08
agosto

Suspeito de matar cachorrinha de forma brutal presta depoimento na delegacia de Santa Cruz do Capibaribe


WhatsApp-Image-20160808
Foto: Fernando Lagosta

.

Nesta segunda-feira (08) o suspeito de matar, de forma brutal, uma cachorrinha de sete anos em Santa Cruz do Capibaribe, prestou depoimento após ser localizado pela polícia às margens da PE-160.

Durante a tarde da segunda-feira, diversas pessoas se dirigiram até a delegacia de polícia para cobrar providências em relação ao caso. Em seguida, uma das equipes se dirigiu até o local onde, supostamente, residia o suspeito, sendo que este não foi localizado.

Por volta das 17h30, o suspeito Sidney Paiva de Souza (33 anos) se encontrava às margens da PE-160 em Santa Cruz do Capibaribe. Ele foi reconhecido e conduzido para a delegacia de polícia local, onde prestou depoimento e foi liberado...

Entenda o caso

O crime aconteceu na noite de sábado (06) na Rua Belo Horizonte (bairro Cruz Alta) quando o suspeito, identificado como Sidney Paiva de Souza, se aproximou do animal, aparentemente de médio porte, e desferiu diversas pauladas e chutes.

Um vídeo que mostra o momento do crime foi compartilhado em redes sociais. No vídeo (que contém imagens fortes), é possível perceber que o suspeito se aproxima da cadela, já com um pedaço de pau na mão, e começa a desferir os golpes na região da cabeça.

Em seguida, o mesmo pisa, por diversas vezes, na cabeça do animal, que morre no local. O mesmo sai em seguida. Confira:

.

Os momentos após o crime

De acordo com as informações, o animal, que era dócil de acordo com os donos, ficava no interior de um estacionamento coletivo e, em algum momento, a porta do mesmo chegou a ser aberta e, após fechada, a cachorrinha acabou ficando do lado de fora, sendo vítima da agressão.

Ao chegarem de um jantar, a família viu o animal morto e um dos proprietários foi verificar as imagens das câmeras, que flagraram tudo. O filho do proprietário chegou a ter uma crise de pânico, chegando a ser levado ao Hospital Municipal, onde ainda permanece internado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores