29
junho

No Rádio Debate – Diogo Moraes fala sobre não aumento da oferta de água a Santa Cruz e processo da adutora do Alto Capibaribe


Foto: Arquivo

Na manhã desta quinta-feira (29) o deputado estadual e primeiro secretário da Alepe, Diogo Moraes (PSB) foi o entrevistado no programa Rádio Debate. Entre os temas abordados, um chamou a atenção, que foi sobre a oferta de água disponibilizada para Santa cruz, que ainda não aumentou mesmo com volumes maiores em mananciais. Cidades como Caruaru já tiveram anúncio na redução do sistema de rodízio, o que vai garantir mais água nas torneiras.

Questionado sobre as dificuldades de se elevar esse volume, ele disse:

“As adutoras que eram para trazer água diretamente para Santa Cruz, nós estamos conseguindo. Temos o Pirangi, o Alto do Capibaribe agora que não passa por nenhuma barragem… Mas infelizmente, não conseguimos se fazer uma licitação da noite para o dia. Isso é complicado, mas no futuro vamos ter seis sistemas: Pirangi, Cerro Azul, Jucazinho, Tabocas, Poço Fundo e Alto Capibaribe. É rezar e pedir a Deus que olhe para a gente, pois a única região que está desabastecida é o agreste regional” – disse.

Já questionado sobre como está a situação para a implantação da adutora de engate rápido que perfaz a adutora do Alto Capibaribe, prometida para trazer água para cidades do agreste através do Rio Paraíba, o mesmo colocou:

“O processo está andando, está nos tramites legais. Estamos esperando (o Estado de) Emergência, que fica mais fácil. Obviamente, alguns recursos têm que ser não do Alto Capibaribe, mas para recursos emergenciais que iríamos pegar rapidamente, tiveram que ser transferidos, um pouco, do saldo líquido que o governo tinha para as pessoas desabrigadas. O raio caiu duas vezes na mesma cabeça, em 2010 e agora em 2017. O processo está andando, no ritmo que é pra andar e cremos que isso se encerre e que (as obras) comecem o mais rápido possível e dentro do prazo que o governo e a Compesa prometeram” – frisou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


error: Copiando nosso texto?