O Blog do Ney Lima errou ao abordar um caso envolvendo contaminação por leishmaniose na cidade de Toritama, a reportagem foi publicada no último dia 10 de agosto. Na matéria o blog tratou como “suspeita de surto”, o que não se caracteriza considerando que apenas um morador da cidade foi diagnosticado e morto pela doença. Lamentamos a falha, a medida em que pedimos desculpas aos nossos leitores, procedendo assim com a devida correção da informação.

 

Ney Lima
Editor

 

Processo tem como autor o advogado André Tadeu que impactou vários municípios com ações semelhantes

 

 

 

Prefeito Antônio de Roque poderá ter salário reduzido de R$ 18 mil para R$ 15 mil, caso a justiça atenda a ação

 

 

Uma nova ação popular do advogado André Tadeu tem como alvo mais uma cidade do Agreste de Pernambuco: Jataúba tem pouco menos de 17 mil habitantes e é governada pelo prefeito Antônio de Roque (PMDB), que atualmente recebe R$ 18 mil de salário. A ação popular pretende diminuir esse valor para R$ 15 mil.

O salário do vice-prefeito Jacson Buraco (PSB) que atualmente é de R$ 9 mil poderá passar a ser R$ 7.500,00. E os secretários municipais que tem ordenamentos de R$ 3.600,00 poderão passar a receber R$ 3.000,00.

As mudanças podem ocorrer caso a justiça aceite o que pede a ação popular, semelhante a dezenas já impetradas e julgadas em outras cidades.

Segundo o advogado André Tadeu, os legisladores de Jataúba deixaram de observar os dispositivos da Lei de Responsabilidade Fiscal e editaram as leis no período vetado.

O mesmo processo pode reduzir os salários dos vereadores, que atualmente recebem R$ 7.590,00 para R$ 6.000,00. A verba de representação do presidente da Câmara, atualmente em R$ 15.180,00 também é alvo da ação.

 

 

Decisão judicial recente em Ipojuca

 

 

Recentemente foi julgado procedente o pedido de uma ação popular do advogado André Tadeu na cidade de Ipojuca, Região Metropolitana, que reduziu os salários do prefeito de R$ 19 mil para R$ 14.500,00. O vice-prefeito e os secretários municipais também tiveram os valores dos salários diminuídos.

 

 

Em Ipojuca os vereadores que antes recebiam R$ 10 mil, tiveram os salários diminuídos para R$ 4.500,00.

As reduções dos salários em Ipouca ocorreram a partir da suspensão dos eleitos das Leis Municipais nº 1.839/2016, 1.656/2012 e 1.655/2012, aprovadas fora do limite de prazo previsto pela Lei de Responsabilidade. A sentença foi da juíza Nahiane Ramalho de Mattos, no último dia 24 de julho. A decisão ainda cabe recursos.

Diogo foi aquele que fez de tudo na última eleição para que nosso grupo não saísse vitorioso”, lembra Augusto Maia

 

 

 

O vereador Augusto Maia (Podemos) rebateu nesta terça-feira (07) as afirmações feitas pelo vereador Carlinhos da Cohab, e negou que o ex-deputado José Augusto Maia tenha tomado conhecimento sobre qualquer proposta de aliança política envolvendo o deputado Diogo Moraes (PSB).

 

Em entrevista concedida ao Blog na noite de ontem (06), Carlinhos revelou que teve uma reunião com Diogo Moraes e que haveria sido sugerida uma aliança para caso José Augusto Maia não estivesse apto a participar da disputa neste ano.

A ideia seria que, caso José Augusto não estivesse apto para a disputa, Diogo apoiaria o candidato a deputado federal Ricardo Teobaldo (Podemos) nestas eleições em troca do apoio de José Augusto e consequente totalidade do grupo.

Em troca, se firmaria um acordo para a indicação de um candidato a presidência da Câmara neste ano e também para uma chapa para as eleições de 2020, que seria composta por Fernando Aragão (prefeito) e Tallys Maia (vice-prefeito).

 

 

O que diz Augusto Maia

 

 

Em passagem pela redação do Blog, Augusto Maia explicou os motivos que levaram José Augusto Maia a retirar a pré-candidatura e detalhou a forma como foi tratada a possibilidade de substituição pelo filho, Tallys Maia (Avante).

O vereador afirmou que em nenhum momento o grupo tomou conhecimento de tentativas de articulações envolvendo Diogo Moraes, conforme foi descrito por Carlinhos.

“Diogo foi aquele que fez de tudo na última eleição para que nosso grupo não saísse vitorioso. Diogo sempre foi um aliado ferrenho de Edson Vieira. Está agora um pouco distante, mas durante toda essa gestão ele esteve em conjunto com Edson Vieira”, afirmou Augusto.

O vereador afirmou também que se tivesse alguma proposta feita pelo deputado Diogo Moraes, essa não seria aceita e que o foco precisa ser 2018.

 

Confira a entrevista na íntegra:

 

 

 

 

O advogado André Tadeu apresentou uma ação civil pública na comarca de Brejo da Madre de Deus tendo como alvo atos da Câmara de Vereadores daquele município.

O objetivo é reduzir os salários dos parlamentares dos atuais R$ 7.596,68 para R$ 6.012,00. Na mesma ação Tadeu pede que seja suprimida 100% da verba de representação do atual presidente da Câmara, que é de R$ 15.193,00.

O advogado pede ainda que os vereadores devolvam aos cofres públicos os valores correspondentes às diferenças pagas entre janeiro de 2017 até a data de julgamento do processo em questão.

André Tadeu tornou-se conhecido em todo o estado de Pernambuco por ter conseguido, por meio de ações populares semelhantes, reduzir subsídios de vereadores, prefeitos, vices e secretários municipais em vários municípios. Em Santa Cruz do Capibaribe, por exemplo, os vereadores tiveram os subsídios reduzidos significativamente e perderam recursos em duas instâncias na tentativa de mudar a decisão judicial.

Nos processos André Tadeu costuma apontar falhas nos procedimentos adotados pelos legisladores em atos que definem os valores dos salários.

 

 

Foto: Gaspar

 

O vereador Carlinhos da Cohab afirmou ao Blog do Ney Lima que aguarda um posicionamento de Fernando Aragão para decidir se apoiará ou não a candidatura do filho de José Augusto Maia (Avante), Tallys Maia (Avante) para deputado estadual.

José Augusto anunciou a desistência da sua pré-candidatura na semana passada, e deu lugar ao filho da disputa. O evento onde foi feito a anúncio teve a presença de apenas três vereadores da base oposicionista.

Carlinhos da Cohab revelou também um acordo para uma possível aliança que teria sido proposta em um encontro com o deputado estadual Diogo Moraes. A ideia seria que, caso José Augusto não estivesse apto para a disputa, Diogo apoiaria o candidato a deputado federal Ricardo Teobaldo (Podemos) nestas eleições em troca do apoio de José Augusto e consequente totalidade do grupo.

Em troca, se firmaria um acordo para a indicação de um candidato a presidência da Câmara neste ano e também para uma chapa para as eleições de 2020, que seria composta por Fernando Aragão (prefeito) e Tallys Maia (vice-prefeito).

 

Confira a entrevista de Carlinhos da Cohab na íntegra:

 

 

 

 

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe pagou com recursos públicos por participações em eventos que premiavam o desempenho de prefeitos, vereadores e secretários municipais em várias partes do Brasil. Nos últimos anos o prefeito Edson Vieira (PSDB), a ex-secretária de assistência social Alessandra Vieira (PSDB) e o secretário de educação Joselito Pedro foram premiados pelas empresas denunciadas pelo Fantástico, da TV Globo, em reportagem veiculada na noite deste domingo (05).

As empresas que fornecem os prêmios são a União Brasileira de Divulgação, ou UBD, de Pernambuco, e o Instituto Tiradentes, de Minas Gerais. Juntas, as duas instituições promovem até 20 premiações por ano.

Para mostrar a falta de critérios na hora de conceder esse tipo de premiação, a reportagem conseguiu negociar a compra de um diploma para um jumento – o jumento Precioso. Para mostrar como a UDB vende prêmios, o repórter da RBS TV mandou uma mensagem para o celular da empresa. As empresas citadas na reportagem estão sendo investigadas pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul.

Conforme foi apurado pelo Blog do Ney Lima, Alessandra Vieira e Joselito Pedro pagaram pela participação nas premiações com empenhos nos valores de R$ 880,00, de origem da Secretaria de Inclusão Social e R$ 780,00 de origem do FUNDEB – Magistérios.

O pagamento referente a participação do prefeito Edson Vieira na premiação ainda não foi identificado pelo Blog, mas de acordo com o portal Tome conta um empenho orçado em R$ 578,00, pago através do Fundo Municipal de Saúde serviu para pagar a participação no evento de premiação em 14 de julho de 2017, mesmo dia em que Edson Vieira foi contemplado com o suposto reconhecimento como segundo melhor gestor de Pernambuco. O Blog aguarda possíveis esclarecimentos por parte da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe sobre os empenhos pagos.

 

 

 

Foto: Ney Lima

O ex-deputado José Augusto Maia (AVANTE) está com sua pré-candidatura a deputado estadual indefinida. Nos bastidores crescem as informações de que José Augusto pode desistir do pleito, indicando o filho, Tallys Maia para a disputa.

A mudança pode estar relacionada a impossibilidades jurídicas, já que nos últimos meses José Augusto perdeu sequentes recursos em instancia superior.

O Blog tentou falar com o ex-prefeito, mas o vereador Augusto Maia (PODEMOS) afirmou que a opção é “por não conceder entrevista antes da definição”.

“Na próxima semana ele dará um pronunciamento. Quaisquer que sejam as dúvidas sobre esse silêncio poderão ser tiradas”, declarou o vereador que é filho de José Augusto Maia.

 

 

 

 

O pré-candidato a governador de Pernambuco, Armando Monteiro (PTB), deve fechar apoio ao presidenciável tucano Geraldo Alckmin (PSDB). Foi o que garantiu o deputado federal Bruno Araújo em comunicado enviada ao Blog, na tarde desta terça-feira (24).

 

O novo posicionamento apaga a possibilidade de rompimento de Bruno Araújo com a frente das oposições em Pernambuco, conforme havia se desenhado nesta semana.

 

Segue a nota do deputado Bruno Araújo na íntegra:

“Tendo em vista as declarações do Senador Armando Monteiro Neto-PTB, de garantir em Pernambuco palanque para Geraldo Alckmin-PSDB, consideramos os episódios recentes superados. Vamos seguir trabalhando para apresentar as melhores propostas e caminhos aos pernambucanos.”

Bruno Araújo

Presidente Estadual do PSDB

Há quatro meses no comando da pasta, Dr. Nanau tem tido o desempenho bastante elogiado pela população, especialmente nas redes sociais

 

 

A Secretaria de Saúde de Santa Cruz do Capibaribe deve zerar as despesas com carros alugados nos próximos meses, é o que pretende Dr. Nanau. Há quatro meses no comando da pasta, o secretário tem tido o desempenho bastante elogiado pela população, especialmente nas redes sociais.

Nesta semana, interlocutores da secretaria ouvidos pelo Blog revelaram a compra de três ambulâncias, três carros modelo Ônix e a disponibilização de recursos para compra de duas vans e duas pick-ups, previstos para os próximos dias.

Com as aquisições, a expectativa é que todos os carros alugados pela secretaria sejam devolvidos as locadoras.

Outros investimentos previstos na pasta são: Um novo aparelho de raio X (que já teria sido adquirido), aquisição de um gerador de maior potência para o Hospital Municipal e novos equipamentos para a sala vermelha.

Ao mesmo tempo a prefeitura dá andamento na construção de duas Unidades Básicas de Saúde e do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS).

O policial militar José Olivaldo Marques da Silva, morreu na noite desta segunda-feira (02) em um possível acidente de moto. O fato ocorreu na zona rural de Agrestina, na PE-158.  O seu corpo foi encontrado a cerca de dez metros da moto.

As circunstâncias ainda estão sendo apuradas pela polícia.

 

Olivaldo atuava como oficial de operações do 24º Batalhão em Santa Cruz do Capibaribe, sendo reconhecido com bastante destaque no enfrentamento a criminalidade.

EXCLUSIVO

 

 

A Procuradoria Geral do Ministério Público denunciou criminalmente o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), por ter contratado irregularmente seis servidores para os cargos de assistente administrativo, assistente social, nutricionista e psicólogo.

De acordo com a Procuradoria as contratações foram feitas sem concurso público ou seleção pública simplificada, nem foi demonstrado a necessidade excepcional que justificasse as nomeações.

Na denúncia, a PGMP argumenta que as contratações dos servidores “tinham por finalidade burlar a norma constitucional de provimento de cargos através do concurso público”.

 

 

 

 

 

A denúncia da Procuradoria foi apresentada na seção criminal do Tribunal de Justiça de Pernambuco no último dia 15 de junho. O desembargador poderá aceitar ou não a denúncia, para dar início ao processo.

O Blog do Ney Lima entrou em contato com o prefeito Edson Vieira na tarde desta quinta-feira (21). Ele afirmou que ainda não foi notificado sobre a denúncia e que posteriormente poderá se pronunciar.

Os seis servidores contratados foram indicados pela PGMP para prestarem depoimentos como testemunhas, caso a denúncia seja aceita.

A denúncia da Procuradoria Geral do Ministério Público é um desdobramento a partir de uma auditoria realizada pelo Tribunal de Contas do Estado em 2016. A época, os conselheiros da segunda turma consideraram ilegais as contratações, e multaram Edson Vieira em R$ 7.717,00.

 

 

Entenda

 

As contratações temporárias foram alvos de uma auditoria especial do Tribunal de Contas do Estado em 2016 que teve como relator o conselheiro Marcos Nóbrega. Na ocasião, a defesa do prefeito Edson Vieira afirmou, entre outros pontos, que “a necessidade de contratação temporária se deu com o objetivo de dar continuidade ao serviço público” e que no exercício de 2015 “diversas secretarias municipais solicitaram urgentemente ao gestor municipal a contratação de pessoal para preencher as lacunas temporárias no serviço público”.

No entanto, os membros da segunda turma do Tribunal de Contas seguiram o parecer do relator, que entendeu “que não houve seleção impessoal dos servidores” e que as contratações violaram uma lei federal. O prefeito também foi acusado de extrapolar os limites para despesas com pessoal.

Sim, vamos concorrer com Caruaru e Campina Grande!

 

 

Decidimos concorrer com Caruaru e Campina Grande. Vamos no igualar! Aliás, mais do que isso, vamos superar!

Temos que concorrer com Caruaru e Campina Grande já que, por diversas vezes, precisamos recorrer a essas cidades na busca de tratamento médico adequado. Até mesmo quando nossos filhos vão nascer, é nessas cidades que encontramos as condições que, por muitas vezes, não são oferecidas na saúde de Santa Cruz do Capibaribe.

Vamos nos igualar a essas cidades, para que nossos filhos encontrem aqui a educação pública compatível com o sonho acadêmico.

Vamos até superar esses municípios, porque precisamos ter museus, cultura e opções de qualidade de vida. Vamos nos desenvolver mais do que eles para que nossas rodovias não estejam esburacadas e nossas ruas estejam totalmente calçadas ou pavimentadas.

Vamos, então, proclamar aos nossos representantes políticos que provoquem os avanços necessários, já que podemos, sim, concorrer com os municípios de Caruaru e Campina Grande.

Pensando melhor, vamos com calma!

Precisamos cair na real. Não podemos concorrer com esses municípios agora. Temos que cuidar do que é nosso. Combater nossos problemas e edificar a nossa casa.

Vamos aos poucos plantar a semente da maturidade; vamos fortalecer a base da nossa educação; construir a nossa infraestrutura; fixar cada tijolo da nossa saúde pública de qualidade; combater a insegurança e tentar prosperar a nossa vida com qualidade.

Não podemos concorrer com Caruaru e Campina Grande agora. Temos que cuidar dos nossos problemas, sob pena de nos deparar com um sentimento de frustração, tal qual o que virá com a chegada da ressaca do São João.

.

Por Ney Lima

Foto: Arquivo do Blog

 

O corretor de imóveis Flávio Dunda (REDE) será nomeado, nesta sexta-feira (15), como Secretário Extraordinário de Habitação. A pasta foi criada em março deste ano e teve a frente o vereador Joab Gomes (PSL), que passou apenas dois meses no controle da secretaria, alegando falta de condições de trabalho, entre outras queixas, quando pediu desligamento do cargo.

Flávio Dunda tem 11 anos de experiência no ramo imobiliário, tendo nesta a primeira experiência com o setor público municipal.

A posse de Flávio Dunda está confirmada para as 10 horas da manhã de hoje.

O pré-candidato ao Governo de Pernambuco, Armando Monteiro Neto (PTB), concedeu entrevista exclusiva ao editor deste Blog, na tarde desta terça-feira (12).

O senador confirmou que teve conversa recente com Edson Vieira (PSDB), apontou Bruno Araújo (PSDB) como interlocutor do diálogo e disse que possível palanque duplo não tirará a identidade dos grupos Boca Preta e Taboquinha.

Armando fez uma análise da atual conjuntura no estado, tratou de temas como segurança pública e foi questionado sobre aliança com políticos que apoiaram o impeachment de Dilma Rousseff (PT).

 

Foto: Arquivo

 

Confira os principais pontos da entrevista:

.

O que muda em relação as eleições 2014, quando foi derrotado

“Em 2014, vivíamos em um estado onde Eduardo Campos tinha um governo largamente aprovado pela população, diferente do governo Paulo Câmara. Sabemos que aquela eleição, em grande medida, foi condicionada com o acontecimento trágico, que vitimou o ex-governador e mudou os rumos daquele processo. Agora estamos vivendo uma circunstância bem diferente daquela. O povo pode dizer que: o que experimentamos em 2014, não gostamos” – pontuou.

 

Atual postura do PT em Pernambuco 

Armando foi questionado sobre os rumos que o Partido dos Trabalhadores (PT) está tomando no Estado, podendo ter uma candidatura independente com Marília Arraes ou então uma aliança com o PSB, de Paulo Câmara.

Armando, que já foi ministro no Governo Dilma, detém muita proximidade com o PT e citou estranhar uma aliança com o PSB, mas legitimou a possibilidade de candidatura própria:

“Sempre prestei minha compreensão e respeito, entendendo que isso é legítimo, reforçando sua identidade partidária, mas para minha surpresa, aquilo que no início se afigurava como ‘legítima busca de um caminho próprio’, há essa forte tendência de se fazer aliança com o PSB, que teve papel fundamental no impeachment da presidente Dilma, que esteve na linha de frente. Votou em Aécio Neves e agora setores expressivos do PT defendem essa aliança. Isso é o que me parece estranho; mas uma candidatura própria do PT, isso é legítimo”.

.

Possibilidade de palanque duplo em Santa Cruz 

Armando foi questionado se haveria possibilidade de se repetir, em Santa Cruz, a união dos principais grupos políticos em torno de seu projeto eleitoral. Nesse ponto, ele disse que dependendo dele, isso seria possível e que a conjuntura política propicia isso.

“Já que existe uma aliança no Estado, essa aliança pode se reproduzir nos municípios. Lembrando que isso não significa que os grupos locais vão perder suas identidades. Continuam adversários no ponto de vista político, mas convergem no plano estadual para uma candidatura que, neste momento, representa a vontade de seus partidos. No que depender de mim, estarei empenhado em garantir o apoio dos dois grupos, porque nesse momento, estamos fazendo uma aliança que está acima dos municípios” – frisou.

Questionado se isso não tiraria representatividade do grupo de José Augusto Maia e de Fernando Aragão, em demandas caso Armando seja eleito, ele negou que isso possa acontecer:

“Não será um governo de Armando ou do seu partido. Será um governo amplo, de alianças, compartilhado e que existirão espaços dos partidos que estão formando essas alianças. Quando se faz uma aliança a nível estadual, eles também fazem parte do Governo” – ressaltou.

.

Contato com prefeito Edson Vieira 

Questionado se estão havendo diálogos com o prefeito Edson Vieira (PSDB) em relação a ele se manter junto nessa aliança, já que o prefeito tem mostrado não pretende apoiar seu projeto eleitoral, Armando destacou o papel de interlocutor, segundo ele, do deputado federal Bruno Araújo (PSDB) nesse processo.

“Bruno Araújo está empenhado. Estive com Edson e pude transmitir essa posição de absoluta consideração aos grupos em Santa Cruz, mas enfatizando que poderíamos caminhar juntos no pleito estadual. Lembrava nessa conversa que cada grupo tem sua identidade e que ela estaria preservada no campo local. Dei todas as demonstrações que gostaria de tê-los, todos juntos, em nosso palanque. Tudo farei para que possamos garantir essa convergência de forças”.

Questionado quando essa conversa aconteceu, ele citou que ela havia sido recente, citando que foi algo produtivo.

.

Soluções para insegurança em Pernambuco 

Nesse ponto, Armando citou que soluções para o problema seriam possíveis, ressaltando os primeiros anos do Pacto pela Vida, ainda na gestão Eduardo Campos.

Para ele, a primeira atitude seria retomar a autoridade do Governo quanto a questão, mas enfatizando a necessidade de investimentos maiores no setor.

“Precisamos investir em inteligência investigativa, na polícia científica, colocar as delegacias para funcionar a noite e não permitir que tenhamos uma situação como hoje, em que as delegacias fecham no final de semana. Temos que fazer um esforço de integração das polícias, motivar o aparelho policial. Há muito por se fazer, mas como governador, não vou ficar atrás do biombo. Vou me apresentar, coordenar as ações. Vamos fazer com que se possa construir um modelo novo institucional; um novo Pacto pela Vida” – ressaltou.

