15
setembro

Coluna Ponto de Vista – com Euzébio Pereira


PROCESSO ELEITORAL SEGUE NOVO RITMO

Estamos entrando em um novo ciclo para a disputa eleitoral de 2020. Com finalização do período de realização das convenções partidárias, o processo eleitoral seguirá com uma dinâmica diferenciada, com todos os nomes postos para avaliação do eleitor. As chapas majoritárias já são de conhecimento público e tendem a ficarem resumidas a três: Dida e Joselito; Allan e Vera; e Fábio e Helinho.

Na última semana aconteceram, também, entrevistas com os pré-candidatos e, historicamente, as pessoas se reúnem na saída das emissoras para demonstrarem seu apoio. Diante dos protocolos, havia dúvidas se aconteceria nesta eleição. Pois aconteceu.

Na saída do primeiro entrevistado, Alan, alguns apoiadores o recepcionaram e ouviram dele um discurso, em tom até certo ponto raivoso, criticando obras. Com esse fato, os apoiadores de Fábio se estimularam e também o receberam ao final da entrevista. Encerrando estas atividades, Dida viu uma verdadeira multidão aguardando sua saída da rádio, onde percorreram diversas ruas da cidade, sem o pré-candidato, logicamente, numa demonstração de força. Como reação, foram realizadas outras movimentações.

 É natural a participação popular nas eleições, faz parte da “Festa da Democracia” e a cidade de Santa Cruz do Capibaribe tem histórico de movimentações bastante volumosas e com bastante participação, mas este ano será preciso se reinventar diante do cenário que ainda vivemos. Não podemos nos descuidar.

Em duas semanas começa de fato a campanha e aí o ritmo tende a ser ainda mais forte.

VAPT-VUPT

Agregando – Apoiadores históricos do grupo de oposição têm feito adesões públicas à pré-candidatura de Dida e Joselito, muitos dos quais não aceitam a forma de condução e as constantes brigas e desentendimentos do antigo grupo.

Migrando – Alan também viu alguns ex aliados dos “vermelhos” migrarem para seu projeto. Não se sabe se este fato compensará a visível perda de mobilização que aconteceu nas ultimas semanas.

Ajuntamento – Com a queda de braço vencida por Eduardo da Fonte (PP), restou ao PSB se curvar e aceitar que estava de fato #resolvido e promover o ajuntamento dos Maias, Moraes e Aragão. Até poucos dias se digladiavam e, agora, se toleram. Mesmo precisando se curvar, o Dep. Diogo pode ter garantido apoio para 2022, já Zé Augusto sempre planeja algo… Helinho, mesmo sendo posto para vice, saiu menor do processo.

Ficha Suja – Os Tribunais de Conta da União e do Estado (TCU e TCE) já apresentaram, preliminarmente, os nomes considerados popularmente como estando com a “Ficha Suja”. Algumas situações, mesmo constando nas referidas listas, podem conseguir liberação para registrar a candidatura, em virtude de entendimentos que vem sendo seguidos pela Justiça Eleitoral.

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade do seu idealizador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 




error: Copiando nosso texto?