O atleta santa-cruzense de MMA, Murilio Chacal, estava com uma luta prevista para ocorrer no próximo dia 15 de maio, no Recife, porém o atleta acabou sofrendo uma fratura em um dos dedos de uma mão, durante um treinamento. Devido a lesão, Murilio que enfretaria o lutador Felipe Bunes de Natal (RN) na disputa da categoria “peso mosca”, foi cancelada.

Um fato que chama a atenção é que esta mesma disputa estava marcada para o mês passado, e também foi cancelada pois o seu oponente, Felipe bunes, alegou que teria se machucado. Chacal se submeterá a uma cirurgia nos próximos dias, e a organização do evento deverá reagendar a luta para uma nova data.

A Nata da Poesia vai aos ouvidos do mundo.

A tão histórica quanto atualíssima poesia nordestina tem data marcada para ganhar uma nova marca e um novo palco. A data é 13 de maio, a marca é a Nata da Poesia e o palco são as universais plataformas digitais, como Spotify, Deezer e Youtube. A idealização é do selo Nata Music Digital, que tem a coordenação do poeta cantador Flávio Leandro e do produtor Ivan Silva.

A apresentação ao público será através de live no Instagram da Nata Music Digital, às 19h do dia 13 de maio, “Dia de liberdade e de conquistas”. No elenco, nomes como Dedé Monteiro, Zé Adalberto, Isabelly Moreira, Antonio Marinho, Thyelle Dias, Monique D’Angelo, Verônica Sobral e Marquinhos da Serrinha, só pra resumir e deixar uma ponta de curiosidade no ar.

“A ideia é organizar o nosso rico mundo poético e colocá-lo à disposição do mundo inteiro. É uma necessidade das pessoas, dos artistas e das artes e a tecnologia acessível tá aí como uma grande aliada”, explica Flávio Leandro. “Nossa poesia vai ser um canal para o diálogo entre outras linguagens e outras línguas. É uma fusão cultural ilimitada”.

Na live de estreia serão sorteados brindes, como os trabalhados chapéus de couro de Flávio Leandro, um quadro de couro do Mestre Espedito Seleiro e cestas com obras dos poetas e poetisas integrantes da Nata da Poesia. Para ficar por dentro de tudo é só acompanhar o perfil da Nata Music Digital nas redes sociais.

22 pessoas condenadas a prestar serviços comunitários como pena por cometer pequenos delitos, têm contribuindo para que a cidade de Santa Cruz do Capibaribe se torne mais verde com trabalhos de arborização.

De acordo com a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), em dois anos seis mil árvores foram plantadas pelos cumpridores de penas alternativas nas ruas e em calçadas de instituições, em um processo lento que se inicia com o cultivo de pequenas mudas de sibipiruna, ipê, felicio, urucum, pau ferro, paineiras e aroeira.

Segundo a SJDH, quando estão mais crescidas e prontas para o plantio no local definitivo, todos os cumpridores de pena envolvidos no trabalho de arborização são acompanhados pela Central de Apoio às Medidas e Penas Alternativas (Ceapa), órgão vinculado à pasta da Justiça e Direitos Humanos, responsável por encaminhar cada pessoa ao cumprimento da pena que lhe foi designada.

Segundo Raquel Brandão, da Gerência de Penas Alternativas e Integração Social (Gepais), é essencial integrar o cumpridor de pena à instituição beneficiada com o serviço. “É com o envolvimento de toda a sociedade que a ressocialização desse indivíduo pode ser possível”, disse ela.

Os apenados de Santa Cruz do Capibaribe também podem ser direcionados a outras instituições para a prestação de serviços comunitários, como ao batalhão de polícia, escolas e comércio.

O Programa Independente desta quarta-feira (05) abordou o homicídio de José Cosme da Silva, conhecido como “Dedé”, (45 anos), que foi morto por diversos disparos de arma de fogo, no Sítio Açude Velho, zona rural do município. Sobre o tema, a edição contou com as participações do repórter Jota Lima e de Júnior da ROCAM.

