18
janeiro

Aos 74 anos, morre o poeta e cantador, Louro Branco


Fotos cedidas por pelo fotógrafo Wladimir Magestá

Santa Cruz do Capibaribe perdeu, na última quarta-feira (17) um de seus principais artistas. De acordo com as informações obtidas por nossa equipe de reportagem, Francisco Maia de Queiroz, o popular Louro Branco, faleceu no final da tarde no Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru.

O poeta, cantador e repentista, natural de Jaguaribe (CE), residia em Santa Cruz desde 1991 e, ao longo de sua carreira, foi autor de mais de 700 composições e escreveu dois livros: “A natureza falando” e “Da casca até o miolo”.

Conhecido pelo jeito simples, era considerado um dos principais cantadores do Nordeste, tendo conquistado diversos prêmios, inclusive o de melhor cantador do país. Levou também sua poesia e arte no improviso para vários estados brasileiros, prestando grande contribuição na cultura popular. O velório deve ser realizado no Teatro Municipal e o sepultamento está previsto para acontecer nesta sexta-feira (19), no cemitério São Judas Tadeu (cemitério velho), ambos em Santa Cruz.

 

 

Santa-cruzense por reconhecimento – Recentemente, o artista foi um dos que receberam o título de cidadão santa-cruzense, honraria máxima do município, por seus feitos prestados em prol da cultura popular. A homenagem foi um pedido do vereador Ronaldo Pacas (PR) e aprovada por unanimidade no legislativo local. Louro Branco, quando ainda estava com saúde, fazia diversas apresentações, muitas delas em eventos e feiras livres de Santa Cruz e região.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?