Neste sábado (29) deu entrada, na UPA 24h, em Santa Cruz do Capibaribe, um homem ferido a facadas.

De acordo com informações repassadas pelo policiamento, Adriano Manoel da Silva (de idade não informada) foi ferido pelo companheiro com duas facadas, após ter acontecido uma discussão.

Ele foi levado para a UPA, de conte foi transferido para o Hospital da Restauração, em Recife. Não foi informado o quadro de saúde do mesmo e o nome do agressor não foi informado.

29
dezembro

 

 

 

29
dezembro

 

 

Canção composta por Marcelo Santa Cruz ganha versão inédita para celebrar o aniversário da cidade e 80 anos do clube

.

Fotos: Reprodução.

Em março de 2005, foi aberta inscrições para um concurso, com o objetivo de escolher o hino oficial da Sociedade Esportiva Ypiranga Futebol Clube. Dezenas de autores compuseram letras de acordo com o exigido no regulamento proposto pela diretoria da época, a qual era presidida por Flávio Pontes. Entre as exigências, estavam exaltar o seu contexto histórico, a cidade Santa Cruz do Capibaribe. Ainda de acordo com o regulamento, letras que continham agressividade, motivassem a violência e citações de outros clubes, foram excluídas da disputa final.

Entre as letras finalistas estavam os compositores Marcos José de Araújo/José Roberto da Costa Lima; Messias Barros; Ana Paula Nascimento Silva; José Maria da Silva; Walter Miro da Costa Melo; Gilberto Geraldo dos Santos e Marcelo Santa Cruz, este último escolhido como o hino vencedor, que falou como se deu a composição.

“Eu retrarei no hino tudo que foi pedido para que possa ser feito o hino, e foi através de um concurso em meio a mais de 100 músicas e a minha foi escolhida por eu ter colocado todos os critérios que eles pediram” – disse.

Confira a letra original, porém ela sofreu alterações na última parte da segunda estrofe.

Em comemoração aos 65 anos de Santa cruz do Capibaribe, e 80 anos do Ypiranga, o músico santa-cruzense Paulo Roberto aproveitou a oportunidade para dar uma repaginada na versão do hino, e através dos acordes da guitarra, acabou fazendo uma versão solada.

“É muito gratificante para mim como músico, afinal também estou participando de uma parte da história, e regravar esse hino é uma honra e é uma das maiores conquistas como instrumentista. Para deixá-lo como está, eu tomei como base o do Palmeiras tocado por Marcos Klaine e do Flamengo que foi executado por Gustavo de Pádua, esses foram os alicerces para que eu possa ter uma ideia de como fazer essa versão, mas mesmo assim, eu tentei fazer algo para manter a melodia original, para que não possa ter nenhuma estranheza por parte do público” – disse.

Por fim, Marcelo Santa Cruz também falou sobre a nova roupagem da canção.

“Sobre essa nova versão, eu fiquei feliz e surpreso, por que às vezes, o compositor é esquecido e o pessoal não prestigia, e ela agora instrumental ficou muito emocionante e empolgante, e fique mais feliz ainda por ela ter sido executada por um grande amigo e ótimo guitarrista, que é o Paulinho” – completou.

Confira abaixo a nova versão completa:

28
dezembro

 

 

 

Nesta sexta-feira (28) a dupla de tenores destaques no programa Raul Gil, Vitor Delazeri (esquerda) e Juan Pablo (a direita), se apresentará em Santa Cruz do Capibaribe.

A apresentação acontece a partir das 20h em um palco armado na Avenida Padre Zuzinha, sendo um evento comemorativo ao aniversário de 65 anos de emancipação política do município. De acordo com a prefeitura, a apresentação acontece juntamente com a Sociedade Musical Novo Século.

Conheça um pouco sobre a dupla: Campeões em 2017 do quadro “Quem sabe canta”, exibido no programa Raul Gil (SBT), Vitor Delazeri e Juan Pablo juntaram suas vozes em 2016 com objetivo de participar do concurso, trazendo um repertório com vários clássicos da música italiana.

Apesar de bastante jovens, possuem grande maturidade musical, emocionando o público em cada apresentação. Recentemente, eles estiveram em Santa Cruz, trazidos pelo professor Zé Chagas, onde fizeram uma apresentação na Vila do Pará. Confira o vídeo com a participação deles no programa Raul Gil:

Foto: Divulgação

28
dezembro

 

 

 

Nesta sexta-feira (28) um comerciante residente no bairro Dona Lica I, em Santa Cruz do Capibaribe, passou mal enquanto trabalhava e acabou falecendo.

