03
agosto

Para Capilé, empresário Valmir Ribeiro quis ‘aparecer’, com protesto


Fotos: Janielson Santos.

O empresário Valmir Ribeiro, que organizou protesto contra o auxílio-alimentação dos vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, foi severamente criticado por parlamentares das duas bancadas, durante sessão dessa quinta (03), que marcou o reinício das atividades na Casa José Vieira de Araújo.

Capilé (PTN) foi um dos que direcionou seu discurso para o empresário. O oposicionista buscou justificar o auxílio aprovado, com a contribuição possivelmente assistencialista que oferta, sobretudo, para residentes do bairro da Palestina.

“Realmente não lhe represento, eu represento quem me procura em busca de uma cesta básica. Tá errado? Vá dizer pra quem está precisando que é errado”, falou, ao dirigir-se ao empresário que assistia a sessão.

O vereados acrescentou que divide seu salário com moradores do bairro onde reside. Com o salário também comprou, segundo ele, um carro que ajuda a comunidade.

“Se a população entender que tá errado, daqui a quatro anos não votem em mim”, disse o parlamentar.

No fim, o vereador parabenizou a forma das recentes cobranças, do síndico do Moda Center, Allan Carneiro, em relação aos buracos da PE-160, mas disse que Valmir queria apenas “aparecer”.

Seletividade?

Para o líder da oposição, Ernesto Maia (PT), as críticas quanto ao auxílio-alimentação acontece de forma seletiva. Ele disse não ver o mesmo engajamento contra o judiciário, ou até mesmo de outras classes políticas, como senados e deputados.

“Se você quer protestar é um direito. Mas, proteste de todo mundo, juiz promotor, deputados federal, senador. […] Se não vai parecer que é você que tá tentando criar um discurso para entrar na política”, falou.

Valmir não conseguiu falar na tribuna. O regimento interno da Câmara pede que a solicitação seja feita com uma antecedência de 48h. Ele deve falar na próxima sessão.

Um Comentário

  1. Mario Bezerra disse:

    Se posicionar em contrario a conduta de alguns parlamentares é plausível, principalmente quando se trata de interesee coletivo. desde que não se tenha segundas intenções.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


error: Copiando nosso texto?