04
junho

Série: Violência Silenciosa


A violência doméstica afeta física e psicologicamente toda a família

 

 

Em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, há a Coordenadoria da Mulher, que trabalha especificamente com o desenvolvimento de políticas para as mulheres e o Centro de Referência da Mulher, que trata, especificamente, da questão da violência e tem uma equipe de apoio para a mulher, com psicólogo, advogados, assistente social.

 

 

Criado em 2010, o Centro teve um período de 2 anos, praticamente desativado e agora está funcionando devidamente este ano, com equipe completa e parceria com a Delegacia de Polícia Civil. A psicóloga do Centro, Verônica Valadares, explicou que diariamente há atendimento a mulheres vítimas de violência doméstica. “Todos os dias nós atendemos vários casos. Existem alguns casos que não chegam ainda ao Centro. Mas, hoje em dia, nós temos um suporte par dar atendimento psicológico, acompanhamento jurídico e temos a assistente social que faz toda a parte de social”, ressaltou.

 

 

A parceria entre o Centro de Referência e a delegacia civil possibilitou que duas estagiárias atendam às mulheres que chegam à delegacia e é observado um diferencial no atendimento, como explica Verônica. “A gente percebe que existe um diferencial no atendimento delas para com o dos agentes normais, apesar de que Dr. Vagner dá um apoio muito grande para o trabalho da gente. Ele é realmente um delegado muito atuante, principalmente nessa área. Agora, infelizmente, muitos agentes não compartilham”, detalhou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


Meses Anteriores

error: Copiando nosso texto?