11
setembro

Câmara de vereadores de Santa Cruz mantém veto do prefeito sobre aumento salarial de servidores


 

Na tarde desta quinta-feira (10), aconteceu o retorno das reuniões presenciais da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, onde foi apresentado para ser votado em plenário, o projeto de lei que foi vetado pelo prefeito, que estabelecia o aumento do salário mínimo dos servidores.

A justificativa da prefeitura sobre o veto foi devida a recomendação do ministério público de contas (MPCO), para que prefeitos e vereadores evitassem aprovar projetos de lei, em época de pandemia e por se tratar de uma situação de calamidade pública.

Para que fosse derrubado o veto do prefeito Edson Vieira (PSDB), precisaria de nove votos contra. Após a votação secreta, foram contabilizados sete votos favoráveis e oito contrários, e com isso, o veto permaneceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Anteriores


 




error: Copiando nosso texto?