21
novembro

 

 

 

21
novembro

 

 

 

Problemas com a coleta de lixo, saída de médicos cubanos, possibilidade de interdição do matadouro e voto de repúdio contra prefeita de Caruaru esquentam discussões

Na tarde desta terça-feira (20) foi realizada mais uma sessão ordinária na Câmara de Vereadores, em Santa Cruz. Na sessão, os 17 vereadores compareceram, onde discutiram oito projetos de Lei e também alguns requerimentos.

.

Os projetos:

Três deles foram retirados, quatro foram aprovados e um foi apresentado às comissões. Dos aprovados, um deles, o 119/2018 de autoria de Marlos da Cohab (Podemos), foi o que provocou os primeiros embates.

O projeto obriga o município a emitir boletos para pagamento das taxas pelos feirantes do Calçadão Miguel Arraes.

Se de um lado os oposicionistas alegavam que a proposta traria mais transparência quanto aos recursos arrecadados e criticavam a gestão, de outro lado os governistas rebatiam, relatando que há sim investimentos no local pela gestão municipal.

“Se diz que o Calçadão está com 90% de inadimplência, mas não podemos ver isso se os pagamentos são feitos de forma avulsa e não vemos essa contabilidade. Com esses boletos, veremos onde está indo esse dinheiro e vai ter uma conta específica para ele ser depositado. Assim podemos ver quem sacou esse dinheiro e como ele foi usado” – disse Marlos.

 

“Temos sim tido essa divulgação do Calçadão, até mesmo em conjunto com o Moda Center. Essas melhorias feitas pela gestão não param e dão continuidade, sempre de acordo com a necessidade dos feirantes. Temos colocado sim todas essas demandas” – disse Jessyca Cavalcanti.

.

O voto de repúdio e o bate-boca

Minutos após a discussão do projeto de Marlos, veio à pauta de requerimentos, um deles o voto de repúdio do vereador Carlinhos da Cohab (PTB).

Direcionado contra a prefeita de Caruaru Raquel Lyra (PSB) e também a autarquia de trânsito DESTRA, o voto alegava que ambos estariam perseguindo os toyoteiros que levam e trazem passageiros a aquela cidade.

Vários toyoteiros também acompanharam a sessão, onde alegaram estar sofrendo com forte fiscalização da DESTRA, além da impossibilidade de rodar em Caruaru na busca por passageiros e estarem recebendo multas pesadas sem que algo semelhante seja realizado em Santa Cruz.

Jessyca foi a primeira a se posicionar contrária ao requerimento, chamando a atitude de precipitada. Segundo ela, um canal de diálogo aberto com a gestão de Caruaru, inclusive para discutir a forma que os toyoteiros estão sendo tratados em uma reunião marcada para 03 de dezembro.

Já Carlinhos da Cohab rebateu a vereadora com fortes críticas, chegando a citar que ela estaria contra a categoria e que a prefeitura estaria se omitindo, segundo ele, em não fiscalizar não só os toyoteiros de Caruaru, mas a empresa de ônibus Caruaruense, constante alvo de reclamações por superlotação de passageiros.

Um fato que chamou a atenção foi que, minutos após, a vereadora Jessyca solicitou que a sessão fosse interrompida por cinco minutos para se reunir com sua bancada.

.

O bate-boca: Após o tempo, foi retomada a discussão do voto de repúdio. No momento em que a cobrava respeito a Carlinhos da Cohab pelas críticas feitas, Joab interferiu, gerando o bate-boca:

Foto: Melqui Lima (reprodução)

“Você só sabe defender essa quadrilha. Vá ficar com sua quadrilha lá, você e Edson Vieira. Você votou contra os toyoteiros e vai se torar” – disse Joab.

“Estou sim com o prefeito Edson Vieira e não venha não. Esquema quem fez foi o senhor em prometer aquelas casas. Está lá no Ministério Público. Não sou da sua laia” – disse Jessyca.

A sessão acabou sendo interrompida novamente, desta vez a pedido de Zé Minhoca, por 15 minutos. Com a volta das discussões, a surpresa ficou com a bancada de Edson Vieira, que foi representada pelo seu líder, o vereador Val (SD).

O não posicionamento de Jessyca foi bastante criticado pela Oposição e o voto de repúdio acabou sendo aprovado por unanimidade.

.

Os discursos

Os problemas com a coleta de lixo, a saída de médicos cubanos que fazem parte do programa Mais Médicos, a possibilidade de interdição do matadouro e voto de repúdio contra prefeita de Caruaru foram os temas dominantes, que podem ser resumidos nos seguintes discursos:

.

Toinho do Pará mostra preocupação com possibilidade de interdição do Matadouro

“Esse é um comercio que movimenta muito e nas outras cidades que nos circulam, os matadouros são pequenos e não suportariam a demanda de Santa Cruz. Deveríamos fazer uma reunião para discutirmos isso, um Termo de Ajuste de Conduta, para que esse matadouro possa não ser interditado. Os órgãos fiscalizadores já fizeram intervenções em minha gestão e tomamos decisões para que ele não fosse fechado” – disse.

.

Augusto Maia destaca saída dos médicos cubanos que atuam em Santa Cruz

“Foi divulgado que Santa Cruz perderia 11 médicos, mas não foi divulgado que se abriria 8.500 vagas para que esses médicos brasileiros se inscrevam no programa ‘Mais Médicos’ em todo o país. É preciso que a prefeitura também busque esses médicos para que não se passe do prazo e que a cidade não perca essas vagas. Santa Cruz terá 10 vagas disponíveis” – disse.

,

Capilé cobra fiscalização da prefeitura aos ônibus da Caruaruense

“Não se tem nenhuma ação da prefeitura em defesa dos toyoteiros. Outra coisa que venho batendo é que esse problema só vai ser resolvido quando a fiscalização pegar a Caruaruense. Se notarmos, ela sai diariamente lotada e, a partir do momento que se passa o limite de passageiros e de peso, ela comete um crime. Infelizmente a fiscalização não está acontecendo e assim que essa fiscalização for colocada, quando a prefeita sentir no bolso, ela vai saber o que é a força dos toyoteiros” – disse.

.

Marlos da Cohab chama prefeito de ‘covarde’ por problemas na coleta do lixo

“A cidade está ficando coberta pelo lixo e faz tempo que ele não cumpre suas obrigações nessa área. Perdemos o aterro e o selo verde, enquanto várias cidades já acabaram com seus lixões. O prefeito não cumpre com suas obrigações, desvia o dinheiro, está com uma dívida de mais de três milhões com a Vialim e só pensa em fazer acordos. Quero saber onde se está investindo o dinheiro do município. Se não se tem dinheiro para se retirar o lixo, onde essa cidade vai ficar? O prefeito é irresponsável, um covarde e está se omitindo” – disse.

.

“Essa vereadora deveria ser vereadora de Caruaru”, diz Carlinhos da Cohab

“Jessyca e Edson são carne e unha com Raquel Lyra. Ela tem orgulho de dizer que está com ela. A vereadora colocou que a discussão é necessária, mas vejam a forma de como a classe de toyoteiros é tratada. Não se pode falar em Raquel Lyra e essa vereadora deveria ser vereadora de Caruaru. Deveria ter vergonha, deixar de ser cínica e ter coragem e ir a tribuna e dizer porque era contra o meu voto e repúdio” – pontuou.

.

Pipoca rebate críticas de Marlos

“Quando ele fala nessa questão do lixo, pensei que o vereador Marlos também falaria que o governo do estado não passa material para as carteiras de identidade, que deve recursos a empresa Casa de Farinha, que pode suspender a merenda nas escolas… São várias questões e ele se cala. Conversei com o secretário e ele me disse que, em cinco dias, esse problema com o lixo vai estar normalizado”.

.

“Não vi uma mulher de coragem, mas sim de falta de coragem” – diz Junior Gomes

“Ela tem uma frase que diz que se rotula como ‘uma mulher de coragem’, e vimos essa “coragem” quando ela falou, de forma veemente, que ia se abster de votar nesse requerimento, mas depois disse que votaria contra ao voto de repudio contra Raquel Lyra. Não podemos estar em cima do muro. Ou estamos a favor dos toyoteiros ou não estamos. A partir desse momento, não vi uma mulher de coragem, mas sim de falta de coragem. A senhora pediu que se interrompesse a reunião por cinco minutos e depois deixou que Val votasse pela bancada, mas não disse porque mudou de opinião” – frisou.

.

Deomedes cobra discussão sobre problemas enfrentados por Toyoteiros

“Sobre os toyoteiros, na reunião que vai se ter, tem que ir todos os vereadores, tem que se convocar o vice-prefeito, o prefeito e os deputados… Tem que ir todo mundo a Caruaru. Se e guerra é guerra, se é paz é paz… Caruaru tem que respeitar nossos toyoteiros. Temos que nos organizar em ter rapidamente essa reunião, urgentemente, para se debater o interesse deles” – frisou.

.

Jessyca rebate críticas e justifica mudança de posição contra voto de repúdio a Raquel Lyra

“Na semana retrasada, vocês toyoteiros nos convidaram e estive aqui. Hoje, o que aconteceu foi uma discussão, que havia uma reunião agendada no dia 03 de dezembro com a gestão de Caruaru. Quando um vereador apresenta um voto de repúdio, no meu entender poderíamos aguardar e, se houvesse resistência, poderíamos apresentar dois, três, quatro ou vinco. Quando se estabelece o dialogo, é importante se ouvirmos as partes. Fui lá dentro ouvir a minha bancada e eles entenderam que era melhor o voto de repúdio. Estou aqui para fazer o meu mandato e Junior: ser flexível não é ‘falta de coragem’, mas sinônimo de vida, diferentemente de alguns que só vem cuspir aqui no microfone” – concluiu.

20
novembro

 

 

 

Na manhã desta terça-feira (20) as contas do exercício 2015 do ex-prefeito Odon Ferreira (PSB) foram votadas na Câmara de Vereadores de Toritama. A sessão foi marcada por momentos tensos, onde o ex-prefeito não compareceu, porém foi representado por seu advogado, que fez a defesa aberta diante dos vereadores.

Dos 13 edis, apenas um deles se ausentou a sessão por motivos de saúde, mas dos 12 que votaram, nove se posicionaram contrários ao parecer do Tribunal de Contas, que recomendava pela rejeição.

De acordo com o relatório da conselheira Tereza Duere, teria sido constatado o descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal; um déficit de execução orçamentária no montante de R$ 881.230,67; ausência de recolhimento integral das contribuições ao Regime Geral da Previdência Social, tanto dos valores descontados dos servidores, no montante de R$ 74.759,63, quanto das contribuições patronais, no montante de R$ 1.402.295,52.

Também são citados o descumprimento do limite para despesa total com pessoal, alcançando os percentuais de 61,13%, 63,58% e 64,80% no 1º, 2º e 3° quadrimestre de 2015, respectivamente, além de falta de transparência da gestão apontada no relatório.

Na argumentação da defesa, foi posto que não teria sido cometido nenhum ato ilícito pelo ex-prefeito e diversas críticas ao órgão foram feitas por vários dos vereadores durante a justificativa do voto.

Com a rejeição do parecer pelo placar de 09 X 03, as contas ficam aprovadas com ressalvas e o Odon conseguiu os dois terços que precisava naquela Casa de Leis.

Votaram a favor do parecer – Edjan, Derivaldo e Doutor do São João.

Votaram contra o parecer, aprovando as cotas – Arimateia, Rossana, Birino, Fofão, Loló, Mava, Morica, Eduardo e Dió.

Ausência – Ferreirinha.

Na manhã desta segunda-feira (19), aconteceu, no centro administrativo do Moda Center Santa Cruz, a reunião de lançamento da Operação Têxtil 2018.
.
Na ocasião, o Secretário Executivo de Defesa Social de Pernambuco Humberto Freire, conversou com os presentes sobre o funcionamento da operação e respondeu aos questionamentos e demandas referentes a segurança do Polo de Confecções, no Agreste pernambucano. O deputado Diogo Moraes, que pleiteou a inserção da operação no calendário oficial da SDS, está em missão oficial pela Unale e foi representado pelo ex-candidato a prefeito, Fernando Aragão.
.
Criada em novembro de 2017, a Operação Têxtil está no segundo ano de funcionamento e busca reforçar a segurança nas feiras de Santa Cruz do Capibaribe, Toritama e Caruaru, além das rotas de acesso dos polos têxteis, nesta alta temporada.
.
Durante os dias das feiras, quando há uma grande movimentação de clientes e comerciantes, haverá um aumento no policiamento ostensivo, a instalação de delegacias móveis no Moda Center, em Santa Cruz, e no Parque das Feiras, em Toritama.
Além disto, a operação também conta com o apoio de uma aeronave do Grupo Tático Aéreo (GTA), reforçando a segurança nos principais dias de feira, e com a fiscalização de rodovias estaduais e locais com grande aglomerações de pessoas.
.
O Secretário Executivo de Defesa Social de Pernambuco, Humberto Freire, falou sobre o sucesso da operação no ano passado e ressaltou que a Operação Têxtil já faz parte do calendário da Secretaria de Defesa Social (SDS), além de destacar a parceria com os comerciantes e com o deputado estadual Diogo Moraes.
.
“No ano passado, o deputado Diogo Moraes fez uma interlocução conosco e com os comerciantes da região para que pudéssemos ter essa parceria. Acreditamos que se fortaleça ainda mais e todo ano, estaremos realizando essa operação”, pontuou o secretário.
.
O deputado estadual e atual primeiro-secretário da Alepe, Diogo Moraes, destacou o êxito da Operação Têxtil e do trabalho que o governador Paulo Câmara vem realizando no Polo de Confecções.
.
“O sucesso que a operação teve no ano passado mostra que essa iniciativa foi bastante acertada. Fico muito feliz em saber que a Operação Têxtil, a pedido do governador Paulo Câmara, agora faz parte do calendário oficial da Secretária de Defesa Social do Estado, garantindo ainda mais segurança aos clientes e comerciantes do Polo de Confecções, nas feiras de alta temporada”, destacou o parlamentar.
.
A reunião de lançamento da Operação Têxtil 2018 contou com a presença de autoridades da polícia de Pernambuco, da diretoria do Moda Center, vereadores, lideranças políticas da região.
Informações da Assessoria

Procura-se um veículo Toyota (ano 1985, de cor cinza e placas BGY-8504), furtado nas proximidades do Calçadão Miguel Arraes, em Santa Cruz do Capibaribe.

De acordo com informações presentes em Boletim de Ocorrência, o proprietário teria estacionado o veículo para realizar compras e, ao retornar, não mais o encontrou.

Quem encontrou ou chegar a encontrar, pode entrar em contato pelo (81) 9-9439-3101, falar com Luana. Oferece-se uma recompensa por informações que ajudem em sua localização.

 

 

20
novembro

 

 

 

A Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe realizou nos dias 7, 8, 9 e 13 de novembro uma série de Audiências Públicas para debater os planos, metas e prioridades do Orçamento Anual para 2019 e o Plano Plurianual.

O Orçamento Anual indica quanto e onde o município deve gastar o dinheiro público no período de um ano. Já o Plano Plurianual trata-se do planejamento do período de quatro anos e prevê investimentos de maior porte. Ambos os planos, estão previstos nos Projetos de Lei nº 014/2018 e 015/2018 e são de autoria do Poder Executivo.

A Câmara de Vereadores tem o dever de analisar e aprovar os projetos, entretanto, antes as propostas foram discutidas pelos vereadores. Durante as audiências, passaram pela Casa José Vieira de Araújo representantes de secretarias municipais, entidades civis e de classe e população em geral, que levantaram questionamentos e apresentaram sugestões de investimentos para o município.

