12
setembro

Carlinhos fala sobre 2018, denúncias e possível mudança partidária


Fotos: Thonny Hill.

Um dos vereadores mais críticos ao governo Edson Vieira, em Santa Cruz do Capibaribe, Carlinhos da Cohab (PTB) foi sabatinado nesta terça-feira (12) no Programa Rádio Debate, na Rádio Polo FM. O vereador falou sobre os trabalhos na casa José Vieira de Araújo, denúncias ao Ministério Público e Tribunal de Contas contra a gestão municipal, eleições 2018 e possível mudança de partido nos próximos meses.

Quanto às questões políticas, ele diz não ter qualquer compromisso com Ricardo Teobaldo (deputado federal), diz estar conversando com o PCdoB, garante voto em José Augusto, para deputado estadual, mas deixa uma crítica “Tá na hora de parar com esse negócio de ‘eu e o tamborete’”, frase repetida por Zé, quando se sente abandonado por seus pares.

Carlinhos argumenta que as denúncias à gestão Vieira, demonstram a sua eficiência no poder legislativo local, relembrando o caso da KMC, cancelamento de licitações e contratos da Prefeitura com supostas irregularidades em compra de bolos, recomendação do TCE para que o prefeito não contrate mais advogados ligados à AMUPE, entre outras coisas.

Processos licitatório, inclusive, tem recebido atenção especial do vereador. Um projeto de Lei de sua autoria, tramitando na Câmara, requer que todos os casos sejam filmados e mostrados ao vivo pela internet.

“Espero que os vereadores ligados ao prefeito não sejam contrários. Mostrar ao povo como tudo acontece”, diz.

Sem amarras

Carlinhos voltou a repetir que não tem responsabilidade política com Ricardo Teobaldo, considerado por Zé Augusto, seu substituto na Câmara Federal. O vereador diz que ainda não tem deputado federal para 2018 e que eles estão ‘empatados’: Nenhum dos dois tem compromisso com o outro.

“Chega de tamborete”

Sobre José Augusto Maia, ele assegura o voto para ALEPE. Mas, caso não seja Zé o candidato em 2018, diz que a vaga fica em aberto para decisão do grupo Taboquinha e não uma simples indicação do ex-prefeito.

Além disso, Carlinhos mostra insatisfação quanto ao discurso do ex-prefeito, quando diz que ficará apenas ‘o tamborete e ele’. Zé Augusto costuma repetir a frase quando se sente descartado por aliados.

“Vamos parar com esse negócio de que ficar ‘eu e o tamborete’”, reclamou, pedindo confiança nos votos e apoios que são ditos.

Mudança de legenda

O vereador não tem uma resposta definitiva em relação à mudança partidária. Nos bastidores, a informação é que ele mudará para o PCdoB nos próximos dias. Carlinhos confirma que recebeu convite de Rubinho Nunes, liderança em Brejo da Madre de Deus, afirmando que o colega tem bastante influencia no diretório estadual.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 


Meses Anteriores

error: Copiando nosso texto?