28
fevereiro

Questão polêmica


Invasores de área pública fazem manifestação em frente à Câmara de Vereadores

Após saida tumultuada, invasores e o prefeito tiveram bate-boca. Fotos: Thonny Hill.

 

Na manhã desta quinta-feira (28), invasores da área pública próximo ao Loteamento São José fizeram mais uma manifestação pelas ruas de Santa Cruz.

 

Dessa vez, o final do protesto foi na Câmara de Vereadores. Munidos de um carro de som e cartazes, o manifesto ocorreu de forma pacífica.

 

 

Segundo Joel Gomes, um dos lideres dos sem-teto, a manifestação é para novamente reivindicar uma audiência pública para a discussão sobre a área invadida, como também falar com o prefeito Edson Vieira (PSDB) sobre o caso.

 

Os manifestantes tentaram entrar na câmara, mas foram impedidos pelos policiais. O protesto aconteceu no mesmo instante em que o prefeito participava do evento sobre as iniciativas que deverão ser realizadas pelo Conselho Antidrogas no município.

 

Manifestantes foram impedidos de entrar pelos policiais.

 

Princípio de tumulto

 

Na tentativa de não falar com os invasores, o prefeito Edson Vieira tentou sair pela porta da cozinha da Câmara (por trás do local), mas foi alcançado por dezenas de manifestantes.

 

Carro do prefeito chegou a ser cercado duas vezes.

 

Houve um princípio de bate-boca. O prefeito entrou em seu carro, junto da primeira dama e assessores, sem dar maiores declarações. O carro chegou a ser cercado duas vezes pelos invasores, que gritavam palavras de ordem.

 

“Queremos uma chance para sair do aluguel”, afirmavam.

 

 

Após o episódio, Joel afirmou que o advogado do movimento tinha conseguido falar com o prefeito antes de sua saída tumultuada.

 

Na conversa, ficou decidido que uma comissão deverá ir ao gabinete na próxima quarta-feira (06), tratar sobre o assunto e afirmou também que as manifestações irão continuar.

 

“Continuaremos até que o prefeito se sensibilize com o nosso caso”, relatou.

32 Comentários

  1. Cleber Ferraz disse:

    Liderados por um canastrão, aproveitador e hipócrita que faz uso de uma religião para disfarçar sua canalhice.

    1. pedrão disse:

      ESSES AÍ, TODOS SABEM QUE TEM CONDIÇÕES FINANCEIRAS POREM ATÉ AGORA QUASE NADA FOI FEITO PARA A DESOCUPAÇÃO DA ÁREA PUBLICA. . . ENQUANTO ISSO O PESSOAL DO LOTEAMENTO GAVIÃO JÁ ESTÃO SOFRENDO COM O DESPEJO, QUE VEM SENDO TRATADO DE MANEIRA ARBITRARIA ESTANDO MARCADO PARA O PRÓXIMO DIA 05 DE MARÇO E NINGUÉM OS RECEBEM PARA NENHUM ESCLARECIMENTO NEM MESMO OS VEREADORES ( DEFENSORES DO POVO ) SÓ QUE DAQUI A DOIS ANOS TEREMOS UMA “VERDADEIRA ENQUETE” QUE SERÁ NAS ELEIÇÕES ESTADUAIS E AÍ SE NÃO SOUBEREM FAZER ESSAS REINTEGRAÇÕES DE POSSE (DEMOLIÇÕES) COM CAUTELA PODE SER TARDE DEMAIS. . .

  2. mario cesar disse:

    EITA MORAL DA POXA TA O PREFEITO PARABÉNS PREFEITO VOLTA ZÉ..

  3. ivan disse:

    quer uma chance para sai do aluguel trabalhe e compre uma casa tem varias para vende ..

    1. tati disse:

      concordo plenamente com vc…

  4. Flávio Filho disse:

    Os sem-teto de Santa Cruz, talvez sejam os únicos donos de fabricas, que possuem carros, motos provedores de internet etc.! Pedem uma chance pra saírem do aluguel, porém não se desfazem de seus bens, para como todo trabalhador honesto conseguir por conta própria a sua casa!
    Sei que em nossa cidade existem pessoas que vivem abaixo da linha de pobreza que moram em favelas e não tem nenhuma condição de conseguir um teto, a estas pessoas o governo tem que dá total atenção e moradia. Mas aos sem-teto “oportunistas” creio que o governo tem que agir como manda a lei.
    Em minha mente vários questionamentos por que aquele local? São tão desprovidos, como conseguiram construir em tempo recorde?
    Ao meu entendimento politica é lutar pelo bem comum de toda uma Sociedade. Você acha justo um espaço que é por direito de toda sociedade se usurpado por aproveitadores?
    Como cristão ( evangélico ) fico triste em ver pessoas que se dizem também serem apoiar incentivar e participarem deste tipo de movimento!!!

    1. Ediberto disse:

      caro flávio, gostei de seu comentário, eu mesmo tenho que vencer todos os dias minhas necessidades, trabalho e tudo que tenho ,é declarado e honesto, durmo tranquilho, e pensar que o governo Edson Vieira nem começou, e esses errados já estão chiando, imagine daqui á poucos meses ,quando vierem fiscalização da receita federal, ministério do trabalho e outros órgãos, a cidade vai mudar muito até o final destes quatro anos, muito bandido vai mudar daqui ou vai ser preso, por isso entendo o porque de nossa cidade não ter Sesc e Sesi, mas isso vai acabar, tenho fé, se preparem pro que eu estou dizendo, a melhor forma de Edson se livrar destes desmandos deixado por Zé augusto ,é passando um pente fino na cidade, zerando tudo, e istos eles já estão desconfiados que em breve vai acontecer!!!

      1. Clodoaldo Barros de Queiroz disse:

        Assim SEJA, Sr. Ediberto.

        1. pedrão disse:

          É BOM LEMBRARMOS QUE HÁ CASOS, E HÁ CASO, NÃO DEVEMOS TRATAR TODO POR IGUAL . . . PRIMEIRO TEMOS QUE TER CONHECIMENTO DE CAUSA E NO QUESITO POBREZA TENHO CERTEZA QUE O Sr. EDSON VIEIRA E Sr. DIMAS DANTAS NÃO TEM ! ! !

  5. anderson sousa disse:

    assim seria muito bom evadir sen nem uma responsabilidade o q é da prefeitura a maioria das pessoas q abita nossa cidade ja pago aluguel mas a meioria q tem casa propria é pq luto trabalho e coseguil vencer na vida pq trabalha vao trabalhar pra coseguir creser na vida tb vcs diz q é bem pobrizinho e tem adivogado escritorio com computadores fiserao casa menos de 15 dias coisa q nem todo mundo bem de vida controi uma casa dentro de 15 a 30 dias e vcs cosegue ai vcs sao pobrizinhos vao procurar o q faser vcs quer uma sipatia pra ganhar dinheiro vo dar a receita agora acorde sedo tome um banho e vao trabalhar bando de medíocre

  6. MURILO MARTHINS disse:

    ESSE PASTOR AI E !!!

    Barrabás

    A Bíblia está repleta de lições de contrastes, desde a história de Davi e Golias, no Antigo Testamento, até a lição de Diótrefes e Demétrio, no Novo Testamento.

    A história da crucificação de Jesus é talvez o exemplo mais dramático dos extremos que se acham na Bíblia. Em Mateus 21:8-11, Jesus entrou triunfalmente em Jerusalém com a multidão espalhando roupas pelo chão para Jesus passar com o jumento. Parece tão espontâneo e tão alegre. Os ramos eram arrancados para servir de tapete para o seu Rei. Ao saírem a seu encontro, “Bendito é o Rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas maiores altura!” (Lucas 19:37-38). Que recepção alegre! Jesus era glorificado (João 12:16). Esse era o seu momento ao sol, sua entrada triunfal, seu dia de glória. Em menos de uma semana, porém, a multidão foi incitada pelos sacerdotes para crucificarem o seu Senhor e Rei.

