Foto retirada da internet

 

Cresce o número de pessoas vítimas de golpe do falso leilão em Pernambuco. Os sites falsos criam endereços eletrônicos com a aparência de empresas que realmente existem para aplicar golpes nos usuários, que acabam perdendo dinheiro.

As vítimas entram em um site de compra e venda, escolhe o produto, e tempos depois os golpistas enviam os dados do cadastro para ser realizado uma transferência bancária.

Em 27 de janeiro, um caso de repercussão no estado foi o do piloto de avião do Recife que pagou aproximadamente R$ 200 mil reais por um carro de luxo. No interior de Pernambuco, o número de pessoas vítimas de golpes de leiloeiro é parecido. Por isso a Polícia Civil informa que é necessário ter bastante cautela ao comprar produtos na internet, e sempre comprar em sites famosos d confiáveis.

Dicas para não cair em golpes:

Acessar o site da Junta Comercial de Pernambuco (Jucepe) e procurar o link com o nome dos leiloeiros matriculados;

Conferir o edital do leilão, bem como formas de pagamento, horário, data e outras informações;

Observar o endereço eletrônico dos sites. Na maioria dos sites falsos, termina com “.com/org”, e os verdadeiros com “.com.br”

Em leilões extrajudicial, ter muito cuidado em pagamento, que é sempre na conta do leiloeiro, nunca na de terceiros.

Foto: Paulo Viana

Na noite desta quarta-feira (24), uma mulher de 24 anos, foi detida com droga e uma arma de fogo em Taquaritinga do Norte.

Uma equipe do 24° Batalhão de Polícia Militar (BPM) estava realizando rondas próximo ao cemitério, do distrito de Taquaritinga do Norte, quando encontrou a mulher em atitudes suspeitas empurrando uma motocicleta sem placa. Foi feito a abordagem, e na revista pessoal, foi encontrado dentro de uma bolsa 58 pedras de crack, uma pequena porção de maconha, um revólver calibre 32, com três munições, além de mais de 100 reais.

A suspeita foi conduzida para a Delegacia de Plantão de Polícia Civil, ouvida e autuada por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, em sequência apresentada a audiência de custódia.

Imagem de arquivo

 

Nesta quarta-feira (24), foi definido o horário das Feiras do Polo de Confecção do Agreste. Os polos vão sofrer alterações de horários por causas das novas medidas que foram adotadas pelo Governo do Estado de Pernambuco, na última terça-feira (23).

Em Santa Cruz do Capibaribe, após uma reunião entre os representantes do Moda Center Santa Cruz, da Prefeitura Municipal, e dos gestores do Calçadão Miguel Arraes ficou acertado que os dois centros de compras vão abrir nos sábado das 5h às 17h, restrito aos comerciantes para organizarem os boxes, e no domingo será fechado. Segunda-feira, o horário da feira é das 5h às 20h.

Na Feira do Jeans, em Toritama, que acontece aos domingos, das 14h às 22h, passar a acontecer das 8h ás 17h.

Já em Caruaru, o comércio no Parque 18 de Maio funcionará nas segundas-feiras, das 5h às 13h. Está proibido a circulação das pessoas entre às 17h do domingo até às 5h da segunda-feira.

As nova medidas de restrição foram anunciadas pelo Governo de Pernambuco, e proíbe atividades econômicas não essenciais, das 20h às 5h, em 63 municípios das regiões de Limoeiro e Caruaru, no Agreste e de Ouricuri, no Sertão. A medida foi tomada pelo alto número de casos do Covid-19, nas três regiões, e entra em vigor nesta sexta-feira (26) até o dia 10 de março.

Reunião aconteceu na manhã desta quarta-feira (24)

 

Representantes do Moda Center Santa Cruz, da Prefeitura Municipal e do Calçadão Miguel Arraes de Alencar estiveram reunidos nesta quarta-feira (24), para discutir o funcionamento das feiras dos dois centros de compras, após novo Decreto do Governo de Pernambuco.

