O estado de Dimas Dantas é grave. O ex-vice-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe está internado na unidade de terapia intensiva do hospital Memorial São José, no Recife. Com o agravamento do tumor cerebral, o tratamento de quimioterapia foi interrompido.

EXCLUSIVO




O Partido Progressista, através do seu diretório estadual, que é presidido pelo deputado federal Eduardo da Fonte, protocolou uma ação na Justiça Eleitoral contra o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Fábio Aragão (sem partido) e o vice-prefeito Helinho Aragão por propaganda política antecipada, na tarde desta terça-feira (30). A medida contou com o apoio de membros do Grupo Verde e do Partido Liberal local.




Imagem anexada ao processo é apontada como prova da participação de Fábio e Helinho no evento


A ação foi motivada pelas movimentações que ocorreram no último domingo (28), quando um número expressivo pessoas percorreu ruas da cidade em apoio ao prefeito Fábio Aragão.

Um dos advogados que representa o partido na ação é o ex-vereador Luciano Bezerra. Procurado pelo Blog, ele afirmou ser “evidente que houve um verdadeiro movimento eleitoreiro travestido de bloco carnavalesco e um flagrante desrespeito a legislação eleitoral”.


Na denúncia, o Partido Progressista pede a condenação de Fábio e Helinho por suposta prática de abuso de poder econômico. O ex-deputado José Augusto Maia e o vereador Emanoel Ramos teriam participado das movimentações e também são alvos da denúncia. Na mesma ação, o partido pede ainda que o juiz determina a empresa Meta, dona do Instagram, exclusão de dois perfis que seriam ligados aos políticos governistas.


Fábio Aragão foi eleito pelo Progressista e apoiador de Eduardo da Fonte até o último preito eleitoral. Ele rompeu com o partido em 2023. Recentemente Eduardo da Fonte ofereceu a legenda ao empresário Alan Carneiro, adversário de Fábio nas eleições deste ano.


O Blog do Ney Lima entrou em contato com a assessoria do prefeito que afirmou que “Fábio Aragão não teve nenhuma participação na organização e/ou no evento carnavalesco da Mala 29 no último domingo”.

EXCLUSIVO

As oposições em Santa Cruz do Capibaribe caminham para uma coalizão vislumbrando uma chapa competitiva para as eleições deste ano. Nesta quarta-feira (24), o Grupo Verde se reuniu com o presidente do Partido Progressista, o deputado federal Eduardo da Fonte, que hoje se comporta como desafeto do prefeito Fábio Aragão (sem partido), que recentemente se desfilou da sigla.

Confira abaixo os principais pontos apurados pelo Blog do Ney Lima:

Chapa será encabeçada por Alan Carneiro e vaga de vice será indicada pelo Grupo Azul

O deputado Eduardo da Fonte defendeu veementemente que a composição majoritária tenha os nomes de Alan Carneiro para prefeito e da ex-deputada estadual Alessandra Vieira para vice. Membros do Grupo Verde que até então se mostravam resistentes a essa composição, passaram a entender como viável, no ponto de vista eleitoral.

Alan Carneiro foi “pressionado” pela rápida definição da candidatura.

Na reunião com Eduardo da Fonte, Alan Carneiro foi fortemente pressionado a definir a candidatura a prefeito. De acordo com informações obtidas pelo Blog, o empresário sustentou que tomará a decisão e tornará pública em poucos dias. A ideia é que os grupos já caminhem juntos durante o carnaval.

“Se o candidato a prefeito for Alan e o outro grupo indicar o vice, não vou colocar dificuldade”, afirma Dida de Nan ao Blog do Ney Lima

Após ouvir várias fontes que confirmaram os pontos articulados pelos grupos Azul e Verde, o Blog do Ney Lima entrou em contato com Dida de Nan, que recentemente migrou de um grupo para o outro na perspectiva de compor a chapa majoritária.

Ao blog, Dida afirmou que “se o candidato a prefeito for Alan e o outro grupo indicar o candidato a vice (…)”, não vai colocar empecilhos. Dida confirmou que seu posicionamento foi frisado durante a reunião com Eduardo da Fonte.

Questionado se poderá ser concorrer ao mandato de vereador Dida afirmou que irá, caso a união se confirme, mas não afastou a possibilidade, reafirmando a intenção de somar.

Da Fonte é o elo da articulação e não exigiu compromissos para 2026

De acordo com as fontes ouvidas pelo Blog, o deputado Eduardo da Fonte tem assumido uma posição de “elo de união” entre os dois grupos oposicionistas. O líder do PP não exigiu apoio político para deputado federal na eleição de 2026.

Aliança conduzida por Eduardo da Fonte poderá envolver o Governo do Estado

Ainda não é clara a posição da governadora Raquel Lira (PSDB) para o próximo pleito em Santa Cruz do Capibaribe. Nesse cenário Eduardo da Fonte tenta articular que a possível chapa de oposições em Santa Cruz tenha o apoio da governadora do estado. O Partido Progressista é tido com mais decisivo para atender os anseios do governo na Assembleia Legislativa de Pernambuco, o que favorece muito a barganha por apoio.

Edson Vieira já reuniu vereadores para conversar sobre a união entre os grupos

O Blog do Ney Lima apurou também que o ex-prefeito Edson Vieira (União) se reuniu, na semana passada, com a maior parte dos vereadores de sua base e comunicou sobre as articulações para união dos grupos de oposição, com a possiblidade do grupo Azul indicar a vaga de vice-prefeito na composição. Não houve resistência dos vereadores presentes.



Empresário santa-cruzense Sebastião Zacarias Júnior registrou a marca e obteve decisão que condenou o Moda Center a pagar alto valor em indenização

O Blog do Ney Lima apurou que a atual marca também está sendo usada de forma indevida, causando risco eminente de outras condenações futuras





Uma decisão judicial vem causando muita preocupação aos proprietários de pontos comerciais do Moda Center, em Santa Cruz do Capibaribe. A ação, que já teve sua tramitação finalizada, diz respeito ao uso da marca “Moda Center Santa Cruz”, alvo de disputa pelo empresário santa-cruzense Sebastião Zacarias Júnior, que apresenta propriedade do registro.



Acontece que o Moda Center possuía um pedido de registro da marca no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) desde 2010, quando o síndico era José Augusto Maia, sendo alterado e renovado em 2013, quando o síndico era Valmir Ribeiro. No entanto, um condomínio não tem personalidade jurídica para detenção de marcar, conforme a legislação.

Aproveitando da fragilidade do registro, Sebastião Zacarias Júnior registrou a marca e passou a notificar o Condomínio Moda Center, questionando a utilização.



Apesar de notificado, o centro de compras persistiu com o uso até o ano de 2021, quando mudou a marca, passando de “Moda Center Santa Cruz” para “Moda Center”, com outro design no logotipo.

A utilização da marca, considerada indevida, foi alvo de uma ação judicial que condenou o Moda Center ao pagamento de uma indenização de alto valor. A Justiça considerou que o empreendimento deverá pagar a Sebastião Zacarias o equivalente a 2,5% do seu faturamento, contados a partir da primeira notificação (09/09/2016), acrescido de mais 1% de juros, contados da data da citação, somados ainda aos honorários advocatícios da causa, que equivalem a mais 15% do valor da condenação.

Em uma nota divulgada no início deste mês, o Moda Center estimou que o valor da condenação deverá ser entorno de R$ 1,5 milhão.



O Condomínio ingressou com vários recursos, mas perdeu em todas as instâncias cabíveis, inclusive por perca de prazo para apresentação de agravo ao STJ (Superior Tribunal de Justiça).



Repercussão e desdobramentos



A repercussão sobre a condenação do Moda Center ao pagamento de indenização por uso irregular da marca vem causando uma grande repercussão na Capital da Moda. Inicialmente, o assunto foi tratado por políticos, chegando a ser abordado no Programa Rádio Debate, da Rádio Polo.



Em meio a repercussão, no último dia 05 de dezembro, o Moda Center divulgou uma nota afirmando que aguardava “com otimismo a decisão da próxima instância”. Ocorre que o processo já se encontra em “trânsito em julgado”, não cabendo mais recursos, devendo o autor da ação solicitar ao Poder Judiciário o cálculo do valor da indenização, conforme determina a sentença.

Atual marca “Moda Center” também pode estar sendo usada de forma indevida, causando risco eminente de outras condenações




O Blog do Ney Lima se aprofundou sobre o assunto e questionou o Condomínio Moda Center quanto a continuidade do uso da marca. Em resposta, a assessoria detalhou que já não utiliza a logomarca “MODA CENTER SANTA CRUZ”, objeto da ação, e que desde 2021 vem usando a logomarca “MODA CENTER”, que está protocolada junto ao INPI em nome do Sr. José Gomes Filho que, por sua vez, autorizou o seu uso por parte do condomínio, por “tempo indeterminado”. José Gomes Filho foi síndico do Moda Center entre 2018 e 2022.

Após o posicionamento do Moda Center, o Blog iniciou uma apuração junto ao INPI e obteve a conclusão de que o pedido de registro protocolado pelo Sr. José Gomes Filho foi INDEFERIDO neste ano de 2023, para as classificações: vestuário, administração comercial de shopping center e aluguel de imóvel comercial. Tendo DEFERIDO o pedido da marcar “Moda Center” apenas na classificação “aplicativos baixáveis”.



Considerando que o Sr. José Gomes Filho não possui legitimidade para “autorizar” o uso da logomarca Moda Center nas classificações “vestuário, administração comercial de shopping center e aluguel de imóvel comercial”, enviamos um pedido de posicionamento ao Condomínio Moda Center questionando o porquê sustentar a utilização irregular da atual marca.

Até o fechamento desta reportagem, o Condomínio Moda Center não respondeu a esses últimos questionamentos.



Para compreender um pouco mais sobre registro de marca, o Blog ouviu o advogado com atuação em registro de marcas Dr. Luciano Bezerra. Segundo o profissional, a apresentação do registro realizada pelo Sr. Sebastião Zacarias foi de forma mista, onde há a combinação de palavras e imagens.



O popular Sebastião Zacarias ainda tentou registrar de forma isolada o nome MODA CENTER, mas teve o pedido indeferido. Porém, conseguiu o registro de outros símbolos que foram utilizados ao longo do tempo do parque de feiras.

Luciano Bezerra explicou que “a apresentação do registro apenas para o nome MODA CENTER, seria irregistrável, por ser nome comum, conforme prevê a legislação atual.”

O advogado ainda explicou que: “a lei de registro de marcas considera irregistráveis apresentações de pedidos de registros de marcas que reproduzam ou imitam registros de terceiros, ainda que com acréscimo, quando estiverem dentro de uma mesma classe (categoria)”. De acordo com Luciano bezerra, o objetivo da lei é de evitar que haja confusão ou associação com marca já registrada, e ressalta que a análise dessa confusão ou associação com outra marca leva em consideração vários aspectos.



Quem é Sebastião Zacarias Júnior?





O popular “Júnior de Siba Moco” é contabilista, natural de Santa Cruz do Capibaribe, mas residente atualmente em Recife.

Em um levantamento junto ao INPI, o Blog do Ney Lima concluiu que Júnior de Siba Moco tenta, nesses últimos anos, questionar e até registar como sendo dele, as marcas atualmente ainda utilizadas pelo Moda Center.

As atitudes estão sendo vistas em Santa Cruz do Capibaribe como imorais, repletas de má fé e antética, considerando que o popular Júnior de Siba Moco tenta se apropriar de marcas consideradas históricas e relevantes, como é o caso das marcas Moda Center e Ypiranga (Sociedade Esportiva Ypiranga Futebol Clube) e do clube de futebol Salgueiro, que também foram registradas como pertencentes a ele.

O Blog tentou contato para ouvir Sebastião Zacarias Júnior, mas não obteve retorno.



Humberto Lucas, diretor do Moda Center, afirma que síndico não informou aos condôminos da existência do processo, contrariando o código civil





Em meio a notícia da condenação jurídica, o atual síndico do Moda Center, Tales Nery, e síndicos anteriores estão tendo suas atitudes questionadas, inclusive dentro da sua própria diretoria.

O secretário Humberto Lucas, que foi eleito junto com Tales, disse ao Blog que o síndico deveria ter informado aos condôminos sobre a gravidade do que está ocorrendo.



“O artigo 1.348 (código civil) ele é bem claro, no seu inciso terceiro, quando ele trata das competências do síndico. Ou seja, das obrigações legais que ele deve fazer. Isso não é uma opção dele, isso é uma obrigação dele fazer. Então tá lá bem claro, “dar imediato conhecimento a assembleia de procedimento judicial (…). O síndico ele tem que agir porque é um ato de ofício dele. É uma obrigação legal”, disse Humberto ao Blog.



