28
abril

“O presidente Afrânio envergonhou a Câmara” – afirma vereador Ernesto Maia


 

IMG_7010Em entrevista concedida ao blog, o vereador Ernesto Maia (PT) falou sobre a saída de toda a bancada de Oposição do plenário da Câmara na tarde desta quinta-feira (28).

A saída se deu momentos antes da leitura, por parte do secretário da Mesa Diretora, do projeto que solicita a autorização do parcelamento da dívida da prefeitura com o Santa Cruz Prev.

Visivelmente indignados, a bancada alegou que o presidente da Casa, Afrânio Marques (PDT), teria utilizado de uma manobra para permitir que o projeto polêmico fosse levado a votação.

Ernesto fez duras críticas a Afrânio que, segundo ele, não deu preferência ao pedido de vistas ao projeto por parte de Fernando Aragão. Se o pedido de vistas tivesse sido aceito, o mesmo não seria votado esta semana, já que não era intenção da bancada em devolver o projeto a mesa diretora da Casa. De acordo com o regimento, cada projeto de Lei só pode ter apenas dois pedidos de vistas.

“O presidente Afrânio envergonhou a Câmara e envergonhou a sua história, decepcionou os servidores de Santa Cruz do Capibaribe. Eu disse na semana passada que ele ia se render as vontades do prefeito, usou de manobras para que o pedido de vistas, feito primeiramente pelo nosso líder Fernando Aragão, não valesse. Depois que abriu a reunião, eu já senti que eles iam fazer essa manobra, eu pedi (vistas) também e ele também não aceitou para, apenas, aceitar os pedidos de vistas dos vereadores da situação. Eles iriam devolver o projeto e votar sem precisar da votação dos vereadores da situação. Isso é muito triste, inclusive para os servidores que votaram em Afrânio, que sempre se mostrou um defensor dele e ele fazer essa manobra, que prejudicou os servidores… Infelizmente esse é o retrato da chance que pediram” – disse.

Segundo Ernesto, a bancada irá recorrer na justiça para que a sessão seja cancelada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores