04
maio

Resumão da Câmara


Foi realizada ontem (03/05) mais uma reunião da Câmara Municipal de Vereadores. Com discursos inflamados, acusações e polêmicas, os vereadores subiram a tribuna mais uma vez na casa. Confira os melhores momentos dos discursos realizados por cada vereador e avaliem as suas opiniões:

 

Ernesto Maia (PTB)

Abrindo os discursos da noite, o vereador parabenizou os para-atletas santacruzenses (o que foi feito por todos os vereadores) pelas conquistas das medalhas nos torneios por eles participados. Ernesto falou também sobre a inauguração da creche de Poço Fundo e também sobre a obra de asfaltamento que liga a cidade de Sumé (PB) a Jataúba.

 

Ernesto criticou também o discurso realizado pelo Vereador Francisco Ricardo, no evento do “Bregaribe”, realizado no último dia 1º de maio. Ernesto afirmou: “Eu não entendi direito o seu discurso, no áudio que eu escutei lá também. Não sei se o senhor o que era que o senhor queria dizer se devia continuar Toinho do Pará, se deveria mudar… “Tava” meio complicado a questão de seu discurso”. Ernesto defendeu o prefeito Toinho do Pará, de que deveria haver mudanças de comportamento em alguns políticos e também aproveitou para atacar o Deputado Estadual Diogo Moraes, dizendo que o mesmo “estava completamente perdido”.

 

Para Ernesto, Diogo “Fez um discurso completamente político e, inclusive, a partir do seu discurso, as vaias começaram a acontecer. Não sei se as vaias foram pela tentativa de politizar o evento do trabalhador ou se as vaias aconteceram simplesmente porque, talvez, as pessoas não queiram esse novo modelo de fazer política, tão protelado nas palavras, mas que, quando vai para prática, é um desastre”. Ernesto também polemizou sobre o discurso do deputado, dizendo que “Infelizmente, esse comportamento do deputado Diogo Moraes fez com que nós aqui de Santa Cruz do Capibaribe, fossem motivo de chacota no estado de Pernambuco”.

 

Francisco Ricardo (PSDB)

O vereador falou, em seu discurso, sobre a obra da nova cadeia pública. Falou também sobre os projetos de asfaltamento de ruas como a Rua São Paulo, da Via de acesso do Rio Verde e Palestina e também de mais duas ruas: a Rua do Arame e a Rua Cinco por meio das emendas conseguidas Por Edson Vieira, Diogo Morais e Eduardo Dafonte.

 

Francisco aproveitou para atacar o vereador Ernesto Maia onde falou sobre uma visita feita por Francisco ao bairro da Cohab, falando que o mesmo se “encontra em total abandono, principalmente na área de lazer, que é a Academia das Cidades”. O vereador também rebateu os comentários de Ernesto sobre seu discurso realizado no Bregaribe, afirmando que “Na festa do Pará, inclusive com recursos patrocinados por essa casa, foi feito um verdadeiro comício lá, por todos da situação”.

 

Francisco Ricardo falou que também é necessário mudar a forma de governo pois “a população está cansada de enganação, está cansada de saber que é preciso sim, para as coisas melhorarem para Santa Cruz, mudanças profundas para que as coisas aconteçam”.

 

Junior Gomes (PSB)

O vereador falou de sua participação em um café realizado na gerencia da Caixa Econômica Federal, onde afirmou que a cidade vai ganhar uma nova agência do banco até o final do ano, onde afirmou que “Já está passando da hora de termos outra agência da Caixa”.

 

Junior também falou sobre o discurso de Ernesto Maia sobre o mesmo ter afirmado que o povo estaria reconhecendo o trabalho realizado pelo prefeito Toinho, na atual gestão. Para contestar as palavras de Ernesto, Junior afirmou que “Quando se faz uma pesquisa, o prefeito tem 85% de rejeição. Está chegando a festa da Cohab e vamos ver se vai ter vaia novamente esse ano orquestrada pelo Deputado Federal (Zé) e o vereador Ernesto Maia ao prefeito Toinho do Pará. Parece que ele mudou a forma de discursar que hoje, o nome de Toinho “tava” doce”.

 

Junior Gomes falou também de uma possibilidade que Toinho estaria sinalizando que poderia ser pré-candidato a prefeito, afirmando que “Eu conversava com Toinho e ele deixou uma dúvida muito grande”.

 

Junior defendeu o deputado Diogo Moraes e também citou o discurso polemico e inusitado realizado pelo prefeito na festa de inauguração dos binários e também criticou a festa realizada no Ypiranga, afirmando que “Ele fez um discurso absurdo e mais grave ainda: teve a ousadia de levar uma banda ao Ypiranga pra comemorar a inauguração de um sinal. Isso sim vereador (dirigindo-se a Ernesto) é que é uma chacota, é a forma dos senhores administrarem Santa Cruz do Capibaribe”.

 

Junior também aproveitou para atacar também o deputado federal José Augusto Maia, afirmando que o governo de José Augusto Maia, “Foi da maior corrupção da história dessa cidade. O governo que mais desviou recursos dessa cidade e ai vem dizer que alguns políticos devem mudar o comportamento porque deram mau exemplo. Mau exemplo deu sim o ex-prefeito José Augusto quando desviou os recursos da merenda e todo povo sabe disso. Quando deixou a prefeitura no caos, totalmente sucateada. Os recursos públicos escassos porque foram para o bolso de poucos e o senhor era líder desse governo”.

 

Junior também criticou a Secretarias de Educação, de Infraestrutura e de Saúde sobre o abandono de alguns locais, citando a Escola Ivone Gonçalves (antigo Cenecista) e da falta de manutenção de um Raio X e uma ambulância para casos não graves, afirmando “Essa administração, os senhores sabem, não funciona nada. Querem colocar uma cortina de fumaça para que a população acredite nas falácias dos vereadores de situação e fica aqui a minha indignação”.

 

Doutor Nanau (PTB)

O vereador falou sobre a votação do projeto da associação “Ampliando os Saberes” para que a prefeitura apoie o espaço. Falou também sobre o discurso do vereador Junior Gomes, falando que “o mesmo só vê o lado negativo, mas a gente tem que ver o lado positivo”. Nanau se referiu ao projeto Integração da Cidadania, realizado no parque florestal nos dias 27 e 28 do último mês de abril. Falou também sobre a inauguração da Creche de Poço Fundo, afirmado que “isso é uma ação do prefeito Toinho do Pará e do nosso grupo”.

 

Nanau também falou sobre o andamento das obras de saneamento do bairro Dona Lica II e que o mesmo está quase concluído, afirmando que “acredito que até sábado o saneamento estará todo concluído”. Nanau citou também sobre a entrada de um requerimento, pedindo que policiais se façam presentes lá no posto policial de poço fundo e atendam as reinvindicações da população daquele local, dizendo também “que é um dever da oposição. A oposição só vem falar, mas também deveria estar se preocupando com isso”.

 

Nanau também criticou sobre o discurso realizado pelo vereador Francisco Ricardo no “Bregaribe”, dizendo que “O presidente dessa casa saiu com um discurso que não era para o ambiente. Ali deveria se respeitar e não se cabia, de maneira alguma, o discurso politico que o presidente dessa casa fez”. Nanau defendeu também o deputado José Augusto Maia e o prefeito Toinho do Pará e criticou o discurso realizado pelo deputado Diogo Moraes.

 

Galego de Mourinha (PTB)

O vereador, que discursou brevemente, parabenizou o prefeito Toinho do Pará pela realização do Bregaribe e da Corrida Ciclística, realizadas no ultimo dia 1º de maio. Galego também citou os discursos realizados pela oposição, citando o a pesquisa falada por Junior Gomes, onde defendeu o prefeito Toinho do Pará. Galego citou a criação de 7 PSF´s na atual gestão para justificar os avanços da saúde. Citou também a inauguração da creche de Poço Fundo.

 

Fernando Aragão (PTB)

O vereador citou o vereador Junior Gomes, fazendo referencia ao deputado estadual Edson Vieira, dizendo que “A quatro anos que ele é candidato e nem coragem de subir ele teve”, referindo-se ao não comparecimento do deputado no palco do “Bregaribe”. Fernando também atacou Edson Vieira, onde afirmou que “Ele fica se escondendo atrás de uma coisa, que ele diz que é “Menino”… Há quase uns quarenta anos ele vem sendo “Menino” e vai continuar sendo menino, porque não amadurece. Porque não diz muito as coisas com realidade. Porque diz as coisas que não são verdadeiras.. Inventam… Prometem e não chega… Biguseiro, não tem o que fazer!”.

 

Fernando Aragão citou também “as promessas estão demasiadamente grandes”, promessas feitas sobre diversas obras e pelos deputados da oposição sobre a PE160, a BR104, a Cadeia Pública, o asfaltamento de ruas e também afirmou que “Tentaram aproveitar carona na verba de Toinho que foi conseguida a mais de dois anos para fazer o asfaltamento das ruas de Santa Cruz”. Na mesma fala Fernando disparou: “Não dá pra confiar em promessa demasiada, não! Não conseguiram dizer que essa era deles e inventaram que tem as verbas de deputado A, deputado B, deputado C e que vão asfaltar a cidade toda”.

 

Fernando também citou que os deputados se esquecem de pedir ao prefeito sobre os projetos de asfaltamento dessas ruas, afirmando que “O prefeito tem que participar. Tem, de fato ver, as condições e mandar fazer o projeto” e concluiu, em defesa de Toinho: “Para colocar asfalto nas ruas, é preciso que o governo municipal tenha conhecimento”.

 

Afrânio Marques (PSDB)

Dono dos discursos mais inflamados da noite, o vereador citou também a necessidade das mudanças e “que elas sejam verdadeiras”, afirmou. Afrânio também falou sobre os discursos mostrados pela situação, afirmando que eles tem que se “rebaixar tanto para ver se ganha o aval do maior ladrão do dinheiro público de Santa Cruz do Capibaribe”, fazendo referencia ao Deputado Federal José Augusto Maia.

 

Afrânio citou também o pedido expedido pelo juiz da segunda vara de justiça, em documento, pedindo para que seja pago o dinheiro desviado das merendas escolares, onde o vereador afirmou que a cidade ganhou o título de “maior produtor de laranjas do Brasil”, referindo-se aos desvios de verba da merenda, no lixo, no calçamento e também na emissão de notas frias.

 

Afrânio também criticou Secretaria de Educação onde, segundo ele, existe uma evasão de 47% dos estudantes do turno da noite nas escolas públicas. Afrânio também polemizou seu discurso dizendo que a corrupção estava instalada no atual governo, onde disparou: “O novo modelo de gestão se dá simplesmente por conta da corrupção instalada no governo. É uma quadrilha! Não tem outro nome não! Quando se junta para roubar dinheiro público, é quadrilha sim!”, afirmou.

 

Afrânio atacou, diretamente, o vereador Ernesto Maia sobre a sua campanha realizada na eleição anterior, afirmando que “O senhor não tem direito moral de estar criticando ninguém aqui não, porque o senhor não dá exemplo de forma nenhuma. O senhor não dá exemplo em nada aqui”. Afrânio ainda acusou Ernesto de usar a Secretaria de Educação, dizendo que “O senhor se aproveita do poder, se monta no poder pra fazer as coisas de vossa excelência, usando da nata da Secretaria de Educação” e que ele (Afrânio), caso não fosse eleito, tinha a profissão de professor e que é dono de uma gráfica e que ninguém sabia da profissão de Ernesto.