Na entrevista concedida ao Blog, Humberto afirmou que a administração do Moda Center não está se preparando para o pagamento da indenização. Ele citou como exemplo um gasto R$ 73 mil com a festa de confraternização de final de ano. Segundo ele, sem passar pela aprovação dos condôminos em assembleia.

A entrevista com o diretor Humberto Lucas será publicada pelo Portal Santa Cruz Online nos próximos dias.



Moda Center diz que condôminos não foram informados sobre o processo porque o valor da condenação ainda não foi calculado pela Justiça



O Blog do Ney Lima questionou o Moda Center se em algum momento os condôminos foram informados sobre o possível impacto financeiro da condenação judicial pelo uso irregular da marca. Em resposta, a assessoria afirmou que “a decisão é bem recente (novembro/2023), assim como a condenação não se deu em valores líquidos (ou seja, quando já estão definidos na própria decisão)”.

A administração informou ainda que já está realizando um estudo preliminar para estimar o eventual impacto financeiro para o condomínio. “Tão logo tenha concluída a estimativa preliminar, informará aos condôminos”, finaliza o trecho da nota.



“Esse é o maior calote coletivo que o povo de Santa Cruz levou”, diz Presidente da CDL





O presidente da CDL de Santa Cruz do Capibaribe, Bruno Bezerra, vê com preocupação a disputa e condenação judicial envolvendo o uso da marca Moda Center Santa Cruz.

“A gente tá falando de um patrimônio que tem os condôminos, mas muito mais do que isso, é um patrimônio cultural e econômico do município e de toda uma região, que depende daquele ambiente de negócio pra tirar o sustento de diversas famílias”, afirmou Bruno.

O presidente da CDL ainda tratou sobre a importância de esclarecer o que ocorreu, mas tendo como prioridade resolver o problema.

“É necessário ter uma discussão séria e bem ampla. Que passa, necessariamente, pela questão da transparência de como esse processo é feito. Mas é preciso também que se olhe para o futuro. Que olhe o que a gente pode fazer a partir dessa situação para tentar resolver”, disse.

A entrevista completa com o presidente da CDL, Bruno Bezerra, será publicada pelo Portal Santa Cruz Online nos próximos dias.

O Blog do Ney Lima perguntou se o síndico Tales Nery gostaria de conceder entrevista nesta reportagem, mas até o fechamento da matéria, nosso segundo e-mail não havia sido respondido.


O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Fábio Aragão irá comunicar, nas próximas horas, a sua desfiliação do Partido Progressista. 

Bastidores dão conta de que o afastamento seria devido à insatisfação quanto ao baixo volume de conquistas por parte do deputado federal Eduardo da Fonte, presidente da sigla no estado. 

O ato é um forte indicativo de rompimento entre ambos. 





O prefeito Fábio Aragão (PP) e o ex-prefeito José Augusto Maia (Solidariedade) tiveram um encontro na Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe para tratar sobre as eleições de 2024. A informação foi confirmada ao Blog por mais de uma fonte. A conversa ocorreu na tarde desta terça-feira (07).

                De acordo com as informações apuradas, o encontro foi articulado pelo ex-vereador Galego de Mourinha. A conversa foi considerada leve. Eles não trataram de divergências do passado e pontuaram questões do cenário futuro.

                Ao fim, Fábio Aragão ficou de conversar novamente com José Augusto em uma outra data.



                Após a obtenção das informações, o Blog do Ney Lima entrou em contato com José Augusto Maia. Ele confirmou que teve uma conversa “rápida” com Fábio e não quis expor detalhes sobre o teor, pontuando que uma segunda conversa “poderá ou não acontecer”, mas disse que está à disposição de Fábio para conversar.

                O Blog tentou entrar em contato com o prefeito Fábio Aragão, mas as ligações não foram retornadas.


O distanciamento entre Fábio Aragão e José Augusto Maia ocorre desde o início do governo e tornou-se acentuado após o pleito de 2022, quando José Augusto foi candidato a deputado federal à revelia do governo.

Neste momento, José Augusto se coloca como pré-candidato a prefeito para o pleito de 2024. O capital eleitoral de José Augusto poderá comprometer uma possível reeleição de Fábio Aragão, caso o grupo saia dividido.



O ex-vice-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Dimas Datas, passou por uma cirurgia para retirada de um tumor no cérebro. É o segundo procedimento em pouco mais de dois anos.



O novo tumor foi descoberto neste último mês de outubro. A cirurgia foi realizada nesta segunda-feira (06), no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, e foi considerada um sucesso. Dimas está consciente e aguarda liberação pós-operatória na Unidade de Terapia Intensiva. A foto que aparece nesta reportagem foi enviada por Maria Lisboa, esposa de Dimas, que confirmou as informações ao Blog do Ney Lima.



Nas próximas semanas Dimas passará por novo tratamento de quimioterapia e radioterapia.



No início de 2021, Dimas havia sido diagnosticado com um tumor parecido, também no cérebro. Após meses de tratamento, Dimas teve sua saúde restabelecida, ficando com poucas sequelas.

Dimas Dantas foi vice-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe entre os anos de 2012 e 2016. Foi vereador por três mandatos, chegando a ocupar a presidência da Câmara. Dimas também fez carreira no futebol, atuando em vários times de expressão nacional.



O ex-vice-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Dida de Nan e a ex-vereadora Zilda Moraes são as novas adesões que serão anunciadas pelo Grupo Verde em Santa Cruz do Capibaribe. Uma entrevista coletiva está agendada para a manhã desta quarta-feira (27) para o anúncio “surpresa”.



O Blog do Ney Lima realizou apuração e identificou que as adesões de Dida e Zilda são os principais motivos da coletiva. A aliança com o Grupo Verde ainda inclui o deputado federal Mendonça Filho.



Ainda não se sabe qual espaço será dedicado a Dida na disputa para a eleição 2024 em seu novo grupo, mas os rumores apontam para a vaga de vice-prefeito.





Dida ocupou a vaga de vice-prefeito no segundo governo de Edson Vieira, entre 2017 e 2020, quando disputou a eleição de prefeito, não obtendo êxito.

Zilda Moraes foi vereadora por seis mandatos, e por três vezes foi presidente da Câmara.



O Tribunal de Contas do Estado julgou irregular as contas da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, referentes ao exercício de 2018, quando o ordenador de despesas era o ex-vereador Zé Minhoca.



O relatório do conselheiro Marcos Nóbrega, que aponta irregularidades na prestação de contas, foi colocado em votação nesta quinta-feira (14). O entendimento foi confirmado pela Segunda Câmara do TCE.

As irregularidades apontadas tiveram como base uma auditoria do Ministério Público de Contas que identificou falhas nos pagamentos de diárias, na verba de representação do presidente, além de fragilidade no controle dos gastos com combustíveis, entre outros pontos. Algumas das irregularidades foram afastadas durante as investigações, a partir dos argumentos da defesa. Outras foram mantidas.



Nos pagamentos de combustíveis realizados pela Câmara de Santa Cruz, por exemplo, foram identificados pela auditoria irregularidades como a prática de vereadores pegaram “mais de uma autorização de combustível no mesmo dia”, o que causou estranheza do MPCO. A mesma auditoria ainda identificou que o carro cadastrado pelo, na época, vereador Marlos da Cohab tinha notas de abastecimento por diesel e por gasolina.

A decisão da Segunda Câmara do Tribunal de Contas ainda cabe recurso.


O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Fábio Aragão (PP) está preparando uma troca no secretariado. A informação foi obtida pelo Blog do Ney Lima, apurada e confirmada por fontes seguras.


Marcelo Cumarú, que atualmente acumula as postas de Desenvolvimento Econômico e Agricultura, Meio Ambiente e Turismo deve passar a coordenar a Secretaria de Serviços Públicos.


 Já o secretário Edgar Filho, atualmente na pasta de Serviços Públicos, deve passar a comandar as Secretarias de Desenvolvimento Econômico e Agricultura.


O impasse está na Secretaria de Meio Ambiente e Turismo, que poderá ainda permanecer sob o comando de Marcelo Cumaru, segundo apurou o Blog.

O prefeito Fábio Aragão (PP), convocou uma entrevista coletiva para a manhã desta quinta-feira (17) para tratar de um assunto considerado “urgente”, relacionado a pasta da educação. O Blog do Ney Lima obteve informações de que anúncio é sobre as condições da escola municipal Professora Ivone Gonçalves de Araújo, na Avenida 29 de Dezembro, onde antes funcionava o antigo Colégio Cenecista.

As informações apontam que a escola precisará ser totalmente interditada por não oferecer condições de segurança aos alunos. Recentemente duas salas de aulas tiverem o forro de gesso comprometido, segundo apurou o Blog.

A decisão da interdição para reforma é do próprio Governo e os alunos serão transferidos para outras unidades de ensino.

A necessidade de restruturação da Escola Ivone Gonsalves foi alvo do Ministério Público, durante o Governo de Edson Vieira, em 2019. Na época um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) foi assinado por então secretário Joselito Pedro.

O Blog do Ney Lima entrou em contato com Joselito questionando se a época o pedido do Ministério Público foi cumprido. Por telefone, Joselito afirmou que o governo anterior cumpriu integralmente com a restruturação exigida pelo MPPE.

Situação de abandono foi revelada em reportagem exclusiva do Blog do Ney Lima e Santa Cruz Online, em março de 2022

O município de Santa Cruz do Capibaribe passa a ter posse de um imóvel avaliado em mais de R$ 20 milhões até então pertencente a Associação Atlética Banco do Brasil. O prédio é situado na principal via da cidade, a Avenida 29 de Dezembro.

A situação de abandono do imóvel foi revelada pelo Santa Cruz Online e Blog do Ney Lima em reportagem especial, em março de 2022. Na reportagem o prefeito Fábio Aragão (PP) anunciou que acionaria a justiça para tentar devolver a posse do imóvel para o município.

Na tarde desta quarta-feira (08), o Blog do Ney Lima obteve informações sobre a decisão liminar favorável ao governo. Em contato com o prefeito Fábio Aragão, ele explicou que duas ações tramitavam e em uma delas a Justiça havia determinado o pagamento indenizatório de R$ 1 milhão, por parte do governo para a desapropriação do imóvel. O prefeito Fábio determinou o pagamento e informou que aguardava o cumprimento da decisão.

Ainda durante o contato do editor deste blog, o prefeito contactou a procuradoria do município e confirmou que a notificação judicial decisão da posse acabara de ser oficializada.

Confira a reportagem divulgada em março de 2022:

EXCLUSIVO



O impasse entre o presidente da Câmara de Vereadores, Zeba Climério, e a bancada de vereadores governistas ganhou mais um capítulo, desta vez em favor do governo.

Nesta segunda-feira (26), o juiz Moacir Ribeiro da Silva Júnior, da Vara da Fazenda Pública, determinou liminarmente o “imediato trancamento da pauta legislativa da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, até a apreciação dos Projetos de Lei nº 001/2023 e nº 005/2023”.

O primeiro projeto pretende autorizar o governo a contrair empréstimo junto a Caixa Econômica Federal para a construção de um hospital e o segundo trata do equacionamento do déficit junto a previdência municipal.

A decisão prevê multa diária de R$ 1 mil, até o limite de R$ 30 mil para o presidente Zeba Climério, em caso de descumprimento, podendo ainda configurar crime de desobediência.

De acordo com informações apuradas pelo Blog do Ney Lima, a Câmara de Vereadores de Santa Cruz ainda não foi notificada sobre a decisão.



A deputada federal Maria Arraes (Solidariedade) elogiou o São João da Moda, ao visitar Santa Cruz do Capibaribe, na noite deste domingo (25). O comentário foi feito em entrevista ao Portal Santa Cruz Online, minutos antes do início do show de Petrúcio Amorim.

A deputada afirmou já ter passado pelos festejos juninos nas cidades de Caruaru, Gravatá, Feira Nova e Glória do Goitá.

“Os outros que não fiquem com ciúmes, mas esse aqui tá especial, viu?  Organizado, bonito, cheio de gente e, principalmente, valorizando a nossa cultura pernambucana”.

Principais pautas na Câmara

Maria Arraes ocupa o primeiro mandato e é uma das mulheres mais jovem na Câmara dos Deputados. Ela afirmou que tem defendido pautas como a representatividade das mulheres em espaços no poder. A deputada destacou também a aprovação de um projeto de lei que torna permanente o laudo para doença de transtornos irreversíveis, como é o caso do Transtorno do Espectro Autista .



O deputado estadual Abimael Santos (PL) sustentou que os embates entre ele e o deputado estadual Diogo Moraes (PSB) vão continuar. A afirmação foi feita durante entrevista na live do São João da Moda, no Portal Santa Cruz Online.

