Sem levar a sério!

Estão brincando – Só dá para entender que o Governo do Estado está brincando com a cara do povo de Santa Cruz do Capibaribe e região, principalmente quando tratamos do tema Segurança Pública.

Menos 60 – Segundo o presidente da Câmara de Santa Cruz do Capiberibe, Zé Minhoca (PSDB), 60 policiais que foram transferidos do 24º Batalhão, recentemente, para outras cidades e não chegou ninguém até o momento.

Não precisa – Também acho que a cidade em 1º lugar no estado quando se fala em crime ao patrimônio não precisa de policiais, ainda acho que o município 10º lugar no Estado em homicídios não precisa de um efetivo maior de policiais.

E a culpa? – Do povo, Governo do Estado e dos políticos de nossa cidade, que não tem culpa em relação à segurança pública do município. A culpa é nossa, que cobramos demais.

Vai ser resolvido – Não se preocupe! Ano que vem serão resolvidos todos esses problemas, pois provavelmente teremos como candidatos a deputado federal e estaduais filhos de nossa terra, sem falar na eleição para Governo do Estado.

Será que é ironia? – Será que estou falando de forma irônica ou é uma realidade; ser ou não ser: está é a questão; só sei que nada sei… Pois o mundo tá virado, as coisas erradas, mas os reboques de 2018 serão mais reluzentes que os nossos problemas.

.

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade de seu idealizador

PARABÉNS ESTUDANTES! 👏 📚

.

O verdadeiro Estudante é aquele que faz das dificuldades um degrau para subir na vida!
;
#FelizDiadoEstudante
;
#VemCrescerComAGente
;
#DiaDoEstudante
;
Informações da assessoria.

Em sua rede social, o empresário santa-cruzense Valmir Ribeiro, um dos organizadores do protesto ocorrido na semana passada contra o polêmico auxílio-alimentação de até R$ 1200 para servidores e vereadores da Câmara, alegou que foi impedido de usar a tribuna na Casa de Leis.

Valmir publicou a foto de um ofício enviado pela própria Câmara e assinado pelo seu presidente, o vereador governista Zé Minhoca (PSDB) onde, em um dos trechos, o documento afirma que o pedido de fala do empresário, que provavelmente abordaria seu posicionamento contra o auxílio, “não atenderia as exigências mínimas a saber: prazo de solicitação, ausência de especificação sobre o Projeto de Lei o qual pretende manifestar-se, ausência de síntese do assunto a ser abordado; além de outros dados”.

Vale destacar que, em diversas outras reuniões ordinárias, já foram abertas exceções para que a tribuna fosse usada sem que quem a estivesse usando, abordasse Projetos de Lei e outros temas em pauta na Câmara, a exemplo de agradecimentos de atletas por conquistas fora da cidade.

Sobre a negativa de uso da tribuna, disse o empresário:

“A fala só é permitida quando lhes convém, ou para concordar, bajular ou apoiar. Isso é a Casa do povo!?” – concluiu.

 

 

 

 

Fotos: Janielson Santos e Anderson Figueiredo.

O comandante do 24º Batalhão de Polícia Militar de Pernambuco (BPM), Coronel Aleixo, estará, nos próximos dias, na Câmara para uma reunião com os vereadores do município. Em pauta, a suposta transferência de 60 policias, recentemente, para outras cidades.

A informação foi repassada durante sessão na Câmara, nesta quinta-feira (10).  Vereadores que falaram sobre o caso, destacaram que o comandante não tem culpa da situação, mas é quem poderia repassar maiores informações sobre o fato.

“Uma reunião com a gente para explicar, por que essa defasagem de pessoal. Foram 60 e não veio um. Tem carro novo aí, mas cadê o elemento principal? Não tem”, falou o presidente da Casa, Zé Minhoca (PSDB).

“Essa semana, o Coronel Aleixo vai vim pra cá, espero que vocês todos, educadamente, como são…vamos questionar […] Sei que ele não tem culpa nisso ai”, completa.

A vereadora Jéssyca Cavalcanti (PTC) também citou, na tribuna, que alguns amigos policiais lhe informaram sobre o problema.

Para oposicionistas o caso demonstra ‘fraqueza’ do poder público municipal, junto ao governo do estado.

Troca de comando

Zé Minhoca ainda fez uma revelação sobre a última troca de comando no 24º BPM. Segundo ele, o antecessor do Coronel Aleixo, o Coronel Queiroga, saiu após ter dito que tinha medo de uma ‘eclosão’ no presídio local.

