social na semana passada, o prefeito Fábio Aragão (PP) revelou que o auxílio beneficiará cerca de 100 artistas, entre eles: músicos, bacamarteiros, artesãos, quadrilhas e trios pé de serra. Ainda de acordo com o gestor, o investimento será em torno de 80 mil reais, totalizando cerca de R$ 800 para cada artista.

Foto: Elivaldo Araújo (Arquivo).

Durante a discussão do projeto nesta manhã, o vereador Gilson Julião comentou em relação ao valor que cada artista será contemplado e citou que seria algo “irrisório”.

“Queria fazer um apelo ao executivo em relação ao valor de R$ 80 mil que será destinado para cerca de 100 artistas, mas aí vai ficar um valor meio irrisório que será de R$ 800 para cada artista do ramo do São João. Se pudesse como por exemplo aumentar esse valor, depois se pudéssemos ver na comissão e orçamento colocar uma emenda para aumentá-lo (…) Até porque esse valor de R$ 80 mil representa eu acho menos de 1% do total orçado na legislação orçamentária de 2021 com relação aos artistas anual” – disse Gilson.

O vereador Augusto Maia afirmou que deverá colocar uma emenda para tentar aumentar o valor total que será destinado, e justificou o atual valor.

“Posso até ver na comissão de finanças, e entendo que o valor poderia ser bem maior, mas até porque não é apenas esse auxílio (…), mas de qualquer forma eu vou botar a emenda para ver se o município pode aumentar esse valor. Mas esse valor de R$ 800 não é fixo, pois tudo vai depender desse cadastramento que será feito, e de repente dependendo de quantos se cadastrem, pode até ser mais do que esse valor” – completou Augusto.

O projeto de lei deverá ser discutido e votado na próxima sessão ordinária da Câmara de vereadores.

28
junho

“Tenho o plano de construir um novo hospital, mas neste momento não existe esse negócio de dinheiro sendo guardado pra isso”, afirma Fábio Aragão

 

 

O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Fábio Aragão (PP), negou que esteja acumulando os recursos do município com a pretensão de construir uma nova unidade hospitalar. Os rumores surgiram ao longo dos últimos dias e gerou críticas, especialmente de adversários em programas de emissoras de rádio.

Questionado sobre o tema pelo Blog do Ney Lima, Fábio Aragão disse que tem dedicado os primeiros meses de gestão para garantir que as ofertas e demandas pelos serviços públicos sejam atendidas. O prefeito citou como exemplos, os possíveis avanços em obras de tapa buraco, ações no combate as muriçocas que, segundo ele, diminuiriam em cerca de 70%. Fábio também citou o programa de reposição de lâmpadas na iluminação púbica e ações no combate a Covid-19.

“Recebi o município durante uma pandemia e precisei garantir que os serviços básicos funcionassem”, afirmou o prefeito.

Fábio citou ainda investimentos na compra de remédio para que se tenha “folga” de estoque na saúde.

Os planos para implantação de novo hospital

Questionado pelo Blog se o município teria recursos para operação de mais um hospital, Fábio Aragão disse que a ideia seria subsistir o Hospital Raimundo Francelino Aragão e negou que neste momento exista um projeto de execução, frisando que esse é um desejo da administração. O prefeito disse ainda que espera poder contar também com recursos estaduais e federais para o projeto.

O gestor do município finalizou dizendo que espera que no próximo mês de julho, possíveis deficiências nos serviços básicos estejam zeradas para, então, poder utilizar recursos para “tocar projetos”.

28
junho

Toritama: Ex-prefeito Odon morre vítima de infarto fulminante

 

 

O ex-prefeito da cidade de Toritama, Odon Ferreira, morreu na madrugada desta segunda-feira (28), após sofrer um infarto fulminante.

Odon foi vereador por três mandatos. Foi vice-prefeito de Marcelo Silva, entre 2005 e 2008. Foi eleito prefeito em 2012 ao lado de Lucinha Pereira, governando a cidade entre 2013 a 2016, quando foi candidato a reeleição, sendo derrotado por Edilson Tavares.

Odon Ferreira contava com 73 anos. Ainda não há informações sobre velório e sepultamento. Ele foi o único político da cidade que passou por todos os cargos eletivos em pleitos municipais.

