05
dezembro

“Eu propus e mostrei que o nome de Augusto seria o ideal para a independência da Câmara” – diz Ernesto Maia


Foto: Janielson Santos.

Na tarde desta quarta-feira (05) o vereador Ernesto Maia, participou do programa Rádio Debate da Rádio Polo FM. Ele falou sobre os dias que antecederam a eleição da Câmara de Santa Cruz do Capibaribe, onde teria posto o nome para a disputa, mas após articulações, acabou retirando e apoiando o vereador Augusto Maia como presidente.

Ernesto Maia destacou que tentou compor com vereadores da base do prefeito Edson Vieira (PSDB), porém não teve uma resposta positiva.

“Eu vinha conversando já com dois vereadores da base do prefeito, que disseram que podiam votar, conversei com esses dois e eles deram esperanças, mas ontem eles ligaram e agradeceram o convite, então informaram que iriam continuar no grupo do prefeito” – pontuou.

O vereador Ernesto Maia citou que o clima na Câmara de alguns eleitores da base de sustentação do prefeito de Edson Vieira, teria sido determinante para que o mesmo pudesse mudar de ideia e tomar uma posição.

“Ao chegar na Câmara ao ver aquele clima como estava, aquele azulão estampado, a cara das pessoas prontas para comemorar, pois o prefeito Edson iria fazer presidência, e vendo aquele clima, pensamos como iríamos fazer para que isso não acontecesse e de fato aconteceu uma independência da Câmara com a prefeitura” – completou.

Ernesto deu detalhes de como ocorreu a sua retirada da disputa e citou que Augusto Maia seria o único nome entre Helinho Aragão, Capilé e Augusto, para que houvesse uma independência da Câmara com o poder público.

“Júnior (Gomes) chegou pra mim e disse ‘a gente vota em Helinho, com eu e você na mesa’ e também acho que Augusto também estaria, então eu disse, ‘olhe a gente pode fechar esse acordo aqui, mas entendo que se a gente votar em Helinho com os comentários que já estão nas redes sociais com a foto de Helinho e um correligionário de Edson, seria uma vitória pra gente, pra Edson Vieira e pra Zé Augusto’. Então eu propus e mostrei que o nome de Augusto seria o ideal para a independência da Câmara, até por que era o único nome que os aliados do prefeito não votariam” – revelou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Notícias Anteriores