Recentemente Abimael e Diogo protagonizaram um forte debate quando Diogo tentou cobrar da governadora Raquel Lira (PSDB) providências quanto as precárias condições da PR-160, que liga Santa Cruz do Capibaribe a cidade de Jataúba.

“Eu vou tentar sempre trazer ele para a realidade, colocar os pés no chão e lembrar a ele os 16 que passaram aqui (…). Fica difícil, e incoerente, você criticar um governo que está com seis meses”, disse Abimael ao Portal.

O ex-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (União Brasil), está ocupando o cargo de “assessor especial”, de nível dois, na Prefeitura de Petrolina, no sertão do estado. A cidade é governada por Simão Durando do (União Brasil), que assumiu o cargo após a renúncia de Miguel Coelho, em março do ano passado, para concorrer ao cargo de governador.

O rendimento de Edson Vieira na Prefeitura de Petrolina é de cerca R$ 12 mil por mês. A nomeação foi assinada no último mês de maio.

Edson Vieira é esposo de Alessandra Vieira (União Brasil), que foi candidata a vice-governadora na chapa de Miguel.

Edson foi candidato a deputado estadual na última eleição, mas não conseguiu se eleger. Ele foi prefeito de Santa Cruz do Capibaribe por dois mandatos e não conseguiu emplacar o sucessor.

O Blog do Ney Lima checou que a contratação já é vista como acomodação política por oposicionistas do prefeito Simão, em Petrolina.

Nota da Prefeitura de Petrolina

Sobre o cargo ocupado por Edson Vieira, a Prefeitura de Petrolina informou ao Blog que “o ex-deputado Edson Vieira exerce uma função de assessoria e consultoria técnica para a gestão municipal. A nomeação segue critérios técnicos e atende rigorosamente a legislação administrativa do município”.

A Câmara de Vereadores de Toritama gastou quase R$ 200 mil com diárias, apenas nos últimos 12 meses. A maior parte desses pagamentos são com diárias em cidades turísticas para supostas participações em congressos ou encontros de legisladores, que conforme já foi mostrado em diversas reportagens de TV no Brasil, quase sempre são montados para camuflar o propósito turístico dos nobres parlamentares.



O pagamento de diárias tem amparo legal, mas torna-se imoral diante do visível excesso. Os valores em diárias deveriam ter aspecto indenizatório, voltado para reembolso de despesas, mas os valores pagos aos vereadores são igualitários, o que faz das diárias uma verba remuneratória, levantando suspeitas de órgãos como o Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado, conforme apurou o Blog do Ney Lima.



Confira como o dinheiro público está sendo gasto na gestão do Presidente Irmão Ferreirinha (MDB).



Julho de 2022 – Quase R$ 3.500,00 para cada vereador passar quatro dias em São Miguel do Gostoso, no Rio Grande do Norte, um dos principais pontos turísticos do Estado. Até assessores foram e receberam quase R$ 2.500,00 cada um para passar quatro dias no Litoral Potiguar.



Agosto de 2022 – Curso de Agentes Públicos, em João Pessoa, final de semana. R$ 3.303,00 em diárias para cada vereador.



Outubro de 2022 – R$ 2.208,00 em três diárias no Recife. Suposto encontro de legisladores. Nove vereadores receberam as diárias.



Novembro de 2022 – Um vereador recebeu mais de R$ 3.000,00 por três diárias, para participar de um congresso em Cabo de Santo Agostinho. Outros parlamentares receberam R$ 3.303,00 cada para outro congresso em João Pessoa.



Dezembro de 2022 – Vereadores receberam R$ 4.800,00 em diárias para Foz do Iguaçu – PR. Um período de alta temporada em um dos principais destinos turísticos do país. Alguns assessores também foram para a viagem e receberam R$ 3.840,00 cada.

Os valores pagos com as diárias não incluem as passagens aéreas, que custaram mais de R$ 26 mil.



Fevereiro de 2023 – R$ 3.456,00 para cada vereador ir para um congresso em Maceió, na semana do carnaval.


Março de 2023 – R$ 3.072,00 em diárias para cada vereador participar de um outro “encontro de legisladores” na cidade de Petrolina.

Outro exemplo do abuso no pagamento de diárias é o pagamento de R$ 300,00 para Caruaru, que fica a apenas 39 Km de distância. O combustível é pago por fora.

Gestão de Irmão Ferreirinha é marcada pelo excesso de gastos



É importante registrar que nem todos os vereadores receberam essas diárias e que a responsabilidade pelos gastos é do presidente da Casa, Irmão Ferreirinha (MDB). O parlamentar, que em 2021 teve que devolver dinheiro aos cofres públicos, após assinar um acordo com o Ministério Público. O procedimento foi referente a compra de 16 quadros com fotos de vereadores. A compra teve indícios de superfaturamentos e foi denunciada pelo Blog do Ney Lima.

A farra dos gastos com diárias promovida pela Câmara de Vereadores de Toritama já foi mostrada pelo Blog do Ney Lima em maio de 2021, quando a Câmara havia gastado mais de R$ 117 mil em diárias.


Quatro vereadores governistas ingressaram na Justiça para tentar anular a emenda parlamentar 008/2023, que teve a aprovação proclamada pele presidente Zeba Climério, na sessão da quinta-feira (16). O dispositivo fixa em 36 meses o prazo de parcelamento do empréstimo pretendido pelo Governo Municipal para construção de um hospital em Santa Cruz do Capibaribe.


A ação pretende ainda a “suspensão da tramitação do projeto de lei 001/2023 temporária”, até que “sejam tomadas providências para sua regularização formal”.


O ato do presidente Zeba é visto como ilegal pelos vereadores governistas. Eles entendem que a empresa ao projeto precisaria de dois terços dos votos dos vereadores para ser aprovada e não da maioria simples, considerada pelo presidente. A emenda é tida como “manobra” das oposições.


A ação judicial trata-se de mandado de segurança com pedido de urgência e foi assinada pelos vereadores Emanoel Ramos, Gilson Julião, Augusto Maia e Flávio Pontes.



O cargo de coordenador da 27ª Ciretran, em Santa Cruz do Capibaribe, será indicado pelo deputado estadual Abimal Santos (PL). De acordo com fontes do Governo de Pernambuco ouvidas pelo Blog do Ney Lima, a articulação está definida e o nome será anunciado nos próximos dias.



A indicação envolve a recente aliança entre a governadora Raquel Lira (PSDB) e o ex-prefeito Anderson Ferreira (PL). A presidência do Detran de Pernambuco foi transferida para o novo aliado.



