27
fevereiro

As curtinhas do Romenyck Stiffen


CPI DO CALÇADÃO!

VAI PEDIR – A bancada de oposição de Santa Cruz do Capibaribe está convicta que irá entrar com o pedido para criação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), com intuito de investigar como se deu a construção do Calçadão e os valores investidos na obra.

COLHENDO ASSINATURAS – Membros da bancada de oposição disseram, que apesar de ter o número de assinaturas suficiente para abrir a CPI, irão convidar parlamentares da bancada de situação para engrossar o número de assinaturas e acreditam que terão êxito dessa vez.

O DISCURSO – Assim como o momento político de parte da bancada de situação, o objetivo do pedido da CPI é bem diferente da outra que foi realizada sobre o Calçadão, CPI que tratou da suposta distribuição irregular dos pontos de vendas, ou seja: o discurso pode e deve ser bem diferente.

EXPECTATIVAS – Nesse contexto, alguns nomes estarão nos holofotes da mídia de nosso município nas próximas semanas, são eles: Junior Gomes (PSB), Ronaldo Pacas (PR), Zé Minhoca (PSDB), Toinho do Pará (PSB) Joab do Oscarzão (PSD).

JÚNIOR E RONALDO – Ambos estão cobrando explicações ao município sobre o referido caso e uma CPI pode ser utilizada como justificativa de “dar oportunidades para o prefeito poder se defender”.

ZÉ MINHOCA – O mesmo afirmou recentemente que a câmara estaria pegando algumas “merdas” ao falar sobre o prefeito. Nesse contexto, não assinar uma CPI poderia não pegar bem para o mesmo, que já tem histórico ruim de pedidos de CPIs.

TOINHO DO PARÁ – Toinho Pará hoje não está na cota de parlamentares de confiança do prefeito, o que poderia também levar o vereador a assinar a CPI.

JOAB – A postura de Joab na Câmara se torna uma incógnita tentar desvendar como o mesmo se postaria nesse caso. O vereador já tomou atitude contra o governo em algumas situações, justificando que estaria tomando partido pelo povo. Qual seria o entendimento de Joab em relação de CPI que analisará uma obra com recursos públicos, ou seja, com dinheiro do povo?

CERTEZA – Nos bastidores, é dado como certo que essa CPI terá um desenvolvimento mais livre em seu funcionamento e a mesma irá se arrastar e desgastar o prefeito. Não é de hoje que observamos que a situação do prefeito na Câmara de Vereadores é difícil, principalmente em sua bancada. Resta saber quais serão as estratégias de Edson Vieira.

.

As informações aqui expressas são de responsabilidade de seu idealizador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores