10
outubro

PT ou PSB? – “Caminharei junto com Ernesto e Deomedes”, diz Marlos Melo sobre futuro partidário


Trio mostrou alinhamento em votação de projeto polêmico na tarde desta quinta na Câmara de Santa Cruz

A mudança partidária do vereador Marlos Melo, atualmente no Podemos, ainda não está decidida. Segundo o vereador, o caminho natural será PT ou PSB. A declaração foi dada pelo parlamentar ao Blog, acrescentando que sua escolha terá influência direta dos colegas Ernesto Maia e Deomedes Brito (ambos petistas).

Marlos afirmou que se os vereadores aliados decidirem mudar de legenda, com vista às eleições do próximo ano, ele fará o mesmo. Caso contrário, seguirá para fazer companhia aos dois, se filiando no Partido dos Trabalhadores.

Alinhados – Na tarde desta quinta-feira (10), Deomedes e Ernesto foram os únicos votando favoráveis ao Projeto de Lei 003/2019, de autoria de Marlos Melo. O PL buscava vedar a realização de licitações para novas obras da prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, quando houvesse a constatação de três obras públicas paralisadas, por má gestão ou falta de recursos.

Com dez votos contrários, o projeto foi reprovado e gerou discussão intensa. Situacionistas alegaram, principalmente, pareceres de inconstitucionalidade assinados por dois advogados da Casa.

Contra – Ao justificar seu voto, Joab Gomes (PSD) argumentou que sentia ‘uma boa intenção’ no projeto, mas que a gestão poderia ficar ‘engessada’.

A líder de governo, Jéssyca Cavalcanti (PTC), classificou o projeto como ‘esdrúxulo’ e reafirmou que “há paralisações em obras públicas que vão além da responsabilidade do prefeito”, dando exemplo de complicações com verba federal, emendas parlamentares e destrato com empresas.

Na linha do advogado – Os vereadores Carlinhos da Cohab (PTB), Ronaldo Pacas (PR), Helinho Aragão e (PTB) Toinho do Pará (PSB) argumentaram seus votos contrários ao projeto, citando o parecer de inconstitucionalidade do advogado da bancada, Rodrigo Aragão.

No momento da votação, Capilé (Podemos) não estava no plenário. Os vereadores Júnior Gomes (PSB) e Pipoca (PSDB) faltaram à sessão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?