03
julho

“O que não vamos mais admitir é baixaria como, várias vezes, aconteceu aqui” – afirma presidente da Câmara de Santa Cruz


 

.

Em entrevista concedida ao blog e a Rádio Polo FM, o vereador e presidente da Câmara de Santa Cruz, Zé Minhoca (PSDB), fez sua avaliação do primeiro semestre de mandato da Câmara.

.

Ponto positivo, segundo presidente

O político enfatizou, por várias vezes, a produtividade dos vereadores, frisando que foram discutidos e votados uma quantidade de projetos de lei e requerimentos superior a todo o ano de 2013.

“Naquela época, apresentamos 815 projetos e requerimentos em um ano, mas só nesse semestre, batemos o recorde histórico com 1072 requerimentos e 144 Projetos de Lei” – disse.

O vereador citou que boa parte dos requerimentos, sem destacar quantidade, já vem sendo atendidos pelo atual governo e também fez seu balanço não só de sua produção como parlamentar, mas também de vários vereadores das duas bancadas.

.

Destaque negativo: os ataques pessoais entre vereadores

E por falar em bancadas, o vereador foi questionado sobre os embates que aconteceram durante o semestre, inclusive alguns com vários ataques de ordem pessoal. Sobre o tema, ele foi enfático.

“O que não vamos mais admitir é baixaria como, várias vezes, aconteceu aqui. Vocês foram nossas testemunhas oculares, de muita vergonha nossa e disse isso lá na hora (do uso da tribuna) e tivemos momentos que eu gostaria que fossem esquecidos, mas que não serão. Uma coisa que eu posso dizer é que não acontecerá mais isso” – disse.

Ainda de acordo com o vereador, reuniões devem ser realizadas entre os edis e também se passa pela mudança do regimento da Casa.

“Espero contar com a compreensão de vocês (imprensa) e o olhar crítico de vocês é que nos fazem melhorar” – concluiu.

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


Meses Anteriores