19
outubro

Resumório! A coluna do professor Tenório


RESUMÓRIO

SERÁ COINCIDÊNCIA? – Ele lutou muito para se eleger prefeito. Mais do que uma chance, conseguiu ser reeleito pelo PSDB e fez maioria dos vereadores eleitos, mas já no primeiro ano do segundo mandato começou a perder o controle da câmara. Aliados e adversários se unindo contra, renúncia para se candidatar a federal. Um grupo vitorioso derrotado na eleição seguinte para prefeito. Assim foi a história de Ricardo Teobaldo em Limoeiro. Qualquer semelhança com nossa cidade é mera coincidência. Se não for coincidência é porque os padrões que culminam na perpetuação do poder e necessidades pessoais não são assim tão variados na política.

RETROSPECTIVA – Operação força no foco, animais maltratados em curral público, não chegada de policiais para o 24º Batalhão, licitação de construção de adutora, buracos na PE, auxílio alimentação. Isso não é antecipação de retrospectiva resumorial nem déjà vu. É tudo que está rolando na cidade e região. Ou seja, o mais do mesmo da política nossa de cada dia.

SUBIU A SERRA – O “querido” por muitos, advogado André Tadeu da Mota Florêncio, depois de fazer a alegria dos políticos de Santa Cruz do Capibaribe resolveu subir a serra. Ele é autor de uma ação popular que pretende baixar os salários de prefeito, vice, secretários e vereadores de Taquaritinga do Norte também. Na Dália da Serra, as reduções serão ainda maiores do que as de Santa Cruz, chegando a 50% em alguns vencimentos. Alô galera do Brejo da Madre de Deus, aquele abraço!

TRIPLA PATERNIDADE – Em Brasília tem a Praça dos Três Poderes. Em Santa Cruz tem a Praça dos Três Pedidos. Inauguraram uma praça recentemente que teve a paternidade assumida por dois vereadores e uma vereadora. Se você achou estranho, saiba que eu moro numa rua que foi calçada em três etapas por três prefeitos diferentes. A rua está cheia de buracos, com exceção da parte que eu moro. Não porque foi o calçamento mais recente dos três. É porque foi calçada pelo melhor dos melhores prefeitos do planeta, segundo os apaixonados.

NO INÍCIO TUDO SÃO FLORES – Não importa se é um namoro, um casamento ou o aniversário de uma liderança política. No início tudo é Maravilhoso. São rios de homenagens e um mega show do Safadão pra comemorar. Depois apenas algumas homenagens e um bolinho do time do coração.

É TUDO MENTIRA – Os dois principais grupos políticos de Santa Cruz estão na mais perfeita harmonia. Não existe briga, racha ou desunião. Está tudo dentro da normalidade entre os principais líderes de cada grupo. A imprensa e alguns adversários é que tentam plantar uma situação que não existe. Çey…

NADA É VERDADE – Assim como acontece com as lideranças, a situação dos vereadores é parecida. As bancadas de situação e oposição estão vivendo uma harmonia ainda maior. No máximo, uma pequena divergência de pensamento, sem ciúmes, briga por espaço, ou presidência. Pelo menos é isso que querem fazer o povo acreditar.

SÓ DE GARGANTA – Prefeito de Toritama dá entrevista em Santa Cruz e falou em tantos milhões economizados e investidos na cidade que crise na terra do jeans só se for de garganta. Hoje, aparentemente, por lá tudo são flores. Amanhã não se sabe…

DESPERDÍCIO – Inúmeros canos estourados pela cidade desperdiçando água tratada que deixa de chegar em muitas casas de Santa Cruz do Capibaribe. Como dizia alguém que não lembro quem: Se encanar água do mar para cá os tubarões vão nadar mostrando as barbatanas.

SEM PRISÃO – Após votação no senado que devolveu o mandato a Aécio Neves, a impressão que se tem é que para ele prisão, nem a de ventre.

DIRETO DA REDE – “Primeiro tiramos a Dilma e depois tiramos um cochilo”.

.

“Não me queiram mal. Apenas pensem nisso, enquanto lhes digo que fica o dito para ser rido.”

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade de seu idealizador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


error: Copiando nosso texto?