28
fevereiro

Coluna


O fim de uma era

 

Hoje, nesta primeira coluna que escrevo, excepcionalmente, a imprensa de Santa Cruz do Capibaribe está de luto. Foi-se, para outro plano, no final da noite desta quinta-feira (27), para atuar em outras mídias com notícias bem mais alegres, o amigo e companheiro de imprensa, Emanoel Glicério.

.

Palavras não são suficientes para expressar o que sinto ou o que seus familiares estão passando neste momento difícil, mas sei que nossa profissão, que passa por um de seus melhores momentos e, sem querer desmerecer o trabalho exercido pelos outros profissionais que a nós antecederam, podemos dizer que a partida do nobre blogueiro vai deixar um vazio muito grande.

.

Contarei, nessas linhas, um pouco de sua trajetória no mundo dos formadores de opinião, sob a minha ótica.

.

O conhecia de longa data, mais precisamente no ano de 1999 quando fazíamos cursinho juntos na escola Menino Jesus. Sempre voltávamos juntos, conversando besteiras e também coisas sérias.

.

Nessa época, eu tinha 16 anos, mal sabia o que era a vida ou me interessava por política e outras coisas do tipo, mas Emanoel era sempre atento a isso e já sabia o que queria.

.

Começou aí o desejo dele de ser jornalista, formador de opinião. Começou poucos anos depois a empreitada na Universidade Estadual da Paraíba, buscando um diploma que não foi alcançado por caprichos do destino, mas não foi necessário tanto.

.

Aprendeu mais que o necessário para se tornar um ótimo profissional, mantenedor de um dos principais blogs de Santa Cruz do Capibaribe e região.

.
Construiu uma carreira consolidada como radialista, blogueiro e comentarista político e agora parte para escrever outras matérias, outras reportagens, em uma redação celestial.

.

Vai com Deus “Mané do Brog” (como ele mesmo gostava de se intitular). De fato… Tivemos uma grande perda profissional (e pessoal) que não poderá ser reparada, mesmo com o passar dos anos. É o fim de uma era, mas que abre muitos caminhos para o futuro do jornalismo no município.

 

Hoje, tive que ser forte, mas desabei em lágrimas ao ver o nobre amigo chegando a sua última morada aqui na Terra, mas tinha que seguir fazendo o meu trabalho, pois sei que Emanoel merecia uma cobertura digna, sem sensacionalismos.

.

Bola pra frente, que as notícias não tem hora para surgir e precisam ser veiculadas!

.

Hoje estamos de luto, mas o legado deixado pelo companheiro jamais será esquecido. Vai com Deus “Mané do Brog”!

.

Por Thonny Hill Lima Melo, biólogo, professor e jornalista que integra a equipe do Blog do Ney Lima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


Meses Anteriores