A presidente da Comissão de Finanças e Orçamentos da Casa, Jessyca Cavalcanti (PTC), responsável por comandar as audiências, falou sobre a importância de incentivar à participação popular nas discussões das políticas públicas.

“Já é um rito natural desta Câmara que a gente abra as portas da Casa para que a população possa vir fazer as suas apreciações. É uma oportunidade de debate importante, para que possamos ouvir as demandas do município e ir em busca de soluciona-las”, disse a vereadora.

O presidente da Casa, Zé Minhoca (PSDB) destacou o trabalho responsável realizado pelos vereadores.

“Os vereadores marcaram presença com responsabilidade, onde ouviram os nossos secretários e diretores do município. Desta maneira, esta Câmara de Vereadores poderá tomar posição com muita propriedade e responsabilidade, como é de praxe”, disse o presidente.

Agora, os projetos seguem tramitando na Câmara de Vereadores, onde serão apresentadas as devidas emendas, frutos das sugestões e reivindicações das audiências públicas. Os projetos devem ser analisados e votados pelo Plenário da Casa até o dia 05 de dezembro.

Informações da Assessoria

20
novembro

 

 

 

A Unopar Santa Cruz está com inscrições abertas para seu vestibular agendado, onde candidato pode escolher a data e o horário que lhe são mais convenientes para realizar a sua prova.

Sendo aprovado, ele então pode escolher uma das várias opções em cursos de graduação, assim como a modalidade que mais se adequa à sua disponibilidade para a rotina de estudos.

A Unopar Santa Cruz conta com mais de 30 opções em cursos nas modalidades 100% Online e Semipresencial, com reconhecimento do Ministério da Educação e com diploma equivalente ao de um curso presencial.

Entre eles, estão quatro novas opções: Bacharelado em Teologia, Licenciatura em Filosofia e os cursos tecnólogos em Comércio Exterior e Gestão de Turismo.

Estrutura – O polo Unopar Santa Cruz conta com moderna estrutura para seus alunos, tais como: salas climatizadas, banheiros confortáveis (inclusive para pessoas com deficiência), cantina, laboratório de informática, bibliotecas física e digital com milhares de títulos, o portal Conecta (com vagas de emprego exclusivas aos alunos) e uma equipe de tutores qualificados para acompanhamento e tirar dúvidas.

Vale destacar que a Unopar também tem parceria com várias empresas e instituições, e investe, anualmente, em atividades para qualificar ainda mais seus alunos. Entre essas iniciativas estão aulas especiais, eventos e também o Congresso de Inovação Profissional e Empresarial (Conipe), que realiza palestras e minicursos com profissionais de renome nacional.

Nem todo EAD é igual e em 2019, invista no seu futuro profissional fazendo parte da Unopar! Confira a lista completa de cursos e agende agora mesmo seu vestibular.

O Polo Unopar Santa Cruz está localizado à Rua Pedro Teodoro Aragão – 39, bairro Nova Santa Cruz, com telefone (81) 3731-3822.

Informações da Assessoria

20
novembro

 

 

 

A Agência Nacional de Águas (ANA) fez a divulgação de um relatório que mostra a situação precária de barragens espalhadas em todo o país, que apresentam risco de rompimento.

Ao todo, são 45 que apresentam problemas estruturais (grande parte delas no Nordeste), sendo que mais da metade delas, 25, estão sob responsabilidade do Poder Público.

Uma dessas barragens que está em situação de risco, de acordo com o relatório que trouxe dados coletados ainda em 2017, é a barragem de Jucazinho.

Ela apresenta, de acordo com o relatório, problemas como rachaduras em suas paredes, infiltrações, buracos, vertedores quebrados (que medem a vazão da água) e falta de documentação que comprove a sua segurança.

Outro ponto apresentado no relatório é que, para que a barragem volte a apresentar condições de segurança, seriam necessários R$ 40 milhões em investimentos.

Parte dos recursos deveriam sair do Governo Federal (através do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS) e também do Governo do Estado, mas até agora nenhum investimento neste sentido foi anunciado nas duas esferas.