Ainda segundo ele, todos os avanços alegados por ele quanto as reduções dos índices de criminalidade foram perdidas de 2015 para cá, na gestão Paulo Câmara.

.

Aliança com políticos que votaram a favor do impeachment de Dilma Rousseff  

O pré-candidato indagado sobre que justificativa ele daria a população ao ser questionado sobre se aliar a políticos que fizeram parte do pedido de impeachment como Bruno Araújo, Mendonça Filho e outros.

“Não se faz uma aliança entre iguais, mas o que eu quero dizer com isso é que ninguém pode me colocar o rótulo do Governo Temer por uma razão simples: votei contra o impeachment, estive na linha frente dessa luta diferente do Governador, que tenta rotular nosso palanque. Foi ele que mandou os deputados do PSB de Pernambuco votarem para destituir a presidente. Quem constituiu o Governo Temer foi o PSB-PE, que agora estranhamente recebe o PT. Veja que contradição”.

Ele ainda foi mais a frente nas críticas e completou:

“O PSB de Pernambuco é oportunista, tinha ministros e quando viu o governo ficar impopular, pulou do barco. Esse debate, estamos preparados para fazer” – concluiu.

 

 

O manifestante que atirou ovos contra o presidente da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, Clodoaldo Barros, responderá ao ato em liberdade, após o pagamento de uma fiança estipulada em R$ 500,00. Ele havia passado a noite na carceragem da delegacia da Polícia Civil. A informação foi confirmada ao Blog por uma irmã de Clodoaldo.

A decisão foi do juiz Dr. Thiago, durante audiência de custódia no início da tarde desta sexta-feira (08). Clodoaldo já havia se envolvido em outros atos na Câmara de vereadores. O Ministério Público, através do promotor Vinícius Costa chegou a pedir que a prisão em flagrante fosse convertida em prisão preventiva, mas o pedido não foi aceito pelo juiz.

Em 2016, na época em que o Afrânio Marques era presidente ele recebeu voz de prisão do vereador Zé Minhoca após tomar papéis da mesa diretora e jogar no chão. Em 2017 Clodoaldo fez greve de fome na frente da Câmara em protesto contra a aprovação de auxílio alimentação de vereadores e ausência de prestação de contas de uma CPI.

Ontem (07), o mesmo manifestante protagonizou um ato violento, jogando ovos contra o presidente da Câmara, Zé Minhoca. Em entrevista a rádio Polo no momento da prisão, Clodoaldo afirmou que “gostaria mesmo era de meter bala nesse coito de vagabundos do Poder Legislativo”.

Clodoaldo responde também a pelo menos três processos por graves insultos nas redes sociais contra um juiz e dois promotores de justiça.

 

 

Todos os anos a Rádio Polo promove um momento especial para comemorar os festejos juninos. O Arraiá da Rádio Polo é realizado no estúdio da emissora e reúne artistas locais e convidados especiais. A programação especial deste ano será neste sábado (09).

Está confirmada para esta edição a presença do cantor Flávio José, um dos principais nomes da música nordestina.

Um ponto forte da programação especial é a participação dos próprios radialistas da emissora e da Avant Comunicação e Mídia em uma disputa musical que elege os melhores e piores cantadores amadores.

Tudo começa às 9 horas da manhã. O forró poderá ser acompanhado também através do perfil da emissora no Facebook.

 

Relembre a edição de 2017

 

Em 2017 o Arraiá da Rádio Polo contou com a presença de Novinho da Paraíba e do sanfoneiro Rubiênio Catanha. Relembre assistindo o vídeo:

 

 

 

 

 

Novinho da Paraíba na edição de 2017

Terça-feira, 29 de maio de 2018. Centenas de veículos atravessam dois bairros em Santa Cruz do Capibaribe à espera de abastecimento em um posto que ainda não tem combustível. A fila começou a ser formada pela madrugada. O proprietário do posto alega que o combustível pode chegar à noite, mas sem certeza.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A justiça autorizou a saída de quatro caminhões de combustível do Porto de Suape para Santa Cruz do Capibaribe.  A medida atende ao pedido da Prefeitura do Município, em razão do decreto de emergência assinado pelo prefeito Edson Vieira (PSDB).

A decisão foi do juiz plantonista da 5ª Vara Cível de Caruaru, na tarde desta segunda-feira (28).

Na liminar, o juiz autoriza o uso de força policial para garantir a saída dos veículos e escoltá-los até o município. Conforme o despacho, apenas veículos da frota do município destinados aos serviços públicos devem ser abastecidos. O fato ocorre em meio a greve dos caminhoneiros que afeta todo o Brasil a uma semana.

Emissora ofereceu possibilidade de entrevista gravada, mas a opção não foi aceita pelo vereador

 

 

 

 

Alegando compromisso com a greve dos caminhoneiros, o vereador Joab do Oscarzão desistiu de uma entrevista solicitada por ele mesmo na Rádio Polo FM. A entrevista estava marcada para esta segunda-feira (28).

Em contato na noite do domingo (29), o parlamentar tentou jusiticar um suposto adiamento da entrevista alegando ter sido convocado pera uma reunião junto a movimentos sociais sobre a greve dos caminhoneiros. A emissora apresentou como opção gravar a entevista no domingo para veicular na segunda-feira, mas a possibilidade não foi aceita por Johab.

