16
agosto

Nas ondas do rádio


Rádio Debate recebe nos estúdios os vereadores Helinho Aragão e Narah Leandro

 

Em mais uma edição do programa, veiculado pela Polo FM, os vereadores Helinho Aragão (PTB) e Narah Leandro (PSB) estiveram nos novos estúdios da emissora para debater assuntos da política santa-cruzense.

 

Donos de personalidades distintas, mas promissores no que dizem respeito a renovação política local, os dois vereadores mostram sim que é possível, mesmo de alas políticas diferentes, colaborarem juntos na construção de iniciativas e projetos de lei importantes.

 

Dois exemplos de projetos em conjunto é o de “Acessibilidade Mil” (já aprovado e em prática no município), que garante o direito as pessoas com deficiência o direito a acessibilidade a prédios públicos, sejam eles novos ou antigos (por meio de reformas estruturais).

 

O outro projeto, que ainda será levado a votação, trata da ressocialização de adolescentes infratores através da criação de postos de trabalho nas empresas que prestarem serviços ao município.

 

Além destes assuntos, os vereadores focaram o mal-estar gerado na casa, através da reprovação do Título de Cidadão Santa-cruzense que não foi concedido ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco, Desembargador Jovaldo Nunes na semana anterior, em projeto de autoria do vereador Junior Gomes (PSB) e não aceito pela maioria da bancada de Oposição.

 

Outra questão na pauta é a saída de Toinho do Pará do PTB, principal partido do grupo taboquinha hoje, no qual Carlinhos da Cohab (PSL) já anunciou que ira receber o ex-prefeito “de braços abertos”, como também há a possibilidade do PSB, partido também da vereadora Narah, que declarou que aceitaria sim o ex-prefeito em seu grupo, baseado no princípio que “na política, vale a arte de somar”.

 

Se você não ouviu o programa, clique no link e ouça agora mesmo: >>> RádioDebate-16-08-2013.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?