16
abril

Tendência petista derrotada continua a questionar eleição na justiça


A eleição realizada ontem (15/04), na Escola Padre Zuzinha, sagrou o vereador Deomedes Brito como novo presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores, em Santa Cruz do Capibaribe. Como divulgado aqui no Blog do Ney Lima, Deomedes conseguiu uma votação expressiva, alcançando 70% dos votos válidos em um total de 150 filiados que votaram.

 

Até aqui, nenhuma novidade, mas para Moisés Américo, que concorria a presidência e também é integrante da chapa provisória, ocorreram várias irregularidades. Em entrevista ao Blog do Ney Lima, José Américo afirmou:

 

“A gente entrou com uma ação no Diretório Estadual, primeiro para tentar barrar essa eleição por conta das situações de descalabro que foi. A falta de divulgação do local de votação com antecedência mínima de 15 dias; a lista de pessoas aptas a votar, que só tivemos conhecimento poucas horas antes do pleito; os sorteios das chapas aonde viemos a conhecer o nosso número ontem a noite (14/04). Houve uma série de irregularidades por parte da comissão, especialmente pelo seu presidente, Marcos Antônio, que presidia a comissão provisória”.

 

Moisés Américo afirmou também que vai recorrer do processo eleitoral “tanto nas instâncias do partido como também na justiça comum” e que isso pode ser feito em até 7 dias após a eleição, segundo o estatuto do partido.

 

Moisés também apresentou ao Blog do Ney Lima um documento mostrando a presença de uma filiação em massa. “Teve dezenas de filiados que entraram sem tomarmos conhecimento. É como se o partido estivesse a venda e ai o oferece a determinadas legendas e há influencia principalmente do PTB. Queremos construir um projeto com a cara do PT e não do PTB”, afirmou.

 

Os documentos, entregues ao Blog do Ney Lima, consistiam de uma lista contendo 62 nomes de filiados irregulares e também da infração acerca da falta de plenárias ou debates para discussão da pauta, conforme consta no artigo 37 do estatuto do partido.

 

Para Deomedes Brito, novo presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores, não houve irregularidades. “Eu acho que temos que lutar para ganhar no voto e não na justiça do tapetão. Se ele recorrer, nós vamos lutar, pois foi uma eleição legítima onde votaram uma grande parte dos filiados”, rebateu.

Um Comentário

  1. Núbia disse:

    PT = Partido Taboquinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?