    Hoje, ficamos frustrados quando aqueles que tentamos ensinar acham-se presos pelas tradições de seus pais. O povo de Jerusalém também se deixou levar pela tradição; deu ouvidos aos sacerdotes. Da mesma forma, hoje em dia muitas multidões se deixam levar por uma celebridade como o Billy Graham ou por um fanático interesseiro como David Koresh. A natureza humana continua a mesma que naquele dia terrível, no qual a multidão frenética virou contra Jesus e gritava: “Crucifica-o!”.

    Vemos em Pilatos essa mesma oscilação de emoções e essa mesma conduta extremada. Ele queria soltar Jesus (Lucas 23:20). Pilatos até teve o impulso emocional da esposa, que reconheceu que Jesus era justo e disse ao marido que não se envolvesse naquilo. Depois Pilatos perguntou à multidão: “Que mal este fez?” (Lucas 23:22). Aqui, Pilatos começa afirmando que Jesus é inocente e acaba concedendo a sentença de morte que a multidão exigiu. A pressão da multidão, até mesmo o desejo de agradá-la, levaram Pilatos a entregar o nosso precioso Senhor. Quantas vezes oscilamos entre o nosso desejo de servir a Deus e o desejo de agradar as pessoas ou ser aceito por elas?

    É claro que Barrabás apresenta o maior contraste. Embora na verdade se escreva pouco sobre ele, os escritores nos deram informações suficientes para pintarmos um quadro bem vívido em nossas mentes desse homem horrendo. Barrabás tinha um bom nome. “Aba”, na época de Jesus, era provavelmente um título de honra, significando “filho do mestre ou do professor” ou “filho de um rabi”. No entanto, Barrabás não fazia justiça a esse nome. Ele foi o criminoso escolhido pela multidão de Jerusalém para ser solto ao invés de Jesus Cristo. Era costume libertar um prisioneiro na Festa da Páscoa. Mateus o chama de um “preso muito conhecido”. Marcos diz que ele foi “preso com amotinadores, os quais em um tumulto haviam cometido homicídio”. Lucas afirma que ele foi lançado na prisão “por causa de uma sedição na cidade e também por homicídio”. João o chama “salteador”. Não há mais pormenores, e qualquer outra dedução seria mera suposição. O que sabemos de fato é que Barrabás era um perturbador da ordem pública, vil, de má fama, ladrão e assassino. É simplesmente ridículo ser oferecido em comparação com o Filho do Altíssimo. Retratar o nosso Senhor ao lado desse homem vil e depois ser trocado por ele é uma cena tão ultrajante que nos faz estremecer. O único denominador comum entre Barrabás e Jesus é que Jesus morreu para levar algo que não era seu S os nossos pecados; Barrabás viveu levando algo que não era seu, e devia morrer.

    O contraste final é hipotético. Não é possível deixar de imaginar o que houve com Barrabás. Eis um homem diante da morte certa, sem dúvida imaginando o que seria morrer na cruz. Sua única esperança, que se achava por um fio, era escapar e levar a vida como um fugitivo. Nem em seus melhores sonhos ele imaginava ser perdoado, sobretudo em troca de alguém como Cristo. Então, quando ocorreu o inimaginável, que foi que ele fez? Será que ele decidiu dedicar a vida a Deus porque tinha recebido a liberdade? Será que ele se arrependeu e fez boas obras o resto da vida, tentando ser digno de seu bom nome, ou será que voltou à vida de crimes e degradação? Infelizmente, a maior parte das pessoas hoje não valorizam o dom que Cristo lhes deu. Elas escolhem ou rejeitá-lo ou aceitá-lo, mas jamais dedicam a vida verdadeiramente a ele.

    Permanece o fato de que Jesus, um homem de elevada nobreza, foi trocado por Barrabás, um homem de má fama. O bem versus o mal S o maior contraste. Que você fará com Jesus?

    1. Clodoaldo Barros de Queiroz disse:

      !? Risos… Amém…

  7. CARLOS MOURA disse:

    EU NAO TENHO CASA PROPRIA PAGO ALUGUEL E CORRETO TOMAR AQUILO QUE NAO E SEU.SR PASTOR.

