19
outubro

Vereadores abordam a situação dos animais em curral municipal de Santa Cruz


Fotos: Arquivo.

Na tarde desta quinta-feira (19) aconteceu mais uma reunião da Câmara de vereadores de Santa Cruz do Capibaribe. Dos 17 parlamentares, apenas o vereador Joab do Oscarzão (PSD) não compareceu, porém justificou a sua ausência.

Durante a reunião, um dos temas mais citado foi em relação a denúncia feita pelos vereadores Carlinhos da Cohab (PTB) e Ernesto Maia (PT), que durante esta semana compartilharam em suas redes sociais, a situação dos animais que estão apreendidos no curral municipal da Prefeitura.

O vereador Carlinhos da Cohab foi o primeiro a comentar sobre o assunto.

“Estivemos esta semana no curral municipal de Santa Cruz, dava dó e vontade de chorar com a forma bandida que essa administração tem tratado os animais lá. Ela (administração) pega os animais e colocam dentro dos currais sem água, sem alimentação e sem nada. E já existe um inquérito criminal contra a prefeitura devido à essa forma bandida de tratar os animais, não tem dinheiro para comprar capim, mas tem dinheiro para a AMUPE” – disparou.

Ao utilizar a tribuna, a vereadora Jessyca Cavalcanti (PTC) respondeu às críticas do vereador Carlinhos da Cohab.

“Os vereadores vêm aqui falar do local em que vivem os animais, que muitas das vezes são abandonados pela própria população, mas os senhores esqueceram de filmar, onde estava a comida e esqueceram de dizer que o secretário foi convidado pelo Ministério Público e já prestou todos os esclarecimentos, inclusive, concordou que lá não é lugar de engorda, lá a alimentação é orientada a fazer uma vez por dia e as pessoas têm que ser responsáveis por seus animais” – completou.

Em seu discurso, Ernesto Maia falou sobre a sua visita juntamente com Carlinhos da Cohab ao curral municipal e citou que para tentar amenizar a situação, eles tiveram que levar um caminhão com feixe de capim. Ele aproveitou a fala também para rebater as declarações de Jessyca Cavalcanti.

“A vereadora teve a coragem de defender a Prefeitura nesse caso dos animais (…), Carlinhos (da Cohab) recebeu a denúncia e nos dirigimos pra lá e vimos a situação, procuramos até colaborar comprando feixe de capim para que os animais não morressem de fome, depois se dirigimos até a delegacia para fazer a denúncia. Nós fomos informados pelo escrivão que tinha um inquérito relatando tudo que estava acontecendo. Fiquei sabendo também que já morreram do começo do ano para cá, aproximadamente 10 animais de fome e ainda vem uma vereadora e tem a coragem de defender o prefeito” – pontuou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


error: Copiando nosso texto?