30
outubro

Denúncia, emenda polêmica e fortes embates marcam mais uma sessão na Câmara


Na tarde de terça-feira (30) foi realizada mais uma sessão ordinária na Câmara de Vereadores, em Santa Cruz do Capibaribe.

Entre os Projetos de Lei discutidos, o que rendeu as maiores discussões, inclusive durante o uso da tribuna, estava associado a mudanças na Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano que vem.

A principal mudança estava em uma das emendas ao projeto, que zerava o limite de percentual dos recursos previstos que poderiam ser realocados para outras pastas sem a necessidade de uma votação por parte dos vereadores. A aprovação da emenda rendeu os maiores debates.

Na sessão, também houve espaço para uma nova denúncia e também a repercussão de matéria publicada no blog, que mostrava três ônibus de transporte escolar parados há dois anos em uma oficina de Caruaru. Confira os principais discursos.

A denúncia.

Carlinhos da Cohab denuncia suposto esquema de compra de medicamentos quase vencidos

No seu discurso, o vereador destacou a existência, segundo ele, de medicamentos vencidos que estariam no Hospital Municipal do município.

De acordo com ele, a prefeitura estaria comprando medicamentos já perto do fim do prazo de validade e que isso faria parte de um suposto esquema dentro da atual gestão.

“A gente filmou e vamos da entrada no Ministério Público também, da existência de um quarto no hospital com vários medicamentos vencidos, a ponto de se jogar no lixo. É costume em outras prefeituras, o prefeito junto com um coloio de alguns empresários, se comprar medicamento assim com preço normal e o dinheiro do povo ser jogado no ralo” – disse.

Ainda de acordo com o vereador, havia também remédios do governo do estado entre os vencidos e que o prefeito deve dar explicações a população, afirmando que teria faltado responsabilidade do governo na distribuição.

.

Pipoca rebate Carlinhos da Cohab

“Ele vem para cá como sempre, apenas para gritar e espernear. Quero que o senhor vá a promotoria e continue com essa denúncia, já que muitos desses medicamentos vem do estado. Se chegam atrasados, não é culpa do município” – disse.

Ainda de acordo com Pipoca, o vereador de oposição teria ‘se esquecido de filmar’ a volta dos partos, a inauguração do laboratório de exames, a entrega de veículos para a saúde e os atendimentos prestados no AME Infantil.

 

A “Emenda da discórdia”

Junior Gomes fala sobre salários atrasados e emenda que alterou projeto da LDO 2019

No seu discurso, o vereador Junior Gomes acusou a gestão de não ter planejamento em seu governo. Segundo ele, funcionários do município estariam com salários atrasados e várias obras públicas também estariam paradas, pontuando como exemplos três creches, os asfaltamentos de ruas, o Caps-AD e também as reformas no campo municipal.

“Como é que a gente fala de gestão e planejamento se o prefeito não paga em dia os servidores públicos e isso não é de hoje. Não se tem sequer um calendário de pagamentos e isso é a Santa Cruz real” – pontuou.

Junior também rebateu críticas anteriores da vereadora Jessyca Cavalcanti pela aprovação da emenda que zerou o limite de recursos que a prefeitura poderia remanejar na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019.

.

Jessyca Cavalcanti rebate Junior Gomes

“Para o senhor, o prefeito só tinha planejamento quando era para fazer as parcerias de calçamento, quando o senhor era presidente, e nem a base escutava. Dizem que Edson Vieira é controlador, mas sabem como ele era e ainda vem falar de planejamento. As ruas asfaltadas são obras, é ação e os recursos estão sendo liberados e temos ainda dois anos. Ele falou das creches, que foi uma equipe competente que fez e os recursos estão sendo liberados e estamos administrando. Também se esqueceu de falar das 500 casas, que muitas estão prontas. Isso é ação” – disse.

 

Pipoca rebate e diz que vereadores exigiriam vantagens para aprovar realocação de recursos na LDO

Sobre a emenda ao projeto da LDO 2019, que zerou o limite de onde os recursos poderiam ser realocados para outras pastas (antes 30% com proposta para redução a 15%), ele disse:

“Depois que Junior Gomes participou dessa articulação, com a raiva e com a inveja de quem é oposição, fez isso para prejudicar o município” – pontuou.

Pipoca foi mais além nas críticas, citando que, com o fim do limite, tais votações de alterações na Lei que por ventura chegassem a Câmara seriam usadas como ferramenta de troca pela Oposição para conseguir supostas vantagens.

Ronaldo Pacas diz que Pipoca tem que pedir desculpas e relembra denúncia polêmica

Já sobre a denúncia de Pipoca em supostas vantagens para aprovar remanejamento de recursos da LDO pelos vereadores favoráveis a emenda, ele disse:

“O senhor disse uma frase pesada, que pediriam coisa em troca para votar. Se fosse vossa excelência, o senhor pediria desculpas a essa bancada. Dida (vice-prefeito, que esteve na sessão), o senhor quanto vereador nesta casa, viu algum desses aqui pedir algum centavo para votar algo pela prefeitura? Faz pena isso vir de você (Pipoca) contra tantos colegas que o defenderam em situações difíceis, até mesmo em muitos processos, como aquele que o senhor é acusado de dividir o salário de um assessor. Acreditamos na sua inocência” – pontuou.

.

Ônibus parados há dois anos em oficina de Caruaru

“Eu esperei que o vereador Pipoca, quando fosse falar de orçamento, se solidarizasse com os estudantes de Santa Cruz. Um ano atrás, foi um dos que junto comigo pediu para que se aumentasse o recurso deles e passados dez meses, nenhum aumento foi feito. Esperei de Jessyca que explicasse o que está acontecendo com os ônibus da educação, aqueles mesmos que eu e Carlinhos denunciamos que estavam parados em uma oficina… O que ela fez foi apenas transferir de oficia e o que existe é apenas o interesse de alugar toyotas, que esses ônibus poderiam fazer de graça” – disse Ernesto Maia.

 

Cobranças

 

Toinho do Pará solicita construção de velórios municipais e ampliação de cemitérios

No seu discurso, o vereador Toinho do Pará solicitou a construção de velórios municipais nos distritos do Pará e Poço Fundo e também a ampliação dos cemitérios nas duas localidades.

De acordo com ele, os cemitérios estão praticamente lotados, o que poderia causar problemas em caso de futuros sepultamentos.

“Comunico isso ao prefeito através de requerimento verbal que, ainda este ano, dê essa condição de se construir os dois velórios e, acoplado a isso, aumentar os cemitérios, porque estão todos dois cheios, sem capacidade nenhuma de se fazer novas covas” – pontuou.

 

Augusto Maia denuncia que servidores da UPA podem ser demitidos sem receber 13º

“Falamos na semana passada que muitos servidores estariam com seus salários atrasados e que esse ano, sequer receberão também seus 13º salário. Isso é uma notícia que me deixa triste e que vem atormentando muitos pais de família que ali estão e que precisam. Fica essa tristeza porque a Saúde e a Educação, que são os pilares dessa sociedade, estão sofrendo com salários atrasados e sem ter o seu 13º. É preciso que a prefeitura dê uma explicação e que eles recebem ameaças de que podem ser demitidos, caso abram a boca” – disse.

Ainda segundo o vereador, haveria uma lista de pessoas que seriam demitidas, listando técnicos de enfermagem que estariam com ameaça de demissão.

 

Zé Minhoca destaca situação de bairros ainda não oficializados em Santa Cruz

O presidente da Câmara destacou a realização de uma reunião com Correios e Compesa, durante a manhã de terça-feira, que expôs segundo ele a questão da não oficialização de bairros no município.

Segundo o vereador, seriam 27 bairros em Santa Cruz, todos eles em situação irregular, como se não existissem de fato no papel. O vereador citou que o problema estaria próximo de uma solução.

“Não temos um bairro na cidade. Isso não existe. Nossa câmara instituiu uma comissão só para tratar isso e tivermos essa reunião, com pessoas que estão nos ajudando, para que essas pessoas possam a partir do mês que vem dizer que, de fato, moram nesses bairros” – pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?