Atualmente, Jucazinho conta com apenas 4% de sua capacidade máxima de armazenamento, que é de 327 milhões de metros cúbicos.

Em colapso desde 2016, já chegou a abastecer os municípios de Santa Cruz do Capibaribe, Riacho das Almas, Cumaru, Passira, Salgadinho, Casinhas, Surubim, Vertentes, Vertente do Lério, Santa Maria do Cambucá, Frei Miguelinho, Toritama, Caruaru, Bezerros e Gravatá.

A câmara municipal de vereadores de Toritama, votará nesta terça-feira (20) as contas da gestão fiscal, exercício 2015, do ex-prefeito Odon Ferreira (PSB).

A sessão marcada para iniciar em instantes, deve receber também a defesa do ex-prefeito que poderá ser ouvida pelos treze parlamentares da casa.

O ex-prefeito (foto abaixo) pode pessoalmente fazer sua defesa, mas a tendência é que ele não esteja na votação. O Tribunal de Contas do Estado (TCE), recomendou que a câmara reprove as contas.

De acordo com o relatório da conselheira Tereza Duere, ficou constatado o descumprimentos da Lei de Responsabilidade Fiscal; um déficit de execução orçamentária no montante de R$ 881.230,67; ausência de recolhimento integral das contribuições ao Regime Geral da Previdência Social, tanto dos valores descontados dos servidores, no montante de R$ 74.759,63, quanto das contribuições patronais, no montante de R$ 1.402.295,52.

Também são citados o descumprimento do limite para despesa total com pessoal, alcançando os percentuais de 61,13%, 63,58% e 64,80% no 1º, 2º e 3° quadrimestre de 2015, respectivamente, além de falta de transparência da gestão apontada no relatório.

Com informações de Evandro Lins, correspondente do blog em Toritama

20
novembro

 

 

 

Na manhã desta terça-feira (20) um piloto de paramotor sofreu um acidente nas imediações do Moda Center Santa Cruz.

De acordo com as informações, Jorbino Ribeiro de Oliveira estava voando com seu equipamento quando este começou a apresentar problemas técnicos minutos após a decolagem.

Ele ainda chegou a tentar voltar para o ponto de pouso, porém teria perdido altura rapidamente e acabou se chocando em um dos hotéis e também em fios.

Ele ficou com algumas escoriações, além de uma fratura em um dos braços e deslocamento do osso de um dos fêmur, sendo socorrido para a UPA 24h, de onde vai ser transferido para o Hospital da Unimed, em Caruaru.

Ele não corre risco de morte.

20
novembro

 

 

 

20
novembro

 

 

 

19
novembro

 

 

 

A assessoria de comunicação da prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe confirmou, nesta segunda-feira (19), que o prefeito Edson Vieira não foi convidado a participar do evento, promovido pelo Governo do Estado, que marcou o lançamento da Operação Têxtil 2018.

O evento apresentou as ações de reforço na estrutura de segurança, por parte do mesmo governo, para o período de alta temporada das feiras que acontecem durante os meses de novembro e dezembro, no Moda Center Santa Cruz.

A confirmação de que o prefeito não teria sido convidado a participar foi dita pelo Chefe de Comunicação do município, Geraldo Moura.

“Ficamos sabendo apenas nas redes sociais, quando o evento já estava acontecendo. Tivemos o cuidado de checar se algum convite havia chegado a prefeitura ou a alguma das secretarias, mas isso não aconteceu” – disse Geraldo.

No lançamento, estiveram presentes representantes do deputado estadual Diogo Moraes (PSB), além de membros da Secretaria de Defesa Social (SDS), das polícias Militar e Civil, de políticos locais  e do próprio Moda Center. Já o prefeito está em Brasília, onde participa de um evento que reúne prefeitos de várias cidades do país.

No ano anterior… – Durante o lançamento da edição 2017 da mesma operação, Edson Vieira também alegou que não havia sido convidado pelo Governo do Estado a participar do evento.

Naquela época, esse foi um dos fatores que confirmaram o rompimento político entre o prefeito e o deputado estadual, que chegou a contestar as declarações, afirmando que o prefeito teria sido convidado a época.