Frustração para o Grupo Verde, em Santa Cruz



O grupo Verde, que tinha como líder o empresário Allan Carneiro em Santa Cruz do Capibaribe fica frustrado. Muitos componentes do grupo alimentavam a expectativa que o posto fosse indicado pelo grupo.



Allan Carneiro deu palanque a Raquel Lira na cidade no primeiro turno da eleição de 2022. Logo após o descolamento de Edson Vieira e Alessandra Vieira do PSDB.



 O grupo, que atualmente conta com três vereadores na Câmara de Santa Cruz, até o momento não participou da formação do Governo Estadual.

No segundo turno Raquel obteve apoio dos três grupos políticos da cidade.

A cidade de Santa Cruz do Capibaribe foi atingida por um forte temporal, na tarde deste sábado (18). As imagens impressionam. Em muitos vídeos que circulam nas redes socais é possível observar carros parcialmente submersos e residências com nível de água acima da metade das paredes.

De acordo com a Prefeitura de Santa Cruz, uma das áreas mais alagadas fica ao entorno da Rua Biu de Deda, próximo a antiga Escola Especial. Pelo menos cinco famílias ficaram desabrigadas e estão sendo alojadas na escola Ivone Gonçalves.

A agência do Banco Itaú, no Centro da cidade foi tomada pela água. Os centros de compras Moda Center e Altas Horas tiveram algumas partes inundadas, mas sem maiores transtornos, pois as lojas não estavam em funcionamento. Uma academia de ginástica teve parte do forro do teto cedido.

No Hospital Municipal parte do forro do teto cedeu. De acordo com a Prefeitura, o incidente foi em um corredor. Não houve pessoas feridas. A Secretaria pede que apenas casos de urgência e emergência se dirijam a UPA 24h.

O show da banda Biquini Cavadão, previsto para ocorrer nesta noite ne cidade foi adiado.

Até o fechamento desta reportagem, a Prefeitura informou que não há registro de pessoas feridas ou mortas.

Governadora Raquel Lyra se pronuncia: sobre o forte temporal que atingiu Santa Cruz do Capibaribe e diz que o município atingiu mais que o volume esperado para o mês de março. A governadora também ofereceu reforço à Defesa Civil e Corpo de Bombeiros para atuar no município.

Domingo – Árvore de grande porte cai na antiga AABB e deixa parte da Avenida 29 de Dezembro sem energia elétrica. O fato aconteceu por volta das 10 horas da manhã.

Santa Cruz registra 117,57 milímetros de água. Segundo a APAC, o município registrou um nível de água elevado até a madrugada deste domingo.


Matéria Atualizada às 10:21

A ex-secretária de educação, Socorro Maia, faleceu no início da tarde desta quarta-feira (01), em Santa Cruz do Capibaribe.

As primeiras informações apontam que ela passou mal e morreu subitamente, antes de ser socorrida.

Socorro Maia tinha 72 anos. Era diabética. Ainda não há maiores informações.

Socorro foi secretária de Educação nos governos de Aragãozinho, José Augusto Maia e Toinho do Pará. Ela era mãe do ex-vereador Ernesto Maia. Deixou também outros três filhos: Ricardo Maia, Edú Maia e Lúcia Maia.

O projeto de autoria da Mesa de Diretora da Câmara de Vereadores de Santa Cruz, que pretende aumentar de dois para três o número de assessores que cada parlamentar tem direito, já ganhou força para sua apresentação.

Após a assinatura de três, dos quatro vereadores que compõe a Mesa Diretora, a proposta foi subscrita por outros nove parlamentares favoráveis a criação dos 17 novos cargos.

São eles:

Gilson Julião

Demir da Saúde

Nego Zé

Augusto Maia

Carlinhos da Cohab

Caetano Motos

Zezin Buxin

Irmão Soares

Vando da Sertec

Até o fechamento desta reportagem os vereadores Flávio Pontes e Capilé da Palestina ainda não haviam subscrito a proposta, mas informações apuradas pelo Blog apontam que os dois se mostram favoráveis.

O vereador Emanoel Ramos até o momento não assinou o projeto. Questionado pelo Blog, através do WhatsApp, se irá subscrever a proposta, o vereador perguntou se seria feita uma matéria sobre o tema, após a afirmativa Emanuel não continuou a conversa.

A vereadora Nega da ONG teria afirmado a aliados que não irá assinar a proposta e que não fará uso da contratação de um terceiro assessor, caso o projeto seja aprovado pelos pares.

Aumento de gastos será de quase R$ 1 milhão por ano

O Blog do Ney Lima noticiou, na última sexta-feira (10), o início da tramitação do projeto que tem a autoria da Mesa Diretora. A proposta é assinada pelos vereadores Jéssyca Cavalcanti, Zé Boi e Nailson Ramos. O presidente da Câmara, Zeba Climério, não assinou o projeto por ser contra.

O projeto pretende aumentar de dois para três o número de assessores de cada vereador e ainda equiparar os salários dos chamados “auxiliares administrativos”, transformado em “assessores legislativos”. Com a proposta, os três assessores de cada vereador terão um salário de R$ 2.371,08, até então o salário é de R$ 1.655,00 para os “auxiliares administrativos”.

O Blog do Ney Lima encomendou os cálculos e concluiu que o aumento dos gastos na Câmara, considerando a criação dos 17 novos cargos e a equiparação dos demais, será de R$ 968.848,28 por ano.

A Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe poderá ter um aumento de gastos equivalente a quase R$ 1 milhão por ano, caso um projeto de lei, que começou a tramitar nesta semana, venha a ser aprovado pelos parlamentares.

O projeto pretende aumentar de dois para três o número de assessores de cada vereador e ainda equiparar os salários dos chamados “auxiliares administrativos”, transformado em “assessores legislativos”. Com a proposta, os três assessores de cada vereador terão um salário de R$ 2.371,08, até então o salário é de R$ 1.655,00 para os “auxiliares administrativos”.

O Blog do Ney Lima encomendou os cálculos e concluiu que o aumento dos gastos na Câmara, considerando a criação dos 17 novos cargos e a equiparação dos demais, será de R$ 968.848,28 por ano.

A Mesa Diretora da Câmara, autora da proposta, é composta pelos vereadores do Grupo Azul, Nailson Ramos, Jéssyca Cavalcanti e Zé Boi, que assinaram o projeto de lei. O presidente da Câmara, vereador Zeba, do Grupo Verde, não assinou a proposta.

Presidente Zeba não assina projeto e se diz contra

O Blog do Ney Lima entrou em contato, na manhã desta sexta-feira (10), com o presidente da Câmara, Zeba, para entender o motivo dele não ter assinado o projeto que pode provocar a criação de 17 novos cargos de assessores na Câmara e a equiparação salarial de outros 17 cargos.

O presidente afirmou que não assinou porque é contra a proposta.

Ocorre que mesmo não tendo o mesmo entendimento dos demais membros da Mesa Diretora, ele não tem poderes para barrar o projeto, por ser minoria na Mesa.

ERRATA – Mais cedo o Blog do Ney Lima havia mencionado que o vereador Zeba esperava que os demais membros do seu grupo votassem contra o projeto. A afirmativa foi um equívoco da reportagem, pela qual pedimos desculpas.

“Metade por questões pessoais e outra metade por decepção com a política”, afirma Allan em contato com o Blog do Ney Lima

O líder do grupo político “Verde”, em Santa Cruz do Capibaribe, Allan Carneiro, surpreendeu e divulgou, na noite desta terça-feira (24), através de uma nota nas redes sociais, que não irá mais disputar cargos públicos.  A nota não deixou claro os motivos que levaram a tomar a decisão.

Logo após o anúncio, o editor deste Blog, Ney Lima, entrou em contato com Allan.

Por telefone, Allan foi questionado sobre o motivo da decisão e afirmou que se trata de um conjunto de fatores, frisando que uma parte foi por motivos pessoais e outra parte por decepção com a política, sem detalhar quais foram as decepções.

Perguntado se seria apenas uma pausa ou se o posicionamento de sair da vida pública é definitivo, Allan responder que se trata de uma posição definitiva e que “a decisão não vinha de hoje”, detalhando que desde o fim do processo eleitoral de 2022 já vinha refletindo sobre sua renúncia dos quadros políticos.

 “Não quero que minha saída desestimule quem já entrou na política ou quem estar para entrar. Não podemos perder a esperança”, afirmou Allan ao Blog do Ney Lima.

Confira na íntegra a nota em que Allan anuncia sua desistência de concorrer aos cargos públicos:

CARTA ABERTA

A Vida Segue

Venho por meio desta carta aberta à imprensa e à população santa-cruzense e pernambucana comunicar a minha saída definitiva das disputas partidárias. Não vou disputar cargos públicos ou eleições de entidades. A vida é feita de ciclos, uns são demorados, outros mais curtos, mas que precisam ser encerrados em algum momento. Essa decisão agora anunciada foi tomada após a eleição de 2022. Confesso que só agora tive coragem de expressá-la publicamente, mas já havia comentado com alguns familiares e lideranças.

Naturalmente, me sinto triste por encerrar um ciclo tão intenso, mas convicto que esta é a coisa certa a ser feita. Preciso ser justo com as pessoas e, acima de tudo, comigo mesmo. Ao mesmo tempo, sinto que consegui o meu principal objetivo que foi ampliar as discussões, libertar pessoas de paixões partidárias e abrir as mentes numa política que precisa melhorar muito sempre,  e peço desculpas às pessoas que eu tenha impactado negativamente, mesmo não sendo minha intenção.

Agradeço a Deus por tudo que vivi nesta caminhada política e também ao acolhimento de minha família, meu porto seguro. Agradeço aos diversos profissionais que me ajudaram e aos amigos que fiz e que levarei por toda a minha vida. Agradeço aos partidos PSD, Cidadania e PSDB que me acolheram e às lideranças que caminharam comigo ao longo desse período, conseguimos muitas ações expressivas ao longo dessa caminhada. Agradeço, de modo muito especial, às pessoas que acreditaram nos meus propósitos e me mostraram as suas realidades, foi uma verdadeira escola, sorri muito, chorei, vivi tudo de forma intensa.

Meu papel agora consiste em me dedicar à família, aos estudos, ao trabalho e ao envolvimento em entidades não-governamentais e de Terceiro Setor.

Gostaria muito que minha decisão fosse respeitada. Estou sendo justo com o que o meu coração pede.

Desejo a todos muita luz na caminhada e que Deus os abençoe sempre.

Vida que segue!

Santa Cruz do Capibaribe – PE, 24 de janeiro de 2023

Allan Carneiro

Ele foi acusado de desviar recursos da Prefeitura de Santa Cruz usando a babá como laranja

O ex-gestor de eventos da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, Cláudio Soares da Silva e a esposa dele, Andreza Soares, foram condenados na Justiça por atos de improbidade administrativa com enriquecimento ilícito. A sentença foi do juiz Moacir Ribeiro da Silva Júnior, publicada nesta semana.

Cada um deles terá que devolver quase R$ 75 mil aos cofres públicos e não poderão realizar contratos com o Poder Público pelos próximos cinco anos. Os dois também tiveram os direitos políticos cassados por seis anos.

Em abril de 2019, três dias após a divulgação das denúncias pelo Blog do Ney Lima, Cláudio Soares pediu exoneração do cargo de gestor de eventos do município, durante o governo de Edson Vieira.

Posteriormente, o afastamento foi ratificado em decisão liminar pela Justiça e os bens do casal foram bloqueados.

Relembre o caso

Em 2018, após receber uma representação por escrito de um vereador de Santa Cruz do Capibaribe, a Promotoria de Justiça local instaurou um Inquérito Civil para investigar possíveis atos de improbidade cometidos por Cláudio Soares da Silva.

Através de pesquisas no site Tome Conta, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), o promotor de Justiça identificou 11 pagamentos entre os anos de 2015 a 2018, totalizando R$74.750,00, a uma mulher. Esses pagamentos tinham por finalidade adquirir equipamentos e utensílios para a realização de festividades públicas e foram fracionados de modo que nenhum valor superasse o limite para dispensa de licitação.

Apesar disso, o MPPE verificou que durante essa época, a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe tinha contrato vigente com uma empresa de estruturas metálicas que prestou serviços para o município, conforme atestado em notas fiscais. Dessa maneira, ficou evidenciado um pagamento em duplicidade pelos serviços, que eram liberados por Cláudio Soares da Silva.

Continuando com a investigação, o MPPE localizou uma mulher que, segundo as informações presentes nos empenhos, teria recebido os 11 pagamentos. Ela foi ouvida na Promotoria de Justiça de Bezerros, onde mora, e afirmou não ter recebido nenhum repasse da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe. A única ligação dela com os réus consiste no vínculo empregatício, já que a mulher trabalhava há seis anos como babá da filha de Cláudio e Andreza Soares.