 

Afrânio também citou que o deputado José Augusto Maia está citado no “Portal transparência Brasil”, dizendo que ele está enquadrado em processo por “formação de quadrilha entre outros processos que eu chamei aqui na tribuna”. Afrânio citou também os medicamentos vencidos e o não funcionamento de um laboratório de exames, cujo local foi alugado de Doutor Nanau “e que nunca sequer fez um exame para o cidadão santacruzense”, disparou. Ernesto, ao final do pronunciamento de Afrânio, Ernesto pediu questão de ordem, onde se defendeu afirmando que já foi confeccionista e fundador da CDL e da ASCAP e disparou “Eu não tenho negócio paralelo como o senhor, que tem uma gráfica, é vereador e fornece para a Câmara de Vereadores”.

 

Deomedes Brito (PT)

O vereador iniciou seu discurso atacando Edson Vieira, afirmando que “Eu estava escutando, público presente, uma hipocrisia. Porque o candidato dele (referindo-se a oposição), foi condenado por compra de votos e até jumento. Mas ele cala a boca para falar da seriedade nele nisso ai”.

 

Deomedes falou também sobre a eleição realizada dia 15/04, na qual ele foi eleito presidente do PT e citou a aliança do partido com o PTB, em eleição realizada no ultimo dia 29/04. Deomedes citou o trabalho desempenhado pelo prefeito Toinho do Pará sobre a creche inaugurada em Poço Fundo. O vereador destacou também a sua luta, juntamente com Ernesto Maia, Fernando Aragão e José Augusto Maia no asfaltamento da estrada de Sumé a Jataúba. Deomedes citou também as emendas conseguidas por Eduardo Dafonte para o asfaltamento de ruas e que essa luta também foi de Toinho do Pará.

 

Deomedes falou também na manutenção da unidade do grupo taboquinha para as próximas eleições.

 

Dimas Dantas (PP)

O vereador começou seu discurso parabenizando a inauguração da nova creche. Citou o fato da ampla discussão sobre o “Novo Modelo de Gestão”, onde citou Poço Fundo como exemplo desse modelo, afirmando que “Poço Fundo cresce, de forma substancial. Mas cresce como Santa Cruz, de forma desmantelada. É rua pra um lado, é saída por outro, se você ver, parece um labirinto. Poço Fundo é um exemplo da falta de gestão”.

 

Dimas também citou que, as polêmicas sobre os discursos de Francisco Ricardo e Diogo Moraes no “Bregaribe”, estão tirando o foco de questões importantes para a cidade e disparou: “Não tenho o bafômetro para ver quem estava lá no palco. Contudo, quero dizer que, se as pessoas lá que acusaram o vereador Francisco Ricardo e o Deputado Diogo Moraes, eles devem, se tiver acontecido isso, acho que não custa nada pedirem desculpas a população. Mas digo uma coisa muito clara que a gente precisa entender: isso é desviar atenção do problema principal. Não podemos ater a questões pontuais enquanto a cidade passa por seríssimas dificuldades”.

 

Dimas também defendeu Edson Vieira sobre as afirmações de Fernando Aração, dizendo que ele não subiu no palco não por falta de coragem, como tinha afirmado o vereador no seu discurso, “mas sim porque não estava agendada a sua subida lá, como a minha também não”, afirmou.

 

Deomedes pediu um aparte e citou que o deputado José Augusto Maia e alguns vereadores não estavam agendados para subir no palanque e subiram e Dimas disparou: “Eu não tenho bola de cristal para adivinhar o que se passa na cabeça das pessoas”.

 

Dimas também falou sobre a questão da indefinição do grupo Taboquinha, afirmando que “Vamos esperar a escolha dos candidatos de vocês pra que a gente possa, definitivamente, sentar e discutir. Quem tiver o melhor projeto para Santa Cruz, vai poder convencer a população”.

 

Zezim Buxim (PSDB)

O vereador citou o trabalho do projeto “Alcançando os Saberes”, o trabalho de gestão desempenhado pelo governo de Barra de São Miguel, onde elogiou a gestão afirmando que “Lá nós vimos construções futuristas e a gente percebe que a cidade está evoluindo” e que a cidade tem um modelo de administração que pode ser seguido aqui, em nossa cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?