31
maio

Editorial


Brejo: Expectativa em torno de Diogo Moraes

 

O processo eleitoral suplementar de Brejo da Madre de Deus está sendo acompanhado de perto pela população de Santa Cruz do Capibaribe e as adesões ao palanque de Roberto Asfora se tornaram o assunto do momento.

 

As especulações ocorrem por conta da presença de José Augusto Maia (PTB) no palanque amarelo, já que muitos classificam como impossível a união do petebista com Diogo Moraes (PSB), mesmo que apenas no contexto brejense.

 

Para deixar o imbróglio ainda maior, Diogo Moraes tem evitado falar publicamente sobre o assunto, deixando margem para especulações sobre uma possível adesão ao palanque de Hilário Paulo (PSDC).

 

Começou o pula-pula – Como é típico de toda eleição, o pula-pula já acontece em Brejo. O primeiro a pular foi o ex-vereador Professor Marconi, que há menos de um ano defendia o grupo de Dr. Edson e agora entende que Roberto Asfora é a melhor opção.

 

O desafio de Hilário – Um ponto decisivo para o resultado da eleição será o efeito “filho da terra” obtido por Hilário Paulo, no distrito de São Domingos. O cálculo é muito simples: aumentar os votos obtidos, em relação aos números de Dr. Edson, em São Domingos, pode carimbar uma vitória do candidato Hilário.

 

O acordo político de Zé – Muito se questiona sobre qual será o benefício obtido por José Augusto Maia com o apoio a Roberto Asfora, já que o candidato tem compromisso político firmado com Sérgio Guerra nas eleições de 2014. Muito simples: Asfora manterá o apoio a Guerra, mas liberou os vereadores para o palanque de Maia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


error: Copiando nosso texto?