20
abril

Afirmação forte


José Augusto Maia afirma que a sua prisão, ocorrida no dia da eleição de 2010, foi armação de Diogo Moraes e da Major Conceição

 

Em entrevista concedida ao radialista Silvio José, na manhã desta sexta-feira (20), na rádio Comunidade FM, o deputado federal José Augusto Maia (PTB) lembrou o episódio em que foi preso por acusação de compra de votos, no dia das eleições gerais, em outubro de 2010.

José Augusto afirmou que a proximidade entre o deputado estadual Diogo Moraes (PSB) e a Major Conceição, que na época comandava o policiamento da 3ª CIPM e efetuou a prisão do deputado, se confirmou agora.

“No verão, no aniversário de Diogo, na praia, que sempre acontece, o convidado especial de luxo pra ser ovacionado e aplaudido lá nessa festa quem foi? Foi a comandante. Que dizer, eles deram a maior prova de que são até burros, não deviam ter feito isso. É subestimar a inteligência das pessoas”, afirmou o deputado.

Ouça o áudio:

Um Comentário

  1. Janielson (J'son) disse:

    Subestimar a inteligência das pessoas… José Augusto faz isso TODO dia. Trata TODOS como animais irracionais.
    Não acredito em Diogo Moraes tb, mas Zé só descobriu isso ae agora?E quando passou a eleição e estavam ”amiguinhos”? Put’z…Tenha paciencia né?

    Mais uma declaração INFELIZ deste sujeito. Lamentável…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Anteriores