19
novembro

 

 

 

Na manhã desta segunda-feira (19) foi realizado o lançamento de mais uma edição da Operação Têxtil. O lançamento foi realizado no estacionamento do Moda Center Santa Cruz, onde contou com representantes da Secretaria de Defesa Social (SDS), das polícias Militar e Civil, de políticos locais e do próprio Moda Center.

Em pauta, a apresentação das estratégias de reforço da segurança nesse período de alta temporada nas feiras durante os meses de novembro e dezembro.

O Secretário Executivo da SDS, Humberto Freire, que esteve à frente desse lançamento, destacou os resultados positivos alcançados, segundo ele, na edição anterior, enfatizando a importância, segundo ele, da iniciativa.

“Com o sucesso da operação realizada em 2017, ela se tornou algo permanente. Todos os anos, estaremos planejando e executado, onde ficamos satisfeitos com os resultados. Estamos trazendo reforço na segurança desse Polo Têxtil, para que os comerciantes possam ter sua segurança ao realizar suas compras de final de ano” – disse.

Ainda de acordo com o secretário, fazem parte desse reforço uma delegacia móvel em funcionamento nos dias de feiras, o aumento de policiais nas estradas e nos efetivos de guarnições como Rocam e Biesp, além do apoio aéreo e tático, inclusive com reforço na equipe de Bombeiros Militares.

Fotos: Fernando Lagosta e Assessoria Moda Center

19
novembro

 

 

 

Um dos 36 pássaros apreendidos foi encontrado morto – Fotos: Fernando Lagosta

Na manhã desta segunda-feira (19) uma equipe do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) esteve realizando uma operação em Santa Cruz do Capibaribe.

A operação foi de fiscalização e resultou na apreensão de pássaros silvestres comercializados de maneira irregular, fato este que estava ocorrendo em frente a conhecida feira de gado, na zona rural.

Com a operação, cinco homens que estavam vendendo os animais irregularmente foram detidos. Eles não tiveram seus nomes divulgados. Também foram apreendidos 36 pássaros de várias espécies.

Os acusados foram ouvidos na delegacia e depois liberados. Contra eles, de acordo com os profissionais do IBAMA, foram lavrados TCOs e aplicadas multas no valor de R$ 1000,00 para cada animal apreendido. A maior delas incidiu em um único comerciante, que estava de posse de 24 desses animais.

Ainda de acordo com a equipe do IBAMA, eles irão responder ao processo em liberdade e, caso condenados, as penas podem variar de seis meses a um ano de prisão, que podem ser transformadas em prestação de serviços comunitários.

Os pássaros foram levados até a CPRH em Recife, de onde devem ser avaliados por veterinários, reabilitados e depois soltos na natureza.

19
novembro

 

 

 

Lixo se acumula há dias em frente as casas na Rua Capitão Pedrosa, no bairro São Cristóvão – Fotos: Thonny Hill

Nesta segunda-feira (19) a equipe de jornalismo do Blog circulou por alguns bairros e loteamentos em Santa Cruz do Capibaribe.

O objetivo foi averiguar a situação da falta de coleta de lixo, causada pela paralisação dos serviços dos garis, fato este ocorrido na última quarta-feira (14).

No município, os garis que fazem a coleta conjunta com os caminhões de lixo trabalham para a empresa Vialim Engenharia Ambiental, terceirizada pela prefeitura para tal finalidade.

Esses trabalhadores reclamam atrasos nos pagamentos dos salários e também das cestas básicas que alegam ter direitos.

Problemas:

Nossa equipe circulou e conversou com vários moradores nas seguintes localidades: Palestina, Neco Aragão, Armando Aleixo, Santo Agostinho, Nova Santa Cruz, Santa Tereza, Cruz Alta, Rio Verde, São Cristóvão e também no Centro.

Na grande maioria, há a reclamação da falta da coleta de lixo, alguns deles com mais de oito dias segundo moradores.  Confira alguns pontos de acúmulo de lixo.