25
junho

Edilson Tavares fala sobre parceria firmada que visa implantar a ‘Escola do Jeans’ em Toritama

Segundo o prefeito, o espaço pretende oferecer cursos profissionalizantes sobre produção e vendas de roupas

.

No final da manhã desta sexta-feira (25) o prefeito de Toritama, Edilson Tavares (MDB), em entrevista concedida a Rádio Líder FM da Capital do Jeans, falou sobre uma parceria firmada entre o município o Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco (NTC-PE), visando oferecer gratuitamente cursos profissionalizantes para a população.

De acordo com o gestor, a parceria pretende viabilizar a ‘Escola do Jeans’ de Toritama, que terão como objetivos treinar e repassar conhecimentos, através de palestras e cursos, sobre produção, criatividade e técnicas de vendas, relacionadas ao arranjo produtivo do Polo das Confecções do Agreste.

“Vamos implantar a ‘Escola do Jeans’ que será mais do que simplesmente ensinar a costurar. Visitamos a ‘Jeans School’ de Amsterdam (Holanda), onde existem os serviços que possamos aplicar para a cidade de Toritama como a questão de modelagem, corte e costura, projetos de designer e embalagens, produção dos seus próprios canais e comercialização na internet, tem a parte de fotografia, enfim, é um centro específico para manufaturas de peças confeccionadas em jeans e que também iremos implantar aqui na cidade” – completou.

Segundo Edilson Tavares, a previsão é que as primeiras atividades sejam iniciadas no segundo semestre deste ano. Outra parceria firmada entre a prefeitura e o NTC-PE foi a criação da ‘Lavanderia do Futuro’.

23
junho

Projeto de Lei que concede auxílio emergencial para artistas e grupos que atuam no ciclo junino de Santa Cruz é apresentado na Câmara

Foto: Arquivo.

Durante a reunião da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe desta quarta-feira (23), houve a apresentação em regime de urgência do projeto de lei Nº 016/2021 do poder executivo, que institui o programa “Auxílio Emergencial São João”, que será destinada a concessão de benefício financeiro aos grupos artísticos que atuam no São João do município.

Durante a apresentação do Projeto de Lei, o vereador Irmão Soares (PSD) teceu críticas contra o vereador Carlinhos da Cohab, em relação a um requerimento solicitando que fosse posto para votação o projeto que destine o benefício.

“O projeto de Lei que o prefeito está mandando foi requerimento do Irmão Soares, e não de outra pessoa, porque usar de má fé e querer subir nas costas dos outros, isso não é de um legislador não” – disse Irmão Soares

Após a fala do Irmão Soares, o vereador Carlinhos da Cohab (PP) argumentou que também teria protocolado um requerimento solicitando a apresentação do auxílio.

“Eu protocolei na Casa e fiz um requerimento solicitando, mandei perguntar se algum vereador já tinha protocolado e recebi a resposta que “não tinha”, então a menina protocolou o meu requerimento e eu tenho ele protocolado por Carlinhos da Cohab, mas antes de protocolar eu fiz a pesquisa” – falou Carlinhos.

Por fim, o presidente da Casa, Capilé da Palestina (PSD), relatou que o vereador Irmão Soares já teria protocolado o requerimento antes, e ele respondeu a Carlinhos da Cohab que “houve uma falha do protocolo por não informar” –finalizou.

O Projeto de Lei que institui o programa “Auxílio Emergencial São João” após ser apresentado foi encaminhado para as comissões.

14
junho

Prefeitura identifica possível desvio de energia em ONG coordenada pela vereadora Rosângela Nêga

A vereadora justificou que a ligação elétrica teria sido autorizada pela gestão de iluminação pública

O vereador Carlinhos da Cohab prestou uma queixa na delegacia de polícia local. Foto: Paulo Viana.

Na tarde desta segunda-feira (14), a Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe, identificou uma possível irregularidade na energia elétrica que alimenta o abrigo da ONG “Faça um Focinho Feliz”, que é coordenada pela vereadora Rosangela Nêga (PSD).

Carlinhos da Cohab esteve no local e em seguida, prestou uma queixa na delegacia de polícia, onde falou sobre a situação.

“A gente foi lá averiguar, foi constatado que a vereadora Nêga estava desviando energia pública do contador da feira de animais de Santa Cruz do Capibaribe para a sua ONG. Acionamos a Guarda Municipal aonde foi constatado junto com a gestão de iluminação pública esse roubo, que a vereadora Nêga estava desviando a energia pública do município de Santa Cruz” – disse.

Já o gestor de iluminação pública, Samuel Amorim, também comentou sobre o caso e relatou que há alguns meses, houve um pedido para realizar melhorias na iluminação pública do local.

“Na época que foi solicitado foi para fazer o melhoramento na iluminação de lá que é um local muito escuro (…) Então se alguém fez esse desvio não foi com o consentimento da prefeitura. A finalidade do pedido foi de iluminação pública, e foi constatado que estava passando pela medição do medidor da prefeitura que alimenta a feira de gado, e estava alimentando o canil” – concluiu.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, o ex-eletricista do município, Júnior Lino ao lado da vereadora Nêga, justificou que foi autorizado pela gestão municipal para fazer a ligação.

“Eu estava na Avenida 29 junto com o secretário Samuel (Amorim) fazendo uma manutenção no semáforo, quando eu questionei o Samuel: “oh secretário vamos fazer a elétrica lá de Nêga?”; ele disse: “Vamos, agora que ela tem que comprar o material”; eu disse: “eu falo e ela compra o material” (…) E aqui não tem gato viu, a energia passa pelo relógio, se passa, então não tem gato” – afirmou Júnior Lino.

Nêga também falou sobre a autorização da ligação e que teria partido da gestão de iluminação pública: “Foi a mando de Seu Samuel que Júnior Lino fez esse favor” – alegou a vereadora.

13
junho

Dimas Dantas é hospitalizado após sofrer convulsões

 

O ex-vice-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Dimas Dantas, 60 anos, deu entrada na manhã deste domingo (13) na UPA de Santa Cruz do Capibaribe apresentando convulsões.

 

De acordo com familiares, Dimas estava em casa quando passou mal e foi socorrido por uma unidade do Samu. Ele está consciente e deverá ser encaminhado em uma UTI móvel para uma unidade hospitalar no Recife, onde deverá ficar internado para avaliação médica.

 

Dimas enfrenta um câncer no cérebro, diagnosticado em fevereiro deste ano. No enfrentamento à doença Dimas passou por uma cirurgia para retirada parcial do tumor. Nos últimos meses realizou tratamento com radioterapia e quimioterapia. Na última sexta-feira (11) Dimas fez exames de imagens que vão identificar o efeito do tratamento.

 

Dimas Dantas foi vereador por três mandatos. Ocupou os cargos de presidente da Câmara e vice-prefeito em Santa Cruz. Atualmente Dimas faz parte do quadro de comentaristas do Programa Independente e permanece participando do programa, onde eventualmente revela detalhes do tratamento e encoraja pessoas que enfrentam a mesma doença.

Seguimos confiantes na sua recuperação.

08
junho

Jason Lagos fala sobre pesquisa polêmica, fatos históricos, e avalia governos Bolsonaro e Fábio Aragão na estreia do quadro Olho no Olho

Estreou na noite desta terça-feira (08) durante o Programa Independente, o novo quadro Olho no Olho, com apresentação de Ney Lima e entrevistou Jason Lagos, que é diretor da rádio Comunidade FM e atual secretário municipal de articulação da prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe.

Durante a sua participação, Jason Lagos foi questionado sobre a diferença entre o jornal impresso e a mídia digital da atualidade. Ele também deu detalhes sobre informações publicadas na época em que estava a frente do jornal Tribuna Popular.

“O trabalho no impresso era uma verdadeira aventura e contava com um custo muito alto, e a informação teria que ser trabalhada com mais cuidado (…) Hoje em dia, infelizmente temos a notícia com muito mais celeridade e menos mais profundidade do que o impresso” – disse.

Jason Lagos falou sobre o futuro do rádio e citou emissoras atuais que estão conseguindo interagir através da internet.

“Eu não acredito que o meio rádio, desde que ele saiba trabalhar atrelado também ao mundo virtual, eu não acredito que ele perca relevância. Quem demorar para entender isso, vai ficar para trás sem dúvidas nenhuma” – completou.

Ele falou sobre alguns fatos históricos que tiveram cobertura através da Rádio Comunidade FM, entre eles, no ano de 2004 algumas enchentes preocuparam a população de Santa Cruz e a emissora serviu para orientar.

“Muitos ficaram sobre as barragens por celular dando informações do nível de água que tava acontecendo, os perigos que poderiam advir com um eventual rompimento daquela barragem” – falou.

Jason falou sobre pesquisas divulgadas pela emissora nas eleições municipais de 2012, e revelou que os números apresentados na época teriam deixados “arranhões para a imagem da rádio”, e frisou que a pesquisa não foi contratada diretamente pela emissora, mas sim por um político, “prometendo que o instituto era sério e idôneo” – disse.

Ele comentou sobre a atual situação do Governo Bolsonaro em relação a economia e enfrentamento a Covid-19, entre outros pontos. Jason também avaliou os primeiros meses do Governo Fábio Aragão (PP) a frente da prefeitura municipal.

Confira a entrevista na íntegra clicando abaixo:

07
junho

Câmara de Santa Cruz derruba quatro vetos do prefeito Fábio Aragão

Na manhã desta segunda-feira (07), aconteceu a 18ª sessão ordinária na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, onde foram apresentados para serem votados em plenário, quatro projetos de lei que foram vetados pelo prefeito do município, Fábio Aragão (PP).

O primeiro veto ao projeto apresentado foi o de número 033/2021, que determina que os serviços terceirizados pelo poder público que utilizam veículos automotores para a prestação de serviços, sejam equipados com GPS para rastreamento, de autoria do vereador Caetano Motos (PSDB).

A Prefeitura justificou que não compete aos vereadores apresentar tais projetos de lei para as suas finalidades. “É de iniciativa privativa do chefe do poder executivo as leis que disciplinem sobre a organização administrativa e judiciaria, matéria tributária e orçamentária, serviços público e pessoal da administração, previstos em Lei” – destacou.

O segundo projeto foi em relação ao 014/2021, que dispõe sobre a permissão para visitação de animais domésticos e de estimação em hospitais privados, públicos, contratados, conveniados e cadastrados no Sistema Único de Saúde (SUS) no município, da vereadora Jessyca Cavalcanti (PSDB).

A prefeitura justificou que “padece de inconstitucionalidade por violação ao direito fundamental a saúde, ao colocar em risco a saúde dos pacientes internados na unidade hospitalar que receberá as visitas dos animais” – diz trecho.

Após votações secretas aos dois primeiros vetos aos projetos de lei 033/2021 e 014/2021, foram contabilizados cinco votos favoráveis e 12 contrários, e com isso, os vetos foram derrubados e os projetos seguem da mesma forma que foram aprovados na Câmara.

O veto ao projeto seguinte apresentado foi o de número 149/2019, que institui a coleta seletiva de lixo eletrônico e tecnológico na zona rural e urbana do município de Santa Cruz do Capibaribe, de autoria do vereador Capilé da Palestina (PSD).

Sobre o veto deste último projeto, a prefeitura justificou que “É de iniciativa do chefe do executivo sobre a previsão de aumento de despesas”.

Em votação secreta, o resultado que derrubou o veto ao projeto de lei 149/2021, quatro vereadores foram favoráveis e 13 contrários, e o projeto segue da mesma forma que foi aprovado na Câmara.

O último veto ao projeto apresentado foi o de número 048/2021 que institui o programa certificação de Crédito Verde no município de Santa Cruz do Capibaribe, que é de autoria do vereador Gilson Julião (MDB).

Sobre o veto, a Prefeitura justificou que o projeto é “inconstitucional”, pois o município “já conta com uma política de descontos de créditos tributários e não tributários e inscritos na dívida ativa no município, e que a regulamentação é de competência exclusiva do poder executivo”.

Antes do início da votação ao último veto, o vereador e líder do governo municipal, Flávio Pontes (PP), solicitou um tempo de cinco minutos para realizar uma reunião interna com os membros do grupo de situação para discutir o veto ao projeto.

Por fim após votação secreta, por unanimidade os vereadores derrubaram o veto ao projeto de lei 048/2021.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?