  8. CARLOS MOURA disse:

    É claro que Barrabás apresenta o maior contraste. Embora na verdade se escreva pouco sobre ele, os escritores nos deram informações suficientes para pintarmos um quadro bem vívido em nossas mentes desse homem horrendo. Barrabás tinha um bom nome. “Aba”, na época de Jesus, era provavelmente um título de honra, significando “filho do mestre ou do professor” ou “filho de um rabi”. No entanto, Barrabás não fazia justiça a esse nome. Ele foi o criminoso escolhido pela multidão de Jerusalém para ser solto ao invés de Jesus Cristo. Era costume libertar um prisioneiro na Festa da Páscoa. Mateus o chama de um “preso muito conhecido”. Marcos diz que ele foi “preso com amotinadores, os quais em um tumulto haviam cometido homicídio”. Lucas afirma que ele foi lançado na prisão “por causa de uma sedição na cidade e também por homicídio”. João o chama “salteador”. Não há mais pormenores, e qualquer outra dedução seria mera suposição. O que sabemos de fato é que Barrabás era um perturbador da ordem pública, vil, de má fama, ladrão e assassino. É simplesmente ridículo ser oferecido em comparação com o Filho do Altíssimo. Retratar o nosso Senhor ao lado desse homem vil e depois ser trocado por ele é uma cena tão ultrajante que nos faz estremecer. O único denominador comum entre Barrabás e Jesus é que Jesus morreu para levar algo que não era seu S os nossos pecados; Barrabás viveu levando algo que não era seu, e devia morrer.

    1. tati disse:

      parabéns pelo belo comentario.

  9. veronica disse:

    SE EDSOM AFROUXAR, OS CARAS INVADEM OS MELHORES LUGARES DA CIDADE, VENDAM MOTOS E ATÉ MESMO CARRO, CRIEM VERGONHA NA CARA E VÃO TRABALHAR. É INTERESSANTE OBSERVAR QUE AS PLACAS PRECISANDO DE COSTUREIROS É MUITA, AGORA GENTE QUE DEVIA TRABALHAR PRA GANHAR O PÃO COM DIGNIDADE TÁ NAS PORTAS DE REPARTIÇOES PÚBLICA PRA TOMAR AQUILO QUE É PUBLICO, QUE É DE QUEM PAGA IMPOSTOS. VÃO TRABALHAR BANDO DE PREGUIÇOSOS

  10. José Nivaldo disse:

    Essa turma foi patrocinada por alguém com muita grana para dentro de poucos dias construir aquelas casa. o interessante é que eles não invadem áreas onde o valor imobiliário é menor, procuram áreas valorizadas e tem a frente quem deviria da exemplos.

  11. Flávio Filho disse:

    Uma pergunta a mais a pra os cristão que estão envolvidos de forma direta ou indireta neste movimento. Em Seus Passos o que Faria Jesus??

  12. INDIO DA COSTA disse:

    INTERESSANTE ESSE POVO!!!

    Vejam de quem é o carro de som que Toda vez é usado para protesto deste Povo. O DO CANDIDATO A VEREADOR TABOQUINHA VANDO DA CERTEC. TOME VERGONHA CANDIDATO VOCÊ É DE UMA FAMILIA TRABALHADORA E HONESTA. VOCÊ AGORA METIDO A LEVANTAR QUEM ESTÁ ERRADO. SE FOSSE ZÉ E NANAU QUE TIVESSE GANHO VOCÊ EMPRESTARIA SEU CARRO. TOME VERGONHA SEU CABRA. SEJA FEITO SUA FAMILIA. OU MAIS UMA VEZ VC VAI COMER PALMA DESSE POVO.

  13. eu disse:

    vão trabalha rebanhe de vagabundo.

  14. Núbia disse:

    O mais interessante de tudo é que os invasores não podem pagar aluguel mas podem construir as casas no terreno invadido.
    Só tem oportunista nesse movimento!
    Quem realmente precisa de uma casa são as pessoas que moram nas favelas, pois moram em barracos feitos com papelão e madeira, e quando chove ficam na lama.

  15. neilton frança disse:

    VERONICA VC DISSE TUDO.

  16. melquias disse:

    Só quero diser que o lider desse povo “NÃO é Pasto” não,é um oportunista e os demais que o segem!!!

  17. melquias disse:

    Só quero diser que o lider desse povo “NÃO é Pastor” não,é um oportunista e os demais que o segem!!!

  18. juliana sousa disse:

    isso e um bando de deliquentes que robam aquilo que nao e seu esse pastor esta dando mal exemplo. acorda edson e poder publico ele colocam pessoas por tras que sao pobres apenas para conseguir. esse pastor que usa o nome dos evangelicos apenas para conseguir algo esse povo nao e certo. o melhor em fazer e derrubar se derrubaram uma casas esses dias por ser lugar publico tambem deve derrubar esse outro e tudo que a errado debuba edson por que esse povo ai e tudo taboquinha nao de ousadia a eles faça seu otimo gorveno por que esta dando certo. e o certo e certo honrer o voto de todo aquele que depositou o voto em vc to com vc sempre . amo seu trabalho.

  19. sergio disse:

    vai vender pastel joellllllllllllllllll depois de velho ladrao de terreno do povo vai te converter

  20. PAUDINHA disse:

    cOMPARTIH O MESMO PENSAMENTO DE fLAVIO fILHO..Os sem-teto de Santa Cruz, talvez sejam os únicos donos de fabricas, que possuem carros, motos provedores de internet etc.! Pedem uma chance pra saírem do aluguel, porém não se desfazem de seus bens, para como todo trabalhador honesto conseguir por conta própria a sua casa!
    Sei que em nossa cidade existem pessoas que vivem abaixo da linha de pobreza que moram em favelas e não tem nenhuma condição de conseguir um teto, a estas pessoas o governo tem que dá total atenção e moradia. Mas aos sem-teto “oportunistas” creio que o governo tem que agir como manda a lei.
    Em minha mente vários questionamentos por que aquele local? São tão desprovidos, como conseguiram construir em tempo recorde?
    Ao meu entendimento politica é lutar pelo bem comum de toda uma Sociedade. Você acha justo um espaço que é por direito de toda sociedade se usurpado por aproveitadores?
    Como cristão ( evangélico ) fico triste em ver pessoas que se dizem também serem apoiar incentivar e participarem deste tipo de movimento!!!

  21. Edisio Vieira disse:

    Coitado de Edson, que bomba ele pegou! isso é um pastor aprumado, vai te converter falso profeta!

  22. nanda disse:

    fica a dica,zé augosto pra vc não ter remoso por ter se convertido chama esse joel para ser seu pastor,vcs tem tantas coisas em comum,parece ate q ele teve algumas aulinhas antes de fazer essa invasão kkkkkkkkkkkkkk porq justiça seja feita quem gosta do que dos outros e zé augosto e só fazendo parte d uma igreja com um pastor assim q vai fazer zé augusto sorrir di novo kkkkkkkkkkkke sai dessa depressão concorda zé…

  23. Ediberto disse:

    Como vamos cobrar exemplo, se temos no meio de grandes empresários, empresas sediadas em terrenos da Sudene? o exemplo deveria vir de cima, como acabar com o mau exemplo, se alguns empresários fecham ruas, atrapalham trânsito para pedir terreno? e isso depois de milionário! ou seja já e cultura, já está no sangue, este novo Prefeito mexeu em casa de marinbondo! os caras (Empresários) tem carros importados carissimos, e ficam pedindo terreno, ou seja na minha opinião, essas invasões, estão vindo desses empresários desonestos!!!

    1. pedrão disse:

      CONCORDO COM VC EDIBERTO, AGORA RESTA SABER QUEM SÃO ESSES EMPRESÁRIOS ? ? ? DE UMA COISA SABEMOS SE FOSSEM POBRES JÁ ESTARIA HAVENDO MEIO MUNDO DE INVESTIGAÇÕES, COMO CADEIA NO BRASIO FOI FEITA PRA POBRES; SABE QUANTAS VEZES VÃO INVESTIGAR ? ? ? NENHUMA ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! !

  24. italu disse:

    Ué colocaram o Menino la agora AGUENTEM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores