24
outubro

Digno de comédia pastelão (2)


Clima esquenta com acusações de vereadores a radialistas em Toritama

Foto: Divulgação.

A classe política de Toritama está vivendo em pé de guerra com as duas emissoras de rádio da cidade e o fato foi evidenciado na reunião da Câmara de Vereadores de Toritama que aconteceu ontem dia (23).

 

Entre vários pronunciamentos críticos a posição das rádios locais, o vereador Arimatéia (PSD), chegou a dizer que locutores já foram e são pré-candidatos a uma vaga na câmara municipal e,   por isso, estariam tentando denegrir a imagem do legislativo.

 

“O problema é que esses radialistas são candidatos a vereadores. Por isso, nos criticam o tempo todo e dizem que não estamos fazendo nada. Quero dizer a vocês que, pra sentar na minha cadeira, não é qualquer radialistazinho que vai conseguir. Tenho 28 anos de serviços prestados ao município e o povo sabe do meu trabalho”, concluiu.

 

Em seguida, o presidente da Câmara, Nilton de Enoque (PSB), dirigiu a palavra contra os radialistas Alberto Galdino e Wendell Galdino (da rádio Líder FM).

 

Os dois foram acusados pelo político de terem incentivado o quebra-quebra na Prefeitura e na Câmara de Vereadores no mês de maio, quando ocorreu a greve da polícia militar.

 

 

 

“Todos sabem que eles estavam nas ruas, em cima de carros de som, incentivando o povo para o quebra-quebra. Alberto Galdino, eu não tenho papas na língua! Você estava dando dinheiro a pessoas para praticarem os crimes que cometeram contra o patrimônio público. Fui chamado à delegacia esses dias e achei que seria para falar sobre o que aconteceu na Câmara. Chegando lá, tratava-se de um TCO movido por Alberto e Wendel contra mim. Eles não tem o que fazer mesmo!”, frisou.

 

Já o vereador Morica (PSL) pediu a palavra e disse:

 

“As duas rádios fazem um papel  muito importante para nossa comunidade, já imaginou se não as tivéssemos?! A Toritama FM sempre foi mais organizada. Eu não entendo como a direção dessa emissora deixa essas coisas acontecerem. O papel da imprensa é de suma importância para a democracia e, por isso, as rádios não podem tomar partido, nem para um lado nem para o outro. Hoje vemos, claramente, que ambas tem tomado partido e isso acaba com a credibilidade delas, sem imparcialidade, sem credibilidade com ninguém”, frisou.

Toda essa discussão foi levada para a tribuna após o episódio envolvendo o bate boca na visita do prefeito Odon Ferreira (PSB) a rádio Toritama FM.

 

Com informações de Evandro bala, correspondente do Blog em Toritama.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


error: Copiando nosso texto?