De acordo com testemunhas, o comerciante Josivan Pinheiro (de idade não informada) estava trabalhando na feira, onde vendia artigos de confecção, quando teria passado mal.

Ele foi levado a UPA 24h do município, local onde faleceu minutos após dar entrada. O corpo deve ser levado para o Serviço de Verificação de Óbitos, para que as causas da morte sejam confirmadas.

28
dezembro

 

 

 

Em entrevista concedida ao Blog, o delegado Bruno Machado, titular da Delegacia de Proteção e Homicídios (DPH) em Santa Cruz do Capibaribe, fez seu balanço em relação aos trabalhos desenvolvidos durante o ano.

.

Redução no número de Homicídios

Durante a entrevista, o delegado citou que houveram reduções no número de homicídios em Santa Cruz e São Domingos, se comparados aos números registrados no mesmo período em 2017.

De acordo com o delegado, foram contabilizados 62 crimes de morte em 2018 em Santa Cruz, 23 a menos em relação a 2017. Já no distrito de São Domingos, foram registrados 17 assassinatos, dois a menos em relação ao mesmo período do ano passado.

.

Crimes solucionados

De acordo com o delegado, os 62 assassinatos registrados em Santa Cruz renderam 54 inquéritos, incluindo-se aí casos de duplo ou mais homicídios e também os casos cometidos em legítima defesa por policiais ou cidadãos sem ficha criminal.

Desse número, de acordo com Dr. Bruno, 36 casos foram solucionados e remetidos a Justiça.

“Isso representa 66,6% e para fins comparativos, se pegarmos a taxa de resolução de homicídios no Brasil, ela não chega a 8%. Essa nossa taxa é maior do que a resolução de homicídios até mesmo nos Estados Unidos” – disse.

Ainda de acordo com o delegado, esse percentual seria fruto de um trabalho bem feito através de parcerias com outros órgãos, a exemplo do Ministério Público.

.

Mandados de prisão

Outro dado apontado pelo delegado está no que diz aos mandados de prisão. Segundo ele, foram expedidos 48 mandados de prisão ou de internação, dos quais segundo ele 44 foram cumpridos.

“Temos que destacar a confiança que a população de Santa Cruz e São Domingos tem confiado em nosso trabalho, tanto para nos repassar informações sobre autoria como também na localização desses indivíduos. Quero também destacar as ações da Polícia Militar e também das Guardas Municipais de Brejo e Santa Cruz, que nos ajudam em ações conjuntas” – pontuou.

Ouça a entrevista na íntegra:

28
dezembro

 

 

 

 

A cantora santa-cruzense Júlia Costa, uma das representantes de Pernambuco no programa The Voice Kids (Rede Globo), estará participando do programa ‘Encontro’, apresentado por Fátima Bernardes.

A participação acontece na manhã de terça-feira (01), onde na ocasião ela reencontrará com antigas parceiras do reality, Bia Rosa e Yasmin Jacomini. As três criaram um grande laço de amizade, onde se intitularam como “Trio Unicórnio”.

28
dezembro

 

 

 

 

Completando 50% da segunda gestão municipal em Santa Cruz do Capibaribe, o prefeito Edson Vieira (PSDB) foi sabatinado na tarde desta sexta-feira (28) no Programa Rádio Debate da Rádio Polo, falando sobre obras, dificuldades administrativas e questões políticas partidárias.

Sobre obras, o prefeito fez uma retrospectiva dos seus seis anos à frente da prefeitura, relembrando conquista ao longo desse tempo, citando o Calçadão Miguel Arraes de Alencar, Central de Abastecimento, Centro de Educação Infantil, quadras poliesportivas, PSF’s, 250 ruas pavimentadas, entre outras coisas.

Em específico deste ano, ele deu maior destaque à entrega da Escola Maria do Socorro Aragão Florêncio que será entregue neste sábado (29), aniversário da cidade, no Loteamento Polis Pacas.

Para os próximos anos na área educacional, ele ainda frisou que assinou hoje ordem de licitação para construção de Creche e Escola no bairro Malhada do Meio. A partir de agora, empresas poderão se habilitar para concorrência.

“Apesar das falhas é a gestão que mais fez por Santa Cruz do Capibaribe”, disse o prefeito acrescentando, sem especificar, que ‘algumas medidas serão tomadas para ajustar problemas em 2019.

No campo político, fez críticas a ex-aliados, principalmente ao ex-secretário de governo, Luciano Bezerra e vereadores, assegura que houve quebra de acordo por parte de Zé Augusto para eleição na Câmara de Vereadores e não descarta aliança com Allan Carneiro, ex-síndico do Moda Center e com empresário apoiadores no município do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Reconhecendo dificuldades financeiras, assume atrasos salariais e repasse patronal ao Santa Cruz Prev, porém, sustenta que ‘nunca deixou de honrar com os compromissos’.

Ao falar do estado de Pernambuco, classifica como ‘quebrado’. Já sobre Santa Cruz, diz que está ‘difícil, como várias outras prefeituras’, mas refutando o termo que usa para a gestão Paulo Câmara (PSB).

Natal polêmico – Após o cancelamento da Festa de Poço Fundo, em alusão ao Natal, o prefeito assegura que poderia ter recorrido da liminar, no entanto teria ‘entendido o momento difícil financeiramente e soube recuar’. A justiça determinou que nenhum gasto com festa fosse realizado até o pagamento do 13º salário do servidor público.

Entre os três – Questionado sobre gastos no São João da Moda, o gestor justificou que, ao lado do Moda Center, o evento é ‘uma grande marca da cidade’, ficando, em sua avaliação, entre as três maiores festas do estado. O tucano ressaltou o aporte financeiro de aproximadamente R$ 1 milhão da iniciativa privada, que possibilitou este ano engrandecimento do evento, além da movimentação no comércio local, durante o período.

Brincadeira na Câmara – Edson Vieira fez pesadas críticas à oposição na Câmara de Vereadores. Para ele, o grupo está ‘brincando’, ao citar o fim do remanejamento de 15% e mudanças no orçamento 2019. Os vereadores redirecionaram verbas de eventos e do Coniape para outras áreas. Para Edson, isso pode, inclusive, dificultar na realização de festas de bairros, comunidades e até mesmo do São João nos próximos anos.

Um por vez – Questionado sobre aprovados no concurso público, Edson garante que os aprovados estão sendo chamados de forma ‘gradativa’, e lembra que tem, por lei, prazo de dois anos (prorrogáveis por mais dois) para a chamada completa.

Ingratos? – O prefeito sofreu baixas durante esse ano na Câmara de Vereadores. Entre os ex-parceiros, estão Ronaldo Pacas, Toinho do Pará, Junior Gomes e Joab do Oscarzão. A maior mágoa, no entanto, parece ser de um político que no momento não tem mandato: Luciano Bezerra. Conhecido como ‘homem forte’ no início do primeiro mandato, o advogado é autor de uma ação que pode resultar em pedido de impeachment na Câmara. “Qual o mal que fiz a ele? Era da minha casa”, fala.

Tem conversa – Diferentemente dos nomes citados anteriormente, o ex-síndico do Moda Center, Allan Carneiro, parece ter um espaço guardado para uma conversa com o prefeito. “Vamos conversar. Quem sabe, não há um apoio aí”, fala o prefeito, afirmando em seguida que também não teme, caso o empresário entre numa disputa política contra sua administração. “É salutar”, diz.

Fotos: Janielson Santos. 

A futura eleição municipal

O sucesso eleitoral de Bolsonaro tem incentivado candidaturas aliadas ao futuro presidente na vindoura eleição municipal. As articulações políticas e a formação da conjuntura começam a ser construídas em 2019. A lógica exige que as alianças sejam formadas de acordo com a conjuntura em que os eleitores estarão inseridos em 2020.

Jair Bolsonaro poderá ser um grande eleitor no próximo pleito municipal. Embora, isto não signifique que candidatos apoiados pelo futuro presidente serão eleitos. O que existe aparentemente de concreto, neste instante, é que Bolsonaro influenciará a formação de um bloco de candidatos a prefeitos que irão se confrontar com partidos que militam na esquerda, como o PT, PSB, PCdoB e PDT.

A influência do governo Bolsonaro atingirá grandes e médias cidades.  Podendo, claro, influenciar eleitores de municípios com baixa densidade populacional. Entretanto, preciso fazer uma alerta: A possível influência positiva de Bolsonaro na vindoura eleição só ocorrerá se o seu governo conquistar popularidade. Esta poderá estar nos campos moral e econômico. É possível que a agenda moral de Bolsonaro mantenha razoável popularidade para ele, independente do desempenho da economia. Mas a agenda moral traz rejeição. Assim como um desempenho econômico pífio.

Bolsonaro será eleitor estratégico na futura eleição municipal. Mas a força do seu apoio é uma incógnita. Candidatos opositores ao governo Bolsonaro poderão ter bom desempenho, principalmente se a popularidade do presidente da República estiver em baixa.

A crise econômica esteve presente na eleição de 2016. Ela possibilitou a origem de eleitores tolerantes com incumbentes. Estes votantes perdoaram prefeitos candidatos à reeleição, pois “acreditaram” que os prefeitos não fizeram mais ou não cumpriram as promessas em razão da crise. Em 2020, a crise econômica estará ou não presente. A existência dela tem o poder de criar eleitores tolerantes. Mas isto não é uma certeza. Sentimentos de mudança, a depender da conjuntura municipal, e não da nacional, também devem ser considerados.

Prefeitos bem avaliados tendem a ser reeleitos. Mas como conquistar popularidade diante da escassez? Este é o grande desafio dos atuais prefeitos. Independente de Bolsonaro ou da crise econômica, prefeitos precisam convencer eleitores que merecem continuar. A eleição municipal começou. Feliz 2019!

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade de seu idealizador

Na manhã desta sexta-feira (28) aconteceu um acidente envolvendo um caminhão caçamba na estrada de acesso ao Sítio Algodão, zona rural de Taquaritinga do Norte.

De acordo com as informações de testemunhas, o caminhão seguia carregado com arei quando, em um dado momento, teria perdido os freios, descido de ré e capotado.

O motorista, que não teve seu nome informado, reside em Santa Cruz do Capibaribe e teve apenas ferimentos leves.

28
dezembro

 

 

 

Na última quinta-feira (28) dois homens foram detidos e levados a delegacia de plantão em Santa Cruz do Capibaribe, acusados por ameaça e porte ilegal de armas de fogo.

De acordo com as informações repassadas pelo policiamento civil, o fato aconteceu na cidade de Vertentes, sendo motivado após a denúncia feita por uma mulher, que alegou ter sido ameaçada pelo companheiro José Alves Cavalcante Filho (42 anos) e que ele possuía armas em casa.

A vítima também alegou que o outro detido, José Armando Filho (29 anos) teria recebido ordens de José para que escondesse as armas, devido a possibilidade de ser denunciado.

Após se dirigirem ao local indicado, constataram a veracidade do fato, localizando assim, uma espingarda cal. 20 e uma espingarda “soca-soca.

Também foram apreendidos e levados a delegacia de plantão: cartuchos intactos cal.20, cartuchos deflagrados, pólvora, espoleta, chumbo e demais materiais utilizados na fabricação e recarga dos cartuchos.  Os acusados pagaram fiança e vão responder ao processo em liberdade.

 

Esta sexta-feira (28) será o último dia útil do ano para atendimento ao público nas agências bancárias, com expediente normal para a realização de todas as operações. Na segunda-feira (31) os bancos não abrem, voltando ao normal para atendimento no dia 2 de janeiro de 2019.

A população poderá utilizar os canais alternativos, como mobile e internet banking, caixas eletrônicos, banco por telefone e correspondentes para fazer transações financeiras.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informa que os carnês e contas de consumo (água, energia, telefone), vencidos no feriado poderão ser pagos sem acréscimo no dia útil seguinte.

Uma das livrarias mais tradicionais do agreste, a Livraria Estudantil, encerrou suas atividades na última quinta-feira (27), depois de 76 anos de funcionamento na cidade de Caruaru.

De acordo com informações divulgadas pela imprensa local, a livraria fechou em virtude de dívidas e fatores associados a crise que esse modelo de negócio vem enfrentando nos últimos anos, que já provocou o fechamento de milhares de livrarias em todo o pais.

Breve histórico – Fundada em 1942 pelos empresários Raimundo Ferreira e Galvão Cavalcanti, a Livraria Estudantil foi considerada, durante décadas, como uma referência no Estado nesse modelo de negócio.

Além da disponibilidade ao público de milhares de títulos, a Livraria Estudantil também era conhecida pelos preços convidativos que faziam com que não só pessoas em Caruaru, mas de diversas cidades da região, fossem realizar suas compras de material escolar, papelaria e escritório.

Funcionava desde 1950 no mesmo endereço, na Rua Duque de Caxias -7, local onde recebeu ao longo dos anos diversos intelectuais e autores de todo o estado, além de protagonizar diversos eventos literários e comercializar revistas e jornais que fizeram história em todo o país como a revista “O Cruzeiro”, “Manchete” entre outras.

Atualmente tinha a frente o empresário Ivan Galvão.

Foto: Google/reprodução

Nesta quinta-feira (27) foi realizada a Audiência Pública com a prestação de contas na Câmara de Vereadores, em Santa Cruz do Capibaribe.

Na ocasião, foram trazidos números da parte administrativa e financeira do Legislativo, assim como foi realizada a prestação individual dos vereadores que compareceram; um balanço das discussões, projetos de lei e também dos principais requerimentos.

.

Números

Projetos e requerimentos – De acordo com os dados divulgados por funcionários do Legislativo, foram apresentados 230 Projetos de Lei (sendo 16 vindos da prefeitura) com aprovação de 168 e também 503 requerimentos, dos quais 433 foram aprovados. Além desses números, foram apresentados 74 projetos de resolução, que compreendem os Títulos de Cidadão, aos quais 70 foram aprovados.

Finanças – Segundo os números revelados, a câmara recebeu de duodécimos o montante de R$ 5.797.424,60, sendo pouco mais de R$ 480 mil ao mês. Desses valores, de acordo com a câmara, 62% foram utilizados para pagamento de funcionários e também dos vereadores.

Um fato que chamou a atenção foi a redução de gastos com pessoal se comparados o ano de 2017. Naquele ano, com despesa de pessoal, foram gastos R$3.676.150,29 frente aos R$3.365.699,57 deste ano.

De acordo com a assessoria da Câmara, a redução veio graças as ações do advogado Dr. André Tadeu, que reduziram os subsídios dos vereadores.

Auxílios – Outros números também foram divulgados. Entre eles estão os auxílio combustíveis (pouco mais de R$ 209 mil) e também do auxílio-alimentação dos edis, que fez parte das chamadas “Despesas correntes”. Somadas, tais despesas ultrapassam os R$ 360 mil, sendo que os valores exatos do auxílio alimentação, que aí estão incluídos, não foram detalhados.

O mal-estar – O valor declarado da devolução de parte do duodécimo da câmara a prefeitura gerou um mal-estar entre os vereadores Zé Minhoca e Junior Gomes. Dos mais de R$ 5 milhões, cerca de R$ 1,9 milhão foram devolvidos.

Se de um lado Zé Minhoca afirmava que o valor seria para ajudar nos trabalhos da gestão tais como compra de veículos e parte da construção do Laboratório Municipal, Junior citou que as receitas foram devolvidas para amenizar um suposto rombo nas contas atribuído, segundo ele, ao prefeito Edson Vieira.

.

A prestação de Contas

Carlinhos da Cohab destaca crescimento da bancada de Oposição ao prefeito Edson Vieira

Durante sua prestação de contas, o vereador destacou o crescimento da bancada de Oposição, atualmente com 11 vereadores. Para ele, seu papel como líder de um dos grupos de oposição teve relevância para a atual conjuntura da câmara, já se despedindo do cargo.

“Pegamos essa liderança em tempo eleitoral e continuamos aqui com trabalho reconhecido. Começamos com sete temos o prazer de entregar para o novo líder 11 vereadores, além da presidência da câmara. Nosso trabalho surtiu efeito nesta casa” – disse.

Já sobre sua produção parlamentar, ele destacou o protocolamento de 50 Projetos de Lei e também a destinação de suas emendas impositivas, sendo R$ 55 mil para a construção do AME Mulher e R$ 55 mil para construção de uma praça no bairro da Cohab.

.

Junior Gomes critica pedidos de informação não atendidos e pontua mudanças na Lei Orçamentária

Durante suas falas, Junior destacou o aspecto fiscalizador de um vereador. Ele destacou visitas feitas as obras de creches que estão paradas no município, além de fazer diversas críticas a prefeitura por vários pedidos de informação que, segundo ele, não foram atendidos.

“Pedimos as movimentações nessas creches ao Secretário de Educação, dos valores usados em cada uma, assim como seus contratos e convênios e isso não chegou. Também pedimos, através de requerimentos, os balanços das reformas feitas em cada escola, que a prefeitura diz que está usando mais de R$ 12 milhões, mas não diz quanto foi gasto em cada uma. Pedimos também essas documentações e elas não chegaram, passaram desse prazo” – pontuou.

Em seguida, ele falou sobre a denúncia de que a prefeitura estaria usando de pedaladas fiscais para realizar contratações via Coniape e também da destinação de suas emendas impositivas.

“Na discussão da LOA, participamos diretamente na questão de zerar os remanejamentos e acima disso, propomos que uma promessa feita do prefeito para construção do AME Mulher fosse incluída nessa lei orçamentária. Foi uma proposta nossa, onde tiramos 600 mil do Coniape e das festas e também destinei 100% das minhas emendas impositivas para construção dela, assim como um acordo da oposição para também destinar recursos” – pontuou.

.

Capilé destaca remanejamentos na Lei Orçamentária 2019

“Um deles, que tenho orgulho em falar, foi da cobrança de um cidadão. Uma das minhas emendas foi destinar 100 mil para uma ambulância para o CAPS. Fico feliz de ter recebido essa cobrança e, mediante elas, é onde fazemos nosso trabalho. Outra questão das emendas, remanejamos 600 mil do Coniape e eventos, destinando para a Secretaria de Saúde, para que ela compre novas ambulâncias” – disse.

O vereador completou destacando a destinação de suas emendas impositivas, sendo 50% dos recursos para a saúde e os demais para pavimentação de duas ruas na Palestina, compra de um carro e a construção de uma UBS no loteamento Neco Aragão.

.

Deomedes destaca lutas para revitalização da Manhosa e pelo abastecimento de água

Durante suas falas, o vereador voltou a destacar, segundo ele, de seu sonho para que o Açude da Manhosa seja transformado em um novo parque Florestal.

Ele aproveitou para citar a destinação de R$ 12 mil, através de suas emendas impositivas ao orçamento 2019, para que a prefeitura possa retirar o saneamento que desagua no açude, além de cobranças a Compesa para que localidades desabastecidas em Santa Cruz possam voltar a ter água nas torneiras.

Em seguida, pontuou a elaboração de projetos de lei que, de acordo com ele, teriam, benefícios diretos a crianças e idosos e que não teria sido atendido pela gestão do prefeito Edson Vieira (PSDB).

“Espero que o prefeito possa executar nossos projetos, pois quem vai sair ganhando é a população” – disse.

.

Irmão Val destaca emenda impositiva para Praça da Bíblia e solicitação de verbas a deputados

Durante suas falas, o irmão Val destacou, segundo ele, algumas ações em 2018. Ele destacou requerimentos, entre eles a solicitação de recursos ao deputado Pastor Eurico e também a chegada de R$ 100 mil de uma emenda do deputado Adalto Santos.

Em seguida, ele destacou sua participação na discussão sobre a regularização dos bairros em Santa Cruz que, de acordo com ele, a regularização facilitaria a vida do cidadão, em especial quanto as suas encomendas.

“Temos 650 ruas que ainda precisam ser nomeadas em Santa Cruz e acredito que, com a regularização desses bairros, com vários órgãos como Prefeitura e Celpe, possamos colocar isso para ser votado em 2019” – disse.

Já sobre as emendas impositivas, ele destacou R$ 53.500,00 para a construção do AME Mulher, R$ 25 mil para a construção de uma praça no Bairro Rio Verde e R$ 28.500,00 para a Construção da Praça da Bíblia.

.

Ernesto Maia destaca discussão da LOA e projetos das emendas impositivas e acompanhamento online de obras públicas

No uso da tribuna, Ernesto Maia (PT) falou de sua participação na discussão, segundo ele, de importantes projetos.

O primeiro deles foi a reforma do regimento interno da Câmara e o segundo foi a implantação das chamadas emendas impositivas.

Em seguida, ele destacou a discussão da Lei Orçamentária, que trouxe grandes mudanças para a previsão de gastos na gestão para o próximo ano.

