31
janeiro

Blog nas ruas


Metralha que causava transtornos na Rua José Francelino Aragão Filho é retirada pela prefeitura

 

Fotos: Elivaldo Araújo.

 

Na última quinta-feira (24), noticiamos que uma metralha presente entre duas casas na Rua José Francelino Aragão Filho (no Bairro São Miguel), vinda de obras de proprietários de casas diferentes do dono do terreno, estava causando transtornos aos moradores.

 

Segundo eles, ratos e baratas eram avistadas constantemente dentro das residências e um deles nos relatou que, para tentar amenizar o problema, o mesmo chegou a espalhar várias ratoeiras pela casa.

 

Recebemos uma ligação de um dos moradores, afirmando que a metralha havia sido retirada pela prefeitura, fato constatado por nossa equipe.

 

Foto de como estava o local.

4 Comentários

  1. selma ferreira disse:

    que bom, entao vamos dá uma chance agora para o pedra branca que tá arrodeado de esgotos, buracos e lixo…

  2. jana disse:

    Agora é preciso que se fiscaliza, ou então daqui a trinta dias estará do mesmo jeito. Ao lado da igreja adventista do sétimo dia que fica no cruz alta ao lado da canal é dessa mesma forma a prefeitura tira com dez dias parece que não foi tirado. O povo não colabora.

  3. edmilda disse:

    qdo vim morar na rua dos correios há 8 anos, havia um lixão no pé de um poste no patio dos correios,os moradores da rua e pessoas de outras ruas punham o lixo e bichos mortos lá, os urubus eram moradores oficiais, sem contar com as moscas, que vinham em enxames, mas nós lutamos muito e conseguimos, foi preciso até vigia no local, uma vergonha! Mas a todos q são prejudicados com a falta de educação de outras pessoas, não desistam lutem, vcs vão conseguir! Nós conseguimos!
    Ahhh, havia carro coletor de lixo, todos os dias!

  4. ednailario disse:

    É verdade..

    esse terreno fica quase em frende de onde Eu trabalho , e retiram todo o entulho… parabénsssssss galera… a impressa unida com a comunidade tem muita força.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores