12
julho

“Os números mostram a falta de prestígio da prefeitura de Santa Cruz”, diz Ernesto Maia sobre os dados do São João


 

O líder da bancada de oposição, em Santa Cruz do Capibaribe, Ernesto Maia (PT) tem o entendimento de que ‘falta prestígio da prefeitura municipal’ na articulação para buscar recursos para o São João da Moda. A avaliação foi feita após a prestação de contas dos festejos, na manhã dessa terça-feira (11), no auditório da Praça de Artes e Esportes Unificados (CEU).

De acordo com os dados apresentados, o evento teve receita de aproximadamente R$ 555 mil e despesa que ultrapassou R$ 2,3 milhões. Além disso, o município não contou com aporte financeiro do governo estadual.

Ernesto comparou Santa Cruz a outros municípios, que segundo ele, conseguiram arrecadar mais verba, tendo o benefício estadual e um bom contrato com parceiro exclusivo na venda de bebidas, dentro da festa.

Segundo ele, em negociações com uma empresa de cerveja e refrigerantes, o município de Limoeiro conseguiu, em 2016, valor de R$ 400 mil para o São João local.

Quanto ao poder público, Ernesto citou Arcoverde, que teria contado com atrações de renome nacional, com a ajuda integral do estado.

Cadê a turma? – Para Ernesto, a ausência dos vereadores governistas, principalmente ligados politicamente ao deputado Diogo Moraes (PSB), evidencia um distanciamento político do prefeito Edson Vieira.  Vale ressaltar que, da bancada de situação, apenas Jessyca Cavalcanti, Dr. Nanau e Ronaldo Pacas, estiveram no ato.

Bom pra quem? – Questionando alguns dados, o vereador finalizou ironizando sobre quem teria gostado dos festejos deste ano.  “Esse São João da Moda foi muito bom. Muito bom para os donos desses camarotes, que ainda não foram identificados”, disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


Meses Anteriores

error: Copiando nosso texto?