“Destinamos R$ 57 mil para a construção do AME Mulher, assim como grande parte de nossa oposição e vereadores de situação para que o prefeito, no ano que vem, não venha com desculpas. Destinamos R$ 20 mil para o Lar do Idoso Irmã Dulce e R$ 30 mil para calçamento de ruas. Na discussão da LOA, conseguimos aumentar de 50 para 500 mil o orçamento para Indústria e Comércio, além de R$ 200 mil para R$ 600 mil o gasto com transporte universitário. Tiramos do Coniape, a pedido do secretário Joselito Pedro”.

.

Jessyca Cavalcanti destaca projeto de castração de animais, escola no presídio e denúncia sobre falta de sinalização na PE-160

Durante suas falas, a vereadora destacou a sua atuação parlamentar. De acordo com ela, foram apresentados 49 Projetos de Lei, 81 requerimentos e seis projetos de resolução. Um desses projetos que ela destacou foi o de castração de animais desenvolvido ao longo do ano.

Em seguida, ela falou do projeto Mandato Conectado, onde uma vez ao mês ela faz um balanço de seu mandato com seguidores em redes sociais e também da escola existente no presídio.

“Formamos seis turmas de alunos do fundamental e médio. Participamos dessa colação de grau, onde tivemos mais de 15 alunos e estamos iniciando o projeto “Costurando Liberdade”, para implantarmos uma fábrica de confecções dentro do presídio” – disse.

Em seguida ela destacou denúncias quanto a falta de sinalização na PE-160 que renderam, segundo ela, ações no Ministério Público e a implantação da sinalização horizontal com faixas na pista. A vereadora também destacou sua atuação na presidência da Comissão de Finanças e Orçamento, que discutiu o Orçamento 2019 da prefeitura.

“Acreditamos sim que nossa câmara é forte e que podemos aproximar ela ainda mais com a população e isso fortalece ainda mais esse poder” – pontuou.

.

Augusto Maia frisa destaca projetos e faz expectativas sobre estar a frente no Legislativo

De acordo com o vereador, foram discutidos 20 projetos de sua autoria e ele também destacou sua participação em comissões presentes no legislativo. Augusto Maia (Podemos) destacou também a destinação d3e suas emendas impositivas ao Orçamento 2019.

“Metade delas destinei ao AME Mulher e não teremos problemas de orçamento para construção. A outra parte coloquei para aquisição de viaturas a Guarda Municipal para ajudar nas ações de segurança. Essas motos e viaturas poderão ajudar nesse trabalho, já que hoje temos a nossa Guarda com apenas um carro e duas motos” – disse.

Já sobre a expectativa quanto a assumir a presidência da Câmara a partir de janeiro, ele falou:

“Tive uma surpresa ao qual fui eleito para a presidência da câmara, ao qual o vereador Zé minhoca conduziu bem os trabalhos. Nesse próximos dois anos, temos a função de mudar a imagem da câmara com a população. Ela é muito propositiva, mas o povo pouco sabe” – concluiu.

.

“Junior Gomes quer atacar Edson através de mim” – afirma Zé Minhoca

Durante suas falas, o vereador não chegou a prestar contas de sua atuação, mas rebateu críticas feitas por Junior Gomes quanto a devolução de R$ 1,9 milhão do duodécimo a prefeitura municipal.

“O senhor está fazendo isso aqui para me constranger. O senhor sabe para onde foi aqueles R$ 1,9 milhão que sim, foi repassado a prefeitura. Junior Gomes quer atacar Edson através de mim, mas não vai conseguir. Vá lá saber se o dinheiro não foi usado para comprar ambulâncias ou para construir o laboratório municipal. Vá lá saber. Vamos enfrentar dois anos de turbulência, com uma oposição raivosa, mas vou honrar sim os votos que tive” – disse.

.

Ronaldo Pacas destaca requerimentos, discussão da LOA e o projeto Dia do Azul

No uso da tribuna, o vereador destacou alguns requerimentos feitos a gestão, que foram atendidos. Um deles seria a implantação de um Posto de Saúde no Calçadão Miguel Arraes, além da solicitação para o programa Prefeitura nos Bairros em algumas localidades do município.

Em seguida, ele destacou sua atuação como secretário na Mesa Diretora, tais como a concessão de entrevistas, participação de congressos e também em eventos, como o lançamento da Operação Têxtil 2018.

Concluindo, o vereador destacou o projeto Dia do Azul, realizado na Câmara para conscientização sobre o diabetes e também na discussão da Lei Orçamentária anual, que remanejou recursos previstos para o Coniape e para a realização de eventos.

“Destinamos as nossas emendas impositivas, sendo R$ 55 mil ao AME Mulher, R$ 10 mil a Fundação Padre Zuzinha, R$ 12 mil para aquisição de caixas de água para a zona rural, R$ 20 mil para perfuração de poços artesianos e também o remanejamento de recursos que seriam destinados ao Coniape, sendo R$ 200 mil a agricultura e a ampliação para 400 mil ao Conselho Tutelar” – concluiu.

.

Pipoca destaca requerimentos e expectativas quanto as suas solicitações para 2019

Durante suas falas, o vereador destacou requerimentos que, segundo ele, já foram atendidos pela gestão municipal. Dentre eles, o vereador pontuou a construção da nova pista de bicicross e frisou que espera que a mesma já seja entregue em 2019.

Ainda dentro os atendidos, ele destacou reparos feitos em brinquedos no Parque Florestal, pedidos de pavimentação de ruas e também de campanhas de prevenção de câncer bucal.

Já citando expectativas para o próximo ano, ele falou da solicitação para que seja implantada uma campanha publicitária voltada ao Calçadão Miguel Arraes, de uma ciclovia na Avenida Padre Zuzinha e da implantação de ações oftalmológicas nas escolas, inclusive com doação de óculos para crianças que necessitem.

Quanto aos projetos, ele destacou alguns voltados a saúde, entre eles a distribuição de repelentes para mulheres em situação de baixa renda e que estejam gestantes, como forma de prevenção da microcefalia e ao mosquito transmissor do Zika Vírus.

.

Nailson Ramos destaca solicitações voltadas a pasta da Saúde  

Fechando as prestações de contas, o vereador Nailson Ramos (MDB) destacou pontos de sua atuação parlamentar.

De acordo com ele, foram apresentados mais de 50 requerimentos, 40 ofícios e 10 projetos de lei de sua autoria. Quanto aos requerimentos, ele destacou os que solicitam o plantio de mudas nativas na zona rural e urbana, além da reposição de luminárias na zona rural.

Outro requerimento solicitado, segundo ele, foi para uma novo local para a Casa de Apoio no Recife, espaço usado por pessoas que fazem tratamentos médicos na Capital.

“Foi uma luta minha pela nova Casa de Apoio e conseguimos. É uma casa mais arejada e que dá apoio as pessoas. Conseguimos mobilia em parceria com o prefeito e a deputada Alessandra” – disse.

Em seguida, ele falou sobre a solicitação de um novo ônibus aos pacientes que fazem tratamentos médicos fora de Santa Cruz e também a destinação de emendas impositivas ao orçamento 2019.

“Foram R$ 57 mil para o AME Mulher e R$ 50 mil para pavimentação da Rua São Francisco, na Palestina. Eles sabem das dificuldades e esse calçamento, se Deus quiser, vai ser construído” – concluiu.

Foto: Anne Sales/Arquivo pessoal

Um homem suspeito de matar um vereador da Paraíba, foi preso na manhã desta quita-feira (27), no bairro Novo Coqueiral, em Toritama. O crime aconteceu em setembro deste ano.

José Edvaldo Barbosa, o “docha” (idade não informada) é suspeito de assassinar a tiros, o vereador Adelmo Teobaldo Farias, de Camalú. Segundo a polícia, o suspeito cometeu o crime junto com outra pessoa, que está foragida.

Ainda de acordo com a polícia, Edvaldo já foi preso e cumpriu pena por tráfico de drogas. Ele negou o envolvimento no homicídio do vereador. A Polícia Civil continua em busca do outro suspeito de cometer o crime.

O caso

O vereador Adelmo Teobaldo Farias (foto acima), de Camalaú, no Cariri paraibano, foi morto a tiros no dia 8 de setembro deste ano. Dois homens teriam atirado na vítima.

Adelmo estava voltava para casa, em uma moto, quando dois homens em outra moto se aproximaram e atiraram várias vezes. Pelo menos três tiros atingiram a cabeça do vereador, que não resistiu e morreu ainda no local.

Adelmo Farias tinha 60 anos e estava no terceiro mandato como vereador da cidade. Ocupava o cargo de 2º secretário da mesa diretora da Câmara Municipal de Camalaú.

Notícias Anteriores


 





 

error: Copiando nosso texto?