Na próxima sexta-feira (26) entra em vigor as novas medidas restritivas e segue até o dia 10 de março, que determina o funcionamento dos serviços essenciais. Os classificados como serviços não essenciais não podem exerceras as atividades e está suspenso das 20h às 5h, de segundas a sexta, já nos fins de semana, o horário é um pouco maior, sendo das 17h às 5h.

Ainda na reunião, foi definido o horário dos dois centros de compras no município.

Sábado: 5h às 17h – será aberto para os comerciantes arrumarem os boxes e lojas;

Domingo: Totalmente fechado, com acesso apenas ao estacionamento frontal e aos hotéis;

Segunda-feira: aberto das 05h às 20h

Segue abaixo nota conjunta do Moda Center Santa Cruz, Prefeitura Municipal e Calçadão Miguel Arraes.

FUNCIONAMENTO DAS FEIRAS DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

Seguindo o compromisso com a Saúde Pública e obedecendo ao Decreto Estadual que determina que o comércio funcione entre 5h e 20h de segunda à sexta-feira e das 5h às 17h nos próximos dois finais de semana, a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe em conjunto com a administração do Moda Center Santa Cruz e do Calçadão Miguel Arraes de Alencar, informa que, durante o vigor do decreto, os horários das feiras no munícipio serão ajustados para se adaptar às novas regras de enfrentamento à Covid-19 no Estado de Pernambuco.

Aos sábados, o Moda Center Santa Cruz e o Calçadão Miguel Arraes de Alencar estarão abertos das 5h às 17h apenas para arrumação de boxes, quiosques e lojas.

Aos domingos, o acesso ao Moda Center será permitido apenas ao estacionamento frontal e aos hotéis, bem como para a entrega de refeições solicitadas por delivery nos hotéis e no estacionamento.

Entre domingo e segunda, o acesso à área coberta (boxes, quiosques e lojas) deixa de ser permitido à meia-noite (como era anteriormente), ficando permitida a entrada somente a partir das 5h da manhã até às 20h para a realização da feira.

É importante que todos se engajem nessa luta e respeitem as determinações sanitárias, como o uso de máscara de proteção, a higienização das mãos e o distanciamento social, assim como os horários estabelecidos no novo decreto estadual, para que os índices de casos da Covid-19 possam regredir na nossa região.

Dessa forma, mais vidas serão preservadas e nossa economia não será prejudicada com um novo fechamento do Moda Center e Calçadão Miguel Arraes.

Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe
Moda Center Santa Cruz
Calçadão Miguel Arraes de Alencar

 

As mudanças foram devido às novas medidas adotadas pelo Governo do Estado

;

Devido ao agravamento da pandemia da Covid-19, na tarde da terça-feira (23), o Governo de Pernambuco determinou a proibição de atividades econômicas no horário das 20h às 5h, em 63 cidades entre elas, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama e Caruaru, município que compõem o Polo de Confecções. A medida vai vigorar a partir desta sexta-feira (26) até o dia 10 de março.

Por causa da decisão do Governo, na manhã desta quarta-feira (24) aconteceu uma reunião envolvendo diretores do Moda Center, gestores do Calçadão Miguel Arraes de Alencar e a Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe, para definir os horários que serão aplicados tanto no Moda Center quanto no Calçadão Miguel Arraes.

O Moda Center e o Calçadão irão abrir nos sábados das 5h às 17h, apenas para os comerciantes arrumarem os boxes e lojas. No domingo será totalmente fechado, com acesso apenas ao estacionamento frontal e aos hotéis. Enquanto que na segunda-feira o horário será das 5h às 20h para o público em geral.

 

 

Na foto, os vereadores de oposição: Guilherme Cumaru (PSD), Hélio de Novo (PSD), Ronaldo César (PSD), Amauri de Mino (PSD) e Natália Pereira (PTB).

 

A Justiça determinou ontem (23), respondendo a um processo pedido pelos vereadores de oposição, a suspensão das comissões técnicas formadas pelo presidente da Câmara de Vereadores de Taquaritinga do Norte, José Ademir Martins. 

A ação visa garantir que sejam cumpridas as leis municipais e o regime interno da Câmara, visto que a escolha dos integrantes se deu unicamente pelo presidente, e não por votação e sorteio que é a forma correta de ser realizada.

De acordo com a acusação imposta pelos vereadores opositores, a Portaria instituída pelo presidente é contraditória à Lei Orgânica Municipal uma vez que os integrantes, além de serem escolhidos por apenas um vereador, foram colocados de forma desproporcional à proporção partidária existente, desrespeitando o voto do eleitorado.

O presidente da Câmara terá 10 dias para prestar informações à justiça. Caso passe do prazo, terá que prestar esclarecimentos ao Ministério Público. Por enquanto as referidas comissões estão proibidas de emitir pareceres até uma nova liberação do juiz Solon Otávio de França.

Foto: Crédito/Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

 

A Prefeitura Santa Cruz do Capibaribe, por meio do Procon municipal multou duas agências bancárias nesta quarta-feira (24), na Operação Fila Zero.

De acordo com a assessoria da Prefeitura, as multas foram destinadas as duas agências da Caixa Econômica Federal e uma agência dos Correios. A decisão foi tomada pelo não cumprimento de solicitações quanto ao tempo de espera nas filas.

A Lei Municipal n°1.69/2005 delimita um tempo de atendimento, de até vinte minutos em dias normais; até trinta minutos nos dias de pagamento, dia de vencimento de cotas de concessionárias, de tributos e em véspera ou pós feriados prolongados e nos dias de feiras, segundas e terças-feiras.

Lei Municipal

As agências e os Correios foram multadas no valor de R$5.431,00, cada uma das agências. Em caso de descumprimento, após as notificações, podem ser multadas novamente, podendo, ter o alvará de funcionamento suspenso.

Imagem de arquivo de Santa Cruz do Capibaribe

 

Nesta quarta-feira (24), foi publicado no Diário Oficial do Estado, o decreto com as novas restrições e medidas preventivas contra o Covid-19, em Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Taquaritinga do Norte, Jataúba, Brejo da Madre de Deus e mais 58 municípios do Agreste e Sertão de Pernambuco.

A decisão foi tomada por causa da lotação das unidades de saúde, com mais de 90% dos leitos ocupados, em três regiões do estado que terão apenas os serviços essenciais funcionando das 5h às 20h de segunda a sexta-feira, e nos fins de semana das 5h às 17h.

A medita entra em vigor na sexta-feira (26)

Segue abaixo os estabelecimentos autorizados a funcionar:

  • Serviços públicos municipais, estaduais e federais, inclusive os outorgados ou delegados, nos âmbitos dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, dos Ministérios Públicos e dos Tribunais de Contas;
  • Farmácias e estabelecimentos de venda de produtos médico-hospitalares;
  • Postos de gasolina;
  • Serviços essenciais à saúde, como médicos, clínicas, hospitais, laboratórios e demais estabelecimentos relacionados à prestação de serviços na área de saúde, observados os termos de portaria ou outras normas regulamentares editadas pelo Secretário Estadual de Saúde;
  • Serviços de abastecimento de água, gás e demais combustíveis, saneamento, coleta de lixo, energia, telecomunicações e internet;
  • Clínicas e os hospitais veterinários e assistência a animais;
  • Serviços funerários;
  • Hotéis e pousadas, incluídos os restaurantes e afins, localizados em suas dependências, com atendimento restrito aos hóspedes;
  • Serviços de manutenção predial e prevenção de incêndio;
  • Serviços de transporte, armazenamento de mercadorias e centrais de distribuição, para assegurar a regular atividade dos estabelecimentos cujo funcionamento não esteja suspenso;
  • Estabelecimentos industriais e logísticos, bem como os serviços de transporte, armazenamento e distribuição de seus insumos, equipamentos e produtos;
  • Oficinas de manutenção e conserto de máquinas e equipamentos para indústrias e atividades essenciais previstas neste Decreto, veículos leves e pesados e, em relação a estes, a comercialização e serviços associados de peças e pneumáticos;
  • Restaurantes, lanchonetes e similares, por meio de entrega a domicílio e para atendimento presencial exclusivo a caminhoneiros, sem aglomeração;
  • Serviços de auxílio, cuidado e atenção a idosos, pessoas com deficiência ou dificuldade de locomoção e do grupo de risco, realizados em domicílio ou em instituições destinadas a esse fim;
  • Serviços de segurança, limpeza, vigilância, portaria e zeladoria em estabelecimentos públicos e privados, condomínios, entidades associativas e similares;
  • Imprensa;
  • Serviços de assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade;
  • Transporte coletivo de passageiros, devendo observar normas complementares editadas pela autoridade que regulamenta o setor;
  • Supermercados, padarias, mercados, lojas de conveniência e demais estabelecimentos voltados ao abastecimento alimentar da população

