09
abril

Na espera


Em relação a criação da CPI da KMC, Fernando Aragão afirma: “Só nos resta esperar”,

 

 

O programa Rádio Debate desta quarta-feira (09) contou com a participação do vereador Fernando Aragão (PTB), que comentou sobre os pedidos de investigações da CPI da KMC, onde o mesmo afirmou que foi engavetado pelo atual presidente da Câmara, Júnior Gomes (PSB) e destacou a posição da bancada de oposição em relação as investigações.

 

“Para nossa bancada, só nos resta esperar, fizemos a solicitação, arrumamos o número exigido pelo regimento interno, que de pleno, o presidente deveria abrir a CPI, porém ele (Júnior Gomes) engavetou. Fomos até a justiça, pedimos que fosse cumprindo o que determina o regimento interno. O Juiz de Direito disse, que a solicitação estava incompleta devido ao prazo, e no regimento consta que são 120 dias e prorrogado por mais 60, porém o juiz disse que estava incompleta e então não teve como”, afirmou.

 

Fernando Aragão também citou sobre o que a oposição deverá fazer caso a justiça não decida pela abertura da CPI.

 

“Se a justiça entender que houve algumas falhas, então vamos ver se teremos que entrar com outro pedido de CPI e acrescentar outras coisas que tenha faltado no que a justiça determinar”, enfatizou.

 

Outro assunto citado foi sobre a discussão do projeto da previdência municipal, que citou que o mesmo deverá ser debatido diversas vezes.

“Acho que é um projeto polêmico, agente tem exemplos de muitos municípios, que muitos quebraram com esta previdência e nós teremos que melhorar o projeto, vou mostrar o que tiver errado, precisamos consultar os funcionários público mais vezes (…) e sobre a votação, o projeto terá que ter nove votos (maioria absoluta) para ser aprovado” pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 

error: Copiando nosso texto?