Direção do Materno Infantil apresenta números de atendimentos

 

 

O Hospital Materno-Infantil de Santa Cruz do Capibaribe, que voltou a funcionar no dia 01 de janeiro de 2012, no primeiro dia do governo Edson Vieira, terminou o ano com balanço positivo.

 

Segundo informações de Fernanda Gomes, diretora do hospital, a unidade concluiu o ano de 2013 com 39.893 atendimentos na emergência pediátrica e 5.501 atendimentos na emergência obstétrica além de 412 partos normais.

 

 

A humanização no atendimento foi uma das metas com a realização do projeto Humaniza Materno.

 

A gestão municipal também inaugurou uma sala vermelha (Sala de urgência e emergência), que conta com equipamentos modernos. O espaço permite que a vítima de trauma receba o atendimento necessário com mais agilidade.

 

 

O materno ainda conta com o serviço de acolhimento que promove o levantamento direto com os pacientes e seus acompanhantes, para que se identifique o grau de satisfação dos usuários, dessa forma, melhorar cada vez mais o atendimento a população.

 

Através desses levantamentos, a direção do hospital verifica sugestões, garantindo a excelência no atendimento.

 

Informações da Assessoria.

3 Comentários

  1. fabio m azevedo disse:

    a cara do governo vieira! um governo maquiado

  2. nanda disse:

    se e ou ñ maquiado caro fabio talvez seja porq vc ñ precisa do hospital para seus filhos “mais eu como tenho filhos e o ano passado emfelismente precisei do hospital por diversas vezes,e só tenho a agradecer a o prefeito a td equipe do hospital por td,desdo atendimento quanto a td,graças a deus hoje naquele materno infantil tem gente humana trabalhando obrigado por tds as vezes q fui bem atendida a pesar da tristeza q tinha por esta com um filho doente”e facil criticar só por criticar ja q vc no minimo tem plano de saúde e se ñ tem e mesmo um babão

  3. NEILTON FRANÇA disse:

    MANDOU BEM NANDA,MEUS PARABÉNS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?