Após a queixa do comandante, Ernesto Maia (que participou da reunião) teria feito críticas à insegurança municipal, citando o caso do encontro e resultado na mudança.

De acordo com Zé Minhoca, além deles estavam presentes os ex-veradores Galego de Mourinha (PTB) e Fernando Aragão (PTB).

O tucano é um dos críticos ferrenhos à instalação do presídio em Santa Cruz do Capibaribe.

 

 

Os servidores do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) prometem paralisar as atividades nesta sexta-feira (11). Segundo Alexandre Bulhões, presidente do sindicato, a atitude foi tomada após identificação de irregularidades no edital de convocação da licitação para contratação do plano.

Ainda de acordo com o Sindetran-PE, a categoria quer o cancelamento da atual contratação e a suspensão do atendimento deve acontecer na sede, nas Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans) e nos pontos avançados em shoppings, enquanto estiver ocorrendo o pregão.

Procurado, o Detran-PE informou que não iria se pronunciar sobre a paralisação. Vale ressaltar que o plano de saúde era uma das pautas da última greve do servidores do Detran-PE, que foi deflagrada no dia 13 de fevereiro e durou 47 dias, a mais longa dos últimos 10 anos.

 

 

 

 

 

O ex-vice-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Dimas Dantas (PP), assumiu recentemente um cargo no LAFEPE (Laboratório Farmacêutico de Pernambuco). O órgão é controlado pelo Governo do Estado de Pernambuco e atualmente é presidido por Flávio Gouveia, nomeado por indicação do deputado federal Eduardo da Fonte (PP).

O ex-vice-prefeito foi nomeado para o cargo em julho deste ano e até então não deu nenhuma declaração pública sobre tal atividade, nem fez qualquer anúncio sobre sua indicação para o cargo.

Na noite desta quinta-feira (10) o Blog do Ney Lima questionou o ex-prefeito sobre sua função no LAFEPE. Dimas admitiu ter sido contratado pelo órgão, mas não soube relatar o valor do salário, afirmando que informaria os números nesta sexta-feira (11).

Posteriormente ao contato, o Blog do Ney Lima teve acesso a primeira folha de pagamento de Dimas Dantas no LAFEPE. No primeiro mês de trabalho o salário somando as gratificações acumula o valor de R$ 5.261,18 em valor bruto.

Questionado sobre a função para a qual foi contratado, Dimas afirmou que ocupa o cargo de coordenador de suprimentos e explicou que a função que comanda atua na contratação da aquisição de produtos para a fábrica de medicamentos.

O ex-vice-prefeito disse que posteriormente dará maiores esclarecimentos sobre suas atividades no órgão.

Dimas Dantas é advogado. Foi vereador em Santa Cruz do Capibaribe por quatro mandatos, sendo eleito em 2012 para o cargo de vice-prefeito, na chapa com Edson Vieira (PSDB). No segundo ano do governo Dimas anunciou o rompimento com o prefeito. Foi candidato a deputado estadual em 2014, não obtendo êxito. Nos últimos anos manteve-se aliado do deputado federal Eduardo da Fonte, sendo seu representante em cidades do Agreste.

 

 

 

 

 

Fotos: Janielson Santos.

Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe pretendem provocar o Procon e o Ministério Público para uma audiência na Câmara, com a intenção de que façam os bancos cumprir lei de tempo máximo em filas. A lei, de autoria do ex-vereador Dimas Dantas (PP), não é respeitada, segundo os parlamenteares, pelas agências do município.

De acordo com a regra, o tempo considerado ‘razoável’ na fila para atendimentos, é de 20 minutos, em dias normais.

O requerimento partiu da vereadora Jessyca Cavalcanti (PTC). Ela disse que tem sido questionada por populares nas ruas e em redes sociais sobre a questão. A líder do governo também questiona o que considera ‘péssimo serviço dos caixas eletrônicos’.

A ideia é unânime na Casa José Vieira de Araújo.

Um audiência pública com representantes das agencias foi realizada em 2014. No entanto, sem o resultado esperado.

Vereadores fizeram ressalvas, porém, para a pouca participação popular nesses encontros.

“A população reclama nas redes sociais, mas nas audiências a participação é muito pouca”, disse Deomedes.

Nailson Ramos (PSDB) lembrou audiências, com outras temáticas, que também tiveram um público diminuto.

O serviço considerado lento e precário foi questionado por Helinho Aragão (PTB).

“Os bancos não estão ‘nem aí’ para o povo. Estão visando a cobrança de juros. Mas, dar conforto e qualidade nos serviços, eles não fazem”, disse.

O vereador Dr.Nanau (PSDB) fez críticas diretas a gerentes bancários.

“A maioria se acha acima da lei”, disse, complementando que muitos não se fizeram presentes, também, na audiência de 2014.

Algo semelhante também frisou o presidente da Casa, Zé Minhoca (PSDB).

“Fiquei com vergonha daquela audiência. Só veio um subgerente, os outros eram representantes. Desdenharam da gente. Até hoje é desmoralizado essa lei”, criticou.

As colocações foram postas durante sessão ordinária nesta quinta-feira (10).

 

 

Fotos: Janielson Santos.

Com público reduzido e movimentação bem mais tranquila, em relação a semana passada, a Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe realizou na tarde desta quinta-feira (10), a 2º sessão ordinária deste semestre.

O projeto lei 013/2017, enviado pelo Poder Executivo, que tende a reorganizar o quadro de funcionários da prefeitura com concurso público, foi um dos principais temas, presente de forma tímida ou com maior ênfase, na maioria dos discursos.

Para a líder do governo, Jéssyca Cavalcanti (PTC), é importante que todos os 17 vereadores discutam e tirem todas as dúvidas do projeto, ainda nas comissões, antes de subir ao plenário para votação. Ela é presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, uma das principais da casa de leis.

Jéssyca ainda sugeriu que as comissões de Legislação e Justiça, Finanças e Orçamento, bem como a de educação, esmiúcem o projeto em conjunto.

“Sei a importância desse concurso. Sei que muitos serão oportunizados, porque essa é a grande vantagem. Através do seu conhecimento alcançar um cargo e estabilidade financeira. O que depender de mim, para agilidade nas comissões, será feito, para ser discutido, aprovado e que o prefeito possa lançar o edital esse ano”, falou.

O líder da oposição Ernesto Maia (PT) levou a tribuna, dados que considera relevante e irregulares.  O petista enfatizou a importância do concurso público, no entanto, garante que tudo será visto de forma ‘fria’.

“A oposição de Santa Cruz do Capibaribe é a favor de concurso público. Nós vamos analisar esse projeto friamente”, disse.

Ernesto garantiu que tem ido ao Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) para denunciar uma firma, na área de saúde, que atua em Santa Cruz do Capibaribe com supostas irregularidades.

Para ele, os valores a serem pagos para médicos, que disputarão o concurso, estão muito abaixo, comparados com os pagos, atualmente, à empresa investigada.

De acordo com o oposicionista para um profissional da ‘emergência hospitalar’ será pago R$ 1.250,00 para concursados. No entanto, durante esses 5 anos de gestão ‘Vieira’, a prefeitura teria pago pelo mesmo serviço, uma média de R$ 33.571,00 (Trinta e três reais, quinhentos e setenta e um reais).

Ainda segundo o petista, para um radiologista será oferecido salário de R$ 1.250,00, enquanto que, para a empresa é pago R$ 30.659,00 (trinta mil, seiscentos e cinquenta e nove reais).

As distorções seguiriam com outras especialidades e plantões e serviriam para que profissionais não se interessassem pela concorrência, através do concurso.

“Das duas uma, ou o negócio estava muito errado nesses cinco anos, ou então tá fazendo concurso para que nenhum médico venha participar e continuar pagando esse valores absurdos dos cofres públicos”, falou Ernesto, acrescentando que a empresa chega a receber R$ 1 milhão por mês.

Os situacionistas Jéssyca e Dr. Nanau (PSDB) argumentaram que Ernesto não teria entendido os dados do projeto.

Atualmente a prefeitura afirma que investe cerca de 30% da arrecadação do município, na área de saúde. Para o oposicionista, 90% do valor é destinado para despesa com pessoal. Desse total, metade seria para a empresa investigada.

Que auxílio?

Durante a sessão, nada mais foi dito em relação ao assunto principal da semana passada. O polêmico ‘auxílio-alimentação’ não foi citado nem de forma indireta.

Havia a expectativa se o empresário Valmir Ribeiro, que liderou protesto contra a pauta, estaria presente para tentar direito de resposta. Ele foi citado e repreendido por parlamentares, durante a primeira sessão.

Nos bastidores existia ainda a suspeita de que o empresário seria impossibilitado, novamente, de usar a tribuna. O regimento da Casa não permite que seja discutido algum tema fora da pauta do dia.

Unanimidade

Durante a tarde, cinco Projetos de Lei foram discutidos e aprovados por unanimidade, em segunda e última votação. Confira:

PL 066/2017 Disciplina e regulamenta o procedimento de adoção pelas entidades protetoras de animais e dá outras providências. (Jéssica Cavalcante)

PL 112/2017 Autoriza o Poder Executivo a criar um banco de dados de Contador de Árvores no município e dá outras providências. (Ernesto Maia)

PL 116/2017 Institui punição aos estabelecimentos que desrespeitar o direito da meia-entrada no âmbito do município de Santa Cruz do Capibaribe e dá outras providências. (Ernesto Maia)

PL 117/2017 Institui o Dia da Mulher Empreendedora no município de Santa Cruz do Capibaribe e dá outras providências. (Ernesto Maia)

PL 119/2017 Institui no calendário oficial de eventos e datas comemorativas do município de Santa Cruz do Capibaribe, o “Arraiá da Jatobá”, como um dos Polos Juninos de nosso município e dá outras providências. (Zé Minhoca)

Além disso, foram discutidos mais 8 Projetos de Lei (que foram repassados para comissões, ou retornam na próxima sessão para segunda e última votação), um Projeto de Resolução e diversos requerimentos.

Falta

Apenas o vereador Carlinhos da Cohab (PTB) não esteve presente. O parlamentar alegou viagem marcada, com antecedência.

 

 

 

Foto: Fernando Lagosta.

Na noite desta quinta-feira (10), aconteceu uma tentativa de homicídio no Sítio Laje, zona rural de Brejo da Madre de Deus. Segundo informações da polícia, a vítima Edivaldo Cavalcante da Silva (23 anos) teria sido esfaqueada pelo próprio tio após chegar em sua residência.

A vítima foi atingida na coxa esquerda. Após o fato, Edivaldo foi socorrido para a UPA de Santa Cruz do Capibaribe, onde foi medicado e liberado, em seguida, ele se dirigiu até a delegacia de polícia para prestar esclarecimentos. A polícia civil investigará o caso.

 

 

 

 

 

Nesta quinta-feira (10) a redação do blog recebeu, por meio de sua equipe de reportagem, imagens que mostram a situação de abandono em mais uma praça de Santa Cruz do Capibaribe.

A praça em questão é a praça Israel Dantas de Farias (que fica nas proximidades do Instituto Albert Einstein), construída através de uma parceria público/privada. De acordo com as informações, o espaço da praça foi construído com recursos públicos e, quanto a brinquedos instalados, muitos foram colocados no espaço via recursos privados.

Atualmente, o local encontra-se em situação de abandono, onde o mato está crescendo e muitos dos brinquedos, assim como luminárias e outros itens, estão danificados principalmente por ação de vândalos. Crianças que vão ao local para brincar se deparam com os problemas diariamente.

Entramos em contato com o secretário de Desenvolvimento Urbano do município, Gilson Julião, e levamos imagens que mostram problemas no local.

Em resposta, o mesmo citou que uma equipe da sua secretaria será enviada ao local para avaliar o que deve ser necessário para recuperar o espaço.

Nossa equipe voltará ao local em até 15 dias para verificar se alguma providência foi tomada

;

Nesta sexta fera (11), comemoraremos o dia dos Pais da Escola Santo Antônio.

Na ocasião será a I MARCHA ATLÉTICA ESA.

Contamos com grandes parceiros, e agradecemos a todos a confiança na ESA.

 

Artigo do projeto faz menção a polêmica no São João da Moda 2017 / Fotos: Arquivo

Na tarde desta quinta-feira (10) foi apresentado, na Câmara de Vereadores de Santa Cruz, um Projeto de Lei com objetivo, segundo seu autor, de moralizar o espaço destinado para camarotes em eventos realizados no município.

O projeto é de autoria do vereador Marlos da Cohab (PTN) e não só regulamenta a forma de instalação dos camarotes privados em eventos públicos no município, mas também de acordo com um dos seus artigos, faz referência direta a uma polêmica que envolveu o São João da Moda 2017.

Trata-se da área de Front Stage implantada a época (retratada na foto que abre esta matéria), que foi usada com frequência para acomodar agentes públicos, correligionários e familiares de políticos ligados ao prefeito Edson Vieira (PSDB), enquanto a população se espremia um pouco mais atrás, após a separação por grades.

O espaço ficava em frente ao palco principal do São João da Moda e não estava incluído nos espaços planejados para captar recursos complementares. Sobre o projeto, que segue para a análise das Comissões da Casa de Leis, disse o vereador:

 

“O projeto visa acabar com a segregação que estes camarotes e áreas especiais promovem, colocando o fã do artista longe do palco, enquanto os convidados da produção desfrutam de uma visão privilegiada. Muitas vezes, se observa esses convidados de costas para o show, enquanto o povo se aglomera nas grades. Entendo que a prioridade deve ser da maioria e que ‘convidado VIP’ deve ser o povo em geral” – frisou.

 

 

Nesta quinta-feira (10) policiais civis da delegacia em Santa Cruz e também da equipe Malhas da Lei, através de denúncias anônimas, puseram fim a mais um ponto de venda e consumo de drogas.

De acordo com as informações, a operação aconteceu no bairro Santo Agostinho, mais precisamente em uma residência localizada a Rua Tancredo Neves.

Ao fazerem campana para verificar a movimentação no local, foi armada uma operação de abordagem e, após revistarem o local, foram encontradas duas porções de maconha e também algumas pessoas no interior do imóvel.

Com a revista, duas delas foram detidas e levadas a delegacia: Jordânia da Silva e Alex Machado Ferreira (conhecido por “Ureia”), ambos com idades não informadas.

O caso ficou a disposição do delegado de plantão.

 

 

Foto: Divulgação.

Os adolescentes da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) de Caruaru, estão participando de um curso de pedreiro promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Poder Judiciário.

O curso terá duração de três meses com aulas ministradas na sede do Senai, de segunda a sexta-feira. Os jovens receberão capacitação teórica e prática para executar processos construtivos relativos às vedações verticais e horizontais, alvenaria estrutural, concretagem de aplicação e revestimento de pisos, paredes e tetos, com segurança, qualidade e economia.

Segundo a cordenadora técnica da Funase Caruaru, Thaysa Vila Nova, o curso irá somar e trazer a garantia de direitos aos adolescentes.

“É uma nova perspectiva de vida que conseguimos ofertar aos nossos adolescentes, pois, além de se qualificarem, não ficarão ociosos e ainda receberão um certificado de uma instituição renomada”, completou.

.

Do G1/Caruaru e região.

 

 

A Unopar Santa Cruz, uma das principais instituições de ensino superior da região, entregou novos certificados de pós-graduação para mais cinco estudantes.

Os cursos de pós-graduação, oferecidos pela Unopar Santa Cruz têm 14 meses de duração, com carga horária de 440 horas, sendo distribuídas da seguinte forma: 340 horas de Ensino a Distância, 60 horas de aulas presenciais e outras 40 horas dedicadas a confecção do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Vale destacar que a instituição oferece diversas opções em cursos de pós-graduação, que podem ser realizados de duas maneiras: 100% on-line e também semipresencial, onde o pós-graduando tem aulas com orientação de tutores a cada 15 dias.

Ao final, ele recebe a certificação, que tem mesmo peso de uma pós-graduação feita na modalidade totalmente presencial. Para se inscrever ou obter maiores informações, basta se dirigir ao Polo Unopar Santa Cruz, localizado a Avenida Pedro Teodoro Aragão, 39, bairro Nova Santa Cruz.

A Unopar Santa Cruz parabeniza os novos pós-graduandos!

.

01 – Márcio Gomes da Silva – Metodologia do Ensino da Língua Portuguesa e Literatura

02 – Bruna Aleixo de Oliveira – Metodologia do Ensino da Língua Portuguesa e Literatura

03 – Maria das Dores Cordeiro Cunha – Especialização em Educação Infantil

04- Emanuela Celi da Silva Ferreira – Gestão e Organização Escolar

05 – Ronaldo Bezerra da Silva – Gestão e Organização Escolar

. 

Confira também as opções em pós-graduação na Unopar Santa Cruz

– Docência do Ensino Superior

– Educação Infantil

– Gestão e Organização da Escola

– Gestão Social: Políticas Públicas, Redes e Defesa de Direitos

– MBA em Finanças e Controladoria

– MBA em gestão de Pessoas

– MBA em Marketing e Vendas

– Saúde Pública

.

Informações da Assessoria

 

 

Notícias Anteriores