27
fevereiro

Após assalto, bandidos mantém 20 pessoas reféns por mais de três horas em Santa Cruz do Capibaribe


Dupla se entregou a polícia após mais de três horas de negociações

 

 

 

 

A ação de uma dupla de assaltantes movimentou a noite desta sexta-feira (26) na cidade Santa Cruz do Capibaribe. Tudo começou quando os criminosos invadiram a loja Mateus Assistência Técnica no Centro da cidade. Uma das vítimas conseguiu fazer contato com o conhecido policial militar Júnior da Rocam que não estava de serviço, mas buscou o auxílio da Guarda Municipal de Santa Cruz do Capibaribe e foi até o local, com posterior chegada da Polícia Militar.

Houve troca de tiros no interior da loja e os assaltantes fizeram cerca de 20 pessoas reféns   nos fundos do estabelecimento e transformaram o assalto em sequestro.

 

 

No início das negociações, os homens liberaram algumas pessoas, e solicitaram a presença da imprensa para que fossem liberadas algumas vítimas. Em sequência, pediram que representantes da comissão de direitos humanos participassem das negociações, para que a integridade física dos suspeitos fossem mantidas. Foram mais de três horas de negociações até que todos os reféns fossem libertados e os bandidos terminassem presos.

De acordo com a Polícia Militar de Pernambuco, após mais de três horas de negociações, os reféns foram liberados sem ferimentos, e os dois homens presos, sendo encaminhados para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil da cidade, onde foram ouvidos e estão sendo autuados. Os suspeitos serão apresentados em audiência de custódia. Um revólver calibre 38, utilizado pelos homens no assalto foi apreendido, além de 50 celulares.

Os criminosos são Denis de Souza Carvalho, 20 anos, e Adson Madeira de Carvalho, 24 anos. Os dois são natural de Teresina, no Piauí.

 

 

 

Foto: Jota Lima

 

 

 

 

 

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?