15
agosto

Artigo – Por Adriano Oliveira


POR QUE AS MANIFESTAÇÕES SUMIRAM?

 

Pesquisa do Instituto Uninassau realizada na cidade do Recife tenta responder a seguinte indagação: Por que não ocorrem manifestações neste momento? Esta pergunta é relevante em razão de que manifestantes foram às ruas recentemente reclamar do aumento de passagens de ônibus, corrupção e defender o impeachment da então presidente Dilma Rousseff.

A pesquisa revela que existe ambiente propício para a ocorrência de manifestações.  60,6% dos eleitores reconhecem que o seu poder de compra diminuiu. 79,9% afirmam que existe crise econômica. Neste universo, 85,9% consideram que a crise afetou a sua vida negativamente. Corrupção, segurança pública e saúde são os principais problemas do Brasil para os entrevistados. 96,6% dos eleitores sentem emoções negativas (tristeza, raiva e insatisfação) quando estão diante de um político.

Para 84% dos eleitores, o presidente Michel Temer não deve continuar à frente da presidência da República. 29,7% têm vontade de ir às ruas contra o atual mandatário do País. 41,7% são favoráveis às manifestações que ocorreram contra a ex-presidente Dilma Rousseff. E 8,8% participaram de manifestações contra o governo Dilma. Por que não ocorrem manifestações neste momento?

A pesquisa revela que 73,4% dos eleitores são favoráveis às manifestações de rua. E 80,1% afirmam que nunca participaram delas. As principais razões para a não participação são: “Não gosto dessas coisas”, ‘Medo”, “Não adianta de nada” e “Falta de tempo”. 17,6% dos eleitores declaram que pretendem participar em breve de manifestações.

Para manifestações ocorrerem, o ambiente precisa estar propício. E ele está. Contudo, existem dois vetores que aumentam a possibilidade dos eleitores que desejam se manifestar irem às ruas. Primeiro, existência de instituições, como sindicatos e organizações da sociedade, que mobilizem e incentivem a participação do individuo. Segundo, um estrondo social, como as frequentes denúncias de corrupção contra o governo Dilma e a delação da JBS contra o governo Temer. Então, por que, neste instante, não ocorrem manifestações contra o presidente Temer? Simples: faltam instituições para mobilizar parte dos indivíduos que desejam ir às ruas contra o seu governo.

.

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade de seu idealizador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


error: Copiando nosso texto?