“Constatou-se que o réu, valendo-se dos documentos de sua empregada doméstica, forjou a celebração de contratos a fim de se locupletar dos valores repassados pelo município para o fornecimento de equipamentos e utensílios usados em festas públicas. Cláudio Soares se valia da posição de gestor de Turismo e Lazer para emitir as ordens de serviço e assinar os atestados de prestação do serviço”, narrou Carlos Eugênio Lopes.

O promotor ressaltou ainda que há inconsistências nas assinaturas da emprega da do réu Cláudio Soares nas notas, o que pode ser um indício de que, além de emitir documentação pública atestando serviços nunca executados, ele teria forjado as assinaturas. As práticas serão objeto de investigação por parte da Promotoria Criminal de Santa Cruz do Capibaribe.

Já em relação a Andreza Soares, esposa e cúmplice do ex-gestor, o MPPE identificou, por meio de quebra do sigilo bancário, que foi realizado depósito em dinheiro correspondente à mesma quantia liberada em pagamento para a fornecedora laranja. O município pagou um empenho com cheque datado de 9/2/2017, no valor de R$5.513,28; esse valor nunca entrou na conta da funcionária do casal, mas foi depositado no dia seguinte na conta de Andreza.

“Tal operação, obviamente, não é fruto de mera coincidência, e é corriqueiramente utilizada por pessoas que visam esconder a origem ilícita dos valores depositados em conta corrente”, apontou o promotor de Justiça.

Uma chapa puramente oposicionista está sendo articulada e vem ganhando força nos bastidores da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe. As informações foram apuradas pelo Blog e apontam para uma união dos grupos Azul e Verde, podendo levar o vereador Nailson Ramos a ocupar o cargo de presidente.

Conforme vem sendo tratado, dois cargos na composição da Mesa Diretora ficariam com o grupo Verde.

A formação da chapa ainda não tem a aprovação de todos os vereadores oposicionistas, mas as negociações estão avançando.

É importante lembrar que o prefeito Fábio Aragão tem apenas quatro vereadores em sua base. Portanto, uma vitória do governo é pouco provável.

Advogados e profissionais de imprensa da Capital Pernambucana ouvidos pelo Blog, calculam que Diogo perde a vaga

O deputado estadual Diogo Moraes (PSB) poderá perder a vaga da Alepe, até então, conquistada no pleito deste ano. Isso acontece porque o Tribunal Eleitoral de Pernambuco deferiu o registro de candidatura de Lula Cabral (Solidariedade), na manhã desta sexta-feira (07).

Com a decisão, a distribuição das vagas muda, já que os votos de Lula não haviam sido computados. O solidariedade passa a contar com uma vaga a mais.

Com a mudança, o Blog do Ney Lima ouviu alguns juristas e profissionais de imprensa que atuam na Capital Pernambucana. Todos apontam que o deputado santa-cruzense Diogo Moraes deve perder a vaga. O TRE ainda não divulgou a mudança.

O Blog do Ney Lima tentou contato com Diogo Moraes, mas não obteve retorno.

Governo afirma que a lei e decreto que instituíram o Segundo Conselho, durante a gestão de Edson Vieira, eram irregulares

O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Fábio Aragão (PP), assinou um decreto destituindo o Segundo Conselho Tutelar do município.

Contatado pelo Blog, o Governo alegou que a Lei Municipal nº 3.066/2019 editada pela Câmara de Vereadores naquela época deveria ter tido a autoria do Poder Executivo.

Outro ponto alegado pelo Governo é que o decreto 054/2020, assinado, à época, pelo prefeito Edson Vieira, seria ilegal, considerando o impedimento de criar novos cargos no período de pandemia, conforme o texto do artigo 8º da Lei Complementar nº 173/2020.

Com a decisão, perdem os cargos os conselheiros Marivaldo Andrade, Laércio Glicério, Inácia Valéria, Eliel Antônio e Renê Atleta, além dos cinco suplentes nomeados em 2020.

É importante lembrar que Eliel Antônio atualmente exerce a função de chefe de gabinete do prefeito Fábio e seu cargo estava sendo ocupado pelo suplente.

A próxima eleição para o Conselho Tutelar em Santa Cruz ocorrerá em 2023. O prefeito ainda não decidiu se editará a lei para criação do Segundo Conselho. Caso opte pela criação, o Governo deverá enviar o projeto para aprovação da Câmara de Vereadores.

Contatado pelo Blog, o ex-prefeito Edson Vieira afirmou que vai se prenunciar sobre a decisão nas próximas horas.

A voz que saiu das urnas em Santa Cruz do Capibaribe, neste domingo (02), mostrou que o poder, realmente, “mudou de mão” no grupo Taboquinha.

Desde que assumiu a liderança do grupo, no ano 2000, Zé Augusto manteve-se implacável e não havia êxito nos pleitos sem que houvesse a presença do Zé.

Desta vez foi diferente. O prefeito Fábio Aragão optou por honrar seu apoio a candidatura de Eduardo da Fonte. Zé Augusto lançou seu nome nos últimos instantes antes do pleito para deputado federal.

Para um candidato filho da terra que outrora teve uma cadeira na Câmara Federal, a soma de 8.263 votos das urnas de Santa Cruz do Capibaribe não foi tão relevante e não atrapalhou a eleição de nenhum outro postulante.

Zé não manteve a liderança, tendo menos votos no município do que Eduardo da Fonte, apoiado pelo prefeito Fábio Aragão, e menos votos que Robson Ferreira, candidato que saiu as margens dos grupos tradicionais.

Com o resultado de 2022, o jargão “O Mesmo Zé” precisará ser repensado. Talvez a população já não queria mais “o mesmo” e o mesmo precise se reinventar. Com isso ficou claro que existe, sim, eleição sem a participação de José Augusto Maia em Santa Cruz do Capibaribe.

Por Ney Lima

Quatro candidatos com relevância no quantitativo de votos em Santa Cruz do Capibaribe não conseguiram emplacar suas eleições neste pleito.

Para deputado federal, Robson Ferreira (PL) obteve 30.525 votos no estado, e ficou na primeira suplência para deputado federal no seu partido. José Augusto Maia (SD), obteve 12.672 votos e ficou na segunda suplência do seu partido.

Para deputado estadual, Edson Vieira (União) ficou na primeira suplência do seu partido, com 32.986 votos no estado. Allan Carneiro obteve 14.276 votos no estado, ficando na terceira suplência da sua coligação.

Notícias Anteriores


Meses Anteriores