Foto de arquivo do Moda Center, em Santa Cruz do Capibaribe.

 

As Feiras de Caruaru, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe, que fazem parte do Polo de Confecção do Agreste vão sofrer alterações nos horários, a partir das próximas semanas. As medidas estão sendo tomadas por causa do alto números de casos de coronavírus, no Agreste e no Sertão.

A decisão foi tomada por causa da lotação das unidades de saúde, com mais de 90% dos leitos ocupados.

O governo de estadual determinou a proibição de atividades econômica, das 20h às 05h em 63 cidades de Pernambuco. A medida entra em vigor na sexta-feira (26) até o dia 10 de março.

Em Santa Cruz do Capibaribe, os administradores do Moda Center e do Calçadão Miguel Arraes irão se reunir nesta quarta-feira (24) para definir as estratégias que serão adotadas.

Em Toritama, a Feira do Jeans, teve o horário alterado, e vai acontecer de 8h às 17h, nos domingos, enquanto durarem as restrições.

Em Caruaru, o horário da Feira da Sulanca ainda não foi definido. Os representantes da Prefeitura estão em reunião.

 

 

Em participação ao programa “Marcondes Moreno” na noite desta terça-feira (23) pela Rádio Vale FM, o presidente da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, Capilé da Palestina (PSD), falou sobre um encontro que teve com o prefeito, Fábio Aragão (PP), durante esta semana e destacou que um dos pontos principais em discussão foi em relação ao Projeto de Lei do executivo, que dispõe sobre o parcelamento de débitos do município com o Santa Cruz PREV.

Capilé argumentou que exigiu do prefeito que enviasse as informações necessárias como a origem da dívida e o valor total, para discutir com os sindicatos a questão do parcelamento.

“Não vejo dificuldade nenhuma, analisar e debater com as categorias e com todos os sindicatos, para gente diante do posicionamento dos sindicatos se manifestar se somos contra ou a favor desse parcelamento. Mas não posso discutir um possível parcelamento se vai ser em uma, vai ser em duas ou 60 parcelas sem ter o conhecimento da causa, até porque não sei o valor e nem a origem dessa dívida” – falou.

Durante a sua participação, Capilé da Palestina destacou que o grupo terá um deputado estadual do município citando seu próprio nome, mas ressaltou que não seria o momento ideal para Allan Carneiro.

“O grupo da gente está pronto pra ir pra uma disputa em 2022, e inclusive teremos candidato a estadual local (…) Allan (Carneiro) é um possível nome, mas na minha opinião não é o momento, temos outros nomes como Paulinho, Allan César, Luciano Bezerra, que são bons nomes e pode botar Capilé aí também… e é uma possibilidade” – afirmou o vereador.

Imagem: Crédito NE10 Interior

 

O número da casos do Covid-19 em Pernambuco estão em alta, desde o final de dezembro de 2020, sendo que municípios do Agreste estão entres os de maiores altas taxas de contágio. Os dados foram informados em uma entrevista ao programa Povo na TV, da TV Jornal Interior, afiliada ao SBT, pelo pesquisador do Instituto para Redução de Riscos e Desastres de Pernambuco da UFRPE (IRRDD) Jones Albuquerque.

