29
maio

Insatisfação com a violência


Pais, alunos e professores da Escola Malaquias Cardoso promovem Caminhada pela paz em Santa Cruz do Capibaribe

 

Com cartazes, carro de som e apitaço, estudantes protestaram contra a violência. Fotos: Fernando Lagosta.

 

Na noite desta terça-feira (28), dezenas de pais, alunos e professores da Escola Estadual Malaquias Cardoso realizaram a primeira Caminhada pela Paz, que percorreu várias ruas até a Câmara de Vereadores.

 

Claudia Almeida

De acordo com a professora Claudia Almeida, uma das organizadoras, o evento tem como finalidade chamar a atenção das autoridades para a busca por melhorias nas condições de segurança não só da referida instituição de ensino, mas também em outras.

 

“O nosso intuito é buscar, de nossos vereadores, projetos e soluções que visem à melhoria da segurança nas escolas que existem aqui no município. A nossa escola, por exemplo, sofre os efeitos da violência presente no bairro, onde muitos alunos e pais já nos relataram que foram assaltados ou sofreram tentativas deste crime”, enfatizou a professora.

 

Dentre as soluções apontadas pela professora, alunos e pais, estão a melhoria da iluminação nos postes da rede pública, como também o aumento no número de rondas policiais, especialmente nos horários de chegada e saída dos estudantes.

 

“Com essas iniciativas simples, se pode intimidar os criminosos e diminuir a violência”, enfatizou.

 

 

A professora também relatou que a Câmara foi comunicada sobre o evento, no qual um dos estudantes do terceiro ano, Allisson de Lima Oliveira,  fez a entrega de ofícios a pessoas que, segundo ele, respondiam pela presidência da casa, mas que o mesmo ofício foi rejeitado.

 

“Eu avisei e reforcei que o evento seria realizado, mesmo com a Câmara estando fechada. Iríamos fazer a passeata e terminar na frente da Câmara de Vereadores”, enfatizou o estudante.

 

De acordo com a professora, nenhum deles compareceu na caminhada e apenas a vereadora Jessyca Cavalcante (PTC) chegou a Câmara, já no encerramento do evento.

 

 

 

“Sabíamos que a Câmara estaria fechada e que não haveriam reuniões, mas esperávamos uma maior atenção por parte de nossos vereadores, já que eles foram comunicados”, enfatizou.

Um Comentário

  1. manoel pereira araujo da silva disse:

    parabens pela iniciativa pessoal mais esperar alguma coisa dos politicos de santa cruz e dificil a 3CIPM agora e batalhao vamos ver no que vai dar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


Meses Anteriores

error: Copiando nosso texto?