30
agosto

Santa Cruz terá água nas torneiras em apenas quatro bairros a partir de setembro


Após a falta de precipitação este ano, a cidade de Santa Cruz está com o seu principal manancial (Tabocas) em colapso. Segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), apenas quatro bairros do município serão abastecidos via rede a partir de agora. As informações foram repassadas à nossa equipe pelo Gerente Regional da Compesa, Bruno Adelino.

Segundo o gerente, algumas medidas foram tomadas afim de evitar a situação atual, porém, devido à pouca chuva na região da bacia de Tabocas, a barragem entrou em colapso.

Diante do colapso, a principal medida foi restabelecer o abastecimento via Sistema Prata/Pirangi, através da cidade de Caruaru. Porém, devido a distância entre as cidades, a perca de água durante o trajeto, acarretando no não abastecimento por completo da cidade.

 

Bruno Adelino (Gerente Regional da Compesa)

“A gente fez a seleção de alguns bairros em Santa Cruz por facilidade de abastecimento e também por uma concentração de órgãos públicos.” – afirmou Bruno Adelino

Ainda segundo Bruno Adelino, se esses bairros forem abastecidos, a demanda de carros pipas para escolas e hospitais, por exemplo, poderá ser remanejada para outros órgãos. A partir deste mês de setembro, os seguintes bairros serão abastecidos com a água vinda do Sistema Prata/Pirangi: Bairro Novo, Bairro São Cristóvão, Centro e Bairro São Miguel.

Os demais bairros tiveram o abastecimento via rede suspensa. Como ação emergencial, a 11 carros-pipas a disposição da população. Ainda segundo Bruno Adelino, a Compesa está aguardando a conclusão de um processo de credenciamento para a contratação de mais carros-pipa para auxiliar o abastecimento de água dos bairros que ficarão sem abastecimento por rede.

De imediato, a Compesa está sendo feito o monitoramento de pontos estratégicos para a instalação de alguns chafarizes para a população mais carente. A solução definitiva, segundo o gerente, será a conclusão da obra da Adutora do Alto Capibaribe, que está com 50% das obras e tem a previsão de término para o primeiro semestre do ano de 2020, restabelecendo por completo o abastecimento no município.

Um Comentário

  1. Paulo Torres disse:

    Será que a compesa vai concertar os canos estourandos que insiste em vários bairros de santa Cruz, o desperdício que existe aqui dá pra abastecer um bairro 3 dias na semana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 




error: Copiando nosso texto?