26
setembro

Secretários do governo Edson Vieira deixam PSB em Santa Cruz


PSB é liderado no município pelo deputado Diogo Moraes

Joselito Pedro (Educação) e Alessandra Vieira (Governo) / Fotos: Thonny Hill (Arquivo).

Na manhã desta terça-feira (26), o vereador Júnior Gomes (PSB), expôs durante sessão ordinária na Câmara de Vereadores, as mudanças partidárias de secretários do governo Edson Vieira (PSDB). A Secretária de Governo e Desenvolvimento Social, Alessandra Vieira e o Secretário de Educação, Joselito Pedro, migram para o PSDB, partido comandado no município pelo prefeito.

Além deles, o empresário Arnaldo Xavier também pediu sua desfiliação da sigla que tem como nome principal o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e no município, o deputado estadual Diogo Moraes.

Vereador Júnior Gomes, integrante do Diretório Municipal do PSB / Foto: Arquivo do Blog.

“São companheiros, colegas, amigos. Desejar sucesso. Foi importante a passagem deles pelo PSB. Vida que que segue e vamos à luta”, disse Júnior Gomes, vice-presidente do diretório municipal do PSB, ao anunciar os pedidos dos colegas. Os ofícios para desfiliações foram entregues, nesta manhã.

Motivação

Entramos em contato com Alessandra Vieira que disse estar mudando de sigla para comandar o ‘PSDB Mulher’ na cidade. Ela nega que isso tenha algo haver com possível ruptura política entre as siglas (PSB/PSDB) no município, ou afastamento do deputado estadual.

“De jeito nenhum. Candidato a deputado estadual é Diogo Moraes, e o meu candidato a deputado Federal é o de Edson Vieira. Não tem hipótese nenhuma. Colocaram em grupos que era rompimento ou minha candidatura a deputado estadual, em momento algum”, frisa ela.

Tentamos contato também com o Secretário Joselito Pedro, mas até o fechamento da matéria, nenhuma resposta foi enviada.

Estado

A nível estadual, o governador Paulo Câmara, que é vice-presidente nacional do partido, deu o aval nesta segunda-feira (25),  para que parlamentares, que não estão satisfeitos com a legenda, deixem a sigla na próxima janela partidária.

“Cabe a cada parlamentar do partido, que tenha projetos diferentes do que pensa o partido de ter a condição na próxima janela, de procurar esses rumos”, diz Câmara.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


error: Copiando nosso texto?