Palestina

 

Armando Aleixo

Dos bairros visitados, os maiores locais de acúmulo foram avistados nos bairros Nova Santa Cruz e São Cristóvão, a exemplo do que acontece na Rua Luiza Mendes e nas proximidades da via de acesso ao Rio Verde.

Nova Santa Cruz – Rua Luiza Mendes

 

Ponto em frente ao estacionamento do AME Infantil

 

Rua Josefa Maria de Jesus, Santa Tereza

 

Terreno baldio, próximo a principal via de acesso ao Rio Verde

Os que menos apresentam problemas neste sentido são Santo Agostinho e Pedra Branca já que moradores relataram que a coleta teria sido realizada no último sábado (17), após oito dias ausente.

Já próximo a delegacia, duas equipes da prefeitura foram avistadas realizando a coleta de lixo nas ruas, usando uma escavadeira e um caminhão caçamba.

O que já disseram a prefeitura e a Vialim:

Através de nota, a prefeitura citou que o atraso nos salários não fazia parte da rotina da empresa e que esta regularizaria os pagamentos em atraso ainda esta semana.

A tarde da última sexta-feira (16) foi de trabalho na Avenida Padre Zuzinha, centro de Santa Cruz do Capibaribe e marco zero da cidade, com o início da segunda etapa de pavimentação asfáltica.

A ação tem como finalidade melhorar o trânsito na via, dando fluidez a motocicletas, motoristas e pedestres que circulam pelo local. Os recursos investidos pelo governo municipal foram conquistados junto ao Ministério das Cidades, por meio do então ministro Bruno Araújo.

Para o prefeito Edson Vieira a obra vai melhorar o cotidiano da localidade. “Juntamente com a revitalização das seis praças que conseguimos no começo do ano, esse asfalto vai renovar a vida no marco zero de Santa Cruz do Capibaribe. Uma ação alcançada com recursos federais do amigo e deputado Bruno Araújo. Isso demonstra a preocupação da gestão com a infraestrutura e o desenvolvimento do município”, frisou o prefeito.

“Esse asfalto deu outra cara à cidade e à nossa rua. Eu fiz uma campanha para a vinda dele, porque nós temos que evoluir e crescer enquanto população, sem falar que a Avenida Padre Zuzinha é um cartão postal de Santa Cruz do Capibaribe, por isso, precisa e merece todo esse cuidado”, falou a dona de casa Maria do Socorro Silva, há 65 anos moradora da Avenida.

A também moradora Neta Diniz Mestre falou sobre o desenvolvimento da via no passar dos anos. “Uma boa obra e importante para todos, porque quando eu tinha 12 anos aqui era uma lagoa d’água e agora está desse jeito, uma bênção. Podemos dizer que a Avenida Padre Zuzinha está se renovando, primeiro vieram as praças e agora o asfalto”, pontuou.

A previsão para término dessa segunda e última etapa da pavimentação asfáltica, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, é de cinco dias de trabalho.

Praças – No primeiro semestre de 2018, a prefeitura entregou à população a revitalização de seis praças da Avenida Padre Zuzinha. A obra teve investimento de R$ 384.000,00 (trezentos e oitenta e quatro mil reais) em recursos do município.

Informações da Assessoria

19
novembro

 

 

 

19
novembro

 

 

 

Na noite deste domingo (18) uma criança de quatro anos, que estava em companhia dos pais, ficou ferida após a ação criminosa de assaltantes.

De acordo com as informações, os três seguiam em uma moto nas imediações da Avenida 22 de Abril (bairro Nova Santa Cruz) quando, em um dado momento, foram abordados por uma dupla de bandidos a pé.

Ao se aproximarem, com a moto ainda em movimento, derrubaram os três, sendo a criança a que ficou ferida com mais gravidade, praticando o crime em seguida.

Ela ficou com o rosto machucado e outras escoriações pelo corpo. Depois de os criminosos levarem a moto, uma Biz de cor vermelha, sem placa.

O caso foi levado até a delegacia local.

Notícias Anteriores


 




error: Copiando nosso texto?