13
agosto

‘Saudade do seu ex?’ – Ex-prefeitos na região almejam retorno em 2020


Zé Augusto, Roberto Asfora, Evilásio Araújo e Jânio Arruda não escondem desejo de retornar ao posto de prefeito em suas respectivas cidades.

Alguns ex-prefeitos da região agreste de Pernambuco, estão com a ideia de tentear retornar ao posto em 2020. Além de José Augusto Maia em Santa Cruz do Capibaribe, que se coloca como pré-candidato, Roberto Asfora (Brejo da Madre de Deus), Evilásio Araújo e Jânio Arruda (Taquaritinga do Norte) não escondem esse desejo.

Nos últimos dias, o ex-prefeito de Brejo, aliás, tem feito questão de divulgar à imprensa, uma certidão de quitação com a Justiça Eleitoral. Ele afirma ainda que seus adversários o temem nas urnas.

Em áudio recente, endereçado a um assessor do prefeito Lero, e que circulou em vários grupos de WhatsApp, Evilásio Araújo afirma que ‘o povo está dizendo que ele precisa ser candidato’, em Taquaritinga.

Em Santa Cruz, mesmo após uma condenação no início deste mês por improbidade administrativa, o advogado de defesa de José Augusto Maia, Tally Maia, garantiu que “não há de se falar em inelegibilidade”. Os fatos dizem respeito, principalmente, ao fracionamento indevido de despesas sem processo licitatório durante o exercício de 2007, quando Zé Augusto era prefeito.

Histórico – Na Dália da Serra, Evilásio Araújo venceu as eleições de 2008 e 2012. Jânio Arruda administrou o município após vencer em 1988 e 1996, acumulando depois 3 derrotas. Ele retornou à prefeitura entre 2007 e 2008, com a cassação do então prefeito Zeca.

Na Capital da Moda, Zé Augusto venceu em 2000 e 2004. Em 2012 tentou um retorno e foi derrotado pelo atual prefeito Edson Vieira.

Já em Brejo da Madre de Deus, Asfora venceu em 2000 e 2004. Depois, perdeu em 2012. Em 2016, ele chegou a ser candidato, mas desistiu há poucos dias do pleito. O ex-gestor também já havia perdido em 1996, antes de ser eleito pela primeira vez.

Exemplos de sucesso – Em Vertentes, após duas vitórias seguidas (04 e 08), Romero Leal fez sucessor em 2012 e retornou ao posto em 2016.

Algo semelhante e ainda maior eleitoralmente, aconteceu em Jataúba, onde o prefeito Antônio de Roque foi eleito e reeleito (2000 e 2004) fez sucessor em 2008 e conseguiu voltar ao posto no pleito de 2012 e venceu novamente em 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores