29
agosto

Santa Cruz: Sessão na Câmara é adiada por ‘motivos internos’


Redução dos salários esquenta bastidores

 

Na manhã desta terça-feira (29) a Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe adiou a 4º Sessão Ordinária, desse semestre. Em ofício, assinado pelo presidente Zé Minhoca (PSDB), o ato se deu pelo “surgimento inesperado de questões internas a serem imediatamente solucionadas”.

Nos bastidores, a informação é que o presidente está empenhado em buscar resoluções, junto ao judiciário, em relação à liminar que reduziu os salários dos parlamentares de R$8 mil para R$6 mil.

Durante a manhã, houve grande movimentação dos vereadores na sala de reuniões e no gabinete do presidente.

Os vereadores evitam falar sobre o tema, mas dizem acreditar na justiça para que a questão seja solucionada o mais breve possível.

Redução

A decisão liminar foi proferida pelo juiz Moacir Ribeiro da Silva Junior e atende a uma ação popular do advogado André Tadeu da Mota Florêncio, mesmo advogado que, recentemente, conseguiu aumentos de salários de vereadores, secretários de governo, do prefeito e vice-prefeito da cidade.

Advogado André Tadeu da Mota Florêncio

Caso a decisão da justiça não seja cumprida pela Câmera, o magistrado determina uma multa no valor de R$ 100 mil contra o presidente Zé Minhoca.

A ação teve como base uma resolução aprovada pelos vereadores no ano de 2012. De acordo com o advogado, os parlamentares a época, não atenderam aos dispositivos da Lei de Responsabilidades Fiscal e aprovaram o aumento fora do tempo permitido por lei.

Novo encontro

Com o adiamento do encontro dessa manhã, a 4º Sessão ficou marcada para próxima quinta-feira (31), às 9h.

A 5º Sessão Ordinária permaneceu marcada também para a quinta-feira, às 14h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


error: Copiando nosso texto?