A baixa no comercio em relação a bares e restaurante também foi pauta durante o programa. Por fim, os participantes comentaram sobre os depoimentos já ocorrido na CPI da Covid-19, que investiga se houve omissões do governo federal no enfrentamento à pandemia.

Confira abaixo o programa na íntegra:

Foto: Thonny Hill (Arquivo).

O Padre Bianchi Xavier (69 anos) se encontra internado em uma unidade de saúde de Caruaru. Segundo o padre Miguel Ângelo, da cidade de Bezerros, na noite da terça-feira (04), ele necessitou de cuidados médicos devido a um sinal de resfriado.

De acordo com Miguel Angêlo, foi constatada uma pneumonia moderada em Padre Bianchi e se encontra no Hospital da Unimed, onde segue tratamento à base de antibióticos e nebulizações. Até o presente momento, está descartada a infecção pela Covid-19.

Um novo boletim deverá ser emitido nas próximas horas para atualização do quadro de saúde do padre Biachi, que já foi pároco da cidade de Santa Cruz do Capibaribe, onde em 1996 disputou a campanha eleitoral como candidato a prefeito.

A Polícia Civil conseguiu prender um jovem acusado de assassinar a sua ex-companheira, Fabiana da Silva Lima (23 anos). O fato ocorreu no início do mês de janeiro deste ano, no Sítio Tabocas, zona rural do município de Brejo da Madre de Deus.

De acordo com a Polícia, a prisão de Hiago Marinho (22 anos) ocorreu na cidade de Bezerros, onde já estava em outro relacionamento e foi capturado na residência de sua atual sogra. O acusado foi encaminhado para a Penitenciária Luiz Plácido de Souza, em Caruaru, onde ficou a disposição da justiça.

Relembre o caso:

No dia do crime, a vítima teria saído de um bar no Sítio Tabocas, juntamente com o seu ex-companheiro, porém horas depois, a vítima foi encontrada com uma perfuração provocada por uma arma de fogo na região do torax.

Na época, a vítima teria relatado para uma testemunha que o autor do disparo teria sido o seu ex-companheiro. Fabiana foi socorrida para a Policlínica do distrito de São Domingos do Brejo, de onde foi transferida em estado grave para o HRA, que não resistiu e veio a óbito.

Em entrevista ao programa Estúdio Livre da Rádio Polo, a vereadora Nêga da ONG (PSD) foi questionada sobre as declarações do deputado federal André de Paula (PSD), ao comunicador Alberes Xavier, afirmando que não há problemas de uma provável aliança em Pernambuco com os petistas e com o ex-presidente Lula, para as eleições de 2022.

Sobre as declarações de André de Paula, Nêga frisou que seguirá com o seu pensamento de direita, e reforçou o seu posicionamento em apoio ao atual presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) ou com quem ele esteja.

“André nos deixou livre para escolher, eu posso estar com André de Paula sim, mas eu não peço votos pra Lula nunca, esse é o posicionamento de Nêga, independente da sigla. (…) Se Bolsonaro não estiver na disputa, eu estarei com quem estiver mais próximo da direita, mas Nêga é Bolsonaro” – completou a vereadora.

A assessoria da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, informou na manhã desta terça-feira (04) que as reuniões serão todas remotas durante todo o primeiro semestre legislativo deste ano, que se encerrará no próximo mês de junho.

A decisão foi tomada durante a reunião ordinária presencial que ocorreu na manhã desta terça, que teve voto e orientação da maioria dos vereadores presentes. Com isso, as reuniões só retornarão presencialmente no segundo semestre.

De quem é a responsabilidade?

;

São 400 mil mortes. O Brasil procura um responsável. O contrafactual entra em cena. Serve para especularmos. Se o presidente da República fosse outro, a Covid-19 mataria tanta gente? Parcela do eleitorado responsabiliza alguém por tantas mortes? O tempo poderá trazer as respostas.

Por que o presidente da República não incentiva o uso de máscara? Por que o presidente da República não centralizou no governo Federal as ações contra a Covid-19? Por que a vacinação no Brasil está lenta? Por que o governo Federal não dialoga com prefeitos e governadores para que ações contra a Covid-19 sejam únicas e organizadas? Por que o governo Federal não apoiou/apoia medidas de isolamento social? Por que um ministro declarou que tomou vacina escondido? Por que três ministros da Saúde foram demitidos em plena pandemia?

As perguntas apresentadas são vitais para decifrarmos o que motivou o Brasil a chegar a terrível marca de 400 mil mortes. É possível que a CPI da Covid-19 encontre respostas. O governo Federal tem a sua narrativa. Ele criou, em parceria com o Congresso Nacional, o Auxilio Emergencial. Socorreu empresas. Liberou recursos para que Estados e municípios enfrentassem a Covid-19. Comprou e está comprando vacinas. Diante da grande tragédia, o presidente da República agiu.

Se algumas ações do governo Federal foram meritórias no enfrentamento à Covid-19, por que o presidente Bolsonaro insiste em ter estilo refratário à ciência e ao diálogo? Imagina se o presidente apoiasse, desde cedo, a vacinação. Agisse em parceria com governadores e prefeitos. Inclusive, visitando municípios e verificando com seus olhos as ações de enfrentamento a Covid-19.  Imagina se o presidente Bolsonaro usasse máscara sistematicamente.

Mais casos de Covid-19, maior impopularidade do presidente da República. Tal relação é observada desde o início da pandemia. Embora a estabilidade em sua popularidade seja observável nas últimas pesquisas. A negação da ciência pode impedir a reeleição do presidente Bolsonaro. Por outro lado, é possível que parcela do eleitorado não venha a responsabilizar ninguém pela tragédia. Neste caso, os mortos tendem a ser esquecidos. O eleitor reconhecerá, ou já reconhece, que tantas mortes fazem parte do novo cotidiano. Ressalto: não desprezo a hipótese de que o esquecimento da tragédia venha a existir em parte do eleitorado em 2022.

/

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade de seu idealizador.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao prefeito, Fábio Aragão (PP), e à secretária de Saúde, Lívia Danda, incluir a lista nominal das pessoas já vacinadas no site oficial da Prefeitura. A relação deve ser disponibilizada em até 90 dias, contendo os nomes das pessoas já vacinadas, o grupo prioritário ao qual elas pertencem, a data da aplicação das doses e se a pessoa já recebeu a segunda dose.

Além disso, o município deve informar imediatamente, no site oficial, a identificação das pessoas vacinadas após o recebimento da recomendação ministerial e assegurar que a lista seja atualizada, no mínimo, uma vez por semana.

De acordo com o promotor de Justiça Lúcio Malta Cabral, a Medida Provisória nº1.026/2021 estabeleceu o dever de registro de dados sobre a vacinação nos sistemas de informação do Ministério da Saúde.

“Além de alimentar o sistema, centenas de municípios brasileiros já disponibilizam em seus portais a lista completa de vacinados. No caso de Santa Cruz do Capibaribe, não é exibida a relação dos beneficiados, apenas o número de pessoas vacinadas”, detalha o promotor de Justiça no texto da recomendação, publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (3).

A recomendação também foi remetida ao presidente da Câmara de Municipal de Santa Cruz do Capibaribe, Capilé da Palestina (PSD), para que inicie discussão com os demais vereadores sobre a possibilidade de editar uma lei para obrigar o Poder Executivo a publicar a relação das pessoas vacinadas na cidade.

As autoridades públicas têm prazo de dez dias úteis para informar ao MPPE se acatam ou não as medidas recomendadas.

A deputada estadual, Alessandra Vieira (PSDB), solicitou ao Governo do Estado na Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE), a viabilização de estudos técnicos e econômicos para a execução dos projetos finais e obras de engenharia para implantação de um Teleférico na Serra do Pará, ponto turístico de Santa Cruz do Capibaribe.

“Além do destaque econômico, o município tem uma beleza natural com vegetação de ambientes rupestres na caatinga, que é bastante contemplativo do alto da “Pedra do Pará.” Devido à altitude e a paisagem, a “Pedra do Pará” (ponto mais alto da Serra) tornou-se um importante ponto turístico, onde é possível fazer trilhas e contemplar a vista do Sítio Arqueológico do Pará e a fotografia rústica do planalto” – justificou a deputada.

O programa Independente desta sexta-feira (30), veiculado pelo Santa Cruz Online, abordou a informações que o estado de Pernambuco recebeu mais 212.450 doses de vacinas contra a Covid-19. A nova remessa, será iniciada a imunização do grupo de pessoas com comorbidades, além de grávidas e puérperas.

Outro assunto citado foi em relação ao recebimento de novo lote de vacinas por parte da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, um total de mil doses da Astrazeneca para aplicação da primeira dose contra a Covid-19 em pessoas acima de 60 anos do município.

O gerente geral do Moda Center Santa Cruz, George Pinto, deu detalhes sobre o início da requalificação dos estacionamentos laterais do centro de compras, com o objetivo de solucionar alguns dos problemas já conhecidos pelos comerciantes e clientes, como o abuso cometido por motoristas que estacionam em fila dupla, por exemplo.

O programa veiculou também uma campanha em prol do professor Airton Braz, que há quatro anos começou a sentir dores no corpo e os médicos identificaram a morte das artérias que alimentam o fêmur, causando Osteonecrose Bilateral no fêmur.

O programa também veiculou o quadro “Pinga Fogo”, com as participações dos vereadores Carlinhos da Cohab (PP), Capilé da Palestina (PSD) e Jessyca Cavalcanti (PSDB), que debateram a questão da aprovação do auxílio emergencial municipal.

Confira o programa na íntegra:

O Tribunal de Contas do Estado, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e a Agência Pernambucana de Meio Ambiente (CPRH), constituíram um grupo de trabalho conjunto para cobrar das gestões municipais a destinação adequada dos resíduos sólidos em suas cidades.

O objetivo dessa iniciativa é permitir que os órgãos tenham mais agilidade na troca de informações técnicas, como relatórios e estudos, para embasar a atuação em prol do fechamento dos lixões.

Na ocasião, o superintendente de Meio Ambiente da Semas, Bertrand Sampaio de Alencar, apresentou algumas propostas de arranjos institucionais consorciados para o destino dos resíduos sólidos nas três regiões consideradas mais críticas.

A partir da criação dos aterros regionais, seria possível viabilizar a construção de equipamentos sustentáveis, com geração de renda por meio da prestação de serviços aos municípios, exploração de biogás e venda de material reciclável.

Como não há aterros sanitários licenciados em todas as áreas do Estado, a consolidação dos arranjos exige adoção de soluções para o problema da distância entre as cidades e os aterros, que na maioria das vezes, têm mais de 100 quilômetros de distância, gerando altos custos de transporte.

No último levantamento anual feito pelo TCE, referente à situação da destinação dos resíduos sólidos no Estado, mostra uma evolução no número de cidades que vêm depositando corretamente o lixo em locais adequados em 2020. Os números mais recentes do TCE, atualizados até dezembro de 2020, identificaram que apenas 58 cidades continuavam mantendo os lixões.

Imagem: Santa Cruz Online/Reprodução.

Nesta sexta-feira (30), o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) apresentou uma denúncia contra Elisângela Almeida Alves Santana, suspeita de participar da morte do delegado Anderson Liberato, no dia 17 de abril, em Jataúba. Atualmente ela está na Colônia Penal de Buíque.

De acordo com o MPPE, a denúncia contra Elisângela leva em conta dois crimes, a tentativa de assassinato dos policiais e o homicídio qualificado contra o delegado.

Conforme o promotor Rolemberg Feitosa, no dia da morte do delegado, as Polícias Militar e Civil cercaram o apartamento onde estava o casal, e ao se deparar com a mulher, a equipe perguntou pelo marido dela, que de início, negou que ele estaria no apartamento, e depois desmentiu.

O suspeito de matar o delegado Anderson Liberato, companheiro de Elisângela, foi morto a tiros na do dia 17 de abril dentro de uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em Caruaru.

;

Fonte: G1/Caruaru e região.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?