22
abril

Resumório – A Coluna do Professor Tenório


​RESUMÓRIO

.

TODA SEMANA – E o que não está faltando durante a pandemia é live de artistas para todos os gostos e denúncias sobre emprego de recursos públicos em Santa Cruz do Capibaribe. Não tem uma licitação que passe despercebida, não importa se é para advogados, para torneio de futebol, publicidade ou calçamento. Sempre haverá um vídeo e uma live da oposição remoendo o assunto.

COMPETITIVIDADE – Na live do Safadão, teve abraço para o prefeito Edson Vieira. Automaticamente, as pessoas já se perguntavam se na live de Bell Marques iria ter abraço para o deputado estadual Diogo Moraes. Até onde vai a competitividade, a rivalidade e o ego das pessoas?

AS LIVES – Na terça-feira, teve live de Sandy e Júnior no mesmo horário da de Oswaldo Montenegro, emendando com a de Nando Reis. Com tanta música arretada tocando ao mesmo tempo, ainda tinha gente preocupado com a doação de cem mil máscaras na live dos Amigos na Vila Mix, segunda-feira.

SOB CONTROLE – A preocupação de algumas pessoas era se a quantidade de máscaras e EPIs na cidade de Santa Cruz do Capibaribe estava satisfatória, pelo fato da empresa do pai e irmão do prefeito terem feito uma doação de cem mil máscaras durante uma live. Mas é claro que está! Se no dia 12 de março o prefeito anunciou um pacote de mais de 20 milhões em investimentos para a cidade, vendeu sabe-se lá por quanto a folha de pagamento dos funcionários públicos municipais, que era na Caixa, para o Bradesco, suspendeu os contratos dos professores e estima gastar oitocentos e cinquenta mil reais com publicidade em oito meses. Se não sobrasse uns trocados para comprar máscaras e EPIs para o combate ao coronavírus seria um lapso gerencial muito grande.

DE TODO PREÇO – Santa Cruz do Capibaribe conta com uma impressionante variedade de máscaras. Descartável, lavável, lisa, estampada, no precinho e com preço salgado, feito o complemento de calçamento das Ruas Manoel Lucas Araújo e Tereza Chagas, denunciadas pela oposição. Variações de preço na confecção e nos serviços públicos são sempre presentes nas pautas locais.

VOTO VERDE – Se árvore votasse, o pré-candidato Alan Carneiro estaria eleito. Ele vive pedalando pelo meio do mato, em contato com a natureza. Mas deve ser apenas durante esse período de distanciamento social já que não se pode fazer malas, visitas e nem pedir voto nas casas.

PIOR DO QUE ESTÁ, FICA – Para os vereadores, pior do que uma pandemia só uma pandemia com ações do não querido advogado André Tadeu junto. Além de ação popular na cidade de Jataúba, o conhecido advogado também entrou com mais uma ação para suspender o reajuste de salários dos vereadores, prefeito e vice-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, aprovado no mês de dezembro. A população adora, já os parlamentares não gostam nem de tocar no assunto.

HOSPITAIS – O morador de Toritama que estiver acometido por alguma síndrome respiratória aguda merece ser atendido no hospital de campanha que o prefeito Edilson Tavares apresentou ao povo, ganhando repercussão estadual. O mesmo morador, com a mesma síndrome, não merece ser atendido no hospital de campanha mostrado através de vídeo pelo vereador oposicionista Eduardo da Saúde. Detalhe, trata-se do mesmo hospital, apenas apresentado sob diferentes olhares. O tira teima vai ser quando o hospital for mostrado por algum paciente não contaminado pela paixão política (vírus tão contagioso quanto o coronavírus), pois os políticos sempre têm um jeito diferente de apresentar fatos e opiniões.

 ;

“Não me queiram mal. Apenas pensem nisso, enquanto lhes digo que fica o dito para ser rido.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 




error: Copiando nosso texto?