06
dezembro

Paulo Câmara negocia liberação de recursos com ministro para Adutora do Agreste


Na tarde desta quarta-feira (06), o governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB) se reuniu em Brasília com o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, para solicitar a liberação dos recursos da Emenda de Bancada previstos para a Adutora do Agreste.

Diante da escassez de recursos do Orçamento Geral da União (OGU), o governador solicitou, no final de 2016, que a Emenda de Bancada fosse utilizada para dar andamento à Adutora. A Emenda de Bancada tem o valor de R$ 126 milhões e o governador pediu hoje a liberação de R$ 70 milhões.

“Esses recursos são essenciais para que não ocorra a paralisação das obras”, disse Paulo.

O ano de 2017 foi o pior dos últimos três no tocante ao repasse de recursos do Orçamento da União para a Adutora do Agreste. Foram R$ 94 milhões em 2015, R$ 136 milhões em 2016 e R$ 67 milhões este ano.

Possível paralisação das obras:

Na semana passada, a possível paralisação futura das obras da Adutora do Agreste veio a tona através do presidente da Compesa, Roberto Tavares, e que a paralisação seria devido a falta de repasses por parte do Governo Federal. Isso porque as empreiteiras não estariam mais conseguindo honrar os compromissos assumidos para executar os serviços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Anteriores