Quando solicitou a entrevista o vereador Joab do Oscarzão afirmou que pretendia revelar o que, segundo ele, seriam “os reais motivos” que o fizeram deixar o cargo de secretário de habitação no governo do prefeito Edson Vieira (PSDB).

Políticos batem boca em programa de rádio em Santa Cruz do Capibaribe

 

 

O grupo Taboquinha está em pé de guerra em Santa Cruz do Capibaribe. Nas últimas semanas o programa Oposição em Ação, veiculado pela Rádio Polo, já vinha sendo palco de troca de farpas em meio às variadas tendências do grupo, mas neste sábado (26), por pouco os insultos não evoluíram para pancadaria.

Tudo começou quando o ex-deputado José Augusto Maia (Avante) disparava críticas sobre a aplicação das emendas do deputado estadual Diogo Moraes (PSB), posteriormente o vereador Deomedes Brito, que recentemente declarou apoio a pré-campanha de Diogo disse que José Augusto deveria se preocupar com seus votos e acusou o ex-deputado de ter propagado derrota na eleição de 2016, quando o candidato a prefeito foi Fernando Aragão.

Na reação José Augusto gritou que Deomedes o respeitasse e não inventasse mentiras e disparou: “Seja homem, rapaz!”

Parte dos microfones foi fechada pelo vereador Ernesto Maia que estava no painel de controle da rádio, mas foi possível ouvir José Augusto Maia dizer que Diogo teria oferecido dinheiro, e completou: “Você foi o cara que eu mais ajudei em Santa Cruz e agora tá com esse coloio aí!”.

O programa foi encerrado e a troca de farpas continuou nos bastidores.

Imbróglio político

O grupo oposicionista em Santa Cruz do Capibaribe passa por uma ampla divisão de interesses. A pré-candidatura de José Augusto Maia é vista como inviável. O deputado federal Ricardo Teobaldo (PODEMOS) enfrenta desgastes e não é consensual no grupo. O vereador Ernesto Maia (PT) anunciou uma pré-candidatura a deputado federal que não é levada a sério por não ter qualquer conjuntura política favorável. O cenário tornou-se ainda mais embaraçoso quando os vereadores Deomedes Brito e Marlos da Cohab anunciaram apoio ao projeto de reeleição a deputado estadual de Diogo Moraes, que até então era adversário de todo o grupo.

Confira imagens capturadas da live do programa. A transmissão foi interrompida durante a confusão.

 

 

 

 

O vereador Joab do Oscarzão pretende revelar o que, segundo ele, seriam “os reais motivos” que o fizeram deixar o cargo de secretário de habitação no governo do prefeito Edson Vieira (PSDB).

Em contato com o editor deste Blog, o vereador explicou que em seu recente pronunciamento na Câmara de Vereadores, após a retomada do mandato parlamentar, optou por não detalhar o que de fato, teria motivado o desligamento da pasta.

Na ocasião do discurso Joab alegou que o motivo da entrega do cargo seria a falta de estrutura básica de trabalho na secretaria e demonstrou descontentamento com a forma como o prefeito Edson Vieira teria tratado membros do seu partido, o PSD.

Joab confirmou que os reais motivos serão revelados no programa Rádio Debate, nesta segunda-feira (28), onde confirmou participação.

Nos bastidores são fortes os rumores que este seria mais um rompimento de vereadores com o prefeito Edson Vieira.

 

 

Atualização às 07h 23m

 

Bandidos fortemente armados explodiram, no início da madrugada desta sexta-feira (25), a agência s do Banco do Brasil em Brejo da Madre de Deus.

Segundo relatos de moradores, o bando chegou em um veículo S10 e motos. Rajadas de tiros foram disparadas. Caixas eletrônicos e o cofre principal da agência foram explodidos. Ainda não é possível mensurar a quantidade de dinheiro levada pela quadrilha.

A ação durou cerca de 40 minutos. Conforme os relatos, os bandidos fugiram pela PE 145, no sentido Jataúba, possivelmente usando rotas de fuga para o estado da Paraíba.

Algumas pessoas foram feitas reféns durante a ação e posteriormente foram liberadas. Ninguém ficou ferido.

 

O promotor eleitoral Iron Miranda dos Anjos elogiou os ajustes que foram anunciados na tarde desta sexta-feira (18) pela Rádio Polo FM. A emissora vai suspender a veiculação de parte dos espaços políticos e concentrar o conteúdo relacionado as eleições 2018 em dois programas jornalísticos.

 

Confira a mensagem enviada pelo representante do Ministério Público Eleitoral:

 

 

 

“Parabéns pelo comunicado veiculado hoje concernente a alteração nos programas radiofônicos. Como promotor eleitoral, parabenizo pela antecipação de medidas que serão sugeridas às demais emissoras, com formato similar e oportunamente!”.

 

Iron Miranda dos Anjos

Promotor eleitoral

 

 

 

A recente denúncia de suposto superfaturamento na compra de água mineral envolvendo o governo do prefeito Edson Vieira (PSDB) em Santa Cruz do Capibaribe será alvo de uma auditoria especial no Tribunal de Contas do Estado.

Informações confirmadas pelo Blog do Ney Lima, apontam que na tarde desta quinta-feira (17) a conselheira Teresa Duere negou um pedido de medida cautelar, pleiteada pelo vereador Carlinhos da Cohab, por entender que os contratos com a empresa fornecedora já estão em execução.

No entanto, entendendo a haver possibilidade de dano ao erário público, Duere determinou a instauração imediata de uma auditoria especial para “análise aprofundada dos fatos”.

Entenda:

 

Em março deste ano, vereadores de oposição alegaram ‘preço acima do praticado no mercado’ em água comprada pela prefeitura fornecida em escolas do município. O contrato exposto na denúncia foi celebrado com a empresa ‘Água Mineral e Gelo da Ilha LTDA-ME’.

 

De acordo com os denunciantes, no contrato 006/2017 consta o valor de R$ 6,20 para cada garrafão de 20 litros. Ainda segundo ele, para o ano de 2018, existe um acordo fixando o valor em R$ 6,80.

 

O líder da bancada, Carlinhos da Cohab (PTB) afirma que esteve na sede da empresa, em Santa Cruz, onde encontrou os mesmos garrafões de água, sendo vendidos ao preço de R$ 4,50 (5 unidades, com entrega em domicílio). Quando vendidos acima de 5 unidades, sem entrega, esse valor cairia para R$ 3,50.

 

O que diz o governo?

 

 

A prefeitura contesta a denúncia, afirmando que os “Os valores contratados estão dentro dos parâmetros de mercado”.

 

 Confira a nota na íntegra:

 

“A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe vem a público esclarecer sobre a questão da licitação do fornecimento de água mineral (botijão de 20 litros). O certame aconteceu no dia 24/01, e como todos processos licitatórios, buscou contratar o menor preço entre os participantes. Na data mencionada, apenas a empresa Água Mineral e Gelo da Ilha Ltda participou e venceu o certame. Os valores contratados estão dentro dos parâmetros de mercado levando em consideração os impostos, custeio com combustível e manutenção dos veículos distribuidores do produto que se deslocam, conforme a demanda, para as secretarias municipais, além das unidades escolares localizadas na zona rural do município (Poço Fundo, Pará, Cacimba de Baixo)”.

Fotos: Thonny Hill.

 

O ex-prefeito de Brejo da Madre de Deus, Roberto Asfora se pronunciou após matéria divulgada pelo Blog do Ney Lima que noticiou, nesta quarta-feira (16), a decisão do Tribunal do Contas do Estado que julgou irregular as prestações de contas da gestão do município referente ao ano de 2013. O Tribunal imputou o débito de R$ 482.248,48 aos três gestores que atuaram naquele ano.

 

Confira a nota na íntegra:

 

 

Prezados,

 

Em relação a nota que fora veiculada em seu blog, alertando a população de Brejo da Madre de Deus sobre eventual condenação sofrida, sinto-me no dever de esclarecer e dizer o seguinte:

 Em relação ao exercício de financeiro de 2013, diferentemente do que noticia o mencionado blog, recebi a prefeitura no final do ano, precisamente em relação ao período de 20/08, com os processos licitatórios já em cursos e boa parte das irregularidades reconhecidas pelo Tribunal de Contas já tinha sido executadas, restando a mim, a principal obrigação de manter e reativar os serviços públicos que eventualmente estavam sendo sucateados e paralisados pelos antigos gestores (José Edson de Souza e Hilário Paulo da Silva).

 Tanto é assim, que durante minha gestão, já no ano de 2014, tomei a iniciativa própria de realizar auditorias internas, por meio de recursos próprios, objetivando apurar ilícitos e ilegalidades praticadas pelas gestões anteriores.

 Enquanto gestor, sempre pautei minhas ações pela mais estrita observância aos preceitos legais e ao interesse público da população de Brejo da Madre de Deus, restando apenas irregularidades de natureza meramente formal na decisão proferida pelo Tribunal de Contas em relação a minha pessoa. Por tal razão, entendo que a mesma é eivada de equívocos jurídicos e administrativo, tendo em vista que não pratiquei nenhum ato danoso ao Município e nem me locupletei de nenhum recursos públicos, o que me motiva a recorrer da mencionada decisão, onde espero que seja feita justiça em relação a minha pessoa.

 

 Atenciosamente,

 Roberto Asfora.

 

 

Posicionamento do Blog

O Blog do Ney Lima sustenta todas as informações divulgadas.  A íntegra do conteúdo foi pautada conforme divulgação da Assessoria de Imprensa do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco.

 

Quase meio milhão de reais foram imputados a Hilário, Asfora e Dr. Edson

Tribunal manda prefeitura abrir processo administrativo para apurar desaparecimento de bens

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas julgou irregulares as contas de gestão do município de Brejo da Madre de Deus, relativas a 2013, com imputação de um débito total de R$ 482.248,48 aos gestores responsáveis e aplicação de multa. Em 2013, chefiaram o executivo municipal José Edson de Souza (01/01 a 23/04), Hilário Paulo da Silva (25/4 a 31/07), e Roberto Abraham Abrahamian Asfora (01/08 a 31/12). A condenação foi divulgada pelo TCE nesta quarta-feira (16).

O voto do relator do processo (TC nº 1440141-1), conselheiro substituto Luiz Arcoverde Filho, baseou-se em uma auditoria realizada pela equipe da Inspetoria Regional de Bezerros do TCE. Os trabalhos identificaram irregularidades na gestão do município, dentre as quais o pagamento intempestivo de juros e multas das contribuições previdenciárias relativas ao Regime Geral de Previdência Social; a contratação de artistas sem justificativa de preços (inexigibilidade nº 48/2013); e o pagamento de despesas sem liquidação à Amupe, ou seja sem verificar a entrega dos produtos ou serviços, e sem a formalização de convênio.

A aquisição antieconômica de cartilhas escolares para alunos da rede municipal, sem justificativa de preços e fundamentação do fornecedor, foi outro aspecto negativo apontado pela auditoria, que além da imputação de débito, repercutiu na aplicação de multa, no valor de R$ 7.981,50, ao ex-prefeito Hilário Paulo da Silva.

Por fim, o relator determinou ao atual prefeito do município, ou quem vier a sucedê-lo, a instauração de sindicância e eventual abertura de processo administrativo para apurar o desaparecimento dos bens discriminados no relatório de auditoria. Além disso, o relator recomendou, a partir da publicação do Acórdão, a apresentação da prestação de contas anual com toda a documentação exigida pelo Tribunal e a realização de inventário e o tombamento dos bens móveis do município, sob pena de aplicação de multa.

O débito deverá ser recolhido, no prazo de até 15 dias do trânsito em julgado da decisão, ao Fundo de Aperfeiçoamento Profissional e Reequipamento Técnico do Tribunal. O voto foi aprovado pelos demais conselheiros presentes à Sessão. O Ministério Público de Contas foi representado pela procuradora Eliana Lapenda.

Joab do Oscarzão (PSD) está deixando a Secretaria Extraordinária de Habitação. A informação ainda não foi confirmada pelo, até então, secretário, mas foi confidenciada ao Blog por pessoas do governo e por vereadores. O Blog apurou que na manhã desta quarta-feira (16), Joab buscou informações sobre os procedimentos para reassumir o mandato e estará protocolando o ofício na Câmara nas próximas horas.

O Blog apurou também que o prefeito Edson Vieira (PSDB) ainda não foi informado por Joab sobre a decisão. Especula-se que o vereador teria intenção de indicar a esposa para ocupar a pasta. Interlocutores do prefeito afirmam que essa indicação, caso ocorra, não será aceita.

Joab assumiu a Secretaria Extraordinária de Habitação em 22 de março deste ano. A pasta foi criada naquele momento. Com o retorno de Joab para a Câmara, o vereador Caetano Motos deixará o cargo e voltará a condição de suplente.

Entre outros pontos, ação investigava suposta promoção política em evento de motocross

 

 

 

O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB) e o vice Dida de Nan (PSB) foram absolvidos na ação eleitoral que investigava denúncias de abuso de poder econômico durante a eleição de 2016.

O juiz eleitoral entendeu por improcedente o pedido do Ministério Público Eleitoral, autor das denúncias. A sentença foi publicada nesta terça-feira (15). O MPPE ainda pode recorrer da decisão.

 

Relembre a denúncia sobre abuso de poder econômico

 

O Ministério Público de Pernambuco acusa o prefeito Edson Vieira de abuso de poder político e econômico. Os fatos envolvem atos que teriam ocorrido durante o São João Moda 2016, na celebração de um convênio com a empresa Viana & Moura para eletrificação de vias públicas e durante a realização de uma corrida de motocross, realizada durante o período eleitoral.

De acordo com o MP, Edson Vieira teria se aproveitado dos eventos para enaltecer seu nome e até mesmo o número de campanha, especialmente durante a corrida, onde os dois principais competidores utilizaram o número “45”, sendo instantemente repetido pelos locutores a frase “o 45 está na frente”.

De acordo com o depoimento de testemunhas, entre elas o ex-vereador Aguinaldo Xavier (que é cunhado do prefeito), tanto Edson como Dida estavam presentes no evento.

Outros supostos fatos apontados pelo Ministério Público indicam que servidores municipais teriam sido “obrigados” a participarem movimentos eleitorais em favor do candidato Edson Vieira, inclusive dentro do horário de expediente, citando uma passeata ocorrida após uma das entrevistas realizadas pela rádio Polo FM.

A denúncia apresenta áudios de grupos de WhatsApp que tiveram a autenticidade confirmada pelos próprios autores durante os depoimentos, embora eles tenham negado a finalidade apontada na denúncia.

Demais atrações não tiveram os valores revelados, serão custeados pela prefeitura e divulgados no Diário Oficial

 

 

 

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe decidiu revelar o custo do contrato para o show do cantor Wesley Safadão, previsto para o São João deste ano. A informação foi envida logo após a publicação de uma matéria neste blog que questionou a ausência de respostas a questionamentos feitos desde a manhã da sexta-feira (11).

As demais atrações previstas para o São João da Moda não tiveram os valores relevados. A assessoria do governo argumenta que os custos serão publicados no Diário Oficial nos próximos dias.

O Blog buscou informações também sobre os valore das atrações Bruno e Marrone, Gabriel Diniz, Gusttavo Lima, Márcia Felipe, Dogival Dantas e Aviões do Forró, anunciadas para o São João da Moda 2018. As contratações desses artistas deverão ser custeadas pela prefeitura.

Confira na íntegra a nota enviada pela Prefeitura de Santa Cruz:

 

 

NOTA

 

  1. Os valores serão publicados no Diário Oficial do Estado nos próximos dias. Com exceção de Wesley Safadão, que será custeado pela Creative Promo, como consta no edital de concorrência, no valor de R$ 450 mil.

 

  1. Como consta no edital de concorrência, a empresa Creative Promo fornecerá os produtos/serviços diretamente com seus fornecedores e nos remeterá o relatório de investimentos ao final do evento. Portanto, ela não pagará a prefeitura por isso.

 

  1. Como consta no edital de concorrência pública, um dos itens é a de contratação de uma atração artística no valor de R$ 450 mil. A empresa contratou Wesley Safadão, em comum acordo com a prefeitura apesar de ter outras opções disponíveis.

 

Página 1 de 15123...10...Última »

Notícias Anteriores