Os dados mostram que a tendência de crescimento da doença é registrada a partir de 31 de dezembro, após as festa de fim de ano, e recentemente o Carnaval.

O secretário de Saúde de Caruaru, Breno Feitoza, já havia confirmado que a nova variante do Covid-19 estaria circulando no Agreste. O pesquisador relatou que outras mutações podem estar em circulação no interior.

Ainda de acordo com Jones Albuquerque, entre os municípios do interior do estado, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama e Garanhuns estão com alto risco de contágio. Ele reforça que é importante continuar com as medidas de isolamento social, além do uso dos equipamentos necessários, como álcool gel e máscaras.

 

 

Santa Cruz, Brejo, Taquaritinga, Jataúba e Toritama, estão entre os municípios

;

Foto: Pedro Menezes.

Na tarde desta terça-feira (23), o Governo de Pernambuco determinou que, a partir da próxima sexta-feira (26), até o dia 10 de março, todas as atividades econômicas e sociais estarão proibidas, entre 20h e 5h.

Nos próximos dois finais de semana, as atividades estarão proibidas com um tempo maior, entre 17h e 5h, quando apenas serviços essenciais poderão continuar funcionando. A medida vale para os 63 municípios das II, IV e IX Gerências Regionais de Saúde, com sedes em Limoeiro, Caruaru e Ouricuri, respectivamente.

Segundo o Governo, o objetivo é conter o avanço da Covid-19 no Estado. A cidade de Caruaru, uma das sedes de Geres que foram colocadas dentro das restrições, registrou, em um dos principais hospitais da cidade em atendimento para a Covid-19, 100% de ocupação em leitos de UTI nesta semana.

O Governo também prorrogou a proibição de eventos em todo o estado por mais 15 dias, e suspendeu o retorno das aulas presenciais nas escolas publicas municipais até 12 de março.

Confira a lista dos municípios que estão dentro das restrições:

II Geres – Limoeiro, no Agreste

Municípios (20): Bom Jardim, Buenos Aires, Carpina, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, João Alfredo, Lagoa de Itaenga, Lagoa do Carro, Limoeiro, Machados, Nazaré da Mata, Orobó, Passira, Paudalho, Salgadinho, Surubim, Tracunhaém, Vertente do Lério, Vicência.

IV Geres – Caruaru, no Agreste

Municípios (32): Agrestina, Alagoinha, Altinho, Barra de Guabiraba, Belo Jardim, Bezerros, Bonito, Brejo da Madre de Deus, Cachoeirinha, Camocim de São Felix, Caruaru, Cupira, Frei Miguelinho, Gravatá, Ibirajuba, Jataúba, Jurema, Panelas, Pesqueira, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, São Bento do Uma, São Caetano, São Joaquim do Monte, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Toritama, Vertentes.

IX Geres – Ouricuri, no Sertão

Municípios (11): Araripina, Bodocó, Exu, Granito, Ipubi, Moreilândia, Ouricuri, Parnamirim, Santa Cruz, Santa Filomena, Trindade.

 

 

 

 

Neste ano, as contas de luz devem ter um aumento de 13%, segundo Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O aumento médio deste ano deve ser maior desde 2018.

Entretanto, o percentual pode diminuir e cair para 8% com a devolução aos consumidores de uma parte dos R$ 50 bilhões em impostos cobrados a mais nas contas de energia nos últimos anos. Mesmo assim, o aumento será maior desde o ano de 2018, quando a alta da média foi de 15%.

As conversas entre a Aneel e o Ministério da Economia já começaram para fazer a devolução do dinheiro já a partir desde ano, visto que ajudaria a aliviar o aumento nas contas de luz do consumidor.

Conta de luz cara? Segue a motivação.

O aumento da conta de energia em 2021, é causado por vários fatores, sendo um dos principais é a alta do dólar, já que usinas são cotadas nesta moeda, o que eleva os preços; o uso de usinas termelétricas, que geram mais cara, além do déficit das bandeiras tarifárias que aplicam as cobranças extras nas contas, que esteve suspensa por alguns meses em 2020, arrecardando menos que o necessário.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?